quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Joana Amaral Dias anuncia gravidez de risco


Por falar em nascimentos em Portugal, a esquerdista Joana Amaral Dias, essa acérrima defensora da liberdade de escolha, anunciou que está no início do "segundo trimestre de gestação" (quatro meses) apesar de já ter 40 anos de idade. Esta ex-bloquista natural de Luanda, capital de Angola, vai assim ter que se resguardar, o que a impossibilitará de participar activamente na campanha eleitoral para as legislativas de 4 de Outubro como cabeça de lista da coligação esquerdista Agir, juntamente com o Partido Trabalhista Português (PTP) e Movimento Alternativa Socialista (MAS), em Lisboa. Caso seja eleita, o que é uma impossibilidade, ela delegará provisoriamente o cargo a um elemento da mesma plataforma. "Esta gravidez, que entretanto foi classificada como de risco, terá consequências para a campanha eleitoral. Vai impossibilitar o plano inicial da coligação, que era fazer uma campanha em todas as capitais de distrito do país. Vai ter de ser, naturalmente, reduzida", declarou a esquerdista, em conferência de imprensa.
Mas quem será o pai da criança? Será barriga de aluguer? Esperemos que ela não decida fazer um aborto que tanto defende! Brincadeiras à parte, esperemos que o rebento no futuro não venha a ser como ela...

4 comentários:

Fatyly disse...

Gosto imenso de a ouvir e políticas à parte, desejo que tudo corra pelo melhor.

FireHead disse...

Ela é apenas e só uma incendiária. Infelizmente não falta gente do calibre dela no panorama político português.

Quando ao teu desejo, partilho-o e, como escrevi, espero sinceramente que o seu filho ou a sua filha não siga as suas pisadas.

wind disse...

Se quisesse fazer aborto não se retirava:)
Desejo que tudo corra bem para ela e para a criança!

FireHead disse...

Pois, eu fico admirado por ela não querer fazer o aborto. Devia dar o exemplo, né? Mas pronto, ainda bem que não, pois o bebé não tem culpa nenhuma! :)