quarta-feira, 19 de agosto de 2015

«Mr. Burns, se é guerra que quer, é guerra que terá»


O presidente do Sporting, que ganhou o jogo da primeira mão de acesso à Liga dos Campeões frente ao CSKA de Moscovo por 2-1 em Alvalade, atacou o director de comunicação do Benfica, João Gabriel, chamando-lhe Mr. Buns, uma personagem dos Simpsons, depois deste ter criticado Jorge Jesus sobre o facto de alegadamente ter começado a trabalhar com a lagartagem quando ainda tinha o contrato com os bicampeões nacionais em vigor. 
No Facebook, Bruno de Carvalho escreveu assim: "Num dia tão importante para o futebol nacional, com uma equipa portuguesa a disputar a entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões, alguns jornais, ao invés de dar o devido ênfase a este importante acontecimento, preferiram tentar ofuscá-lo dando 'voz' e destaque a um acto miserável e desnorteado de um clube onde os próprios sócios estão 'demissionários'. Tudo vale na guerra do faz de conta. Aí são verdadeiros campeões. Eles manipulam datas de fundação, números de sócios, números de adeptos, números de campeonatos, capas de jornais, textos, opinadores e comentadores. Tudo serve para tentar encobrir a convulsão interna que vivem. Mas dentro de campo é que a coisa se vê e, neste capítulo, o campeão da 'verborreia diária' sucumbiu. A Supertaça foi perdida, e bem perdida, para o Sporting Clube de Portugal. Fomos superiores em tudo e o primeiro título da época veio para Alvalade. Muitas vezes ao estilo Simpsons, algumas atitudes demonstradas fazem lembrar Mr. Burns, o 'velhinho mauzão' que no final do dia ninguém teme nem respeita. Caro Mr. Burns, se é guerra que quer é guerra que terá. Vá chamando o seu exército de falsas 'virgens ofendidas' e 'dinossauros esquecidos'. Esses que, diariamente, criticam tudo o que não seja da sua cor mas que depois quando a coisa fica 'preta' se acobardam e não falam de nada. Que definitivamente todas as pessoas percebam que ninguém desestabiliza o Sporting Clube de Portugal, que ninguém desestabiliza os profissionais que trabalham no Sporting Clube de Portugal e que ninguém tira o Sporting Clube de Portugal do rumo a que se propôs!"
Jorge Jesus também chegou a responder a João Gabriel, após o triunfo sobre o clube que conquistou a então Taça UEFA no Alvalixo XXI: "O que vos posso dizer é que vivo num país livre e, por isso, sou livre de escolher o clube que quero treinar".
Bem ao seu estilo, João Gabriel deu a devida resposta logo imediatamente, através do Twitter: "Há deslumbrados que merecem uma boa luta e há cretinos que são só isso... cretinos". Aqui, como é óbvio, o deslumbrado é o Jorge Jesus e o cretino é o Bruno de Carvalho.

2 comentários:

Fatyly disse...

Não gosto de novelas e esta novela com actores péssimos até enjoa como se não tivéssemos problemas mais sérios.

Algo que poderia dar enorme satisfação a quem gosta de futebol, o mesmo tornou-se num verdadeiro ringue de boxe numa de vale tudo!!!

Beijos e um bom dia

FireHead disse...

Esse Bruno de Carvalho é um complexado. Desde quando é que o Benfica forjou a sua data da fundação? Ele teria que dizer o mesmo de muitos outros clubes europeus, como por exemplo o Manchester United! Quanto ao número de sócios, qual é a parte do ter havido uma renumeração, que se realiza de 10 em 10 anos, que ele não percebeu? Lá porque ganharam a Supertaça e estão agora com um pé na Champions já são os maiores, irra... Não é Bruno de Carvalho, é burro do caralho mesmo...

Eu continuo na minha: o maior rival do Benfica é o Futebol Corrupto do Porto, não o Sporting, que já não sabe o que é ser campeão novamente há um porradão de tempo! E só espero que o Jorge Jesus comece com as suas teimosias no Sporting como tinha no Benfica e que custou três campeonatos!

Enfim, desculpa lá o meu desabafo... nem sempre é fácil lidar com os ataques reptilóides destes contra o bicampeão nacional, que apenas e só conquistou seis títulos nas últimas duas épocas. Isso afecta imenso o sistema nervoso dos antis.

Beijinhos.