segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Quem vai representar a Alemanha na Eurovisão em 2016?


Resposta: Xavier Naidoo. Este cantor de música soul tem 44 anos, é de origem sul-africana e indiana e tem canções polémicas com conteúdo homofóbico e também anti-semita apesar de, segundo a Wikipédia, as músicas dele falarem do Cristianismo, do Apocalipse, da caridade e da luta contra a xenofobia. "Lamento que as pessoas que não me conhecem de todo falam mal de mim sem quaisquer razões, partindo duma imagem ruim (de mim)”, afirmou Naidoo, que se defende das acusações limitando-se a dizer que apenas faz uso da sua inalienável liberdade de expressão.
Depois do transexual Conchita a representar a Áustria e a vencer o festival, um alemão bronzeadinho que é homofóbico. Não dá para perceber o que é que essa gente tem dentro da cabeça...

7 comentários:

wind disse...

O que vale é que nem vejo:)

Ivan Baptista disse...

Cá para mim, isto é estratégia maçon e mai nada :O

FireHead disse...

Wind,

Já li por aí que isso do festival da Eurovisão é controlado pelos judeus. De facto os judeus, se controlam mesmo isso, têm uma valente bota para descalçar agora... :)

FireHead disse...

Ivan Baptista,

Não pode ser maçon porque os maçons não deveriam ser homofóbicos. :P

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

PENSEI QUE ERA NEGRO TIPO XHOSA OU ZULU ACHO QUE É DAQUELE GRUPO COLOURED SEM DNA SUFICIENTE SOBRA OS GRUPOS BUCHAS E OS JUDEUS POR SEREM MENOS ESCURINHOS DOS GRUPOS SUBSIDIADOS MORES

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Blogger FireHead disse...
Ivan Baptista,

Não pode ser maçon porque os maçons não deveriam ser homofóbicos. :P

24 de novembro de 2015 às 12:55

KK OS CASAS PIAS VESTEM PERUCAS LOIRAS MAS ATIRAM PRA TODO LADO

FireHead disse...

KVRGANIVS NOSTRATORVM,

Adorei imenso a resposta que o Caturo te deu lá no blogue dele sobre este assunto, pelo que transcrevo-o aqui que é para tu o releres:

«Pois não entendeste o post não... sim, tudo na Eurovisão é controlado pelos Judeus, até o facto de agora um anti-semita ser escolhido como representante da Alemanha na Eurovisão, com uma canção anti-semita, aquilo deve ser um truque qualquer dos Judeus, ai deve deve, porque já se sabe, e tem-se por adquirido completamente adquiridíssimo, que aquilo é tudo controlado pelos Judeus, portanto esta escolha também deve ser um truque judaico, se calhar para se fazerem de vítimas... ou para disfarçar... é isso... Entenda-se: quando se fala bem dos Judeus, é propaganda pró-judaica, logo, orquestrada pelos Judeus, mas quando se fala mal dos Judeus, ou é para disfarçar ou então é manobra que também funciona como propaganda pró-judaica, logo, a coisa também tem de ser orquestrada pelos Judeus. Assim a teoria da conspiração judaica nunca falha. Ou então usa-se o bom argumento do guerras-lá-entre-eles (judeus contra judeus) e 'tá a andar de mota...

Por causa do controlo judaico da Eurovisão é que no ano passado ou assim quem ganhou foi um travesti barbado, aquilo foi para promover a mariquice no Ocidente e assim acabar com o valor macho no Ocidente e tal. Os Judeus odeiam a mariquice, mas impõe-na no Ocidente, os malandros, pois é.
Por acaso no início dos anos noventa, Israel ganhou a Eurovisão precisamente com um transsexual, mas isso, bem, isso foi outra coisa, foi assim um truque, foi coiso, isso já não era bem, bem, bem a mariquice no Ocidente, por acaso era a mariquice em Israel, mas não interessa, foi para disfarçar, ou então foi mais um caso de guerrasláentreles, foi isso!!!!, 'tá explicado, próóoximo... argumentar assim é uma maravilha, nunca falha...»