segunda-feira, 30 de junho de 2014

Sporting contrata Tanaka


O Sporting contratou por cinco épocas o avançado japonês Junya Tanaka (田中 順也), de 26 anos, ao Kashiwa Reysol (柏レイソル). Tanaka, internacional pelo Japão, custou 750 mil euros ao Sporting e ficou com uma astronómica cláusula de rescisão de 60 milhões de euros. O japonês apontou 24 golos em 86 jogos pelo Kashiwa Reysol e estava ansioso por viajar para Lisboa.

Mundial 2014: Holanda defronta a Costa Rica


A laranja mecânica esteve eliminada do Mundial até aos 88', altura em que Sneider e Huntelaar conseguiram a reviravolta. Os mexicanos dominaram o jogo durante a primeira hora e foi com naturalidade que o brasileiro naturalizado mexicano Giovani dos Santos colocou o México em vantagem aos 48' com um potente remate de fora da área. Aos 88', Wesley Sneider, também com um forte disparo, empatou a partida e já no tempo de compensação o árbitro português Pedro Proença, o melhor árbitro do mundo e dos arredores, assinalou uma grande penalidade inexistente para Huntelaar carimbar a reviravolta holandesa. Vale a pena salientar que na primeira parte Proença roubou um penalty aos mexicanos. "Em quatro jogos aqui, tivemos três com árbitros desastrosos", acusou o selecionador mexicano, Miguel Herrera, em conferência de imprensa. "Quando há decisões litigiosas, estas são sempre contra o México. Foi um penálti inventado. Espero que a comissão de árbitros veja tudo isso e que o envie para casa como aconteceu connosco", acrescentou.


Depois do épico e histórico apuramento para os oitavos-de-final, a Grécia sucumbiu aos pés da surpreendente Costa Rica. Depois do 1-1 verificado até aos 120', golos de Bryan Ruiz aos 52' e de Sokratis já nos tempos de compensação, a Costa Rica foi mais feliz nas grandes penalidades e venceu por 5-3. O guarda-redes sul-americano Keylor Navas foi o homem do jogo ao evitar um golo grego no fim do tempo regulamentar, outro a fechar o prolongamento e um castigo máximo no desempate. "Foram gigantes. Tenho que destacar este grupo acima de tudo", afirmou o treinador da Costa Rica, Jorge Manuel Pinto.

Morreu o filho da Judite Sousa

 
Morreu André Sousa Bessa, filho de 29 anos da jornalista e directora-adjunta de Informação da TVI Judite Sousa e do Pedro Bessa, que integra a administração do centro de Produção do Norte da RTP. André, formado em Direito e analista de capitais de risco na Menlo Capital, estava numa festa com amigos numa moradia em Picheleiros, perto de Azeitão, onde terá caído numa piscina e ficado cerca de 15 minutos submerso. O óbito foi confirmado no domingo no Hospital Garcia da Orta, em Almada. "Foi vítima de paragem cardiorespiratória, na sequência de várias lesões internas", lê-se na nota enviada pelo hospital à comunicação social. "Neste momento de dor peço a todos os colegas jornalistas que se lembrem do valor das palavras. A palavra aqui é uma: André", é assim que começa o texto que Judite de Sousa pediu para que o seu colega José Alberto Carvalho lesse aos jornalistas.

Trailer do filme "Aisha e Maomé: a vida dramática de uma pequena menina casada com o profeta do islão"

Um grupo de ex-muçulmanos e activistas pró-liberdade de expressão está a fazer um vídeo cujo título é "Aisha e Maomé: a vida dramática de uma pequena menina casada com o profeta do islão", que fala da relação pedófila de Maomé (que a merda esteja sobre ele) com a Aisha, e cujo trailer já está disponível. No filme aparece Imran Firasat, um paquistanês que renunciou ao islão e que fala a verdade sobre a seita de Maomé (que a merda esteja sobre ele). Firasat é um refugiado legal em Espanha que pode ser expulso por já ter um processo de extradição em curso por ele ser "uma ameaça à segurança nacional de Espanha". Se Firasat voltar para o Paquistão, ele será certamente condenado à morte por causa da lei da blasfémia. Escusado será dizer que todos os membros do grupo que está a fazer o filme têm igualmente a cabeça a prémio. Isso é o que acontece quando alguém se mete com a "religião da paz".
 

"Reza" islâmica ao pé do Cristo Redentor

No Brasil, onde decorre o Mundial de futebol, um grupo de muçulmanos do ramo wahabita salafita foi filmado a fazer uma "oração" ao pé da estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. O significado disto parece muito claro: o islamismo está a chegar também ao Brasil, e com ela a lei bárbara da sharia, para acabar com o Cristianismo e os valores do Ocidente.
 

Ninguém que não seja muçulmano pode aproximar-se da pedra negra "sagrada" (que se acredita ser um fragmento de um meteorito) que se encontra na kaaba de Meca (na verdade havia mais kaabas e mais pedras, mas estas informações importantes não são transmitidas à grande maioria dos muçulmanos) sob pena de execução. No entanto, os muslos podem ir à terra dos outros profanar e criar problemas...

Argelinos provocam o caos em França por causa do Mundial

A surpreendente campanha da selecção argelina no Mundial do Brasil está a provocar estragos em França. Como? Milhares de imigrantes argelinos, ou argelinos já nascidos em França (muito possivelmente com a nacionalidade francesa), celebraram o apuramento da selecção da Argélia para os oitavos-de-final com violência nas ruas, queimando carros. A polícia de Marselha teve que usar gás-pimenta e procedeu a detenção de 74 energúmenos alógenos. Como vai ser quando a Argélia perder com a Alemanha?
 
 
Por causa desses distúrbios provocados, a líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, anunciou que quer pôr fim à dupla nacionalidade. "Há que eleger entre ser argelino ou ser francês, não se pode ser a duas coisas", começou por dizer a nacionalista antes de se debruçar sobre a detenção dos 74 alógenos: "o Estado tem que recuperar a sua autoridade. Não há nenhum país no mundo que aceite suportar o que nós suportamos no nosso território". O que aconteceu foi um "fracasso da integração".

