terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

A METAMORFOSE - DE SER HUMANO A LAGARTO


A histeria sobre o penálti de Sábado em contraste com o silêncio sobre o penálti de Domingo lembrou-me nesta Segunda-feira esse curioso fenómeno que dá pelo nome de lagartismo. Que fique bem claro: há uma distinção óbvia no seio do Sporting. Há os sportinguistas, adeptos normais que vivem o amor ao seu clube como prioridade, e depois há os outros, os lagartos - uma espécie que se identifica facilmente pela obsessão que tem pelo Benfica. Infelizmente para todos nós, benfiquistas e sportinguistas, é uma espécie em vias de expansão. 

- o lagarto não pensa primeiro na vitória do Sporting - primeiro deseja ardentemente a derrota do Benfica; 

- o lagarto antes de saber o Hino do Sporting para o cantar já sabe o Hino do Benfica para o gozar; 

- o lagarto, se estiver a dar o Benfica e o Sporting ao mesmo tempo, prefere ver o Benfica para dizer mal do que ver o Sporting para dizer bem; 

- o lagarto só vê benefícios arbitrais para o Benfica, nunca vê para o Sporting e, verdadeiro sinal do seu lagartismo, raramente fala nos benefícios ao Porto (porque isso seria estragar a sua teoria mirabolante e conspirativa que passa por insinuar, dizer, fingir, inventar que o Benfica é sempre o mais beneficiado); 

- o lagarto quando vai ver as notícias de desporto vai primeiro às do Benfica para se indignar, só depois vai às do Sporting para se maravilhar; 

- para o lagarto todos os jornalistas são do Benfica, nenhum é do Sporting; 

- o lagarto gosta de tentar gozar com o número de adeptos do Benfica e diz que o Sporting tem muitos mais do que aqueles que os jornalistas dizem mas depois acha que todos os árbitros, jornalistas, treinadores, massagistas, médicos, apanha-bolas e stewards são do Benfica e, por isso, estão todos naturalmente contra o Sporting; 

- o lagarto vê uma capa de um jornal com uma notícia do Benfica e grita logo que aquilo é para fazer propaganda mas se a capa vem com alusão ao Sporting é para denegrir e enxovalhar o clube leonino; 

- em casa, o lagarto fala 90 por cento do tempo no Benfica; o resto do tempo fala no Sporting mas só para dizer que é de um clube diferente - que é a forma que arranjou de se auto-nomear como uma pessoa com problemas graves ao nível da cognição; 

- no táxi, se o condutor é do Benfica, não se cala, sempre a querer que o outro reconheça as suas conspirações mais estapafúrdias; se o condutor é do Sporting, também não se cala. A falar no Benfica; 

- o lagarto não sabe quase nada da História do seu clube, mas perguntem-lhe por um dirigente do Benfica dos anos 30 que ele logo vos dirá que era do mais corrupto que alguma vez já existiu; 

- o lagarto não sabe que o Sporting teve vários dirigentes ligados ao Estado Novo - um deles, Presidente do clube, grande idealista da Legião Portuguesa - ou que o Hino do Benfica foi censurado pelo Regime por ter "Avante" no nome, mas ele do alto da sua absoluta oligofrenia vos dirá que o Benfica era o clube fascista; 

- o lagarto não sabe que o fundador do seu clube comia sopa com o garfo mas perguntem-lhe por Cosme Damião que ele logo nomeará a marca de brilhantina que o glorioso fundador do Benfica usava na bigodaça. 

É desconhecido o momento em que esta espécie chegou ao futebol. Não se sabe bem como e quando estes seres humanos se metamorfosearam em lagartos. Há apenas teorias. De qualquer forma, será fácil a qualquer bípede identificar este ser. O lagarto é aquele que não se importa de ficar em 17° lugar e descer de divisão se o Benfica ficar em 18°.

2 comentários:

wind disse...

Boa semana:)

FireHead disse...

Igualmente! Já vai a meio. :)