terça-feira, 19 de abril de 2016

Refugiados cristãos perseguidos pelos muçulmanos também na Europa

Cristãos iraquianos em Mosul
Segundo meios de comunicação como o alemão Die Welt ou o espanhol Religión en Libertad, há na Alemanha muitos refugiados cristãos, que fugiram das perseguições anticristãs e da guerra na sua terra, a quererem regressar ao Médio Oriente porque mesmo na Alemanha estão a ser perseguidos pelos seus compatriotas refugiados muçulmanos nos campos de refugiados. Segundo o jornal alemão, os cristãos chegam mesmo a ser "ameaçados de morte e tratados como animais pelos muçulmanos". Ainda segundo a mesma fonte, as vítimas são sobretudo "ex-muçulmanos que se converteram ao Cristianismo" porque são considerados "apóstatas, pessoas que já não têm direito a viver". Muitos "já não conseguem dormir à noite nos asilos e estão obrigados por exemplo a refugiar-se na igreja da Santíssima Trindade, em Südendstrasse, no bairro de Berlin-Steglitz". "Não é possível que a Alemanha desrespeite as suas leis para beneficiar os muçulmanos e, além do mais, lhes garanta a construção de mesquitas improvisadas nos asilos. É inaceitável, do nosso ponto de vista, que as forças da polícia não intervenham ou o façam raramente, para não dizer nunca, para resolver os conflitos religiosos", escreveu assim numa carta o monge Daniel, do mosteiro de São Jorge, a 100 quilómetros de Berlim, ao ministro responsável pelo acolhimento de refugiados no país da Angela Merkel.
A solução passa por despachar todos os refugiados com comportamentos alógenos, coisa que infelizmente não é feita porque os criminosos que governam na Europa não querem. A Europa deveria, em nome da solidariedade civilizacional, aceitar apenas os cristãos. Os muçulmanos que se entendam.

PS. O que é que o Papa Francisco tem a dizer dos refugiados cristãos que são maltratados na Europa pelos seus queridos e coitadinhos dos refugiados muçulmanos como os 12 refugiados muçulmanos que com toda a pompa e circunstância acolheu, ou melhor, entregou à comunidade de Santo Egídio??

Sem comentários: