quinta-feira, 7 de abril de 2016

As directivas do Executivo chinês e Macau


O Executivo chinês, sob a liderança de Xi Jinping, está apostado num regresso aos chamados valores tradicionais da cultura chinesa. 
Depois de em Fevereiro ter sido publicada uma directiva que proíbe a construção de "edifícios estranhos, exagerados, excêntricos ou em estilo estrangeiro" (a margem de discricionaridade é enorme), agora, pela voz de Li Guo, Director do Ministério dos Assuntos Civis, fica-se a saber que, até Junho de 2017, serão eliminados estrangeirismos, encarados como atentatórios da soberania e dignidade nacional, ou em desacordo com importantes valores socialistas (por falar em discricionaridade...). 
Estas medidas dão sequência a uma política mais virada para dentro, a uma linha dura na condução da política interna e do partido, que passa pelo reforço da educação patriótica, o combate à ostentação e ao desperdício, a exaltação de algumas virtudes que foram regra na milenar China e também na época da Revolução Cultural. 
Curiosamente, enquanto o primeiro sistema caminha neste sentido, o segundo sistema, Macau em particular, assiste impávido e sereno ao abafar crescente dos valores locais em favor de um novo-riquismo provinciano e pimba. 
A China a proibir os estrangeirismos e os nomes estrangeiros nos edifícios, enquanto Macau espera a inauguração do Parisian, entre o Venetian e o Studio City, todos na Strip do Cotai, e perfeitamente visíveis do One Grantai e do One Oasis. 
E ainda há quem ponha em causa a aplicação do princípio um país, dois sistemas...

4 comentários:

CENSURADO AGAIN disse...

CATAI POR MUITO POUCO QUASE CONSEGUIU SER A UNICA CIVILIZAÇÃO MILENAR AINDA VIVA COM RAÇA E CULTURA CONTIGUA MAS DESDE QUE A CIDADE PROIBIDA CAIU O LIVRO VERMELHO INFILTROU ALOGENISMOS

FireHead disse...

Mais uma laracha tua a juntar-se a um rol infindável de merda que não pára de sair da tua boca, neste caso dos teus dedos. Ouve lá, o teu cu não tem inveja da tua boca e dos teus dedos??

wind disse...

Claro que são duas realidades diferentes. Basta que em Macau há os senhores do dinheiro e dos Casinos:)

FireHead disse...

Os senhores do dinheiro? Quem?? Quem manda em Macau na verdade é a China. Os que supostamente mandam cá, a começar pelo chefe do executivo, são todos uns fantoches de Pequim.