quinta-feira, 10 de março de 2016

O Alentejo de Henrique Raposo e uma pizza de borla

O colunista Henrique Raposo escreveu o livro "Alentejo Prometido" e tornou-se alvo de insultos nas redes sociais porque nele o colunista, lisboeta de raízes alentejanas, diz que o Alentejo é uma "terra de desconfiança", que os alentejanos vêem o "suicídio como um fenómeno natural" e que "as alentejanas não conheciam a palavra violação". "Este livro e os livros que eu vou escrever provocarão sempre atrito, porque eu tenho um olhar camiliano sobre os portugueses", disse assim Henrique Raposo, que é também autor do livro "História Politicamente Incorrecta do Portugal Contemporâneo" que diz, com base em provas, que os portugueses ficaram mais ricos nos tempos do Estado Novo. Num tempo em que "falamos demais e lemos de pouco, para se falar de um livro, é preciso lê-lo", aludiu. "Estamos num tempo de bullshit, de relativismo, de engraçadismo em que não se pode dizer o que pensa senão cai o Carmo e a Trindade".


Aproveitando a onda de contestação contra o colunista, a pizzaria Álamos, de Évora, lançou o passatempo "Acerta no Henrique e habilita-te a ganhar uma pizza!". Quem quiser participar basta entrar na página do Facebook da pizzaria, curti-la, abrir o jogo e matar todos os Henriques que voam como se fossem patos.


Consta que até houve cante alentejano como forma de protesto durante a apresentação do livro na Bertrand do Picoas Plaza, em Lisboa. Afinal há mesmo muita gente que não é Charlie...

6 comentários:

Dr. NO disse...

Do cante alentejano, está aqui:
http://blasfemias.net/2016/03/10/nao-percebo-a-indignacao/

Há muita gente que "é Charlie" só para o que lhe interessa e lhe convém. ;)

Lura do Grilo disse...

Uma boa razão para eu comprar o livro. Governado pelo PCP na grande maioria das câmaras o alentejo não sai da cepa torta. O Henrique merece tudo.

FireHead disse...

Dr. No,

Eu não sou Charlie e tenho a certeza que muitos alentejanos que foram Charlie por causa do massacre ao Charlie Hebdo querem fazer a folha ao Henrique Raposo.

FireHead disse...

Lura do Grilo,

É verdade, nem sequer me lembrei desse pormenor: a terra mais pobre de Portugal é governada pelos comunas.

Dr. NO disse...

"a terra mais pobre de Portugal é governada pelos comunas."

É o que pode chamar de "apenas uma coincidência"! ;)

FireHead disse...

Dr. No,

Os comunas que governam é que certamente não são pobres. :)