quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Mataram o negro que matou um gato

Foi assassinado o afro-americano Dejion Roberson, em Bridgeport, no Teneessee. Dejion, um futebolista do South Pittsburg, tinha sido detido e acusado de crueldade contra animais em 2013 depois de ter andado a transportar um gato pelo pescoço e pontapeado-o até à morte como se o animal fosse uma bola de futebol. O negro alegou que o mesmo gato tinha arranhado uma criança em casa dele, mas não foi encontrada nenhuma prova dessa afirmação. O cadáver de Dejion foi encontrado no meio de uma estrada numa zona isolada.
Eu sei de fonte segura que há gente que ficou contente com esta notícia...

8 comentários:

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

BEM A COMUNIDADE LOCAL DEVE TER SOLTADO FOGOS POIS UM PSICOPATA DESTES QUE INVENTA ISSO COMO SE UM ARRANHÃO PRETEXTUASSE O NEUROTIPO TIPICO CONTRA UM ANIMAL MENOR E INDEFESO TIPICO DELES POR QUE NÃO FOI ENFRENTAR COM AS MÃOS UM GORILA OU UM LEÃO NO HOMELAND DELE?ALIÁS ELE TA MAIS PRA AUSTRALOIDE PROTO-QUADRUPEDE QUE PRA BIPEDE

FireHead disse...

Eu ia soltar a lebre do racismo para todo os defensores dos direitos dos animais que são de pele branca e que ficaram contentes com a morte desse sujeito, hehehe. Se calhar quem o matou quis-se vingar do gato...

wind disse...

Olha, eu até fico.lololol

FireHead disse...

Até tu ficas? Que feio vibrar com a morte de um negro assassinado. :|

wind disse...

Não fizesse mal ao gato!

FireHead disse...

Mas a vida de um gato vale mais que a vida dele? :O

Administração disse...

Mais é óbvio!

FireHead disse...

LOLOL!! XD