quinta-feira, 3 de março de 2016

Famoso imã da Dinamarca incita ao homicídio em nome da 'sharia'

O imã Abu Bilal, muito conhecido na Dinamarca, esteve na mesquita de Grimhøj, na cidade de Aarhus, a pregar sobre a lei da sharia que é a lei islâmica. Uma câmara escondida da emissora dinamarquesa TV2 registou o momento:


Este é o contributo islâmico para o enriquecimento cultural que é um dos princípios da vaca sagrada que é o multiculturalismo. Já agora, gostava imenso de saber o que é que as feministas da Dinamarca têm a dizer sobre isto...

4 comentários:

Adilson disse...

Bom dia, meu nobre.

Cada vez mais difícil. Um homem usa o boné em forma de porco é logo detido. Esse imã fala essa monstruosidade com segurança e liberdade e nada acontece. E o pessoal dos direitos humanos ficarão em silêncio? Talvez se fosse um ocidental a apontar a violência islâmica já o teriam detido.

Até!

wind disse...

Horrível!

FireHead disse...

Adilson,

Eu não sei que repercussões é que isso teve na Dinamarca. Por acaso teve alguma??

FireHead disse...

Wind,

Achas que sim? Isso é o multiculturalismo vibrante!