quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

«Tudo do EI se baseia em fontes islâmicas»

O jornalista egípcio Ibrahim Issa diz o óbvio: a barbaridade cometida pelo Estado Islâmico (EI) é baseada em fontes islâmicas e os «clérigos» muslos têm medo de dizer isso. "Eu gostava de ver um simples clérigo da (Universidade de) Al-Azhar no Egipto a ter a coragem de admitir que Abu Bakr (o líder do EI) queimou um homem vivo", disse o jornalista.

Sem comentários: