segunda-feira, 23 de maio de 2016

Fomos todos Sp. Braga!

50 longos anos depois da conquista da sua primeira e, até ontem, única Taça de Portugal, o Sporting de Braga voltou a fazer história depois de vencer no Jamor o Futebol Corrupto do Porto por 4-2 na lotaria dos penáltis depois de um empate a duas bolas nas etapas complementar e suplementar.


Como era de esperar, o Futebol Corrupto do Porto foi estatisticamente superior ao Sp. Braga, mas duas fífias da defesa portista (que fartote!) resultaram nos dois golos braguistas: Rui Fonte, emprestado pelo Benfica, e Josué, adepto assumido do Futebol Corrupto do Porto, apontaram os tentos. Josué até chegou a ser apupado pelos adeptos Andrades, que viraram cabeçudos, por ter sido um profissional de futebol durante todo o jogo (ainda bem que longe vão os tempos do Jorge Costa emprestado ao Marítimo...). Depois o jovem avançado portista André Silva entrou para a história do jogo ao bisar, marcando o segundo golo de bicileta já no tempo de compensação e forçando o prolongamento quando o Sp. Braga já parecia não ter pernas (não sabemos se os jogadores do Futebol Corrupto do Porto beberam Redbull ou se simplesmente doparam para reentrarem no jogo com tanta energia...). O golo do empate foi festejado pelo Andrades como se fosse o golo da vitória - o melhor ainda estava para vir...

Maxi Pereira falhou o seu castigo máximo e chorou no fim. Ainda bem que saiu do Benfica
O prolongamento não trouxe nada de novo, pelo que tudo se resolveu na lotaria das grandes penalidades. Aí o jovem guarda-redes braguista Marafona defendeu as grandes penalidades marcadas pelo mexicano feioso Herrera e o uruguaio traidor Maxi Pereira e, pronto, o Sp. Braga venceu justamente a Taça de Portugal. O presidente da república, Marcelo Rebelo de Sousa, braguista assumido e possivelmente o mais famoso braguista do momento, lá entregou o troféu ao capitão Alan, que não saiu do banco, na tribuna VIP onde também estava o Pinto da Costa que ficou com a cabeça pelo menos do tamanho do estádio nacional. Parece que ainda não foi desta que o corrupto-mor pôde cumprir com a sua promessa de festejar o primeiro título que conquistasse na mais recente casa portista inaugurada algures no país, ainda por cima depois de ter andado a dizer que parece que a Taça de Portugal não é importante... Ora, claro que é, daí ter sido um grande feito o Sp. Braga a ter conquistado! É a prova rainha, né?

Vitória justa do Sp. Braga e o Futebol Corrupto do Porto lá passou mais um ano em branco
O palhaço do José Peseiro também ficou muito mal na foto: disse, na antevisão do jogo, que há outros que ficam contentes por passarem as épocas só a conquistar a Taça da Liga numa alusão ao passado do Benfica, o que não é verdade, mas parece-me que sempre é melhor conquistar apenas uma Taça da Liga do que não conquistar rigorosamente nada (a não ser que ganhar os dois jogos do campeonato ao Benfica seja um título... vai na volta...). "Queríamos ganhar e acho que merecíamos. Fizemos tudo para isso, infelizmente não conseguimos. Fizemos uma grande exibição na segunda parte, caímos nos penáltis. Estamos tristes, temos de reerguer-nos e levantar a cabeça. Ninguém pode pôr em causa o que fizemos aqui. Fomos Porto, excepto no resultado. Estamos a preparar a (próxima) época há já algum tempo", disse o cabeçudo do treinador portista no final do jogo (esperemos que fiques no Futebol Corrupto do Porto, pá!).

Festa rija em Braga: esta época foi a época do vermelho. E os toiros marram no vermelho
Do lado braguista, Paulo Fonseca, que já treinou o Futebol Corrupto do Porto e esteve no último título conquistado pelos cabrões cagões ladrões dragões (Supertaça Cândido de Oliveira), assumiu, depois de na última jornada da Liga NOS ter levado quatro do Sporting em casa, que a Taça de Portugal era o principal objectivo do clube (ei, é notório o trabalho que o Jorge Jesus lá deixou já há... sete anos atrás, LOL! Ele deixou lá o software e os outros copiaram-no!). Já o presidente do Sp. Braga, António Salvador, que é portista, falou da "felicidade enorme" que é ganhar a Taça de Portugal e disse que há 50 anos atrás o Marcelo Rebelo de Sousa queria invadir o campo e hoje é o presidente da república, tendo entregado o merecido troféu ao clube do seu coração.

PS. Parabéns ao Sp. Braga!
PS2. Voltei para Macau há três anos. De há três anos para cá o Benfica foi tricampeão, ganhou uma Taça de Portugal, três Taças da Liga e uma Supertaça. O Sporting é o segundo clube mais ganhador durante esse período: uma Taça de Portugal e uma Supertaça. Seguem-se o Sp. Braga com uma Taça de Portugal e o Futebol Corrupto do Porto com uma Supertaça. Conclusão: fiz bem em regressar à minha terra. Esperemos que as coisas continuem assim.
PS3. Ah, é verdade, enganei-me: afinal o Futebol Corrupto do Porto sempre conquistou um título esta época, ainda por cima efusivamente festejado: o campeonato da segunda divisão, por parte dos seus "bês"! Na ocasião, o corrupto-mor até aproveitou para picar o Benfica dizendo que os seus "bês" podiam descer de divisão, mas tal não só não aconteceu como na época que vem ambas as equipas B vão voltar a jogar na segunda divisão, LOL!

2 comentários:

Dylan disse...

Pá, fica por aí muitos anos...é sinal de eternas glórias!:)

FireHead disse...

Epá, não vai ficar! O Nuno Espírito Santo é o senhor que se segue.