quarta-feira, 18 de maio de 2016

FN consegue cancelar concerto de «francês» negro que insultou os franceses


Uma excelente notícia para a França e para os verdadeiros franceses: a Frente Nacional (FN) conseguiu impedir que o rapper francês de ascendência guineense Black M actuasse na comemoração do centenário da Batalha de Verdum no próximo dia 29 de Maio. Como eu tinha referido aqui na famosa rubrica deste blogue Islão: o que os outros dizem do passado dia 15, Black M tinha sido convidado para o evento apesar de cantar coisas contra a França, como dizer que a França é uma terra de kuffar (nome que os muçulmanos dão aos "infiéis") na sua canção Désolé, além de ser um homofóbico. A FN denunciou o rapper e conseguiu criar "uma polémica sem precedentes", o que levou ao cancelamento do seu concerto. Contente, a deputada Marion-Márechal Le Pen, sobrinha de Marine Le Pen, celebrou o acontecimento escrevendo no Facebook o seguinte: Victoire! #VerdunSansBlackM #BlackM

6 comentários:

Anónimo disse...

vejam como sao tratados no brasil os eurodescendentes : https://www.youtube.com/watch?v=qPHgBiDSwdY

Vladek disse...

Vive na França a cantar coisas contra a França. E por que não se vai embora?

Canta coisas contra a França, então por que ia cantar no Centenário de Verdun?

E por que razão o convidaram?

FireHead disse...

«vejam como sao tratados no brasil os eurodescendentes : https://www.youtube.com/watch?v=qPHgBiDSwdY»

Eurodescendentes? Só por serem loiros?

Vai na volta são mestiços. A mãe das crianças tem algum aspecto de ser mestiça.

O quê, crianças de rua loiras? Devem ser ciganas...

Se calhar se fossem negras não mereciam nenhuma atenção em especial.

Ah, uma negra formada e a trabalhar numa multinacional que as ajudou?? Não pode!!!

FireHead disse...

Vladek,

Foram os socialistas que quiseram convidar esse negro muçulmano (ou seja, é um burro) para o concerto. Aparentemente não pesquisaram sobre ele antes da ideia estúpida que tiveram.

Desta vez não podem acusar a FN de ser racista ou xenófoba, penso eu de que... Uma jogada de mestre e os anti-FN têm agora todos que engolir bem engolidinho.

Vladek disse...

FireHead
Um tipo que canta coisas contra a França é convidado pelos socialistas e aceita cantar num evento de homenagem à França: burrice dos socialistas e hipocrisia do cantor!
A não ser que o cantor tivesse a lata de insultar o País em pleno concerto!!! Isso, então, seria o cúmulo!

FireHead disse...

Não me admiraria nada. Ou então escolheria as canções mais "soft"...