sábado, 30 de agosto de 2014

«A democracia é pior que a homossexualidade e pior que dormir com a vossa mãe»

 
O grupo terrorista islâmico nigeriano Boko Haram (que significa "A educação ocidental é um pecado") transformou a vila que era cristã de Gwoza em mais um pedaço de terra que observa a lei islâmica (sharia). O líder do grupo, Abubakar Shekau, afirmou, num vídeo divulgado, que vai estender a islamização a Borno, a 850 quilómetros da capital nigeriana, Abuja. Abubakar aproveitou também para atacar o Ocidente dizendo que a democracia é como o incesto. "A democracia é pior que a homossexualidade e pior que dormir com a vossa mãe. (...) Vocês são todos pagãos e nós vamos matar-vos, mesmo que vocês não nos ataquem nós matar-vos-emos... Alá ordena-nos a matar-vos sem piedade!", avisou. "Alá ordenou-nos a controlar Gwoza com a lei islâmica. De facto, ele ordenou-nos a controlar o mundo, não apenas a Nigéria, e agora já começámos a fazê-lo". Segundo o Human Rights Watch, o Boko Haram já matou mais de 2000 pessoas no primeiro semestre deste ano.
Primeiro: um muçulmano dizer que os não-muçulmanos são pagãos é um burro, simplesmente por ser muçulmano que é uma forma refinada de ser pagão. O islão é na verdade pagão, pois Alá é o deus da lua de Meca, do antigo paganismo árabe, e um dos 360 ídolos da Caaba.
Segundo: até agora eu não consigo entender muito bem porque é que existem muçulmanos de raça negra. O islão é anti-negros, portanto é bom que os negros não se deixem enganar por essa seita racista.
Terceiro: será que os homossexuais vão começar a atacar também o islão finalmente ou preferem antes continuar a ser contra a Igreja apenas porque é mais seguro?

Sem comentários: