sexta-feira, 8 de abril de 2016

Morreu mais um bispo chinês fiel à Igreja

D. Thomas Zeng Jing-mu pertencia à diocese de Yujiang, com cerca de 15 mil católicos
Os (verdadeiros) católicos da China estão de luto: faleceu o bispo emérito de Yujiang, D. Thomas Zeng Jing-mu (曾景牧), de 96 anos, na sequência de uma queda em casa no passado dia 2, na província chinesa de Jiangxi, notícia avançada pela fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS). Ordenado sacerdote em 1949, ano em que foi proclamada a República (Ateia) Popular da China, D. Thomas Zeng Jing-mu passou 23 anos na prisão por causa da sua lealdade à Santa Sé e recusa em pertencer à patética Associação Patriótica Católica Chinesa, fundada em 1957 pelo governo comunista (ateu) para controlar as actividades dos católicos chineses após a perseguição ao Catolicismo durante a Revolução Cultural. Segundo os católicos locais que falaram com a Asia News, as autoridades chinesas recusaram-se a permitir a exposição do corpo do bispo emérito durante oito dias para que as pessoas pudessem dar-lhe o último adeus, dando-lhes apenas quatro dias. D. Thomas Zeng Jing-mu foi "uma verdadeira testemunha de Cristo em toda a sua vida", disse assim uma católica à referida agência noticiosa. O Vaticano já nomeou como seu sucessor D. John Peng Weizhao (彭衛照), que também já chegou a ser preso pelas autoridades, em 2014, tendo sido libertado em Novembro passado e está sob vigilância policial. Yujiang, que pertence à província de Jiangxi, tem uma larga percentagem de "católicos não-oficiais", i.e., católicos verdadeiros e não "católicos patriotas". Actualmente a comunidade católica de Jiangxi reconhecida pelas autoridades comunistas é liderada por um bispo visto com desconfiança pelo Vaticano.

息止安所 (Requiescat in pace)

12 comentários:

Teresa Isabel Silva disse...

Desconhecia o facto!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

FireHead disse...

Passaste agora a conhecer então. ;)

Beijinhos e bom fim-de-semana.

Adilson disse...

Boa tarde, meu nobre.

Triste notícia. Especialmente para o povo chinês. Eu não conhecia o bispo Thomas Zeng Jing-mu, como também desconheço praticamente o clero das principais Dioceses daquele país. Publiquei a notícia no Agathon. Rezemos pelo servo do Senhor e de Nossa Senhora, Sua Mãe. Rezemos pela Igreja na China que sempre enfrentaram o sofrimento com fé e perseverança.

wind disse...

Bom fim de semana:)

Diana Fonseca disse...

Que descanse em paz.

FireHead disse...

Adilson,

A única coisa que podemos fazer é rezar mesmo, rezar para que este Papa consiga fazer pelo menos uma coisa acertada no seu Papado: entender-se com o presidente chinês Xi Jinping para que os católicos chineses possam enfim praticar livremente a sua fé na China.

FireHead disse...

Wind,

Bom fim-de-semana! :)

FireHead disse...

Diana Fonseca,

Esse bispo chinês é um exemplo de fidelidade à Igreja. Que pena no Ocidente muitos padres e bispos - quiçá até o próprio Papa - não saberem o que é que isso significa.

CENSURADO AGAIN disse...

LEGAL OS ASIATICOS SÃO MAIS ORGANIZADOS ATÉ NUM VELORIO SE FOSSE CA ERA UMA BAIXARIA SÓ

FireHead disse...

CENSURADO AGAIN,

Faz como o teu compatriota que, de tanto gostar dos sul-coreanos, fez operações para ficar igualzinho a um deles. Ah, e ele era loiro... XD

CENSURADO AGAIN disse...

Faz como o teu compatriota que, de tanto gostar dos sul-coreanos, fez operações para ficar igualzinho a um deles. Ah, e ele era loiro... XD

11 de abril de 2016 às 13:35

KK CARA TROCAR O MERDIL POR PAÍSES CIVILIZADOS DA ASIA DO LNE NÃO É MAL NEGÓCIO MAS AQUELA CIRURGIA FOI TOSCA AQUELE GURI DEVE SER PERTURBADO TINHA QUE SER MERIDIONAL ZONA ALOGENA

FireHead disse...

Pois isso eu não sei. Só sei que há muita gente que não gosta da raça à qual pertence. Como os lunáticos esquerdistas ocidentais que têm nojo de serem brancos...