sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Muçulmana metaleira brasileira

Estava a ver as notícias em chinês no canal de Hong Kong TVB há uns dias atrás quando soube que há lá em São Paulo, no Brasil, uma mulher convertida à seita islâmica em 2009 e que é guitarrista duma banda metaleira chamada Spectrus. Neta de alemães católicos, Gisele Marie tem 42 anos e usa sempre o niqab. "Isso é muito confortável, nunca mais na vida vou usar calças", garantiu Gisele, que tem quatro filhas com um muçulmano libanês que tem uma outra mulher para além dela (a poligamia é permitida no islão, mas só na condição de um homem ter mais do que uma mulher e nunca o contrário porque as mulheres muçulmanas são tratadas como objectos de prazer e de procriação). Para a lei brasileira, Gisele é uma mulher solteira apesar de estar casada pela lei islâmica.

video

Antes de abraçar a seita islâmica, Gisele foi adepta da seita pagã WICCA. "Eu era uma bruxa", afirmou, antes de, após a morte do seu pai, ter-se interessado pela língua árabe e depois pelo satânico Alcorão, o que a levou a converter-se à seita do pedófilo Maomé (QAMESE). Dois meses depois de se converter, ela começou a usar o niqab. "Foi uma decisão muito consciente, muito pensada. Comecei porque estava ajudando uma amiga que tinha acabado de voltar do Egipto e queria usar o niqab, mas estava tímida. Como eu estudei psicologia, me propus a ajudá-la a vencer o medo. Começamos a fazer pequenos passeios pelas redondezas e eu comecei a me sentir muito bem. (O niqab) É uma marca muito específica de que eu sou uma mulher religiosa. E me fez ser um pouco mais reflexiva, exigiu de mim uma maior compreensão ao meu redor. É um exercício de diálogo com o mundo. (...) Não consigo ficar na rua sem falar com alguém. É muito raro eu sair de casa e nenhuma pessoa me parar para falar ou tirar foto. Eu passei da linha do preconceito e virei atracção turística".


Essa aberração já pode ir agora dar um concerto para o Iraque ou a Síria, para o pé dos seus camaradas do Estado Islâmico...

8 comentários:

wind disse...

Louca! lololol

FireHead disse...

Louca porquê? Ela tem toda a liberdade e todo o direito de ser o que quiser ser!! XD

Gio disse...

Aviso de amigo: não venham ao Brasil!

FireHead disse...

As outras cidades estão assim tão más como lá no Paraná? :O

Anónimo disse...

Firehead, Paraná está liderando a islamização, em cidades pequenas de todo o Sul do país isto já é bem perceptível, mas em cidades maiores como São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro, apesar da imensa comunidade, eles ainda são ofuscados, mas creio que será questão de tempo, é só trazerem mais milhares de refugiados senegaleses e sírios!

João José Horta Nobre disse...

Não há, de facto, limites para a demência humana...

FireHead disse...

Anónimo,

Eu fico é admirado como é que os capitalistas selvagens do Brasil nem se importam de baixar as calças para o islão apostando em produtos halal... e o pior é que, por causa disso, têm que importar muçulmanos para o Brasil porque só eles é que podem praticar o abate halal.

Qualquer dia quando o Brasil der por isso já está com no-go zones mesmo nas principais cidades do país. Nada que deve incomodar assim muito a malta do PT e possivelmente também os criminosos.

FireHead disse...

João José Horta Nobre,

Prevejo problemas para os polícias sempre que estes precisarem de a identificar pedindo-lhe os documentos...