terça-feira, 18 de agosto de 2015

Notas soltas


A República Popular da China deu um novo sinal de avanço nas suas relações com o Vaticano depois de a TV Estatal chinesa ter transmitido, pela primeira vez, uma mensagem do Papa durante o Angelus. Exprimindo a sua tristeza pelas explosões em Tianjin, que já fizeram mais de 144 mortos, 700 feridos e 70 desaparecidos, o Papa Francisco pediu a Deus para dar "alívio" às vítimas e apoiar "todos os que trabalham para lhes diminuírem o sofrimento". A histórica transmissão na China foi destacada pelo Il Sismografo.
 

O Japão assinalou o 70.º aniversário do fim da II Guerra Mundial irritando, novamente, os países vizinhos, mais precisamente a China e as Coreias. Uma vez mais, figuras nipónicas importantes acorreram ao já polémico "santuário" de Yasukuni, onde honraram os japoneses mortos em combate desde 1868, havendo entre eles 14 que os aliados consideram criminosos de guerra após a rendição do Japão. O primeiro-ministro Shinzo Abe, que desta vez não visitou o "santuário", expressou "condolências eternas", mas também acrescentou que o Japão não pode andar sempre a pedir desculpa pelas atrocidades que cometeu no passado. O imperador japonês (na foto de cima), Akihito, de 81 anos, disse, por sua vez, sentir "profundos remorsos", esperando que a tragédia da guerra não se repita. A China reagiu criticando as figuras que visitaram o "santuário" e voltou a exigir "desculpas sinceras", a Coreia do Sul disse que a declaração de Shinzo Abe "deixa muito a desejar" e a Coreia do Norte chegou ao ponto de afirmar que se tratou de um "imperdoável insulto ao povo coreano".
 

Na Tailândia, um atentado terrorista contra o "templo" hindu de Erawan, na capital Banguecoque, provocou até ao momento pelo menos 19 mortos e 123 feridos. "Os responsáveis pretendiam destruir a economia e o turismo, porque o incidente ocorreu no coração do distrito do turismo", disse à agência Reuters Prawit Wongsuwan, o ministro da Defesa tailandês. O ataque não foi ainda reivindicado, mas sabe-se que as autoridades tailandesas têm combatido recentemente as ameaças dos rebeldes muçulmanos no sul do país, predominantemente budista, mas estes grupos raramente lançam ataques fora da sua região, na península do Malay.
Raramente não quer dizer o mesmo que nunca...
 

O músico judeu americano Matthew Miller, conhecido artisticamente por Matisyahu, foi impedido de actuar no festival espanhol de reggae Rototom Sunplash, perto de Valência, por não ter clarificado a sua perspectiva sobre a Palestina, o que enfureceu os grupos judeus como a Federação Espanhola das Comunidades Judias, uma vez que os restantes artistas não tiveram que o fazer. "O Rototom Sunsplash, após ter procurado dialogar repetidamente, perante a falta de disponibilidade do artista em fazer uma declaração clara contra a guerra e a favor do direito do povo palestiniano de ter o seu próprio Estado, decidiu cancelar o concerto", lia-se num comunicado. O Rototom Sunplash é, como já foi referido, um festival reggae e, como é um festival reggae, não é de admirar que promova a "justiça social" (possui um "fórum social"), como o reconhecimento do "Estado palestiniano". "Eu apoio a paz e a compaixão para toda a gente. A minha música fala por si e eu não meto a política na minha música", respondeu assim o artista.
Há alucinados que acreditam que os judeus controlam tudo. Tudo menos o Rototom Sunplash, entre outras coisas...
 

Foi descoberta no fundo do mar junto à costa angolana uma "estranha criatura fantasmagórica" que afinal não é mais que uma colónia de animais que funcionam em conjunto, Bathyphysa Conifera, identificada como uma sifonófora. "O vídeo foi-me enviado por pilotos de veículos subaquáticos da indústria petrolífera. É um óptimo exemplo de como a colaboração com as indústrias nos pode permitir ver mais do fundo do mar e das suas criaturas marinhas estranhas e maravilhosas", disse Daniel Jones, do projecto SERPENT do Centro Nacional de Oceanografia. A equipa de investigadores brincou com o achado e chamou-o "monstro do esparguete voador", uma alusão à "divindade" da seita pastafariana.
 

Morreu Lenny B. Robinson, o Batman da vida real, num acidente com o seu Lamborghini transformado em Batmobile. O americano de 51 anos, dono de uma empresa de limpezas em Maryland e que ficou conhecido em 2012 por se vestir de Batman para ajudar crianças internadas em hospitais, teve um acidente fatal depois do seu carro se ter avariado e ter sido atingido por outro automóvel, um Toyota Camry. "Ele marcou a vida de muitas pessoas e fez muitas crianças sorrir. Era só isso que ele queria fazer", disse Scott Robinson, o seu irmão, ao Washington Post.
Requiescat in pace.
 