Jovem queimada viva por rejeitar casamento

 
No Paquistão, uma jovem de 18 anos morreu depois de ter sido queimada viva por um homem que queria casar com ela. Como a proposta foi recusada, Fayyaz Aslam, de 22 anos, entrou na residência de Sidra Shaukat, perto da localidade de Toba Tek Singh, regou a rapariga com petróleo e pegou-lhe fogo. Já na passada quinta-feira, em Daska, Maafia Bibi, de 17 anos, e o marido Muhammad Sajjad, de 31, foram mortos à facada pelo pai da adolescente por se terem casado contra a vontade da família. Em Maio, a grávida Farzana Parveen, de 25 anos, foi agredida até à morte no exterior de um tribunal, na cidade oriental de Lahore, por familiares, depois de ter testemunhado a favor do marido que foi acusado pelos familiares de a ter raptado e obrigado a casar com ele. Só no ano passado 869 mulheres foram mortas em "crimes de honra" no Paquistão.
Isto, meus amigos, é a cultura islâmica. Não gostais do multiculturalismo? Ou aceitais a cultura islâmica ou sois todos uma cambada de islamofóbicos como eu!

O genocídio dos cristãos no Iraque

No Iraque actualmente a ser invadido pelo Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), os cristãos estão a pedir ajuda aos Estados Unidos para que intervenham no país. Segundo o Bare Naked Islam, o apelo desesperado foi feito num dos últimos bastiões cristãos do Iraque. Já cerca de 50 mil cristãos tiveram que fugir de Qaraqosh. O arcebispo católico sírio de Mosul, Yohanna Petros Mouche, decidiu permanecer na cidade juntamente com cerca de 1000 cristãos que não têm meios de abandonar a cidade.
 
 
Tanto o arcebispo de Mosul como o bispo católico sírio de Newark (Nova Iorque), Yousif Benham Habash, natural do Iraque, têm vindo a pedir ajuda aos Estados Unidos. É preciso ajuda imediata, como enviar para lá comida, água e protecção, garantem os dois sacerdotes. "É tempo de agir. Isto é um genocídio religioso. Temos que actuar já", disse Joseph Kassab, advogado defensor dos iraquianos cristãos.

 
Antes da guerra, e mesmo depois da queda do regime secularista de Saddam Hussein, havia no Iraque cerca de 450 igrejas em funcionamento. Com a progressão do EIIL, já só restam cerca de 50 igrejas. Os terroristas não estão apenas a eliminar os cristãos. De facto, eles estão a eliminar tudo o que não seja islâmico, incluindo as próprias seitas do islão que eles não consideram islâmicas como os shias, os yazidis e os shabaks.
 


Até quando vai o mundo permanecer em silêncio e passivo??

domingo, 29 de junho de 2014

Jihad sexual


"Quando eu quero uma escrava sexual, vou ao mercado e compro-a!", disse assim Shaykh al-Huwayn, um apologista da jihad sexual.

Os média mainstream do Ocidente não divulgam nunca essa faceta perversa do islão. Porquê? Porque o politicamente correcto acredita mesmo que o islão é a "religião da paz". E como os relativistas - e tantos são eles! - acreditam que os muçulmanos maus só existem porque se faz uma "interpretação errada" do satânico Alcorão, nunca haveremos de ouvir falar da jihad sexual, que é a violência sexual que os muçulmanos praticam contra as mulheres que não são muçulmanas, ou seja, as "infiéis". Estas são presas legítimas para a violação e também para a escravização.

"A escrava deve andar coberta da cintura para baixo", defende a feminista islâmica (feminista?) do Kuwait que se veste que nem um ninja de negro, Salwa al-Mutairi (na foto de baixo). Já imaginastes o que é que seria se ela não fosse feminista?


Mas, mulheres, não tendes medo! A escravatura sexual é apenas para as "infiéis"!



Pergunta: a cultura islâmica é compatível com a nossa?

No Ocidente, os muçulmanos estão a expandir a sua seita a ritmo alarmante - islamização - e aos poucos, um pouco por todas as principais cidades europeias, exigem a introdução da lei bárbara da sharia. A táctica dos muçulmanos é sempre a mesma: quando são poucos, clamam por tolerância; quando já são mais ou menos, começam com exigências; quando um dia forem a maioria, partirão para a dominação. Tudo isso acontece porque a Europa há muito que abandonou a sua essência, colocou de lado Deus e o Cristianismo - o fundamento da civilização ocidental - e abraçou o relativismo e o marxismo cultural. As fronteiras foram derrubadas, a imigração terceiro-mundista hostil passou a ser recebida de braços abertos e em muitos lugares da Europa os próprios europeus nativos já começam a sentir-se estrangeiros dado a quantidade de imigrantes que desconfiguraram a demografia local.

Em Maio, os média internacionais deram ênfase ao rapto de 200 e tal raparigas nigerianas pelo grupo terrorista islâmico Boko Haram, que significa, na língua hausa, que "a educação ocidental é proibida". A malta do Boko Haram, com ligações à Al-Qaeda, afirmou que as ia vender como escravas porque foi isso que Alá pediu. "Eu raptei as vossas filhas, e vou vendê-las, por Alá!", começou por afirmar o líder do grupo, em Abril passado, aos média. E continuou: "Há um mercado para a venda de seres humanos. Alá diz que eu devo vender. Ele manda vender e eu vou vender as mulheres".



O Barack Hussein Obama, que farta-se de apoiar directa e indirectamente os seus irmãos muçulmanos, até teve que mandar a sua mulher Michelle para, assim meio contrariada, fazer alguma coisa pelas coitadas das raparigas só para inglês ver.


