terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Ponto final na questão das «mulheres de conforto»


O Japão e a Coreia do Sul chegaram finalmente a um acordo histórico sobre o sistema de escravidão sexual que houve durante a II Grande Guerra, com os seus espojos conhecidos como «mulheres de conforto». Os chefes de diplomacia japonês e sul-coreano, Fumio Kishida e Yun Byung-se, encontraram-se e ficou tudo em pratos limpos: o Japão pediu finalmente desculpa pelo sucedido e paga 1000 milhões de ienes (cerca de 7,6 milhões de euros) para um fundo de compensação às vítimas dos soldados japoneses.

Sem comentários: