sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Jovem suspenso da universidade por «racismo»

O blogue Totalitarismo Universalista fez eco da seguinte notícia do Info Wars: o jovem estudante universitário Thaddeus Pryor foi suspenso da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos da América, por meio ano porque escreveu numa rede social de nome Yik Yak que as mulheres negras não são atraentes. Thaddeus, em sua defesa, disse que escreveu isso como resposta às provocações às pessoas de raça branca por parte dos negros. Um jovem negro da mesma instituição escreveu que "os brancos têm pilas pequenas e f... com as suas primas"... e não foi castigado. Por causa disso, Thaddeus está agora a tentar ser transferido para uma universidade onde se dê primazia ao direito à liberdade de expressão, consagrada na Primeira Emenda à Constituição dos Estados Unidos da América...
Lá está, é a tal história: há quem afirme que o racismo não existe, vá lá saber-se porquê, mas a verdade mostra-nos que o racismo só existe mesmo é quando os racistas são os brancos...

8 comentários:

C disse...

Democracia no seu melhor eheheheehheehehheeheheheh.

FireHead disse...

É. É por isso que, se isto é uma democracia, prefiro a ditadura.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

MAIS RIDICULO DO QUE PENSEI ELE PARECE JUDEU OU MOURO SÓ MOSTRA MAIS UM ZIMMERMAN E A HIERARQUIA RACIAL E OUTRAS DO PC

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

DEMOCRACIA SÓ TROUXAS ACHAM QUE ISSO É DEMOCRACIA

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

EM ATHENAS A DEMOCRACIA ERA PRO-NATIVOS NÃO TINHA TENDA ISLANDIA IDEM

FireHead disse...

Parece mouro? Olha que não, parece islandês. XD

Tenda? Qual tenda? Acho que é mais uma barraca.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

22 de dezembro de 2015 às 13:56

ELE NÃO PARECE WASP NEM CELTIBERO É COMO O DIREITA DIZ TEM MUITO AMERICANO MISTURADO "RESIDUALMENTE" FORA OS BARIS ETC

FireHead disse...

Os americanos? Aqueles índios de pele vermelha, né? É que, segundo a vossa douta estupidez racialista, os brancos são europeus, logo não existem brancos americanos, australianos, asiáticos ou africanos.