segunda-feira, 7 de março de 2016

Fico prometeu que não entraria um único muslo na Eslováquia, logo foi reeleito

O jornal esquerdista e islamófilo PÚBLICO está verdadeiramente de rastos: a sua jornaleira Carla Barata deve ter escrito, a sangrar, a notícia que diz que o primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico, ganhou pela terceira vez seguida as eleições legislativas graças à sua promessa de não deixar entrar na Eslováquia um único muçulmano. "Jamais permitiremos a entrada de um único muçulmano na Eslováquia, nem criaremos nenhuma comunidade muçulmana aqui, pois eles (os muçulmanos) representam um sério risco de segurança", disse assim Fico num comício. A única alegria para a jornaleira em questão e também para a restante escumalha esquerdista e islamófila deve ter sido o facto de Fico ter perdido a maioria, o que o leva a ter de se coligar com os outros. Mas, de novo, a histeria permanece para os esquerdistas e islamófilos: então não é que dois partidos nacionalistas, o Partido do Povo - A Nossa Eslováquia e o LSNS, entraram no parlamento? E mais: Robert Fico pertence ao partido social-democrata SMER e é um "nacionalista de esquerda", o que deve fazer sangrar ainda mais os corações islamoesquerdistas!
Que jornalismo faccioso, esse do PÚBLICO, tal como, aliás, já nos habituou a todos. O SMER não perdeu a maioria por ser contra a entrada de muçulmanos na Eslováquia, pois foi com esse mesmo mote que os outros partidos conseguiram entrar no parlamento...

10 comentários:

wind disse...

Boa semana:)

FireHead disse...

Vai passar rápido. :)

Lura do Grilo disse...

Excelente! Nada como falar claro. Ou se vence ou não.

Adilson disse...

Maravilha!

Eis a prova de que o povo ama a liberdade! Eis a prova que essa invasão de porcos islâmicos é pura engenharia social praticada por uma elite assassina!

FireHead disse...

Lura do Grilo,

E é também assim que a popularidade do Trump cresce. E os retardados mentais - os verdadeiros - ficam muito preocupados e a perguntarem porquê. :)

FireHead disse...

Adilson,

E a Eslováquia vai em breve assumir a presidência da maçónica União Europeia. Vai ser bonito, vai. :)

Afonso de Portugal disse...

Não é Público. É AL-Público!

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Sim, tu e os tipos lá do Amigo de Israel gostam muito de se referir a esse jornal com esse nome. :)

Afonso de Portugal disse...

E fazemos muito bem! Repara, "Público" somos todos nós. Mas o jornal "Público" não foi deito para todos nós, foi feito para acomodar as pretensões da esquerda universalista e, sobretudo, desculpabilizar e branquear o Islão. O que significa que não é "Público", é "Al-Público"! :)

FireHead disse...

Podia fazer a fusão com o Esquerda.net. :)