sábado, 19 de dezembro de 2015

«Penetração acidental»


Notícia do Jornal de Notícias: o milionário saudita Ehsan Abdulazis, de 46 anos, foi acusado de violar uma rapariga de 18 anos que conheceu quando estava com uma amiga de 24 anos numa discoteca. Em resposta na sessão de julgamento, no tribunal de Southwark Crown, em Londres, Ehsan afirmou que ele penetrou-a acidentalmente depois de cair em cima dela! Depois da noite de farra, Ehsan levou as duas raparigas para casa e dormiu com a mais velha no quarto enquanto que a vítima dormiu no sofá. Esta alega ter acordado às primeiras horas da manhã com Ehsan a violá-la. O teste de DNA confirmou a violação, o que o levou a dizer que saiu do quarto para beber um copo de água e a rapariga puxou-o para cima dela metendo a sua mão entre as pernas dela. Foi nesse momento que o seu pénis saiu da roupa interior e penetrou acidentalmente a vítima, o que levou o juiz Martin Griffiths a absolvê-lo...
Será que as feministas disseram alguma coisa?

4 comentários:

Anónimo disse...

O mais grave é que foi um tribunal inglês. Já se estão a submeter à lei islâmica.

RICARDO DA SILVA LIMA disse...

Penetração acidental?

Meus DEUS, a imbecilidade deste "caras" passa do limite cada vez mais.

:(

FireHead disse...

Anónimo,

Estão a submeter-se à lei islâmica? Como é possível? Há quem diga que a islamização do Ocidente é um mito! :O

FireHead disse...

RICARDO DA SILVA LIMA,

Provavelmente a rapariga era sonâmbula. Por isso que ela não se lembra de ter-se feito ao muslo e depois acusou-o de a ter violado.