sábado, 14 de maio de 2016

Fátima, 13 de Maio de 2016


Passaram 99 anos da primeira aparição de Nossa Senhora, Mãe do meu Senhor (Lucas 1:43), aos pastorinhos de Fátima, com a inauguração do Relógio do Centenário, situado no topo norte do Santuário, que marca os dias que faltam para o 100.º aniversário das aparições e que deverá contar em Fátima com a presença do Papa Francisco, fazendo dele o quarto Sumo Pontífice a visitar Portugal, a Nação Fidelíssima, depois de Paulo VI em 1967, João Paulo II em 1982, 1991 e 2000 e Bento XVI em 2010. Segundo anunciou o Santuário, estavam previstas 177 peregrinações organizadas oriundas de 34 países.


Na véspera, no dia 12, o cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, manifestou na Missa da Vigília da peregrinação internacional do 13 de Maio a sua admiração pela "coragem" dos peregrinos e sublinhou a "verdade garantida" das aparições de 1917 na Cova da Iria. "Deixai-me dizer-vos, caríssimos peregrinos, o muito que vos estimo e admiro, pela coragem de sair de casa e fazer-se à estrada, persistindo, rezando e ansiando por chegar aqui, como finalmente estais", declarou. "A verdade garantida de Fátima está na sua coincidência com a própria verdade evangélica. (...) Onde depararmos com sinais desta visitação salvadora, temos a garantia da sua verdade. É essa a maravilha e o milagre de sempre. Foi esse, muito principalmente, o milagre de Fátima".


A conta oficial do Papa Francisco na rede social Instagram partilhou uma imagem de Nossa Senhora de Fátima com a seguinte legenda: "Mãe, nós te agradecemos pela tua fé; renovamos a nossa entrega a ti". E no dia 11, perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro, no Vaticano, para a audiência semanal, o Papa Francisco evocou a celebração do 13 de Maio, dizendo que "Maria convida-nos mais uma vez à oração, à penitência e à conversão" e que Nossa Senhora "pede-nos para não ofendermos mais a Deus; adverte toda a humanidade sobre a necessidade de abandonar-se a Deus, fonte de amor e de misericórdia".


Regina Sacratissimi Rosarii Fatimæ ora pro nobis.

Sem comentários: