segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Bicampeão perde Supertaça

O Benfica continua à procura da primeira vitória da era Rui Vitória
No primeiro jogo oficial da época 2015/16 em Portugal, o bicampeão nacional perdeu a Supertaça Cândido de Oliveira frente ao velho e eterno rival Sporting por 0-1, no Estádio do Algarve. Foi a primeira vitória leonina sobre o Benfica ao fim de 14 ou 15 jogos e logo numa final.
Não vi o jogo todo, pois quando acordei já passavam das 5:00 da manhã - tive que me contentar com a última meia hora e com o Sporting já em vantagem no marcador graças a um golo sortudo apontado por Carrillo, com a bola a embater no seu colega Teo Gutiérrez e a enganar o guarda-redes Júlio César. Do pouco que vi, e depois de ter ouvido os comentários no programa 'Trio D'Ataque', que deu logo imediatamente a seguir ao jogo a partir do estádio, fiquei convencido que o Sporting mereceu ganhar porque foi mais equipa e criou mais situações de golo. O Glorioso apresentou muitas caras novas no 11 titular, fazendo entrar o jovem lateral-direito Nélson Semedo, Lisandro López e Ola John, o que de certeza que voltou a ter influência no rendimento da equipa. O novo reforço do plantel, o grego Mitroglou, também fez a sua estreia com a camisola do Benfica, mas infelizmente não conseguiu ajudar a equipa inverter o rumo dos acontecimentos.
Jorge Jesus conseguiu assim o seu primeiro título oficial ao serviço do clube do seu coração, mas já se estava mesmo a ver que se o Benfica tivesse ganho ele ter-se-ia desculpado com o facto do Benfica ainda manter a estrutura que ele deixou e que fez bem o seu homólogo ter-se aproveitado dela. Se o Benfica entrou ou não com medo do Sporting como ele diz, isso eu não sei, pois não vi o jogo do início, mas que este Benfica precisa urgentemente de se fazer à vida, lá isso precisa! Para começar é inegável que precisa de mais reforços. "O Benfica vai ao mercado não por causa de um jogo. Temos até 31 de Agosto para analisar e decidir", afirmou mesmo assim Rui Costa, o director-geral da SAD, após a derrota. "O Benfica perdeu com o Sporting, não é isto a que estamos habituados, nem é isto que queremos, mas foi apenas o primeiro jogo da época e vamos ter muitos pela frente para podermos corrigir. Não foi um jogo espectacular, tipicamente de início de época, mas vamos estar prontos para os jogos seguintes", acrescentou. O treinador Rui Vitória agradece "todo o apoio que os adeptos deram à equipa e dizer-lhes que isto está agora a começar, há um caminho para ser percorrido e acredito que o sucesso vai aparecer".

No final do jogo, Jorge Jesus deu um valente calduço no Jonas. Diz ele que foi um "cumprimento"...
No que diz respeito à arbitragem de Jorge Sousa, um erro para cada lado: um golo mal anulado ao Sporting na primeira parte e um penálti gamado ao Benfica já na segunda. Logo, não foi por aí que o Benfica perdeu.
Ah, parece que o Sporting está verdadeiramente animado para atacar finalmente o título de campeão nacional depois de ter entrado esta época como terminou a época anterior: a ganhar. Com ou sem patrocinador nas camisolas, tal como aliás acontece com o outro principal rival do Benfica, que isso é apenas um pormenor. A Taça de Portugal, conseguida com Marco Silva, quebrou então o jejum leonino de títulos que já durava desde 2008. Como benfiquista, só espero que este ano o meu clube consiga o tricampeonato, a Taça da Liga - um troféu que é, e não me canso de repetir, bem mais interessante e até importante que a Supertaça Cândido de Oliveira -, a Taça de Portugal e quem me dera também um título europeu!

Sem comentários: