terça-feira, 4 de agosto de 2015

Special Olympics 2015

 
Pouca gente ter-se-á apercebido, mas os atletas portugueses com deficiência participaram nos Jogos Olímpicos do Special Oylimpics em Los Angeles, nos Estados Unidos, e trouxeram para Portugal 44 medalhas: 14 de ouro, 18 de prata e 12 de bronze. Da comitiva portuguesa, composta por 49 elementos, destacou-se Maria Taveira, de apenas 14 anos, que conquistou quatro medalhas nas competições de ginástica rítmica.
 
 
Já agora, a comitiva da minha terra, de 78 elementos e liderada por Paul Pun, o representante máximo da Cáritas em Macau, conseguiu 87 medalhas, tendo igualmente conseguido um número relevante de medalhas de ouro (35, mais 24 de prata e 28 de bronze - mais 45 medalhas que na edição anterior, realizada em Atenas há quatro anos atrás), o que não deixa de ser um feito notável para um território tão pequeno como é Macau. E pelo menos a TDM acompanhou a par e passo a prestação dos jovens macaenses, não os deixando cair no esquecimento - e ainda bem!
 
 
Os parabéns a todos por dignificarem o nome de Portugal e também de Macau!

4 comentários:

Fatyly disse...

Vejo sempre e leio tudo sobre estes grandes atletas e como sempre a visibilidade televisiva é mínima para não dizer nula.

Parabéns a todos eles e sobretudo aos familiares e treinadores que tudo fazem para que não desistam.

Beijos

wind disse...

Parabéns para eles!

FireHead disse...

Fatyly,

Em Portugal só se interessam é pelos Ronaldos e futebóis. É como eu sempre digo, até o hóquei em patins, que é ainda o desporto que Portugal mais cartas dá a nível internacional, é preterido pelo futebol, como não hão os atletas portadores de deficiência de o ser também?

FireHead disse...

Wind,

Muitos, infelizmente, entraram nos Jogos anónimos e no anonimato permaneceram mesmo depois de ganharem medalhas. É por isso que devemos também fazer a nossa parte e não os deixarmos cair no esquecimento.