quarta-feira, 30 de março de 2016

Muçulmano desejou Feliz Páscoa aos cristãos, logo foi esfaqueado até à morte


Em Glasgow, a maior cidade escocesa, um comerciante muçulmano de 40 anos e de origem paquistanesa foi assassinado à facada horas depois de ter desejado no Facebook uma Feliz Páscoa na Sexta-Feira Santa. "Desejo uma Feliz Páscoa à minha amada nação cristã", escreveu assim Asad Shah, que nasceu na cidade paquistanesa de Rabwah e era conhecido pelos seus vizinhos como "uma pessoa amável e querida por todos" e sempre disponível para ajudar os outros. Asad, que era um "muçulmano devoto", colocava muitas vezes na sua conta da rede social imagens suas a "orar" a Alá e também mensagens de conciliação e tolerância religiosa. "Sigamos os passos do amado Jesus Cristo e tenhamos um êxito real nos dois mundos", podia ler-se também na sua última mensagem. A polícia já deteve o alegado assassino, um muçulmano de 32 anos.
Como é sabido, existem de facto neste mundo muçulmanos que são boas pessoas. O problema é que também eles são "infiéis" o suficiente para os que seguem verdadeiramente o islão...

2 comentários:

Portuguesinha disse...

Olha, eu lamento imenso.
É triste quando alguém tolerante perde a vida por ser espiritualmente evoluído. E perde-a para os idiotas do mundo!!

Espero que investiguem e coloquem os responsáveis eternamente na prisão e que Alá os atormente!

FireHead disse...

Esta posta serve também para mostrar que existem mesmo muçulmanos que são boas pessoas e que se dão ao respeito. São os falsos muçulmanos, pois não seguem a preceito o que o islão lhes pede. E com estes muçulmanos podemos todos nós muito bem. Quantos mais eles forem, melhor. Com os verdadeiros muçulmanos é que não pode haver conversas.