 
A neta do actor afro-americano Morgan Freeman, E'Dena Hines, foi assassinada numa rua em Nova Iorque no passado domingo. A também actriz, de 33 anos, foi esfaqueada com 16 golpes pelo seu namorado, o rapper Lamar Davenport, enquanto este gritava "Jesus Cristo nasceu!", "Saiam, demónios! Em nome de Jesus Cristo, eu vos expulso!" e algumas citações bíblicas. O rapper, com um registo de consumo abusivo de álcool e drogas, poderá ter tido um surto psicótico que o levou a cometer o crime.
Os energúmenos vão antes dizer que a culpa é do Cristianismo...
 
 
O neto do "grande herói" sul-africano Nelson Mandela, Mbuso Mandela, de 24 anos, foi detido por alegadamente ter violado uma rapariga de 15 anos na semana passada. Já o neto mais velho do defunto terrorista, Mandla Mandela, foi condenado no início do ano pela justiça por ter agredido um motorista na sequência de um acidente.
Há que honrar o apelido! E estamos a falar duma questão cultural, como é o caso da violação! O problema é que as fontes não dizem qual é a raça da menor. Não ficaria minimamente admirado se fosse uma branca, pois é um facto que os brancos são constantemente vítimas de racismo, muitas das vezes na sua forma mais extrema, i.e., mortal, na África do Sul, este "fantástico país" pós-Apartheid, esse regime nojento e racista, que é o único do mundo onde a maioria racial é positivamente discriminada...
 
 
Em Portugal, os dois «jovens» suspeitos de terem provocado confrontos e esfaqueado um homem nas Festas do Mar, em Cascais, no ano passado durante um concerto do cantor angolano Anselmo Ralph, não compareceram em tribunal depois de terem sido notificados pela PSP, o que já lhes valeu um mandado de captura por parte do Ministério Público.
Ah, viva a liberdade conquistada com o 25 de Abril! Com que então os criminosos não são logo detidos e julgados, mas sim deixados em liberdade à espera de serem apresentados? A justiça abrilesca sempre a brilhar em todo o seu esplendor!
 

O Athletic Bilbao conquistou finalmente um troféu ao fim de longos 31 anos: depois da goleada no San Mamés por 4-0 frente ao Barcelona na primeira mão da Supertaça Espanhola, os bascos empataram a uma bola em Camp Nou. Os catalães não conseguiram assim a remontada apesar de Lionel Messi ainda ter dado alguma esperança aos 43' antes de Artiz Aduriz, aos 74', empatar a partida.

6 comentários:

wind disse...

Gostei de ler algumas coisas.

FireHead disse...

Deixa-me adivinhar: o novo passo que foi dado na aproximação entre a China e o Vaticano, a descoberta do "monstro do esparguete voador" em Angola e a vitória do Athletic Bilbao na Supertaça Espanhola? :)

wind disse...

No 1º caso acertaste, nos outros não. Não gostei do que se passou na Tailândia e fico triste que netos de Nelson Mandela, um Homem que lutou pela liberdade, sujem o nome dele.

Anónimo disse...

Ainda acerca desse judeu que decidiu não atuar nesse festival de drogados, porque é que os organizadores não preferem apontar as baterias para o que os porcos dos chineses andam a fazer no Tibete e em Xianjing que é bem pior que os judeus fazem aos palestinos? Será que pagam a esses caras para fazer propaganda pro palestina?

FireHead disse...

Wind,

Sim, lutou pela liberdade matando imensa gente e gritando "morte aos Boer" (ou seja, os brancos). Um paradoxo. Quanto aos seus netos, enfim, quem sai aos seus, não degenera...

FireHead disse...

Anónimo,

Ele não actuou porque foi impedido de actuar e não porque decidiu não actuar.

Porcos dos chineses? Porquê, por fazerem o que querem nas suas províncias autónomas do Tibete e de Xinjiang? Então faz uso dessa tua lógica e fala agora dos espanhóis em relação ao País Basco ou Catalunha, os espanhóis em relação a Olivença, os ingleses em relação a Gibraltar (e ao Algarve também, já agora!), etc. etc. Ah, e parece que o atentando terrorista na Tailândia foi cometido por... uighures, ou seja, os teus queridos muçulmanos de Xinjiang oprimido pelos porcos dos chineses. Eu por acaso já comi porcos dos chineses e a carne desses porcos não difere muito da carne de porco que se come em Portugal.

O quê, os palestinianos que usam as suas próprias crianças como escudos humanos contra os judeus que limitam-se a defender a sua existência na sua própria terra contra os muçulmanos invasores?

De uma boa propaganda precisas de tu. E de um bom chuto no cu.