sábado, 14 de novembro de 2015

Atentados terroristas em Paris matam mais de 140 pessoas


Mais um dia triste para Paris: mais de 140 pessoas morreram depois de terroristas suicidas muçulmanos terem feito explodir cintos de explosivos ontem à noite, três dos quais na sala de espectáculos Bataclan, três junto ao Estádio de França e um no Boulevard Voltaire. O Estado Islâmico já reivindicou o ataque e prometeu mais e o presidente súcia francês, François Hollande, já garantiu que a França, que já decretou o estado de emergência, "não terá piedade" dos terroristas e prometeu fechar as fronteiras do país.
Agora, é claro, chovem aos montes comentários de imbecis, como de ateus na blogosfera e nas redes sociais, que dizem sempre as mesmas merdas do costume, ou seja, que o problema não é o islão mas sim o "fanatismo". E agora também choram lágrimas de crocodilo as elites reinantes, com a Merkel a dizer-se "profundamente emocionada", o Obama a classificar o acontecimento como "um ataque contra a humanidade" ou o Cameron que ficou "chocado". Andaram a pedi-las e agora queixam-se do quê? São milhões os muçulmanos que entram na Europa, entre eles os "fanáticos", havendo também muitos que já nasceram na Europa e que se "fanatizam", e o mais engraçado é que em França 42% dos jovens muçulmanos acham justificáveis os atentados suicidas!
Vá, vamos lá, de novo, todos comigo: o islão é "a religião da paz" e os islâmicos "fanáticos" não representam o islão!

6 comentários:

RICARDO DA SILVA LIMA disse...

É, e ainda dizem que o Islão é uma religião da paz.

Imaginem se não fosse. ^^"

wind disse...

Horrível!

Anónimo disse...

tem que eliminar esses cara sem exceção eles alem de foderem a Europa vão foder o mundo, a Europa agr esta pensando em reagir a essa agressão acho que é tarde d+ agr cade os defensores do imigrantes?Aqueles bando de cuzões deixando foder o único lugar no mundo onde tem algo que aqui no brasil não tem (cultura) tomara que os europeus relembrem dos antepassados guerreiros deles e lutem :)

FireHead disse...

Ricardo,

O islão é "religião da paz" sim, meu caro. É isso que afirmam os próprios líderes islâmicos. A questão é que a paz só existe quando todos fizerem aquilo que para eles é o correcto, ou seja, submeterem-se ao islão. Assim, sendo todos muçulmanos, já haverá paz no mundo.

Os idiotas úteis, como os laicos e irreligiosos, como acreditam que o islão é mesmo a "religião da paz", comparam os muçulmanos fanáticos aos cristãos fanáticos afirmando que são todos a mesma merda. Segundo o ponto de vista deles, um fanático é que transforma algo que é de paz no contrário...

FireHead disse...

Wind,

Há-de haver mais atentados destes, infelizmente. Até porque o Estado Islâmico já avisou, os refugiados vão continuar a chegar à Europa e o número de muçulmanos vai continuando a aumentar no velho continente.

FireHead disse...

Anónimo,

Os defensores dos imigrantes, dos refugiados, dos muçulmanos, etc. continuam bem vivinhos da Silva e continuam a defender dogmaticamente a sua crença. Nós é que continuamos a ser os malvados da extrema-direita, os nazis, os racistas, os xenófobos, etc. como se não houvessem muçulmanos brancos e europeus que cometem atentados em nome da puta que pariu o Alá.