segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Islão: o que os outros dizem


Informa o blogue Roman Catholic Imperialist que no México, um país onde mais de 90% da população professa a fé católica, um muçulmano espetou um camião contra a procissão de Jesus Nazareno na cidade de Mazapil, do estado de Zacatecas, matando 30 pessoas e ferindo 140, no passado dia 27 de Julho. Segundo o mesmo blogue, o muçulmano gritou "Allahu Akar" antes de ir contra os fiéis...
Agora até no improvável México, enfim... Foi mais um maluquinho que na verdade não tinha nada a ver com a "religião da paz"...


Enquanto o mundo chora a morte do leão Cecil, abatido afinal por um dentista americano que adora caçar, os idiotas úteis vão continuando a esquecer-se da perseguição aos cristãos em continentes como o africano, como o massacre contra os cristãos no Quénia em 2013 por parte dos muçulmanos do al-Shabaab. Mas, de acordo com o Frontpage Magazine, o al-Shabaab financia quase 40% da matança dos elefantes - já morreram mais de 30 mil elefantes em África no ano passado por culpa dos traficantes de marfim (a população de elefantes reduziu para metade na África central desde 1995 e 2007) -, pois o marfim é considerado "o ouro branco da jihad". A Africa Review acrescenta que os jihadistas árabes usam os lucros do negócio para continuarem a matar cristãos negros em Darfur, no Sudão.
Se tiverdes estômago, podeis ver fotos de elefantes chacinados aqui.


A merda da Amnistia Internacional (AI) afirma que, na República Centro Africana, os muçulmanos estão a ser obrigados a converter-se ao Cristianismo sob pena de morte. De acordo com o sítio informativo AP, os cristãos juntaram-se para depor o presidente muçulmano que os rebeldes da organização terrorista muçulmana Seleka colocaram no poder, em 2013. Estes cristãos formaram uma força militar conhecida como Anti-Balaka e que já encetou uma cruzada para correr com os muçulmanos para fora do país, tendo um presidente de transição católico sido colocado no poder em 2014. A merdosa organização dos supostos Direitos Humanos, de origem católica (ou melhor, «católica»), acusa os católicos locais de obrigarem os muçulmanos a converter-se - mas os cabrões da AI nunca falam da conversão forçada dos cristãos ao islão para salvarem a vida! - e pede para que os muçulmanos da região sejam protegidos (abaixo a AI e já! Párem de dar donativos para esta merda de organização esquerdista!).
Força, Anti-Balaka!!


Segundo o blogue anti-islâmico Bare Naked Islam, desde que a Austrália avisou que as embarcações ilegais, carregadas na sua maioria de muçulmanos, interceptadas seriam devolvidas à procedência, os imigrantes ilegais já desistiram de tentar lá chegar. Isto aconteceu dentro de um mês a partir do momento em que as primeiras embarcações foram reencaminhadas.
Bravo, Austrália! De que é que os países ocidentais estão à espera para seguirem este belo exemplo marsupial?

video

O utilizador do Youtube BIRMINGHAM CRUSADER ENGLAND colocou o pequeno vídeo de cima. Nele podemos ouvir um muçulmano a dizer para os muçulmanos multiplicarem as suas esposas e os seus filhos, dizendo que 20 filhos é um número aceitável para cada mulher, ou seja, cada muçulmano deve no total ter 80 filhos.
Já agora, quem é que vai sustentar essa carneirada musla toda?? Sim, os contribuintes dos países generosos como o Reino Unido. Dizer que a imigração por si só contribui para a Segurança Social e esquecer-se que muitos imigrantes são parasitas, sobrecarregando, isso sim, e ao invés, a Segurança Social, só pode mesmo ser coisa de mentecaptos.

video

A agência Reuters colocou no Youtube um vídeo que fala da vedação que a Hungria está a construir para impedir a entrada de alógenos, na sua maioria muçulmanos, no país. Até agora têm entrado no país dos magiares cerca de 1000 alógenos por dia, pelo que é urgente que a vedação esteja concluída o quanto antes! A mesma fonte indica que a vizinha Sérvia teme que com esta maneira de impedir a entrada de alógenos na Hungria o país vai enfrentar uma "catástrofe humanitária".
Penso que a Sérvia, que aspira entrar na União Europeia (para quê?), deveria também pensar em fazer o mesmo que a Hungria. E, já agora, todos os restantes países ocidentais. Nada como haver novamente controlos fronteiriços.


Segundo o UK Daily Mail, a obrigatoriedade de aceitar os refugiados muçulmanos imposta pelas elites merdosas reinantes da maçónica União Europeia, repartindo-os entre os Estados-membros, está a fazer com que na Alemanha, o país que mais refugiados recebe - pode vir a receber este ano de forma recordista o número de meio milhão de refugiados! -, os alógenos muçulmanos estão a enfrentar a ira da população local, com constantes ataques contra eles e também contra os refúgios onde estes se encontram. Este ano já se verificaram pelo menos 200 fogos postos em refúgios enquanto que a PEGIDA - Patriotas Europeus contra a Islamização do Ocidente - não pára de ganhar cada vez mais apoio popular. A mesma fonte diz que já há mesmo alógenos que já não aguentam mais o "racismo" (mas que puta de raça é que é o islão??) e que desejam voltar para casa (sim, isso mesmo!). "Eu quero regressar para a Síria - muito medo aqui", disse um alógeno, Taher, que fugiu da Síria precisamente por ter medo, mas na Alemanha "big afraid (grande medo)".


Segundo o NY Post, a top model brasileira Gisele Bündchen usou uma burqa em Paris para poder passear e ir até a uma clínica para fazer cirurgias plásticas nos olhos e nas mamas. O momento foi captado durante o Ramadão e criticado por um comentador do sítio Public: "C'est ridicule (É ridículo)!!". "Especialmente desde que é proibido em França usá-la (burqa)", escreveu outro comentador. Até os próprios muçulmanos ficaram ofendidos com o que aconteceu. "Ela está (estava) a usar uma coisa sagrada (lol) com um mau propósito", disse um "clérigo" islâmico, Shazia Raheel.
Então e a lei francesa deixou passar isso em claro??

video

O já famoso usuário do Youtube Paul Joseph Watson colocou um vídeo que fala sobre a detenção de cidadãos britânicos por parte da "polícia da sharia". Tudo porque estes pensavam ir assistir a um evento que podia ser ofensivo para os muçulmanos!
Portanto, deixai-me ver se eu percebi: existem "crimes de pensamento" no Reino Unido, cada vez mais submetido à islamização...


O semanário católico macaense O Clarim publicou recentemente uma entrevista feita à irmã Myri, uma monja contemplativa portuguesa que está há sete anos na Síria, em Qarah, bem perto do centro do conflito com o Estado Islâmico (EI). Falando bem do ditador sírio Bashar al-Assad - "quando cheguei o país era pacífico (...) as pessoas viviam muito bem. Os hospitais eram gratuitos, a educação era gratuita, havia senhas de alimentação para as famílias, o governo ajudava muito a população. Agora é o caos... (...) É preciso uma mão forte para que não haja ódios acesos e se faça guerra. (...) É por isso que é preciso um Estado um bocado forte, para manter a ordem e a união" - e defendendo que a guerra foi provocada e alimentada pelo exterior (ah, mas é claro que foi, agradeçam à Primavera Árabe!), a portuguesa afirmou que a violência do EI "não vem deste mundo". O lado bom é que ela e as restantes monjas do convento de São Tiago Mutilado, vindas directamente de Fátima, acreditam que os muçulmanos que as procuram para serem ajudados vêem "até que ponto pode ir a religião deles, a violência a que pode chegar. É uma boa época para evangelizar, porque os corações estão mais disponíveis e abertos".
Um grande bem-haja às monjas contemplativas portuguesas do convento de São Tiago Mutilado!

12 comentários:

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

VIU?A BURCA SERVE SIM

FireHead disse...

Então não serve?? Eu sou a favor de que todas as mulheres feias, mas feias mesmo, usem a burqa, hahahaha. XD

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

ACHO QUE O "MUSLO" DO MEXICO ERA DERIVADO MILITANTE

FireHead disse...

Do teu ponto de vista, o derivado do muslo seria judeu ou cristão, certo? Já que gostas de aproveitar certas merdas que o outro escreve no blogue dele, nada me admira. Mas um cristão não poderia ser, pois jamais atacaria uma procissão... só se for falso cristão, ou seja um protestante! E se fosse judeu... também não me cheira... acho que tirando os hindus, eu não estou a ver mais nenhum fanático duma outra "religião" a seguir as pisadas dos muslos...

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

NÃO É APROVEITAR NOS INFLUENCIAMOS MUTUAMENTE NESSES BLOGS É COMUM VER FULANO OU SICRANO USANDO TERMO QUE X TINHA USADO ORIGINALMENTE ETC ETC; QUANTO AO DERIVADO MILITANTE NÃO SACOU MAS O THOR SACA O TERMO

Racional disse...

Enfim africanos. Será que o progresso não chega aquela terra por forma a deixarem os pobres elefantes em paz? É por isso que na Europa cada vez ha mais racismo contra africanos eninguem os quer acolher mesmo que venham disfarçados de refugiados. Eu nao gosto nada deles.

FireHead disse...

KVRGANIVS NOSTRATORVM,

Estou-me a cagar se o Thor saca ou não o termo, pá.

FireHead disse...

Racional,

O problema é que os que mandam na Europa e a esquerdaria militante estão dispostos a contrariar a vontade deles custe o que custar.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Racional disse...
Enfim africanos. Será que o progresso não chega aquela terra por forma a deixarem os pobres elefantes em paz? É por isso que na Europa cada vez ha mais racismo contra africanos eninguem os quer acolher mesmo que venham disfarçados de refugiados. Eu nao gosto nada deles.

6 de agosto de 2015 às 01:37

BEM RACIONAL NÃO SEI SE ÉS MAS AO MENOS TENS O SISTEMA LIMBICO BEM SADIO

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Estou-me a cagar se o Thor saca ou não o termo, pá.

FOI SÓ UM EXEMPLO DE QUE MINHA LINGUAGEM É SIM TRADUZIVEL

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

E COMPREENSÍVEL

FireHead disse...

KVRGANIVS NOSTRATORVM,

Existem muitos que pensam que são racionais mas que depois provam que são justamente o contrário. Há comentadores aqui que são o exemplo disso.