terça-feira, 25 de agosto de 2015

Hollande condecora heróis que "evitaram uma carnificina"

video

O presidente súcia francês, François Hollande, condecorou no Eliseu com a Legião de Honra os três amigos americanos Spencer Stone, Alek Skarlatos e Anthony Sadler e um cidadão britânico, Chris Norman, que neutralizaram o muçulmano marroquino armado Ayoub El Kahzzani num TGV que ligava Amesterdão a Paris na passada sexta-feira. Hollande saudou os "quatro homens, três americanos e um inglês, amigos da França, que, pela sua coragem, conseguiram salvar vidas e dar o exemplo daquilo que é possível fazer face a uma situação dramática". "Alek, Spencer, vocês são militares. Mas outros que sem experiência com armas e situações de perigo levantaram-se convosco. Face ao terrorismo, erguendo-nos, vencemos. Esta Legião de Honra recompensa a vossa coragem, mas também o vosso acto de humanidade".

O Hollande chamou terrorista ao Ayoub El Kahzzani? Ui, que islamófobo!

8 comentários:

Afonso de Portugal disse...

O cartoon está absolutamente fabuloso! Mas a cabeça de uma das águias devia ser mais escurinha...

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

CLARO A FOTO ATÉ É MOSTRADA..O AUTOSSOMICO É QUE NÃO HEHE

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Não dá, pá! A águia americana não tem a cabeça escura. Podias era dizer que deviam ser duas águias complemamente brancas e uma assim mais escurinha. :P

O que eu acho mal é terem-se esquecido do britânico no cartoon. :)

FireHead disse...

KVRGANIVS NOSTRATORVM,

O autossómico? O autossómico é o islão. Os muçulmanos transportam a violência nos genes.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

SIM MECA TEM DNA..MOSTRA LA A MEDIA DO DNA SANOIDE TIPO COMO NOS TESTES APARECE UM EM CADA 50 GENS DA ANATOLIA SAINDO DE CERTA ZONA ALOGENA

FireHead disse...

Meca tem DNA? Onde, no chão? Na areia? Nas pedras? Talvez nas paredes dos prédios, não??

DNA fodido é coisa que tu já mostraste muito bem que tens, hahaha.

C disse...

Isso do dna fodido, se for um antepassado judeu da idade média não é branco? Já os tugas são todos escuros porque? Mesmo que ter antepassados mouros ou judeus da idade média os tugas não ficavam escurinhos.
Maioria dos tugas tem antepassados pretos recentes, e dai o tugal ser uma merda de pais, já ele ter um antepassado judeu da idade média não deve fazer dele um judeu, se uma análise de adn der-lhe 95% branco ele não é branco, foda-se só se forem considerados brancos os alemães nativos com 99% ou 100% de adn branco se isso existir.
Se for assim, ele é branco, ter um antepassado distante judeu ou mouro não faz dele judeu, se ele é judeu por isso, então você é chinoca e bem chinoca por causa da sua avó ou bisavó chinoca.

FireHead disse...

Não sei o que é isso do DNA fodido mesmo. Será que ter um antepassado judeu não faz com que o DNA do descendente desse judeu esteja fodido? Hehehe. Do impuro não vem nada puro, lá dizem as Sagradas Escrituras no livro de Jó. :)

Pois, possivelmente não eram escurinhos, pois já andei a ler por aí que até mesmo os mouros, apesar de serem originários do norte de África, eram brancos, possivelmente até loirinhos e de olhos azuis. Li por aqui no meu blogue um comentário do brasileiro Direita que não sei que líder mouro que estava no norte de África ou na Península Ibérica e cujo nome não me recordo era loiro e tinha os olhos azuis. E que inclusivamente o Maomé também era bem branquinho apesar de ser um coraixita da actual Arábia Saudita. Pormenores que a mim não me aquecem nem me arrefecem.

Sim, ter um antepassado judeu não faz necessariamente de alguém judeu, do mesmo modo que um judeu pode sempre deixar de ser judeu. Basta para isso que deixe de ser judeu, como fizeram por exemplo os cristãos primitivos, convertidos do judaísmo, ou o Karl Marx, que se tornou ateu. O São Paulo é um óptimo exemplo de como alguém pode deixar de ser judeu, sendo o caso dele bastante engraçado: era turco de naturalidade (Tarso), tinha cidadania romana, culturalmente era grego e era judeu antes de se converter ao Cristianismo. Não era verdadeiramente ateniense nem grego, mas sim um cidadão do mundo. :)

Amigo, aprende uma coisa: ninguém é puro. Se a humanidade toda tem a mesma origem, quer isso dizer que com o passar do tempo o impuro surgiu do nada assim sem mais nem menos?? São as condições climatéricas e o tempo que influenciam o DNA, está visto...

Pois é, se eu fosse chinoca por causa da minha avó, então quer isso dizer que os meus 25% de sangue chinês suplantam os meus restantes 75% de sangue tuga beirão?? Isso tem lógica? Não me digas que é a teoria do "one drop rule" que faz com que até uma gota de sangue de preto prevaleça sobre o sangue de branco/amarelo/vermelho?? Esta é outra das coisas quem fazem rir imenso acerca desses nazionalistas racialistas com a mania da superioridade da raça branca (ou ariana). A raça deles que é superior, mas tão superior que basta uma gotinha só de sangue de preto para uma pessoa deixar de ser branca e passar a ser preta?? LOLOL, só me gozam...

Além do mais, existem coisas para além da genética e que definem também o vínculo das pessoas às nações: nacionalidade (para efeitos jurídicos), língua ou cultura. De nada nos interessa um branco ser português e não falar português, não ter cultura portuguesa nem tão pouco ter alguma ligação efectiva com Portugal, ao contrário de um preto que fala português, tem a cultura portuguesa e que tem efectivamente ligações afectivas com Portugal. Para mim, neste caso o preto é claramente (mais) português que o branco.