sábado, 11 de julho de 2015

A bandeira da família tradicional


Enquanto os gays vibram com os seus "direitos" conquistados nos últimos anos um pouco por todo o decadente Ocidente, com o clímax a ser atingido recentemente nos EUA, o partido que está no poder lá na Rússia estreou a bandeira da família tradicional - composta pelo pai, pela mãe e por três filhos - como forma de oposição à bandeira do arco-íris usado pela malta da LGBT. A nova bandeira foi introduzida a nível oficial no Dia da Família, Amor e Fidelidade e serve para honrar a família nuclear e os valores tradicionais russos. O deputado Andrey Lisovenko rejeita a ideia de confrontação com a LGBT. "Não há nenhuma confrontação aqui. Estamos a falar da família tradicional, vocês podem ver muitas crianças aqui, muitos idosos, jovens, pessoas em bicicletas e skates. O modelo da família russa comum que é o nosso. Como vocês podem ver no logotipo - mãe, pai e três crianças", afirmou Andrey Lisovenko. Apesar de para a comunicação social o deputado ter falado com alguma moderação, a verdade é que ele é um feroz defensor do casamento tradicional e contra o "casamento gay", que é "um ultraje ao conceito de família". Recordemos que, apesar da homossexualidade não ser proibida por lei na Rússia, qualquer tipo de propaganda LGBT está proibida desde 2013, contando com o forte apoio da Igreja Ortodoxa local e também do grosso da população russa.
O imenso país euroasiático felizmente ainda há-de ser um grande resistente às modernices demoníacas durante um bom tempo, assim esperemos.

4 comentários:

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

ESSA FAMILIA MONOGAMICA NÃO REPRESENTA UMA FAMILIA TRADICIONAL PARA O LESTE MUSLO

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

FORA QUE ORIGINALMENTE TUDO ERA ENDOGAMICO

Lura do Grilo disse...

Já coloquei no meu blog

FireHead disse...

Desta vez temos que admitir que os russos estiveram bem. :)