sábado, 22 de agosto de 2015

O aborto é o grande pecado da América

Ainda vos lembrais do Jim Caviezel? O actor que se tornou famoso depois de interpretar Jesus Cristo no famoso filme "A Paixão de Cristo", de Mel Gibson, coisa que lhe prejudicou a carreira, afirmou no programa Person of Interest que o aborto é o grande pecado da América.
O actor católico americano de 46 anos (tinha 33 anos quando fez de Jesus Cristo) afirmou o seguinte: "Muitas pessoas fazem parte deste grande pecado neste país. Estes são todos filhos de Deus e que Ele traz para casa. Agora, Ele quer trazer você para casa. Você acha que o seu amigo tem mais graças do que Deus? Será que o seu amigo tem mais amor que o Criador? Isso nunca poderia ser. Deus perdoa-lhe e agora Ele precisa que você comece, que aceite o perdão. Alguns de vocês tiveram abortos – alguns homens e mulheres aqui são adúlteros. Alguns cometeram assassinato. Alguns de vocês não abortaram mas pagaram por ele, então você contribuiu com isso. Muitas pessoas fazem parte deste grande pecado neste país... mais de 50 milhões só nos Estados Unidos, e 45 milhões morrem a cada ano no mundo. Esses são todos filhos de Deus e Deus os traz para casa".
Jim Caviezel está pouco se lixando para o facto da sua posição pró-vida poder ter um impacto negativo na sua carreira: "Como podemos ser tão arrogantes ao pensar que 51,5 milhões de bebés que morreram neste país... Veja, eu sou a favor de ajudar as mulheres, mas eu não vejo que o aborto ajuda as mulheres. E eu não amo a minha carreira tanto ao ponto de dizer 'vou ficar calado sobre isso'".
Grande Jim Caviezel! É assim que se fala!

Percebi que todos aqueles que são a favor do aborto já nasceram (Ronald Reagan, ex-presidente dos EUA).

Sem comentários: