domingo, 22 de maio de 2016

Bayern e ManU conquistam as respectivas taças dos seus países

O Bayern de Munique conquistou a sua 18.ª Taça da Alemanha, a DFB Pokal, depois de derrotar, no desempate das grandes penalidades, o Borússia de Dortmund por 4-3. Foi a última conquista do treinador espanhol Pep Guardiola ao serviço dos bárbaros, ele que se despediu em lágrimas. "Do que vou sentir falta? Dos jogadores! Foram três anos excepcionais, desejo o melhor para o Bayern nos próximos 20-25 anos. O que levo comigo? Uma grande experiência. As dobradinhas, os títulos, amanhã serão apenas números. No Bayern pensa-se apenas numa coisa: ganhar", vincou, emocionado, o catalão.


Em Inglaterra foi o Manchester United a conquistar a Taça de Inglaterra, a FA Cup, depois de ter derrotado o Crystal Palace no Estádio da Wembley por 2-1 após prolongamento. O treinador holandês dos red devils, Louis Van Gaal, que deverá ser substituído por José Mourinho, disse assim após a conquista: "É fantástico conquistar este título, pelo clube, pelos adeptos e por mim. Estar a perder e dar a volta a jogar com dez... é uma sensação incrível. A equipa demonstrou um espírito fantástico. Quero conquistar títulos, ganhei em todos os clubes por onde passei. Venci a taça em quatro países, não é algo de que muitos treinadores se possam gabar. Se quiserem continuar a contar comigo, estarei à disposição. Espero voltar a ver-vos (jornalistas) na próxima época".


E em Portugal, a época futebolística termina hoje com o jogo da final da Taça de Portugal no Jamor. Frente a frente estarão o Sporting Clube de Braga e o Futebol Corrupto do Porto. O presidente portista, o corrupto-mor Pinto da Costa, continua bem vivinho da Silva e não se esqueceu, como não podia deixar de ser, de mandar novamente a sua alfinetada nos rivais de Lisboa, pois a dor de covotelo nestes últimos tempos tem sido imensa e agora tem uma oportunidade de conquistar finalmente qualquer coisa. O idoso levou mesmo a sua lunacia ao extremo ao afirmar que "o Porto é que é a verdadeira capital da nação portuguesa", pois o nome Portugal vem do Porto, embora ele se tenha confundido e referido ao "museu do FC Porto" (é da idade, é da idade...). Também José Peseiro, o técnico dos cabrões ladrões dragões, saiu da toca dizendo que "houve equipas que andaram três anos consecutivos a ganhar a Taça da Liga e os objectivos eram cumpridos e as épocas conseguidas. Não acredito que, ganhando o FC Porto a Taça de Portugal, alguém possa comentar de forma negativa. Mas não sei se vão dar o mérito por vencermos esta taça", mas depois também se contradisse ao dizer que isso de salvar a época são "cantigas de embalar".


Não sabemos muito bem onde foi que o José Peseiro inventou essa das épocas conseguidas ganhando apenas a Taça da Liga, ainda para mais tratando-se de uma taça que ninguém quer ganhar, daí só apenas o Benfica a ver como o Futebol Corrupto do Porto via a Supertaça Cândido de Oliveira. Mas compreende-se o desespero dessa gente porque, até ver, o grande derrotado (uma vez mais) da época é o Futebol Corrupto do Porto porque esta é a terceira época consecutiva de enorme investimento no plantel e zero campeonatos. O Sporting ao menos deu luta até ao fim com um plantel bem mais barato que o do Benfica e do Futebol Corrupto do Porto que, até ao momento, tudo o que de melhor conseguiu fazer foi ganhar os dois jogos ao Benfica no campeonato (como é que disse Jorge Jesus depois da vitória do Benfica em Avalade?), fazendo lembrar do feito de um tal Co Adriaanse frente ao Ronald Koeman. A azia portista também existe, muito melhor camuflada que a do Sporting é claro, e na época anterior foi o que se viu. Para já vamos lá todos ser Sporting de Braga, que esta época empatou uma vez e ganhou outra ao Futebol Corrupto do Porto. Força, Sporting de Braga!

Sem comentários: