quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Bom 2015!!

Desejo a todos um excelente ano novo! Boas saídas e melhores entradas!! :)

Imagens decapitadas no Natal


As imagens do presépio da igreja de Santa Teresa em França foram decapitadas no dia de Natal muito possivelmente por vândalos muçulmanos. Na semana passada, urinaram nas escadas da igreja.


Estarão agora a investigar este crime de ódio como estariam a investigar se tivesse sido um ataque a uma mesquita? E onde estão os esquerdistas imbecis? A Justiça será feita!!

A história repete-se no Médio Oriente

A juíza americana Jeanine Pirro, uma republicana católica de ascendência libanesa, falou da situação dramática em que vivem os cristãos no Médio Oriente.
Fora do Estado de Israel, os judeus estão extintos no Médio Oriente e os cristãos estão a enfrentar um autêntico genocídio às mãos dos muçulmanos enquanto que o mundo fica a assistir a isso impávido e sereno. E que dizer do Papa Francisco que acredita que o diálogo com os muçulmanos selvagens vai melhorar a situação?

Polícia pedófilo detido


Em Macau, um polícia de 22 anos foi detido pela Polícia Judiciária depois de se ter feito passar por uma rapariga no Facebook para conversar com outras raparigas e mais tarde trocar fotografias em que estas aparecem nuas. O detido, Si Jing Chen, usava depois essas fotografias para fazer chantagem com as miúdas que não queriam fazer sexo com ele. No total foram descobertas fotos de 161 raparigas no seu computador, 78 delas de menores de idade, sendo que nove delas foram abusadas sexualmente sem o uso de contraceptivos. 
Seja agora feita a Justiça chinesa.

Portugueses campeões do mundo em 2014

Qual Cristiano Ronaldo, qual quê! Aquele que foi considerado o melhor futebolista de 2014 nunca ganhou um título enquanto representante de Portugal, ao contrário dos seguintes nomes que muitos de vós certamente nunca ouviram falar devido à falta de mediatismo. Estes atletas sagraram-se campeões do mundo em 2014 nas respectivas modalidades e/ou categorias etárias. Alguns nem sequer são profissionais, muitos ainda vivem em casa dos pais e outros possivelmente jamais farão da modalidade na qual são bons o seu ganha-pão no futuro. Em comum o enorme feito por Portugal. Parabéns a todos eles!

Ricardo Fernandes, campeão mundial de kickboxing profissional na República Checa
Rita Vieira, campeã mundial no Todo-o-Terreno (TT) de senhoras e juniores em Espanha e na Hungria
Bruno Pica da Conceição, campeão mundial de Equitação de Trabalho na Áustria
Diogo Câmara, campeão mundial no slalom da Classe 2 da Fórmula Futuro da Motonáutica na Alemanha
Ivo Oliveira, campeão mundial de perseguição individual de juniores (ciclismo) na Coreia do Sul
João Cordeiro, campeão mundial da modalidade de pesca de surfcasting em França
José Souto, campeão mundial de Solo Dance (patinagem artística) em Espanha
Vasco Ribeiro, campeão mundial de surf de juniores na Ericeira
Teresa Almeida, campeã mundial de bodyboard no Chile

Barcelona impedido de contratar jogadores até 2016


Depois da condenação da FIFA e do Comité de Recursos do organismo que tutela o futebol mundial, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) manteve o castigo ao Barcelona, que ficou assim impedido de contratar novos jogadores nas duas próximas janelas de transferências, ou seja, até Janeiro de 2016. Em causa as irregularidades na contratação de futebolistas menores. «O painel considerou que o FC Barcelona violou as regras de protecção de menores e de registo de menores nas academias de futebol. A decisão da FIFA é confirmada na sua totalidade e a sanção continua em vigor», lê-se no comunicado do TAS. Além disso, o Barcelona foi ainda multado em 370 mil euros. A liga espanhola já condenou o castigo, considerando a sanção «totalmente desproporcional, inadequada e sem qualquer relação com os erros cometidos» e a academia de formação do clube catalão «um exemplo mundial no que respeita à escola de trabalho e formação de jovens futebolistas». O presidente culé, Josep Maria Bartomeu, não tem dúvidas que foi cometida uma injustiça «para o Barcelona, para todos os meninos e famílias afectadas por esta resolução, para todos os sócios e também o mundo do futebol em geral». «A decisão do TAS, dando razão à FIFA, está fora de toda a lógica desportiva. A FIFA e o seu presidente devem ser uma organização que protege o mundo do futebol e, com decisões deste género, afastam-se desse objectivo. Não nos sentimos amparados nem protegidos por quem o devia fazer. Deu-se prioridade ao cumprimento estrito de uma norma mal redigida acima do espírito que inspira a própria norma. Criou-se um precedente que não é bom para o futebol e quiseram manchar a imagem do nosso clube». Recordemos que para esta época, os blaugrana gastaram cerca de 150 milhões de euros em reforços, com destaque para a contratação do avançado uruguaio Luis Suarez ao Liverpool no valor de 95 milhões de euros.
Temos pena.

Jonas também já brilha na Taça da Liga


Mesmo sem Enzo Pérez, o campeão nacional iniciou a defesa do estatuto de vencedor da Taça da Liga vencendo o Nacional da Madeira no Estádio da Luz por 1-0, golo apontado de cabeça pelo brasileiro Jonas, cada vez mais um talismã na frente de ataque benfiquista (nove golos marcados de águia ao peito). Na primeira jornada do grupo A, cujo vencedor defrontará o vencedor do grupo C (muito possivelmente o Sporting), Jorge Jesus apostou em jogadores menos utilizados como o César, o Cristante e o Pizzi (adaptado ao meio campo) e o que se viu foi um jogo em que o Benfica dispôs de mais e melhores oportunidades de golo, mas marcou apenas uma vez aos 11' através do letal avançado brasileiro contratado ao Valência, o actual clube do Enzo. Maxi Pereira podia ter dilatado a vantagem se não fosse a barra da baliza de Gottardi após uma excelente iniciativa individual. Houve ainda tempo para Jorge Jesus pôr o sérvio Sulejmani em campo, regressado duma prolongada lesão (o seu último jogo foi a final de má memória da Liga Europa frente ao Sevilha). «O Enzo é um jogador de grande qualidade, desejamos-lhe sorte no Valência. Nós queremos seguir o nosso caminho. Os grandes jogadores fazem sempre falta mas temos qualidade no plantel», disse Jonas no final do jogo à SportTV, deixando o desejo para 2015: «O mais importante é a conquista do título nacional». «Se a equipa ficou mais fraca? Não tenho capacidade para distinguir. O que posso dizer é que temos de arranjar soluções. Estou no Benfica há seis anos e não é a primeira vez que isto acontece. Se já encontrei uma solução? Vamos procurar dentro do plantel. Estamos a tomar opções, decisões, para ver os jogadores que podem fazer aquela posição e dar o rendimento que a equipa precisa. Estou cá para encontrar soluções», garantiu, por sua vez, Jorge Jesus, que tem no plantel óptimos jogadores para o meio campo e que infelizmente ainda não estão disponíveis, como o Rúben Amorim e o Fejsa. Ah, e o jovem Cristante até se portou muitíssimo bem, confirmando as razões de ter sido contratado ao AC Milan. Porque não dar mais oportunidades ao italiano?

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Enzo Pérez no Valência


De tanto se falar nisso veio agora a confirmação: Enzo Pérez rumou ao Valência a troco de 25 milhões de euros, comunicou a SAD do Benfica à CMVM. O melhor jogador da Liga ZON Sagres 2013/14, de 29 anos, rumou à Espanha depois de gozar as férias de Natal para realizar os exames médicos e assinar um contrato válido por quatro épocas e meia. Contratado aos argentinos dos Estudiantes em 2011 por 5,5 milhões de euros, Enzo disputou 117 jogos, marcou 10 golos e conquistou um campeonato, uma Taça de Portugal, uma Supertaça Cândido de Oliveira e duas Taças da Liga.
Com esta saída o Benfica acabou de perder uma referência no seu meio campo. Não sei se será necessário contratar alguém agora no mercado de Inverno, até porque o campeão nacional já só está em duas competições e pelo menos em relação ao campeonato as coisas parecem estar bem encaminhadas. Neste aspecto estou com o Jorge Jesus: os reforços são os jogadores que saírem das lesões e muitos são eles: Luisão, Eliseu, Rúben Amorim, Fejsa, Sulejmani...

Raio mata 4 pessoas na praia


Quatro pessoas morreram ontem à tarde numa praia em São Paulo, Canto do Forte na Praia Grande, depois de serem atingidas por um raio. Segundo O Globo, entre as vítimas estava uma mulher grávida. Além das vítimas mortais, cinco pessoas ficaram feridas.

Desempregada com dois filhos com leucemia


Liliana Ferra, de 31 anos, está desempregada e tem dois filhos gémeos que sofrem de leucemia. Sem o apoio da família e com 360 euros mensais devido aos abonos dos seus quatro filhos - Filipa, de 14 anos, Rodrigo, de 9, e os gémeos Henrique e Guilherme, de 4 - e à ajuda do pai dos gémeos (pelos vistos não é também o pai da Filipa e do Rodrigo), Liliana, que vive com os filhos numa habitação social no Monte da Caparica, em Almada, com uma renda de 4,85 euros, tem uma dívida que já superou os 2000 euros. «Não me importo que não me dêem dinheiro, comida já é muito bom. Se poupar na alimentação, consigo canalizar o dinheiro para as despesas», disse Liliana. Quando os gémeos estão internados no IPO de Lisboa, ela desespera por deixar a Filipa e o Rodrigo desamparados em casa. «Acabam por ficar abandonados. O Rodrigo diz-me que tem saudades minhas e os amigos às vezes perguntam-lhe se não tem mãe», desabafou ao CM. Graças à solidariedade dos portugueses, Liliana e os seus filhos conseguiram ter uma árvore de Natal, presentes e comida pelo menos até ao final deste ano.
Aqui fica a página do Facebook gerida pela Liliana, Quero apenas vencer, para quem os quiser ajudar.

O GNR herói


O militar da GNR Ricardo Rosa, de 37 anos, já chegou a salvar a vida de três pessoas. Ricardo Rosa, do posto da GNR de Salvaterra de Magos, salvou a primeira das três pessoas em 2010 depois de reanimar uma mulher vítima de paragem cardiorrespiratória. Depois disso, salvou um homem de 57 anos igualmente de uma paragem cardiorrespiratória. Agora foi a vez duma mulher de 62 anos, evitando que ela fosse atropelada, no passado dia 7. No salvamento, Ricardo Rosa fracturou o braço esquerdo, mas não duvida que se fosse hoje «voltava a fazer o mesmo». «Eu ainda gritei, mas ela em vez de fugir olhou para trás. Nessa altura já só tive tempo de agarrar nela, puxá-la e depois caímos no chão», disse. «Ela na altura começou a chorar, agradeceu-me muito. Mas foi tudo rápido, não há quase tempo para pensar».
Um exemplo de GNR.

14 mortos em 5 dias


A operação 'Natal Tranquilo' da GNR terminou com 14 mortos num total de 935 acidentes. Comparando com o ano anterior, este ano houve mais três mortes, embora tenha havido menos 18 feridos graves. Entre as causas de tanta sinistralidade estão, como é óbvio, o álcool e o excesso de velocidade. Segue-se agora a operação 'Ano Novo Seguro', que inicia no próximo dia 31 e termina no dia 4 de Janeiro de 2015.

Bruxaria na cadeia de Évora


O mestre Alves, o 'bruxo' de Barcelos, esteve no domingo à porta do Estabelecimento Prisional de Évora, onde está o José Sócrates, onde realizou um acto de bruxaria. Depois de ter falado com os jornalistas, o imbecil, encomendado por uma pessoa próxima de José Sócrates (segundo o CM), matou uma galinha preta e deixou um papel com a seguinte frase: «As pessoas que traíram José Sócrates sofrerão as consequências».
Mais uma idiotice pagã num país que supostamente devia ser mais civilizado. O pior é que existem pessoas, ainda por cima travestidas de «nacionalistas etnicistas», que defendem esquizofrenicamente que o paganismo é que pertence à verdadeira (in)civilização ocidental, da estirpe não sei das quantas, e que é preciso que esta aberração regresse rapidamente para que se volte aos tempos dos bárbaros lunáticos e dos sacrifícios humanos aos ídolos imundos...

Não querer a islamização é islamofobia?

O jornal O Globo diz que as manifestações da PEGIDA são «xenófobas»
Apostados em fazer da islamização do Ocidente um mito, os idiotas úteis, travestidos de elites reinantes e não só, com o apoio incansável do esquerdume apátrida, anticristã e anti-ocidental, tentam silenciar a voz de todos aqueles que não desejam a islamização do Ocidente, aqueles que querem que os seus filhos não venham no futuro a viver numa terra dominada pela bárbara lei da sharia, sem a liberdade característica das sociedades ocidentais. A "islamofobia", palavra inventada pela Organização da Cooperação Islâmica com o intuito de calar os críticos do islão e da sharia - adoptada posteriormente pelas elites reinantes ocidentais -, está a fazer com que todos os que não querem ver as suas terras a ser submissas ao islão sejam rotulados de racistas ou xenófobos, como se os muçulmanos fossem uma raça ou uma etnia, e não uma seita religiosa que se caracteriza pelo seu expansionismo. Depois de abandonarem orgulhosos o Cristianismo, a Europa está longe de se tornar no sonhado continente laico e progressista. A verdade é que, depois de abandonar o Cristianismo, a Europa começou a cavar a sua própria sepultura.

A PEGIDA é contra regimes totalitários de esquerda, como por
exemplo o nazismo. Mas isso as pessoas não querem ver
As manifestações anti-islamização da PEGIDA (Patriotas Europeus Contra a Islamização do Ocidente), iniciadas através do Facebook, estão a decorrer todas as segundas-feiras em Dresden, na Alemanha, e já se alastraram também por toda a Europa. «Nós estamos a ser invadidos por refugiados e 70% deles não têm o direito de estar aqui», disse Michael Stützenberger, um conhecido activista anti-islâmico alemão, na 10.ª manifestação da PEGIDA, que reuniu mais de 17 mil pessoas. «Queremos falar sobre isto. E nós temos um problema com o islão a dominar a Alemanha e a Europa. É simplesmente estúpido dizer que isto não está a acontecer porque está».
Não se sabe muito bem porque é que a esquerdalha apoia a islamização, pois o islão manda executar os protegidos dos esquerdistas, como por exemplo os paneleiros. O islão tem também uma série de normas para as mulheres que são completamente contrárias aos direitos que o esquerdume defende para as gajas. O islão tem punições do tipo medieval que a própria esquerda condena. Ao defender que os muçulmanos são superiores aos não muçulmanos, o islão confirma que não tolera a igualdade que a esquerdalha diz defender. A esquerda tem sido uma grande aliada do islão, que não terá problemas nenhuns em eliminar um a um os esquerdalhos se algum dia se efectivar e consolidar a islamização no Ocidente. A esquerda, ao apoiar a islamização, prova uma vez mais que é nociva ao Ocidente e todos os esquerdistas que defendem o islão não passam duma cambada de traidores. É à pala disso que o povo europeu parece estar a acordar da letargia e a procurar alternativas políticas. É assim que crescem os partidos nacionalistas como a Frente Nacional, o Partido da Liberdade ou o Ukip. Para a loucura da própria esquerda que está a alimentar o troll.
Longe de ser nazi, a PEGIDA e os partidos nacionalistas que mais crescem na Europa mostram claramente que são antes contra esta nova forma de nazismo, o islamo-nazismo (vale a pena salientar que o nazismo e o islamismo até andavam de braço dado), que está a querer tomar conta da Europa. A malta da PEGIDA, tal como os verdadeiros nacionalistas, sabem que o islão é um verdadeiro cancro para as sociedades civilizadas: os muçulmanos são intolerantes, agressivos e mostram claramente que não têm a menor intenção de se integrar nos países que os acolhem. Bairros inteiros são transformados em guetos e no-go zones dominados pela sharia e onde os serviços públicos, bombeiros, ambulâncias e polícia procuram não ir para não serem recebidos com pedras ou algo pior. Os muçulmanos pregam abertamente a destruição da cultura ocidental. Os jovens convertidos radicalizam-se e juntam-se aos grupos terroristas no exterior cometendo as maiores barbaridades, ou então cometem crimes contra os «infiéis» nos seus próprios países. Cristãos ou judeus são perseguidos onde os muçulmanos são a maioria. As mulheres são ameaçadas, desfiguradas ou punidas nos países onde o islão tem a maioria (ou nos guetos islâmicos). A mutilação genital feminina, uma prática muçulmana e tribalista trazida para a Europa, aumenta juntamente com o aumento da população islâmica. Aumenta também o índice de violações, isto porque o islão permite a violação de «infiéis», pois estas são presas legítimas. E depois a porcaria da esquerda ainda tem a lata de atacar todos aqueles que estão contra a islamização acusando-os de "racismo" e "xenofobia"?!

Um alemão foi esfaqueado por um muçulmano por lhe ter desejado um Feliz Natal
Jovens muçulmanos invadiram uma igreja alemã durante a Missa do galo ofendendo os cristãos
Um casal dinamarquês foi atacado por imigrantes muçulmanos na noite de Natal
Franceses com o nome Mohammed (Maomé) andaram a atropelar «infiéis»
Não querer a islamização é islamofobia? Pois então viva a islamofobia!!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

«Isto é a Austrália, nós não queremos comer comida certificada "halal" que tem um imposto que é para financiar o terrorismo»

Uma campanha anti-halal contra as companhias que sucumbiram às exigências alimentares islâmicas está a fazer furor na terra dos marsupiais. Os australianos dizem que os muçulmanos ou se comportam como australianos ou então sofrerão as consequências.

Coma fez-lhe falar francês fluente


Veio-se agora a saber através do Daily Mail que o antigo jogador de futebol Rory Curtis, que teve um acidente de viação em 2012 e sofreu um traumatismo craniano que o levou a ficar em coma durante seis dias, passou a falar fluentemente o francês, isso depois de ter passado mais de 12 anos sem o falar e de o ter estudado de maneira pouco aprofundada quando andava no secundário. Além disso, depois de sair do coma, o britânico, quando se olhou ao espelho, disse que não se reconhecia porque, "na minha cabeça, eu era o Matthew McConaughey. Fiquei chocado porque não era parecido com ele, não sabia para quem estava a olhar. Às vezes, estava no hospital a pensar que mal podia esperar para sair dali e voltar às gravações". Segundo os médicos do Hospital Queen Elizabeth, em Birmingham, Rory, que agora é barbeiro, sofreu várias hemorragias intracranianas, o que o levou a fazer vários exames do foro psicológico devido à complexidade das lesões cerebrais. Agora ele já não acha que é mais o actor de Hollywood, mas continua a falar muito bem o francês sabe-se lá porquê. "Não sei explicar como aconteceu. É realmente inacreditável. A minha família conta que uma das enfermeiras era africana e falava francês, e eu tinha conversas com ela. Os meus pais ficaram espantados quando chegaram ao hospital e a enfermeira lhes perguntou que lado da família era francês". Graças a um medicamento experimental, usado anteriormente apenas por soldades gravemente feridos, Rory voltou a andar dois meses após o acidente.
Eu aconselho as pessoas que vão à barbearia dele a terem muito cuidado. Nunca se sabe...

Desapareceu mais um avião malaio


Um avião da companhia aérea low-cost malaia, a Air Asia, desapareceu ontem dos radares num vôo entre a Indonésia e Singapura devido às más condições meteorológicas. No total viajavam sete tripulantes e 155 passageiros no vôo QZ8501 do A320. 149 dos passageiros são de nacionalidade indonésia, três são da Coreia do Sul, um é da Malásia, um de Singapura e um do Reino Unido. Quantos aos tripulantes, seis são indonésios e um tem nacionalidade francesa. O dono da companhia, Tony Fernandes, um malaio de ascendência portuguesa, afirmou que a "prioridade é olhar pelas famílias dos passageiros e tripulação" e dar toda a informação à medida que esta for chegando.

Grandes carnívoros europeus recuperam terreno


Uma boa notícia para o ecossistema: os grandes carnívoros europeus que estavam em declínio há décadas estão agora a aumentar. Defendem os biólogos que a sua convivência com as sociedades humanas é possível desde que haja leis certas e a protecção adequada aos seus habitats e, entre as quatro espécies referenciadas, os lobos de Portugal estão estáveis e os ursos poderão voltar a passear por cá, na região de Bragança.

Voltei!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Fim-de-semana longo fora


O Blogue do FireHead não será actualizado este fim-de-semana que é longo porque o blogueiro parte hoje, sexta-feira, para a cidade invicta e por lá vai ficar uns dias.
A todos um grande bem-haja!

Operação 'Natal Tranquilo' da GNR


A operação 'Natal Tranquilo' da GNR registou quatro mortos e 10 feridos graves nas estradas portuguesas em 385 acidentes. Nas primeiras 24 horas da operação houve dois mortos. Duas pessoas que já não passaram o Natal.

Falar de ânimo leve sobre o Maomé deu pena de morte


Na Mauritânia, o jovem Mohamed Cheikh Ould Mohamed, com quase 30 anos, foi condenado à morte pelo crime de "apostasia". Detido a 2 de Janeiro, o juiz acusou Mohamed, que é Maomé, de ter falado de "ânimo leve do profeta Maomé" num artigo que foi publicado temporariamente em sites da Mauritânia, que é regido pela sharia. Mohamed terá alegadamente atacado algumas das acções do "profeta" do islão e desmaiou quando soube da sentença, que foi saudada com manifestações de alegria na sala de audiência e por toda a cidade.

Como se pode ser cristão sob o domínio do EI?


Depois de perseguir e exterminar os cristãos, parece que o Estado Islâmico (EI) decidiu dar a possibilidade aos cristãos de viver debaixo do seu domínio porque, como manda o Alcorão, os não muçulmanos têm o direito de viver em terras islâmicas desde que paguem o imposto da jizya. Mas, como isso não basta, o EI publicou uma lista com sete regras que os cristãos terão que observar sob pena de serem executados:
  1. Não rezar em público
  2. Não trair o EI
  3. Não construir igrejas novas ou restaurar as igrejas existentes
  4. Não usar crucifixos em locais públicos
  5. Rezar de forma silenciosa sem nunca incomodar os muçulmanos
  6. Não gozar com o islão e os muçulmanos
  7. Não impedir que alguém se converta ao islão
Agora está bem, os cristãos já poderão viver pacificamente lado a lado com o EI. E o ponto 4 parece que já está em vigor algures no Ocidente...

Não há Natal em Wenzhou


Em Wenzhou, localidade de onde é proveniente a grande maioria dos chineses radicados em Portugal, o Natal é proibido. O motivo tem a ver com a redução da "obsessão das escolas com celebrações ocidentais em detrimento das chinesas". Um outro motivo é o facto de a província de Zhejiang, da qual faz parte a cidade de Wenzhou, ter algumas comunidades protestantes que têm tido problemas com as autoridades. Tratam-se muito possivelmente de seitas que não têm a aprovação do governo central.

FEMEN volta a atacar no Vaticano


Logo depois da mensagem de Natal do Papa Francisco, uma activista desmiolada do grupo feminista FEMEN com a frase "Deus é mulher" escrita no corpo tentou roubar a imagem do Menino Jesus do presépio exposto na Praça de São Pedro e, como é óbvio, foi detida. A activista estaria a protestar contra a posição da Igreja em relação ao crime nojento do aborto.
Muito bem! Para quando uma visita a Meca agora? É isso ou então uma grande culpa tem a mãe dela em a ter parido.

A mensagem de Natal do Papa

Depois de ter apontado os 15 "males" de que padece a Cúria do Vaticano, o Papa Francisco apelou na tradicional mensagem de Natal, Urbi et Orbi, ao fim da "perseguição brutal" aos "grupos étnicos e religiosos" no Iraque e na Síria e dos massacres e captura de reféns na Nigéria, assim como a violência, o tráfico e os maus tratos contra as crianças, referindo-se ao recente ataque a uma escola no Paquistão. A comunicação social fez questão de filtrar o discurso do Papa, pois este não se esqueceu de condenar também o assassínio de crianças no ventre das mulheres...

Jesus Cristo, por Bono Vox


O cantor e líder da conhecidíssima banda irlandesa U2, Bono Vox (Paul Hewson), explicou numa entrevista ao programa The Meaning of Life quem é Jesus Cristo para ele.
O mundo conhece Bono Vox pelo seu génio musical, mas certamente que desconhece o seu lado cristão. Vale a pena recordar que ele fez uma dedicatória muito bonita num concerto dedicado ao Papa João Paulo II. Bono continua a usar o crucifixo de prata que lhe foi oferecido pelo Papa polaco em 1999.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Mais de 20 mil estandartes do Menino Jesus nas janelas


De acordo com a Plataforma Estandartes de Natal 2009, criada por um grupo de famílias com a intenção de "partilha com vizinhos e amigos da alegria do Natal", este ano o número de estandartes com a imagem de um Menino Jesus barroco de braços abertos nas janelas, varandas ou portas já ultrapassou a barreira dos 20 mil. Segundo os responsáveis desta iniciativa, que surgiu em Espanha em 2009, o objectivo é "devolver o tradicional espírito de Natal cristão, em que a figura central é o Menino Jesus que, infelizmente, tem ficado relegado para segundo plano", em detrimento do Pai Natal, das renas ou doutras decorações natalícias. O estandarte está a ser vendido por 15 euros em várias paróquias, de norte a sul do país, e as receitas da venda servem para pagar o seu custo de produção e o restante reverte a favor das obras sociais das próprias paróquias.
Como é óbvio, o Natal verdadeiro é o Natal cristão. Antes do Cristianismo não há nem nunca houve Natal, logo sem o Cristianismo não há nem pode haver o verdadeiro Natal. Se vos disserem que o Natal na verdade é o solstício, explicai-lhes que o Natal é no dia 25 de Dezembro e que o solstício é antes desta data. Se vos falarem da Saturnália, em honra do ídolo pagão Saturno, que nunca existiu senão em forma de um planeta do nosso sistema solar, dizei-lhes que essa festividade pagã não era celebrada no dia 25 de Dezembro. Se, mesmo assim, alguém mais teimoso ainda insistir com a ideia de que o Natal é mesmo de origem pagã, respondei-lhe dizendo então que foi assim que o Cristianismo venceu o paganismo. Natal é Natal porque vem da palavra Natalidade, que significa nascimento. E no Natal celebra-se o nascimento de quem? De Jesus Cristo, pois claro!

Alberto João Jardim levará o Dama com ele


O Dama é um gato que já vive na Quinta da Vigia, o casarão do século XVII onde trabalha o chefe do governo madeirense Alberto João Jardim, há 13 anos, entrando e saindo dos gabinetes e participando também nas audiências oficiais e conselhos de governo sem pedir licença. O Dama era o único gatinho duma ninhada que estava vivo e foi salvo duma morte certa pela neta Carlota do presidente regional da Madeira, que o levou para a casa da mãe deste. Segundo o líder madeirense, o Dama "Era a companhia da minha mãe", recordando que o gato se sentava com ela e a empregada a ver televisão e tinha por hábito ficar na cama da mãe quando esta descansava à tarde. Relatou ainda que o Dama também acompanhava a sua mãe quando ia à Missa à capelinha de São Paulo, no Funchal, indo atrás dela "como se fosse um cãozinho" e que depois a aguardava no adro para fazer o caminho de regresso a casa. Depois da morte da sua mãe, Alberto João Jardim trouxe o Dama para a Quinta da Vigia. "Às vezes fico um pouco embaraçado porque estou a receber pessoas e o Dama chega, senta-se à frente das pessoas e põe-se, espantado, a olhar para elas como se fosse também parte da conversa", acrescentando que, quando sair do governo regional da Madeira, no próximo dia 12 de Janeiro, vai levar o gato consigo. "Não vou deixar esta herança para aí", garantiu.

Quase 1/4 dos portugueses em risco de pobreza no Luxemburgo


Um relatório intitulado "Coestão Social e Emprego" indica que os trabalhadores portugueses no Luxemburgo são os mais expostos ao risco de cair na miséria, havendo 1/4 de portugueses a ganhar menos que o limiar da pobreza (1665 euros por mês), mais do triplo dos luxemburgueses na mesma situação (6,4%). As rendas no Luxemburgo costumam ser mais caras que em Macau (mais de 1000 euros), o que faz com que 59% dos portugueses, muitos deles recém-chegados, tenham dificuldades em fazer face às despesas correntes no fim de cada mês, contra apenas 19% dos luxemburgueses. A Cáritas tem tido cada vez mais trabalho porque ajuda cada vez mais portugueses com dificuldades, cerca de 60 por mês. "Já vi aqui pessoas a chorar", contou Amílcar Monteiro, agente sócio-educativo no Serviço de Solidariedade e Integração da organização católica. "As pessoas são resistentes e pensam que a vida vai melhorar, mas sofrem muito, e mesmo assim não querem regressar a Portugal, porque dizem que lá não vêem futuro". O arcebispo do Luxemburgo, D. Jean-Claude Hollerich, já veio pedir para que as organizações católicas tenham um papel mais activo na ajuda aos pobres, entregando-lhes cabazes de alimentos. "Começa a haver problemas também com quem cá está há vários anos, e que até gozavam de uma situação de estabilidade, mas que começam a sofrer com o desemprego ou se vêem em dificuldades porque o marido ficou incapacitado ou porque houve um divórcio. O problema é que a renda de casa é muito elevada, cerca de mil a 1200 euros", e "há muitas pessoas que só conseguem trabalho 20 horas por semana, a trabalhar nas limpezas e a ganhar 700 euros por mês", frisou Amílcar Monteiro. Por essa razão, "as pessoas são obrigadas a viver em quartos por cima dos cafés ou do outro lado da fronteira (França), onde as rendas são mais baratas, o que depois aumenta os problemas de integração e da educação das crianças". Para piorar as coisas, aumenta o número de sem-abrigo portugueses e os que estão no país há menos de cinco anos estão a ser rejeitados pelas instituições para sem-abrigo porque não há autorização para aceitar pessoas que não têm residência permanente, coisa que dantes se obtinha após três anos no país. "Estas regras foram criadas para combater o chamado 'turismo social', mas já tivemos de recusar ou pôr fora pessoas que precisavam realmente da nossa ajuda, e não estamos nada contentes", disse Martine Drauer, a directora do abrigo Foyer Ulysse, que conta com 17% de portugueses sem-abrigo e é gerido pela Igreja Católica. "A constelação de problemas é muito difícil: os problemas sociais, a exclusão, incluindo cultural, a distância da família e do país, o que origina outros problemas, como a depressão ou problemas psiquiátricos mais graves, incluindo psicoses", disse o psiquiatra português João Tavares, que presta assistência na instituição.
Parece que o Luxemburgo já deixou de ser um El Dorado para os portugueses. Ah, e que dizer da "maldita" Cáritas, dos "mauzões" dos católicos, que gosta muito de ajudar imigrantes/alógenos? É correr com todos os imigrantes sem condições para permanecer de volta para a terra deles, não é assim?

Outubro anormalmente quente em Portugal


Segundo a Direcção Geral da Saúde (DGS), em Portugal houve mais de 8500 mortes em Outubro provocados pelo calor, o maior registo dos últimos quatro anos (mais de 5,5%), o Outubro mais quente de que há registo. Lisboa foi a zona mais afectada, com um aumento de 10,6% (mais 226 mortes que o habitual). Segundo o chefe da Divisão de Estatísticas de Saúde da DGS, Paulo Nogueira, "parece claro que o que está aqui presente é uma interferência ambiental e sabemos que houve excesso de calor e partículas vindas do deserto o que gera pressão sobre a saúde, mas felizmente não existiu um excesso de mortalidade significativo".
Vede agora quantas pessoas é que morrem em média por ano por causa do frio. Pelos vistos o "bom tempo" é mais mortal que o "mau tempo"...

'Surgery selfies' deram repreensão


Na China, uma equipa médica de um hospital privado da província de Shaanxi tirava 'selfies' em grupo durante as cirurgias ao lado dos doentes inconscientes deitados na maca e colova-as na rede social chinesa Weibo. Assim que soube disso, o Departamento de Saúde Pública local retirou funções executivas a três elementos da administração do hospital, encerrou o bloco operatório, colocou as equipas médicas a trabalhar em novas instalações e repreendeu a equipa médica em causa, deixando-a três meses sem receber o ordenado. De nada valeu a solidariedade dos internautas, afirmando que são "apenas humanos" e poderiam estar a celebrar o final de uma "longa e bem sucedida cirurgia". 
Afinal de contas, regime comunista é regime comunista.

Homem quer ficar parecido com a Kim Kardashian


O britânico Jordan James Parke, de 23 anos, gastou mais de 120 mil euros para ficar parecido com a Kim Kardashian, uma cantora, modelo, actriz, empresária, produtora executiva, socialite e também rameira americana de ascendência arménia da parte do pai e britânica e holandesa da parte da mãe. O rapaz, de Manchester, passou por 50 procedimentos estéticos, incluindo preenchimento labial, tatuagem de sobrancelhas, injecções de botox, remoção de pêlos e um tratamento conhecido como vampire facial, adoptado por Kim e que consiste em tirar sangue do corpo para injectá-lo em várias partes do rosto. "Eu amo tudo o que tem a ver com a Kim. Ela é a mulher mais bonita que já existiu. A sua pele é perfeita, o seu cabelo, tudo nela", afirmou Jordan ao Sun. "Sou viciado em preenchimento labial. Quanto maior, melhor. Nunca me senti melhor comigo mesmo", acrescentou, conferindo que o próximo passo será uma cirurgia plástica no nariz. "Quando ouço falar de um novo procedimento eu tenho que experimentá-lo", disse ainda Jordan, que está cada vez mais parecido com a Kim... ou não...

Relatório Minoritário (Revista Sábado)


Quinze anos depois, pode falar-se sobre a mão cheia de portugueses expatriados que labutam na Cidade do Santo Nome de Deus, lá no Oriente Extremo. Muitos ou poucos, são de fora. Mas que dizer dos 14 ou 15 mil macaenses, gente tradicional da terra, famílias antigas que moldaram aquele quinhão, e aquele carácter, e que representam a nossa pátria comum, a nossa palavra, a nossa história, sob o rosto físico de asiáticos? 
Portugal nunca teve etnia. E tem estado ali, no coração da China, com uma população lusíada que as instituições de Lisboa às vezes ignoram, outras vezes maltratam e outras vezes esquecem.

Nuno Rogeiro in Revista Sábado, 18 a 23 de Dezembro de 2014

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Martunis, 10 anos depois


Ainda vos lembrais do Martunis, aquele puto indonésio de 7 anos que sobreviveu ao tsunami há quase 10 anos atrás na sua terra natal, Banda Aceh? Encontrado depois de ter passado 21 dias a flutuar entre os escombros da destruição provocada pela catástrofe, que vitimou a sua mãe e dois irmãos, Martunis tornou-se fugazmente conhecido a nível mundial por ter uma camisola pirateada da selecção portuguesa vestida, o que lhe valeu uma viagem a Portugal para assistir a um jogo da selecção no Estádio da Luz, ante a Eslováquia, para além de 40 mil euros gentilmente cedidos pela Federação Portuguesa de Futebol e uma camisola da selecção assinada por todos os jogadores na altura.


Em 2013, Cristiano Ronaldo reencontrou Martunis quando foi passar férias à Indonésia e esteve em Banda Aceh, uma região controlada pela bárbara lei da sharia que tem que ser observada por todos, sejam muçulmanos ou não. Um ano após a tragédia, Martunis foi convidado pela televisão estatal da Indonésia para ser protagonista de um filme sobre futebol. Apesar de admirar Cristiano Ronaldo, o ídolo de Martunis é o antigo craque do Benfica Rui Costa. Hoje Martunis tem um sonho: ser jogador de futebol profissional.


O tsunami de 2004 ficou para a história como uma das maiores catástrofes naturais mundiais de sempre, tendo vitimado cerca de 230 mil pessoas em 14 países. A Indonésia, o epicentro do tsunami, foi o país mais afectado, à frente do Sri Lanka, da Índia e da Tailândia. Muitos muçulmanos acreditam que o tsunami foi um castigo de Alá por as pessoas terem ignorado as suas leis...

França inicia campanha de destruição de igrejas


Como se já não bastasse a islamização, a França está a levar a cabo uma verdadeira campanha de destruição de igrejas, uma iniciativa do governo socialista de François Hollande. Muitas das igrejas já destruídas eram muito antigas, pelo que eram antes de mais património de França, mas o declarado Anticristianismo secundado pela lei sobre a separação entre a Igreja e o Estado em 1905, que fez com que muitas igrejas tivessem passado a ser propriedades do Estado e não da Igreja, não está nem aí para isso.
A França já chegou a ser uma orgulhosa nação de matriz católica, tal como por exemplo Portugal e muitos outros países da Europa. A partir do momento em que viraram as costas ao Cristianismo e passaram a hostilizá-lo, renegando a sua essência, deu-se início à derrocada em todos os aspectos, moral e não só, que podemos hoje assistir.

EI executa jihadistas que querem ser desertores


Cerca de 100 jihadistas estrangeiros que foram juntar-se ao Estado Islâmico (EI) na Síria foram executados pelos jihadistas por terem tentado fugir do quartel-general de Raqqa. Segundo consta, esses estrangeiros que foram para a Síria ficaram desiludidos com o que viram e acabaram por se deitar na cama que fizeram. Recordemos que entre a estrangeirada muçulmana que foi juntar-se ao EI há muitos europeus, entre eles "dois ou três portugueses, sobretudo raparigas", que querem voltar para o conforto do lar. Pode ser que já tenham sido entretanto eliminados do mapa por terem manifestado tal vontade. E nós aqui com uma pena do caraças.