quinta-feira, 21 de abril de 2016

“A Europa não se pode tornar numa nova casa para milhões de pessoas necessitadas em todo o mundo”

O antigo chanceler alemão Helmut Kohl, de 86 anos e considerado o arquitecto da reunificação alemã e figura histórica da União Democrática Cristã (CDU), o partido ao qual pertence Angela Merkel, disse no sábado passado que a Europa não se pode tornar numa "nova casa" para milhões de migrantes. A entrevista, dada ao jornal Tagesspiegel, aconteceu antes de Angela Merkel se encontrar, na passada terça-feira, com o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, um conhecido político de direita e forte opositor à entrada de migrantes no espaço europeu. "A Europa não se pode tornar numa nova casa para milhões de pessoas necessitadas em todo o mundo", disse o alemão, criticando a política de Merkel que já fez com que a Alemanha tenha recebido, no ano passado, 1,1 milhões de refugiados da Síria, do Iraque e doutros países que não estão em guerra. "As políticas nacionais do cavaleiro solitário têm de ficar no passado", pois quase todos os migrantes "vêm de ambientes culturais diferentes". "A maior parte" deles tem "uma crença que é diferente da judaico-cristã, a qual faz parte da fundação da nossa ordem social e dos nossos valores", acrescentou, dando razão a Viktor Orbán que defende que um incontrolável fluxo migratório expõe a Europa a riscos de "terrorismo, criminalidade, anti-semitismo e homofobia".
Está assim dado o aviso por parte de alguém com peso político e com um pensamento lúcido. Só foi pena ele ter promovido a ascensão da Angela Merkel...

4 comentários:

Afonso de Portugal disse...

Olha, um político europeu arrependido! Já vens tarde, pá! A tua herdeira já deu cabo de tudo! Allahu akbar! Viva o Alemanistão!

FireHead disse...

Bom, ele também de certeza que estava longe de imaginar que a Merkel ia fazer o que faz e também não estava a contar com a crise dos refugiados...

Douglas Sulzbach disse...

Se a Europa for miscigenada como o Brasil foi, então adeus, será um novo continente de terceiro mundo!

FireHead disse...

Se a miscigenação for com povos cultural e civilizacionalmente inferiores, isso é garantido.