O engraçado é que as raparigas nigerianas que foram raptadas são cristãs e isso aparentemente é uma coisa que numa primeira fase terá passado ao lado dos média, que são completamente islamófilos devido ao politicamente correcto. Pensando que as negras eram muçulmanas, os média sem querer despoletaram uma onda de solidariedade à escala mundial, coisa que jamais teria acontecido se soubessem de antemão que elas são cristãs. De resto, se as raparigas fossem europeias, tenho sérias dúvidas de que o assunto seria referido. As europeias vítimas dos predadores sexuais muçulmanos são frequentemente ignoradas pelos média mainstream e quando algum caso é referido faz-se de tudo para omitir a identidade, a procedência ou a religião do(s) criminoso(s).


A imprensa das elites tudo tem feito para ocultar a jihad sexual islâmica, mas desta vez, e como há males que vêm por bem, puseram o pé na argola.

No passado, a Igreja Católica, através dos valiosos cavaleiros cruzados, defenderam a Europa das cimitarras dos muçulmanos invasores, que queriam apoderar-se do velho continente e transformá-lo na Eurábia. Hoje, com a actual apostasia, a Igreja está enfraquecida e o laicismo, o relativismo e o marxismo cultural - tudo armas do politicamente correcto - são os melhores aliados dos muçulmanos que, tal como os dos séculos anteriores, continuam a desejar transformar a Europa na Eurábia e consequentemente o mundo inteiro num enorme califado sujeito à sharia.

É por estas e por outras que, mal por mal, prefiro acreditar antes num futuro chinês...


Nota: informações retiradas do blogue Amigo de Israel.

Salvem os ruivos (ou melhor, as ruivas)!!


Segundo alguns meios científicos em 2007, em 2060 não haverá mais ruivos no mundo devido ao facto de a cor ruvia ser originada por um gene recessivo. Os cabelos vermelhos são causados por uma mutação no gene MC1R, que precisa que ambos os pais passem a versão mutante do gene para produzir uma criança ruiva. Por ser recessivo, pode não aparecer numa geração e aparecer noutra se os progenitores forem ambos portadores do gene, independentemente da cor dos seus cabelos (a cor ruiva acontece devido a uma mutação genética no cromossoma número 16 e vem de um tipo de melanina chamada feomelanina).
Os ruivos representam entre 1% e 2% da população mundial (entre 70 e 140 milhões de pessoas), sendo no Reino Unido onde há a maior percentagem de ruivos do mundo (entre 10% e 13% da população, embora 40% tenha o gene recessivo ruivo). Dizem os dados estatísticos que os ruivos são cada vez menos, uma vez que o seu nascimento só acontece quando tanto o pai como a mãe transmitem o gene das características ruivas, o que levou a que uma comunidade de internautas criasse um plano de salvação dos ruivos chamado Save the readheads ("Salvem os ruivos"), plano esse que passava por tentar acasalar ruivos para assegurar a continuidade do género. O movimento parece ter abrandado, mas a verdade é que nos últimos anos muitos outros surgiram a apoiar os ruivos. "Actualmente, apenas 1% a 2% da população é ruiva. Nós vamos mudar isso. Faça o programa de três gerações proposto e seremos cerca de 5% a 7% no ano de 2080. Esperamos ser 10% em 2120 e 20% em 2200. Se não acontecer, devolvemos o seu dinheiro", brincam na Internet. Um ensaio publicado pela Universidade de Massachusetts em 2010 elaborava uma proposta de uma comunidade exclusivamente ruiva, onde viveriam dependentes das suas próprias leis. Escreveu assim a autoria, Olivia Hull: "Nós, ruivos, devíamos ser levados para comunidades especializadas e remotas, onde poderíamos viver em paz e procriar para fortalecer os nossos números. Aqueles que nascem sem cabelo vermelho seriam colocados num sistema de deslocalização que colocaria esses recém-nascidos em lares de cor de cabelo semelhante. Embora isso separasse as crianças das suas famílias, era uma segregação necessária. Ia garantir que apenas os bebés ruivos cresceriam para criar mais bebés ruivos".
Em Portugal, é sobretudo no Norte que existem mais ruivos, o que segundo os geneticistas se explica com a conquista celta do Norte da Península Ibérica. Sara Martins, uma enfermeira ruiva de 33 anos do hospital de Guimarães, disse que "Desde pequena sempre me achei diferente e na brincadeira costumava dizer que era adoptada, porque os meus pais são morenos. Claro que eles sempre me explicaram que eu tinha nascido assim porque tinha antecedentes familiares (uma prima da parte da mãe e outra da parte do pai), mas sempre fui muito visada" e contou que na infância - altura em que o seu cabelo era quase laranja fluorescente - várias pessoas paravam a mãe na rua para lhe perguntar se pintava o cabelo à criança. "E até ao 12º ano sempre fui a cenourinha, era a única ruiva da minha escola. Sempre fui o centro das atenções". Sara, que é solteira e não tem filhos, gostava de ter descendência ruiva: "A ideia de uma comunidade para os ruivos se conhecerem e perpetuarem o gene parece-me complexa. Tenho esperança de que mesmo que o pai não seja ruivo eles nasçam com um cabelo igual ao meu", afirmou. Já a ruiva Daniela Fernandes, de Vila das Aves, disse que "Quis começar a saber mais sobre nós e inscrevi-me num grupo brasileiro, o Ruivosmania". A rapariga de 17 anos contou que sofreu piadas "no infantário e na primária" e "na altura era muito complicado lidar com isso. Felizmente que agora que sou mais velha e sempre que falam do meu cabelo é para elogiar". Em Portugal também existe um grupo de ruivos no Facebook, que no Verão de 2012 tentou juntar o maior número possível de cabelos vermelhos em Coimbra, mas a empreitada não foi bem sucedida. "Só apareceram cinco pessoas. Não sei se a divulgação foi suficiente", lamentou Sara.
Segundo os mitos e ditos sobre ruivos, estes são faladores, apaixonados e impetuosos. Pessoalmente também sempre gostei muito de ruivas e confesso que elas me excitam. Deve ser mesmo por serem poucas neste mundo.

Campanha contra a pedofilia com imagens da Disney

A artista norte-americana que usa o pseudónimo Saint Hoax, natural do Médio Oriente, criou uma campanha  de choque contra a pedofilia usando algumas personagens da Disney. A série "Princest Diaries" (num trocadilho que junta as palavras princess - princesa - e incest - incesto) mostra as personagens das Princesas Disney a serem forçadas a beijar os seus pais numa tentativa de chamar a atenção para os casos de violência sexual sobre menores em geral, mas especialmente as crianças mais novas, levando-as a não terem problemas em denunciar casos semelhantes que lhes aconteçam. 46% dos menores de 12 anos que são violados são vítimas de membros da família (estatística do Departamento da Justiça dos EUA de 1992 que vai de encontro às informações reveladas por um estudo mais recente que foi publicado em 2000 e citado pela Rede Nacional contra o Abuso, Violação e Incesto [RAINN na sigla inglesa]), pode-se ler no rodapé de cada imagem. "Nunca é demasiado tarde para denunciar o seu ataque".



Opiniões DN

O ciclo da extrema-esquerda é conhecido. Começa nas eleições que são sempre necessárias para garantir um novo futuro ao País. Depois as eleições chegam e os portugueses, ingratos, desconfiados mas ainda e sempre europeus, continuam a não acreditar no paraíso que estará para além da União e do euro. Os grupelhos, então, questionam-se e purgam-se. Os seus mais destacados elementos, que valem no ambiente mediático muito mais de mil por cento do que valem nas urnas, desunham-se em entrevistas. Escrevem artigos. Influenciam análises. Consomem-se na intriga. Manducam ao lado dos poderosos. De novo pedem eleições. E há sempre um pequeno período em que o PS, que não tardará a voltar a ser de direita, é vítima de assédio por afinal continuar a ser de esquerda. É aí que agora estamos. (...) A extrema-esquerda portuguesa sonha com o "Syriza" e também passou a vibrar com o "Podemos". O problema está em que o caldo social em Portugal não tem que ver com a Grécia e a Espanha, felizmente, nem ainda nesta área surgiu alguém capaz de minimamente fazer lembrar Alexis Tsipras ou Pablo Iglesias. Os nossos revolucionários têm sido tão incompetentes que nem sequer conseguem capitalizar a derrocada de alguns dos símbolos do poder em Portugal (João Marcelino).

É que nas relações entre a Grã-Bretanha e a China há duas datas inapagáveis: 1793 e 1841. Na primeira, Lorde McCartney, enviado britânico a Pequim, recusou fazer o tradicional cumprimento ao imperador. Pelo contrário, portugueses, holandeses e russos há muito que tocavam com a cabeça no chão em prol dos interesses pátrios. Irritado, Qianlong expulsou a embaixada britânica, esta feliz por escapar com vida. Meio século depois, os navios britânicos bombardearam uma China já em decadência, obrigando-a a comprar ópio e a ceder Hong Kong. Ninguém acredite que a milenar China tem falta de memória. Portugal, que obteve Macau sem guerra, sabe-o bem. Pequim não aceitou a entrega do território enquanto não resolveu a humilhação de 1841. Hong Kong foi devolvida em 1997, mas Macau só dois anos depois (Leonídio Paulo Ferreira).

Hoje a questão dos direitos dos homossexuais é formulada numa tese que se pretende única, absoluta e indiscutível, agredindo-se violentamente quem se atreva a não a aplaudir. O caso é curioso por constituir evidente negação dos valores essenciais da democracia e respeito em nome da democracia e respeito. Com o elemento cómico de constituir a tese oposta à que a mesma democracia defendia há pouco tempo. (...) Mas criticar práticas não é discriminação. Ninguém é preso por ser ladrão mas por ser apanhado a roubar. A lei não condena inclinações, mas práticas pedófilas. Debates à volta da atribuição da nacionalidade portuguesa a imigrantes ou do título de engenheiro a agentes técnicos não implicam marginalização. A sociedade considerava criminosos actos homossexuais e pedófilos; hoje acha uns bons e outros maus. Em causa estão actos, não pessoas. A recusa do casamento de pessoas do mesmo sexo não implica desrespeito por ninguém, como não é discriminatório rejeitar incesto ou poligamia. Discussões sobre a definição do casamento devem ser livres numa democracia e nada têm que ver com direitos (João César das Neves).

Do que mais admiro num ser humano é a liberdade e a coragem moral. Nota decisiva do ser humano é a liberdade, que significa autoposse e capacidade de autodeterminação para realizar o que deve ser. Esta é a grandeza humana, sempre ameaçada e tolhida, concretamente pelo medo. E há muitos medos. O medo de fracassar a própria vida, porque somos falíveis e finitos. Depois, o medo dos outros, sobretudo, quando se é dependente e nos podem despedir, humilhar-nos, cortar-nos a carreira. Evidentemente, o medo maior é o da morte: podem tirar-nos a vida, matando-nos (Anselmo Borges).

Kenpo e Ninjutsu em Abrantes

No passado dia 21 decorreu na Praça Barão da Batalha, em Abrantes, uma aula aberta conjunta de Kosho Ryu Kenpo e Ninjutsu. Algum pessoal da escola de Kenpo do Bom Sucesso, Alverca do Ribatejo, da qual eu fiz parte durante vários anos, esteve presente, uma vez que a escola de Kenpo de Abrantes foi aberta e é orientada por um ex-colega kenpoca meu, Alexandre Gaudêncio, que é actualmente segundo kyu (2.º cinturão castanho), sob a supervisão do sensei do Bom Sucesso, Rui Dias.

Kenpocas da escola do Bom Sucesso e da escola de Abrantes
O mestre de Ninjutsu, sensei Pedro Félix, e a sua turma
O Ninjutsu é a arte da invisibilidade, a arte marcial dos ninjas
O (meu) sensei Rui Dias na demonstração duma técnica
Tal como no Kenpo, os praticantes de Ninjutsu também treinam com armas
Mahalo, pessoal artista marcial! Que saudades! Que pena aqui em Macau não ter Kenpo...

Mundial 2014: Brasil e Colômbia defrontam-se nos «quartos»


O Brasil apurou-se para os quartos-de-final depois de vencer, com muita sorte à mistura, o Chile no desempate nas grandes penalidades depois do 1-1 verificado ao fim de 120 minutos de jogo, e vai agora defrontar a Colômbia. Gonzalo Jara marcou na própria baliza aos 18' e Alexis Sanchez, jogador do Barcelona, empatou aos 32. Aos 119', uma bola chutada por Mauricio Pinilla, ex-jogador do Sporting, poderia ter resolvido o encontro a favor dos chilenos se esta não tivesse batido na barra. Nos penálties, o guarda-redes Júlio César brilhou e foi o herói da nação brasileira. A actriz pornográfica Marlen Doll já não precisará de oferecer 48 horas de sexo grátis.


A Colômbia despachou o Uruguai por 2-0 no Maracanã. James Rodríguez foi a figura do encontro ao apontar dois golos, um em cada parte (o primeiro foi um golo que entra directamente para a galeria dos melhores momentos deste Mundial), e confirmou o bom momento dos cafeteros. Já o Uruguai, sem Suárez, nunca foi capaz de ultrapassar o último obstáculo colombiano: o guarda-redes Ospina. O Brasil que se cuide.

sábado, 28 de junho de 2014

Memorabilia

Until You Loved Me (1999), dos irmãos canadianos The Moffatts. A banda acabou em 2001 depois de seis álbuns lançados, incluindo o Best of The Moffatts de 2006.

Esquerdismo

Notas soltas

 
O avançado uruguaio Luis Suárez já perdeu o Mundial. A FIFA anunciou a suspensão de nove jogos e banimento por quatro meses de qualquer actividade relacionada com prática de futebol. "Este tipo de comportamento não pode ser tolerado em nenhum campo, particularmente na Copa do Mundo, com olhares de milhões de pessoas. O Comité Disciplinar levou em consideração todos os factores e o comportamento de Luis Suárez", afirmou o presidente do Comité Disciplinar, Claudio Sulser.
Já foste, Suárez...

 
A venda do Garay para o Zenit de São Petersburgo foi um dos negócios à Luís Filipe Vieira: apenas 2,4 milhões de euros foram para os cofres da Luz porque o Benfica só detinha 40% do passe do argentino. O central foi vendido para os russos "apenas" por 6 milhões de euros e vai receber 4,8 milhões de euros limpos por cada uma das cinco épocas na Rússia. Garay vai poder também escolher um carro num valor até 200 mil euros, tem direito a escolher a casa que entender (o Zenit suportará a renda) e ainda poderá realizar oito viagens (de ida e volta) de Moscovo a Madrid, onde a sua mulher continuará a trabalhar.
Para quê jogar numa liga mais competitiva se pode ganhar bem na Rússia?

 
O criminoso "sexy" Jeremy Meeks, que conquistou o coração de muitas gajas nas redes sociais apesar de estar na prisão, parece ter virado alvo de agências de modelo como a Blaze Modelz. Esta empresa procura modelos do estilo "gangster" muito atraentes, principalmente devido às tatuagens, e equaciona oferecer a Jeremy, de 30 anos, um contrato de até 30 mil dólares assim que ele for libertado.
 

No Missouri, nos Estados Unidos, a jovem Colette Moreno, de 26 anos e mãe de uma criança de 5 anos, morreu num acidente de viação depois de ter tirado uma 'selfie' com a sua amiga que conduzia quando a viatura, numa tentativa de ultrapassar um camião, colidiu com um carro que seguia em sentido contrário. A condutora sobreviveu ao acidente.
 

Em França, uma mulher de 77 anos, mãe de 10 filhos, matou o seu marido octogenário e comeu partes do corpo dele, entre eles o pénis, antes de se entregar à polícia de Longwy. No local do crime, os agentes encontraram o corpo do homem esquartejado e restos de um guisado feito com o coração, o nariz e o pénis do homem, que a homicida admitiu ter comido.
Que lhe terá o velhote feito??
 
 
O americano de Minneapolis Nicholas Wig, de 26 anos, foi considerado o "criminoso mais idiota do mundo" depois de roubar uma casa em Saint Paul e deixar todas as pistas possíveis para ser detido. Ali, depois de roubar cartões de crédito, jóias, um telemóvel e um relógio, usou o PC do proprietário, James Wood, para aceder à Internet e actualizar o Facebook dizendo que tinha roubado essa casa, deixando a página do seu perfil, que tem o seu contacto, aberta. James contactou Nicholas e ameaçou-o dizendo que chamaria a polícia se ele não lhe devolvesse tudo o que roubou. Assim que Nicholas se apressou a ir à casa de James, a polícia prendeu-o e pode agora ficar até 10 anos na prisão.

 
Em Nova Iorque, um homem que foi esfaqueado entrou num McDonald's com uma faca espetada nas costas para o espanto geral. Andrew Hardy, de 53 anos e que até conversava ao telemóvel quando entrou no restaurante, queria comer um delicioso 'Egg McMuffin' e acabou por ser transportado para o hospital de onde teve alta, por mais incrível que pareça, horas depois.

 
Um casal britânico, que durante 68 anos de casamento nunca passou um dia separado, morreu no mesmo dia. Dorothy Doughty morreu repentinamente em casa, aos 92 anos, quando George, de 91, estava internado no hospital com uma infecção pulmonar, vindo a falecer 10 horas depois. O casal deixou dois filhos, cinco netos e dois bisnetos. "Muitas pessoas disseram-nos ser reconfortante que eles tenham estado juntos até ao final", contou Paul, um dos filhos.


A cantora nigeriana Adokiye Kyrian, de 25 anos e embaixadora da paz da ONU, propôs no Twitter oferecer a sua virgindade aos militantes islâmicos do Boko Haram em troca das 276 estudantes cristãs raptadas em Abril. "As meninas raptadas são demasiado novas e deviam se entregues às suas famílias. Quem me dera poder oferecer-me em troca da liberdade delas. Eu sou mais velha. Mesmo que 10 ou 12 homens abusem de mim todas as noites, eu não me importo. Libertem as meninas e deixem-nas ir para casa para junto do pais", escreveu assim na rede social.

 
Foram detidos mais seis muçulmanos violadores pedófilos no Reino Unido, desta vez em Banbury, cada um por ter abusado de uma menor de idades entre os 13 e os 15 anos. Os muçulmanos criminosos são Ahmed Hassan-Sule (20 anos), Said Saleh (20), Mohamed Saleh (21), Takudzwa Hova (21), Kagiso Manase (20) e Alexandru Nae (19).
É assim a jihad sexual, coisa que o Ocidente islamófilo e politicamente correcto teima em não querer ver.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Ronaldo é o pior Bola de Ouro da história dos Mundiais

 
Cristiano Ronaldo é o primeiro Bola de Ouro que não conseguiu passar a fase de grupos de um Mundial. Até agora a pior prestação pertencia ao holandês Marco van Basten cuja selecção caiu nos oitavos-de-final no Mundial de Itália de 1990. Nenhum Bola de Ouro conseguiu ser campeão do mundo, mas curiosamente houve um que conseguiu juntar o título ao de melhor marcador: Eusébio da Silva Ferreira, com nove golos em seis jogos no Mundial de Inglaterra de 1966. O "Pantera Negra" foi até o primeiro detentor do prémio a jogar um Mundial, pois Alfredo Di Stéfano (vencedor em 1957) e Omar Sívori (1961) falharam as edições de 1958 e 1962, respectivamente (ambos são argentinos mas Di Stéfano também jogou pela Espanha e Sívori jogou pela Itália), mas ficou em terceiro (a melhor classificação de sempre de Portugal em Mundiais), tal como o francês Michel Platini (1986). Cinco Bolas de Ouro chegaram à final do Mundial mas todos saíram derrotados: o italiano Gianni Rivera (1970), o holandês Johan Cruyff (1974), o alemão Karl-Heinz Rummenigge (1982), o italiano Roberto Baggio (1994) e o brasileiro Ronaldo (1998). O inglês Michael Owen (2002), o brasileiro Ronaldinho (2006) e o argentino Lionel Messi (2010) ficaram-se pelos quartos-de-final.

Mundial 2014: Portugal eliminado, Alemanha joga com a Argélia e os Estados Unidos defrontam a Bélgica

 
Portugal confirmou o adeus a este Mundial no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, apesar de ter vencido o Gana por 2-1. A Alemanha ainda deu uma ajuda, mas a selecção não conseguiu materializar em mais golos as ocasiões criadas e que poderiam ter ditado um triunfo dilatado que poderia ter dado a qualificação para os oitavos-de-final (46 ataques e 19 remates). Uma vez mais Portugal pode-se queixar de si próprio e bem que pode agradecer a John Boye o autogolo à passagem da meia hora e que deu vantagem à selecção. Asamoah Gyan bateu Beto (o guarda-redes batoteiro infelizmente não foi nenhum talismã para as cores lusas) já depois de a Alemanha ter marcado frente ao Estados Unidos, aos 56', e Ronaldo, aos 80', aproveitou uma abébia do guarda-redes Dauda para colocar Portugal de novo a vencer (o madeirense tornou-se no primeiro português a marcar em três Mundiais). "Tentámos ganhar o jogo e ganhámos. Criámos muitas oportunidades, mas não conseguimos concretizar. Sabíamos que tínhamos de marcar quatro golos. Não foi possível, mas demos o nosso melhor", afirmou Ronaldo. Paulo Bento disse que "Há que analisar o que correu mal e felicitar a Alemanha e os Estados Unidos", mostrando-se "triste e desiludido". O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, garante que Paulo Bento será o seleccionador até 2016.

 
No outro jogo do mesmo grupo, os alemães venceram os americanos por 1-0, golo do inevitável Thomas Müller. As duas selecções precisavam apenas de empatar para passarem ambas à fase seguinte, mas no Arena Pernambuco a equipa de Joachim Löw quis confirmar o primeiro lugar do grupo para defrontar o segundo classificado do grupo H, a Argélia.
 

A Argélia conseguiu apurar-se pela primeira vez para os oitavos-de-final de um Mundial depois de empatar a uma bola com a Rússia no Arena da Baixada, em Curitiba, no Paraná. Os russos ainda chegaram a estar em vantagem logo no início do jogo, golo apontado de cabeça por Aleksandr Kokorin (Александр Кокорин), mas o jogador do Sporting Slimani, aos 64', empatou a partida e permitiu à sua selecção ficar em segundo lugar com um goal average melhor que a Rússia.
 
 
A Bélgica ganhou o grupo H e vai defrontar os Estados Unidos. No Arena Corinthians, em São Paulo, os belgas derrotaram os sul-coreanos por 1-0, golo de Verthongen aos 77'. O portista Defour foi expulso aos 44', mas mesmo assim a Bélgica não vacilou.

O partido comunista é o partido com mais património imobiliário


Segundo isto aqui, o partido dos comunistas portugueses é o partido que tem mais património imobiliário: mais de 65 terrenos, prédios urbanos e apartamentos um pouco por todo o país, sendo a "jóia da coroa" a Quinta da Atalaia, de 250 mil metros quadrados, onde se faz a Festa do Avante. Uma parte do património terá sido deixada por herança por alguns militantes comunistas.
Mas, esperem lá, o comunismo não é contra a propriedade privada? Avante, camarada...

Vítima pede 5,7 milhões de euros aos pais do Angélico Vieira


A jovem mulata Armanda Leite, de 19 anos (na foto com o seu pai José), que seguia no potente BMW com o cantor ex-Drz't Angélico Vieira no dia do acidente brutal na A1 em 25 de Junho de 2011 e que ditou a morte do artista, pede agora uma indemnização de 5,7 milhões de euros aos progenitores do Angélico apesar de dizer que ele, o seu amigo de infância, "não tem culpa" (não tem culpa e pede indemnização aos pais dele?). O carro circulava a 230 Km/hora (!!!), deixando Armanda incapacitada para toda a vida depois de ter passado quase três anos em centros de reabilitação onde terá gasto uma fortuna em tratamentos.
Não é por nada, mas segundo se sabe ninguém a obrigou a ir no carro juntamente com o Angélico que tinha pé pesado...

Tecnologia de despoluição dos oceanos


O rapaz de 19 anos da foto chama-se Boyan Slat, é holandês e criou a Ocean Cleanup, uma tecnologia capaz de limpar o lixo do Oceano Pacífico numa década. A tecnologia é apoiada por mais de 100 pesquisadores, cientistas e ambientalistas e funciona como uma barreira flutuante que aproveita as correntes oceânicas para bloquear os resíduos encontrados no mar e facilita o reaproveitamento e a reciclagem do plástico, estimando que consiga remover 65 metros cúbicos de lixo por dia. O jovem teve a ideia desta tecnologia há uns anos atrás quando mergulhava na Grécia e viu mais garrafas de plástico do que peixes, tendo-a desenvolvido depois de fazer um estudo de viabilidade e uma campanha para financiar a sua ideia. Com o apoio de pesquisadores, Boyan elaborou um relatório com 530 páginas que explica a viabilidade da tecnologia, tendo já conseguido 30% do financiamento necessário para testar o sistema em larga escala e aumentar a produção do mesmo. Ocean Cleanup é também o nome da empresa por ele criada.

Parasita muçulmano australiano foi lutar pelo EIIL


O muçulmano australiano de Sydney e de nome Khaled Sharrouf, de ascendência libanesa e que vivia de subsídios de invalidez, foi identificado como sendo um dos guerreiros do grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) que se encontram no Iraque perto de conquistar a capital Bagdad. Segundo o Daily Telegraph, Khaled, que é supostamente um incapacitado para trabalhar na sua terra natal, saiu da Austrália com um passaporte falso no ano passado. Khaled, um pai de família de 31 anos (tem quatro filhos), é descrito como um perigoso terrorista que participou na execução de iraquianos reféns do grupo. Ao fim de 12 dias é que as autoridades australianas descobriram que Khaled partiu para a Indonésia. Os serviços de inteligência australianos suspeitam que há cerca de 120 terroristas de nacionalidade australiana no Médio Oriente.
Mais um que pode inchar Alá até arrebentar que não faz falta nenhuma.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Padre revitaliza fé em Marselha

 
Na cidade islamizada francesa de Marselha há um padre que pegou numa paróquia que estava em vias de ser encerrada e tornou-a na paróquia com mais vida de lá. "Levar a Deus todas as almas que seja possível" é o lema do Pe. Michel-Marie Zanotti-Sorkine cuja paróquia, a de São Vicente de Paulo, fica num bairro do centro da cidade com enorme presença muçulmana e onde menos de 1% da população pratica o Catolicismo.
Pe. Sorkine chegou à paróquia de São Vicente de Paulo em 2004 quando esta estava sempre fechada durante a semana e só havia a missa dominical, que era celebrada na cripta para apenas 50 pessoas. Rapidamente decidiu abrir a igreja todos os dias, celebrar no altar-mor, administrar diariamente o sacramento da confissão e ajudar todos aqueles que precisam. Resultado: hoje são mais de 700 as pessoas que vão à missa todos os domingos, sendo ainda mais nas grandes festas. Já há até quem diga que o Pe. Sorkine, de 55 anos e com ascendência russa e italiana, é o novo "Cura de Ars" numa cidade cada vez mais islamizada. "Há cinco portas sempre abertas e todo o mundo pode ver a beleza da casa de Deus", disse o sacerdote. "É o pormenor que faz a diferença. Com o trabalho bem feito damos conta do amor que manifestamos às pessoas e às coisas". A liturgia é o ponto central do seu ministério e muitas pessoas sentiram-se atraídas a esta igreja pela riqueza da Eucaristia. "Esta é a beleza que conduz a Deus", afirmou. As missas estão sempre cheias e incluem procissões solenes, incenso, cânticos bem cantados, enfim, tudo ao detalhe. "A vida espiritual não é concebível sem a adoração do Santíssimo Sacramento e sem um ardente amor a Maria", por isso introduziu a adoração e o terço diário, rezado pelos estudantes e jovens. Os sermões, sempre com uma referência à conversão para a salvação e para a necessidade de lutar até chegar ao Paraíso, são também muito aguardados e, inclusive, os próprios paroquianos põem-nos online. Segundo o padre, a falta desta mensagem na Igreja de hoje "é talvez uma das principais causas de indiferença religiosa que vivemos no mundo contemporâneo". "Todos os homens, a começar por aquela pessoa que entra numa igreja, tem direito de se encontrar com um sacerdote. O serviço que oferecemos é tão essencial para a salvação que o ver-nos deve ser tangível e eficaz para permitir esse encontro. O serviço deve ser permanente. Que pensaríamos de um marido que a caminho do escritório de manhã tirasse a aliança?", perguntou, ele que usa sempre a batina. "Quanto àqueles que dizem que o traje cria uma distância, é porque não conhecem o coração dos pobres para quem o que se vê diz mais do que o que se diz".
O Pe. Sorkine perdeu a mãe aos 13 anos, o que lhe provocou uma "fractura devastadora" e o levou a unir-se ainda mais a Nossa Senhora e entrar na ordem dominicana em 1988 e na ordem franciscana em 1992. Foi ordenado padre em 1999.
Que Deus abençoe o Pe. Michel-Marie Zanotti-Sorkine. É sempre bom saber que por baixo do véu da idolatria imunda e da descrença ainda é possível encontrar focos de esperança.

A queda de Mosul, bastião cristão do norte do Iraque

Um artigo de Philip Jenkins no site Aleteia dá conta da queda da cidade iraquiana de Mosul (الموصل‎) às mãos do grupo extremista Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) no passado dia 10. Mosul foi um antigo centro assírio que conta com uma presença cristã desde o século II e foi uma base vital para a Igreja do Oriente, com mosteiros como os de São Mateus (Mar Mattai), São Jorge (Mar Gewargis) ou São Miguel (Mar Mikhael). Mosul, que fica no norte do Iraque, já chegou a ter tantos mosteiros e ermidas como a Irlanda. Tendo resistido aos persas, aos mongóis e aos curdos, o Cristianismo em Mosul parece ter finalmente chegado ao fim neste século XXI. Tariq Aziz, de seu nome verdadeiro Michael Yuhanna, um católico caldeu e ministro das Relações Exteriores de Saddam Hussein, era natural de Mosul e trabalhava num regime que garantia e defendia a liberdade de culto, mas a invasão norte-americana em 2003 permitiu que o terrorismo islâmico triunfasse. A campanha do EIIL está agora lá para acabar finalmente com a histórica resistência cristã, pois não é novidade nenhuma para ninguém que nos dias de hoje o Cristianismo é apenas e só a religião mais perseguida em todo o mundo e as vozes dos cristãos que sofrem perseguições são silenciadas, o que constitui um autêntico desastre humanitário. Como muito bem escreveu o autor, "Para quem se importa com o Cristianismo, essa tragédia é quase o fim do mundo".

Barcelona: praça de touros vai-se transformar numa mesquita

 
A praça de touros de Barcelona está em vias de se transformar numa mesquita. O projecto aguarda licenciamento depois de um emir do Qatar (é sempre gente de merda desses países de merda que financiam a islamização no Ocidente) ter oferecido mais de dois milhões de euros para arrancar com a obra, que incluirá várias salas para exposições, um centro de estudos do Alcorão e um museu de arte islâmica.
O conselho que eu dou aos espanhóis é o seguinte: sigam o exemplo de França e comecem já a enterrar carcaças de porcos na arena, que o tal emir desistirá logo da ideia...

Peanut, o novo cão mais feio do mundo


Peanut é o novo cão mais feio do mundo depois de ter ganho na Califórnia, nos Estados Unidos, o concurso que elege o mesmo. A sua dona, Holly Chandler, da Carolina do Norte, levou para casa um prémio de 1500 dólares, ou seja, cerca de 1100 euros (11 mil patacas). Holly já disse que vai usar esse dinheiro para ajudar cães vítimas de maus tratos e que precisem de ajuda financeira para tratamentos no veterinário, uma vez que Peanut, que foi adoptado por ela quando tinha um ano de idade, sofreu abusos e foi queimado num incêndio.

A justiça abrilesca é mesmo assim...

 
Envio daqui um abraço de solidariedade para este meu homónimo.

Ena, socialistas conscientes!

 
Ora até que enfim, socialistas conscientes! Um grupo de militantes do PS - Henrique Neto, Ventura Leite, Rómulo Machado e António Gomes Marques - escreveu um documento em resposta ao apelo de notáveis socialistas - António Almeida Santos, Jorge Sampaio, Manuel Alegre e José Vera Jardim - para que a situação do partido seja "clarificada" e para que os socialistas "não se enganem no adversário". Os militantes socialistas conscientes afirmam que foi o PS, nos anos de governação de José Sócrates, que "conduziu Portugal ao desastre" e que o PS voltar ao poder seria cometer um "crime contra a nação". Foi com o Sócrates que o PS preparou "o terreno para os cortes salariais para as privatizações feitas sem critério e para o descrédito das instituições". "Fomos nós, socialistas, que o fizemos e quanto mais rapidamente o compreendermos melhor será para o PS e para Portugal", pode-se ler no documento.
Ponde os olhos nisto, eleitores, para que não voltem a cometer a asneira de votar no PS!!

Mundial 2014: Argentina apanha a Suíça, França joga com a Nigéria

 
No grupo F, a Argentina fez o pleno de vitórias ao derrotar a Nigéria, que também se apurou, por 3-2. O astro Lionel Messi apontou dois golos (o Ronaldo é mesmo melhor que ele?), Masu apontou outros tantos, e Marcos Rojo, jogador do Sporting, apontou o golo que confirmou o triunfo argentino. "A Argentina tem muitos bons jogadores, mas Messi veio de Júpiter", afirmou o seleccionador nigeriano, Stephen Keshi.

 
No outro jogo do grupo, a Bósnia e Herzegovina despediu-se do Mundial com uma vitória sobre o Irão por 3-1, caindo de pé na sua estreia num Mundial. Edin Džeko, Miralem Pjanić e Avdija Vršajević apontaram os golos bósnios e Reza marcou para os iranianos. Foi, de resto, o único golo da selecção orientada por Carlos Queiroz na prova.

 
No grupo E, França e Equador empataram a zero e os franceses vão agora medir forças com a Nigéria. O Equador, que ainda tinha hipóteses de se apurar se vencesse o jogo, jogou quase toda a segunda parte com menos um jogador, por expulsão de Antonio Valencia.

 
A Suíça conseguiu ficar em segundo lugar no grupo E depois de ganhar às Honduras por 3-0 com um hat-trick de Xherdan Shaqiri, um suíço naturalizado nascido na antiga Jugoslávia e de ascendência albanesa, e vai agora jogar contra a Argentina nos oitavos-de-final.
 
 
E Portugal joga amanhã, dia 27 de Junho, aqui em Macau (à meia noite). Para nos apurarmos não basta apenas golearmos o Gana; é preciso também que a Alemanha nos dê uma ajuda e ganhe aos Estados Unidos (e recuperarmos de uma diferença de cinco golos). Dizem os factos que nós nunca terminámos uma participação na fase de grupos sem uma única vitória. "Sabemos que é difícil mas temos que lutar", garantiu Pepe. Paulo Bento frisou que não se demite do cargo: "Volto a dizer: o único responsável pelo que está a passar, principalmente ao nível de resultados, sou eu. Vou analisar quando for o momento. O meu sentimento hoje é o mesmo que tinha antes do jogo com a Suécia (play-off) quando transmiti o orgulho que tenho de estar na selecção e a gratidão que tenho para com estes jogadores. Sei da minha responsabilidade e também sei que, em Abril, cheguei a um acordo com a Federação que não tinha só a ver com os resultados no Mundial mas também com os objectivos para 2016 (Europeu). Aconteça o que acontecer, não me demito do cargo de seleccionador. Não é a minha intenção, também não é essa a intenção da Federação e do presidente. Com isto, tenho tudo dito".