quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Milagre de Hiroshima

 
Fez no passado dia 6 do corrente 70 anos que Hiroshima sofreu com os horrores da bomba atómica "Little Boy", lançada pelo bombardeiro Enola Gay pilotado por Paul Tibbets. Milhares de pessoas morreram logo no momento do impacto e outras tantas morreram nos meses seguintes devido à radiação. Acontece que nesse dia, que coincidiu com a Festa da Transfiguração, a igreja de Nossa Senhora da Assunção, bem perto do epicentro da explosão atómica, ficou intacta, bem como as pessoas que estavam nela: quatro jesuítas alemães que rezavam o terço. Hugo Lassalle, superior no Japão, Hubert Schiffer, Wilhelm Kleinsorge e Hubert Cieslik sofreram apenas ferimentos ligeiros. Os médicos disseram-lhes que eles haveriam de sofrer os efeitos da radiação mas tal nunca se verificou. Foram posteriormente examinados por médicos cerca de 200 vezes muitos anos depois da tragédia e nunca foi detectada uma só anomalia que fosse. "Nós acreditamos que sobrevivemos porque estávamos vivendo a Mensagem de Fátima. Nós vivíamos e rezávamos o Rosário diariamente naquela casa", explicaram. O Pe. Schiffer escreveu "O Rosário de Hiroshima", um livro em que relata tudo o que ele vivenciou e cujo milagre os próprios médicos e historiadores documentam.

Sem comentários: