quinta-feira, 30 de julho de 2015

Timor e Vaticano assinam Concordata em Agosto

 
Timor-Leste e a Santa Sé vão assinar no próximo mês a Concordata, por ocasião dos 500 anos da evangelização do antigo território português no extremo Oriente, anunciou o governo local. "A Igreja Católica, ao longo de 500 anos, prestou um grande apoio espiritual, humano e material ao povo, tendo também contribuído de forma decisiva para o processo de libertação (da Indonésia muçulmana) do país. A sua acção é reconhecida e valorizada na Constituição da República. Com efeito, durante a luta pela independência, fomentou a resistência do povo e legitimou internacionalmente os propósitos da resistência", pode ler-se no comunicado oficial emitido pelo governo. "A Igreja Católica continua a ser uma referência fundamental para a população, pelo empenho que continua a manifestar em apoiar os caminhos do desenvolvimento nacional, sobretudo na área da educação. Tudo isso justifica que Timor-Leste seja o país com maior percentagem de população católica em todo o mundo", sublinhou o primeiro-ministro timorense, Rui Maria de Araújo.
Eu sou capaz de jurar que já li algures na blogosfera dita nacionalista que a Igreja é incompatível com o nacionalismo...

2 comentários:

wind disse...

Bom fim de semana:)

FireHead disse...

Obrigado! Bom fim-de-semana também para ti! :)