quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Mais terroristas islâmicos detidos


A ameaça terrorista islâmica fez também Bruxelas cancelar os festejos de Ano Novo e reforçar o nível de alerta noutras capitais europeias, como Londres, Madrid, Berlim ou Moscovo. Os terroristas islâmicos detidos, Saïd Souati, de 30 anos, e Mohamed Karay, de 27, planeavam atacar "locais emblemáticos" de Bruxelas durante a passagem de ano. O primeiro é conhecido por ser um pregador radical e é um dos fundadores do grupo motard Kamikaze Riders ("Motoqueiros Suicidas"). O segundo já tinha sido associado ao grupo Sharia4Belgium, que quer transformar a Bélgica num Estado islâmico.

PS. O islão é a "religião da paz".

4 comentários:

Douglas Sulzbach disse...

Que em 2016 a direita comece a conquistar os europeus nativos, pois os muçulmanos já se sentem donos dela, que as condições de permanência fiquem cada vez piores, para os mesmos saíam e lutem por seus territórios. Ou então a Europa morrerá!

FireHead disse...

Sim, a direita mas a direita a sério! Não é a direitinha como o PSD português, os conservadores britânicos ou o UMP francês... mas sim a Frente Nacional (embora eu não esteja assim muito certo de que seja mesmo um partido verdadeiramente de extrema-direita porque parece ter tiques de nacional-socialista no aspecto económico), o UKIP, o PVV, os SD e por aí fora.

Uma das questões que mais me intrigam é o facto de muitos muçulmanos fugirem das suas terras alegadamente por não estarem bem e depois quererem transformar os países ocidentais que os acolhem nos buracos do Inferno como as terras deles.

Anónimo disse...

estas mal informado meu caro,frante nacional francesa é de direita em que mundo?

vamos lá:
_ são contra o modelo tradicional de familia
_ são contra a salva guarda da identidade racíca e etnica nacional
_ são pró assimilação (quem assimila não conserva)
_ sao favovaraveis a manutenção das leis draconinaas que limitam a expressão
_ são contra a idéia da frança ser um pais crisão.


Os membros da FN também distribuíram panfletos projetados especificamente para os muçulmanos;
http://vk.com/video-59782246_171363155

https://blancheurope.wordpress.com/2015/12/12/marine-le-pen-estime-quil-faut-laisser-rentrer-des-musulmans-dans-le-pays/

FireHead disse...

Não, tu é que estás super mal informado. Tu és outro que está a confundir isso de ser de Direita com o ser conservador, como se não existissem conservadores de esquerda (China? Coreia do Norte? Hello?).

- são contra o modelo tradicional de familia

Há muita gente que é de Direita que é contra o modelo tradicional de família tal como há muita gente de esquerda que é a favor.

- são contra a salva guarda da identidade racíca e etnica nacional

Desde quando é que isso é uma característica de Direita? Um dos países mais homogéneos do mundo é a ultra-nacionalista Coreia do Norte, com um rigoroso controlo da imigração que faz as delícias de qualquer energúmeno nacional-socialista que se preze, mas... pois é, é marxista-leninista...

- são pró assimilação (quem assimila não conserva)

Concordo desde que a imigração seja de facto limitada e controlada. Assim não há o risco do óleo ser mais que a água, que é a maioria populacional. Ser contra a assimilação só pode ser vista como uma consequência de ser contra a imigração total e só é totalmente contra a imigração quem é besta.

- sao favovaraveis a manutenção das leis draconinaas que limitam a expressão

Sim, é capaz de fazer lembrar os tempos do Hitler.

- são contra a idéia da frança ser um pais crisão.

A FN é laica. Nem todos os partidos são nacionalistas e simultaneamente religiosos como o partido que está no poder na Índia e que está a promover a discriminação às outras religiões desde que não sejam a hindu.

Os membros da FN também distribuíram panfletos projetados especificamente para os muçulmanos;

Como disse o Geert Wilders, o meu problema não é com os muçulmanos mas sim com o islão. Com muçulmanos da treta - isto é, muçulmanos que não andem com merdas e que cumprem as leis do jogo - podemos todos nós muito bem.