domingo, 27 de dezembro de 2015

Multiculturalismo em Roquetas de Mar


Um cidadão da Guiné-Bissau de 40 anos foi esfaqueado até à morte por um grupo de ciganos na sequência de uma discussão no trânsito em Roquetas de Mar, em Almeria, Espanha, onde ainda recentemente saiu o grande prémio da lotaria tradicional de Natal El Gordo. A morte do guineense desencadeou confrontos e queima de contentores de lixo por parte de africanos subssarianos, que também agrediram agentes da Guardia Civil. Estes até agora ainda não prenderam ninguém, mas já montaram um cordão policial para evitar mais problemas nessa localidade com mais de 72 mil pessoas e onde já tinha morrido também de forma violenta, há uns anos atrás, um senegalês às mãos de um cigano.
Negros versus ciganos em Espanha: eis o multiculturalismo em todo o seu esplendor.

2 comentários:

Ivan Baptista disse...

Mas isso também tens por cá, não é nenhuma novidade .
Na quinta da fonte, toda a gente fala mal dos ciganos, mas eu fui dos poucos que afirmei que os pretos são ainda piores , moro lá perto e sei do que falo, pá, não é por serem pretos mas, é mais fácil ser-se racista com ciganos do que pretos por quê ?
Então não somos racistas mas odiamos ciganos ? Hipocrisia do caralho é o que é .
O que me mete mais nojo é a hipocrisia dos europeus, esta merda do politicamente correcto, mete nojo porque é simplesmente uma merda de uma ditadura ;(

FireHead disse...

LOL, podes crer, há gente que diz que não é racista, que não discrimina os pretos, mas quando o assunto é os ciganos, a conversa descamba!! XD

Pá, odiar os ciganos não é racismo. Parece que dizem que é xenofobia...

Deixa lá, pá. A hipocrisia há em todo lado e vai sempre existir.