sábado, 26 de setembro de 2015

Astana, uma capital maçónica

O FC Astana participa pela primeira vez na Liga dos Campeões, estando no mesmo grupo que o Benfica. A equipa cazaque é da capital do Cazaquistão (Қазақстан), a primeira nova capital mundial do século XXI, substituindo a cidade de Almaty em 1997. Astana vem da palavra cazaque "Astaná" (Астана) que significa precisamente capital. O Cazaquistão é um antigo membro da União Soviética, situa-se na Europa e na Ásia (Eurásia), é povoado por 131 etnias e cerca de 70% da sua população é muçulmana sunita. A principal etnia cazaque é turcomana, com características físicas semelhantes aos mongóis, embora as selecções desportivas cazaques costumem contar também com atletas de etnia eslava devido à dominação russa. As línguas oficiais do país são o cazaque e o russo.

video

Pronto, feita uma rápida apresentação, vamos agora passar para o assunto principal: Astana é uma capital maçónica. Tal como a baixa lisboeta projectada por Marquês de Pombal, a capital do Cazaquistão, com mais de 800 mil habitantes, foi projectada pelo presidente cazaque desde a independência do país em 1991, Nursultan Äbişulı Nasarbayev (Нұрсұлтан Әбішұлы Назарбаев), apoiado pelos milhões de petrodólares e com o auxílio dos arquitectos inglês Sir Norman Foster e japonês Kisho Kurokawa, entre outros envolvidos no megaprojecto, sob o signo da Maçonaria. Astana era uma área remota a deserta das estepes da Ásia Central e hoje é uma cidade cosmopolita, futurista e ocultista, abraçando a simbologia da Nova Ordem Mundial e da vindoura Nova Era. A cidade esconde, ou nem por isso, a "religião mais antiga conhecida da humanidade": a adoração ao sol. Em baixo, podemos ver a pirâmide da paz, que visa "a renúncia à violência" e "a união das religiões do mundo", pois simbolicamente para os maçons todas as teologias são consequências do objecto original de culto, o sol. Para os iniciados na Maçonaria, a pirâmide é o símbolo ideal tanto da doutrina secreta como das instituições estabelecidas para a sua divulgação (Manly P. Hall in "Ensinos Secretos de Todas as Eras"), representando os mistérios de civilizações antigas. Um dos objectivos da Nova Ordem Mundial é a substituição de todas as religiões por uma só sob a forma de neopaganismo, unindo o mundo através da mistura das raças, culturas e línguas.


A torre Bayterek encarna o conto mitológico do Médio Oriente sobre uma árvore mítica da vida e um pássaro mágico da felicidade. Este, Samruk, colocou um ovo - o globo de ouro em cima do monumento -, que representa o sol, entre dois galhos da árvore, que simboliza o canal através do qual os espíritos deixam o mundo material para se juntar ao mundo divino, um conceito muito recorrente entre as sociedades esotéricas e ocultistas. Dentro do globo de ovo, no topo da torre, há um globo terrestre assinado por representantes de 17 confissões religiosas do mundo, o que significa claramente o ecumenismo - um passo rumo à harmonização e homogeneização.


Tal como na Praça do Comércio em Lisboa, os dois famosos pilares maçónicos, Joachim e Boaz, podem ser encontrados a formar a figura de um triângulo, que representa a Trindade, ao pé do palácio presidencial. A grande cúpula redonda do palácio representa o princípio feminino em oposição à fálica torre Bayterek, o princípio masculino. O palácio presidencial fica a este do centro da cidade, tal como o assento do grão-mestre.


Concluindo, Astana é a primeira capital da Nova Ordem Mundial, a capital illuminati. Há sempre quem não alinhe em teorias de conspiração, mas a verdade está à vista de todos e só não vê quem não quer. As elites reinantes mundiais estão a cumprir as condições necessárias para unir o mundo num único governo, desejam homogeneizar raças, culturas e religiões e, enquanto trabalham nesse sentido, espalham à cara podre por todo o mundo os símbolos do seu poder. Eles estão em Astana, em Lisboa, em Paris ou em Washington DC. O facto da população em geral não ter noção do que esses símbolos sob forma de estruturas representam é exactamente a razão pela qual os planos maçónicos estão a ir para a frente passando despercebidos e inquestionáveis. Acontece, porém, que estes planos estão no mundo há séculos.

video

Porque não há nada oculto que não venha a descobrir-se, e nada há escondido que não venha a ser conhecido (Lucas 12, 2).

A Maçonaria é o reino de Satanás (Papa Leão XIII).

Sem comentários: