sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Mulher violada à vez em fábrica na Amadora


Na Amadora, que é uma cidade bastante alogeneizada como todos nós já estamos fartos de saber, uma mulher de 35 anos saiu da estação de comboios da Damaia depois de um dia de trabalho e foi atacada por um homem pelas 23:00 da passada quinta-feira. A vítima foi levada até a uma fábrica abandonada naquela zona, onde surgiu um cúmplice do agressor, e acabou por ser agredida e violada à vez durante toda a noite.
25 de Abril de 1974, liberdade, descolonização exemplar, imigração, multiculturalismo, criminalidade...

4 comentários:

wind disse...

Horrível!

FireHead disse...

Só não conseguimos saber de que raça/etnia/procedência/etc. são os dois criminosos.

Ivan Baptista disse...

Se não foram Lusos foram Lusófonos , porque isso da raça/etnia/procedência/etc ,não é politicamente correcto .

FireHead disse...

Quase de certeza que são lusófonos. Ou nem isso: creoulos.