quinta-feira, 17 de Janeiro de 2013

Milhares de africanos clareiam a pele

Nomasonto Mnisi: antes e depois
Um estudo recente da Universidade da Cidade do Cabo, na África do Sul, concluiu que uma em cada três negras do país branqueia a sua pele por querer ter "pele branca", para assim poder sentir-se bem. Uma das que branqueia a pele é a cantora Nomasonto Mnisi, de 30 anos, que disse que a sua nova pele lhe faz sentir-se mais bonita e melhor, tendo sido criticada pelos meios de comunicação social locais e também nas redes sociais (também a cantora norte-americana Beyoncé chegou a ser alvo de críticas por ter feito o mesmo). "Fui negra de pele escura durante muitos anos e queria ver o outro lado da coisa. Queria ver como é que é ser de cor branca e estou feliz", afirmou. "Agora sou feliz e a minha auto-estima é maior. Eu não sou branca por dentro, não falo inglês fluente, tenho filhos negros. Sou uma rapariga do bairro que mudou a sua forma de ver o exterior".
O branqueamento da pele inclui riscos como a possibilidade de contrair leucemia ou cancro do fígado e dos rins, para além da ocronosis, uma forma de hiperpigmentação que faz com que a pele ganhe uma cor roxa, devido à concentração de compostos químicos nos produtos de branqueamento. Segundo dermatologistas, há cada vez mais pessoas com a pele danificada de forma irreversível devido a anos e anos de branqueamento. A Organização Mundial da Saúde informa que quem mais usa esses produtos são os nigerianos: 77% das mulheres nigerianas usam-nos com certa regularidade. Seguem-se o Togo com 58%, a África do Sul com 35% e o Mali com 25%. De acordo com os psicólogos, os motivos que levam as pessoas, mulheres e homens, a branquear a sua pele deve-se à baixa auto-estima e também a um certo grau de "auto-ódio".
O estilista congolês Jackson Marcelle, há 10 anos a clarear a sua pele e conhecido como o Michael Jackson de África na sua comunidade, não teve problemas em dizer o que sente: "Rezo todos os dias e peço a Deus: 'Deus, porque é que me fizeste negro?' Não gosto de ser negro. Não gosto da pele negra". Confessou também que a sua mãe lhe colocava cremes quando ele era pequeno para o tornar "menos negro". "Gosto de gente branca. Os negros são vistos como perigosos. É por isso que não gosto de ser negro. As pessoas tratam-me melhor agora porque pareço branco".
Em muitas partes de África e também da Ásia, as mulheres de pele mais clara são consideradas mais belas, o que indica que têm mais probabilidades de conseguir encontrar um marido.
Então e onde é que fica o orgulho negro no meio disso?

19 comentários:

Pedro Coimbra disse...

E os brancos vão para a praia para ficar mais escuros.
Assim não dá, não é? :))

Anónimo disse...

Este é um problema mundial, na África, na América Latina e principalmente na Índia. Essas pessoas deviam ser ensinadas a se gostar como elas são!

Anónimo disse...

Isso é realmente uma coisa muito triste, Deus poderia ter feito as pessoas iguais...

Anónimo disse...

Olhando agora fotos de Nomasonto Mnisi, eu a achei mais bonita com sua pele mais escura, e tu?

wind disse...

Tudo começou com o esquisito do Mickel Jackson.

S.o.l. disse...

Opá... e onde está o orgulho branco quando ficamos horas e horas a estorricar ao sol para ficar morenos?

Ninguem está 100% bem como é, há sempre algo que alteravamos em nós.

Observador disse...

Não bastava lavar a cara com lixívia?

Gio disse...

Nestas margens do Atlântico os brancos passam o dia tostando ao Sol...

FireHead disse...

Pedro,

Eu não vou. Acho que cada qual devia orgulhar-se de ser o que é, mas parece que hoje em dia existe muita crise de identidade. Por aqui vê-se muitos bolicaos...


Anónimo das 03:21,

Isso é muito difícil, atendendo que a pureza está muitas das vezes associada ao conceito da clareza. Na Índia, por exemplo, as pessoas da casta mais alta - os brâmanes - são mais clarinhas e têm também olhos claros. Já os párias, que são os intocáveis, costumam ser muito escuros porque são impuros.


Anónimo das 03:26,

Se fôssemos todos iguais, onde é que estaria a piada? Acho que não foi Deus que fez as pessoas desiguais, com raças, mas sim a própria evolução do homem.


Anónimo das 03:26,

Pessoalmente nunca gostei muito de negras porque não aprecio muito a beleza negra, mas admito e gosto de certas excepções, em particular as mulatas como a Alicia Keys. Em relação à Nomasonto, não gosto dela mesmo, nem como era antes nem como é agora.


Wind,

O curioso é que os três filhos do Michael Jackson são brancos.


S.o.l.,

Tens de dizer isso a quem vai à praia, mas também é verdade que os portugueses sempre foram em regra mais escurinhos em relação aos nórdicos, pelo que também estão melhor protegidos do sol. A prova disso é que quando vêm para cá os bifes ou escandinavos à praia, ficam tipo lagosta. É falta de melanina na pele.


Observador,

Uma ideia, digamos, bastante radical. Talvez com Omo ou Xau seja menos doloroso.


Gio,

Ainda bem que eu não sou de ir à praia porque não gosto de apanhar sol...

S.o.l. disse...

:)

Eu tenho melanina a mais, mas é só nos ombros, no nariz e tal... é para compensar a falta de melanina no resto do corpo :P

Não és de ir à praia? Até te bato eu... nem um mergulho na água te convence a ir? Prometo que não te ponho a estorricar ao sol :D :D

Fatyly disse...

Isto não me diz nada, só sei que cada ser humano "nestas andanças" deveria assumir-se como nasceu e já basta o que aparece de desagradável em termos de doenças e muitos procuram-na com parvalheiras.

wind disse...

Firehead, não são filhos dele:)
Olha bem para eles e diz se é possível serem filhos dele. O mais novo até tem traços de índio:)

Anónimo disse...

Sobre a Nomasonto, também não a acho bonita, mas acho que ela estava melhor em sua cor original, pra ver a burrice que ela fez...

FireHead disse...

S.o.l.,

Quanto mais melanina a pele tiver, mais escura ela é. É por isso que os negros suportam melhor o sol que nós.
Não, um mergulho também não me convence. Porque haveria de me convencer? Eu tomo sempre banho de água fria, até agora no Inverno. Uma questão de hábito. :)
Mas era capaz de ir à praia só porque tu me estás a pedir. Tu é que te podes arrepender disso. :P


Fatyly,

Acredita que há mesmo pessoas que não gostam de ser o que são.


Wind,

Acredita, eles são mesmo filhos do tio Michael. Sabes que essas coisas da genética não são tão lineares assim. Eu tenho "compatriotas" macaenses mestiços que não parecem mestiços, mas sim brancos, até de olhos azuis e nascidos de mulheres de etnia chinesa.


Anónimo,

Diz o ditado que "quem está mal que se mude". Há gente que leva simplesmente isso à letra. O irónico é que vivemos num mundo onde os não-brancos podem ter com toda a legitimidade orgulho em serem o que são, mas se um branco diz que tem orgulho de ser branco é frequentemente conotado com racismo porque o branco ao fazer isso está a afirmar que é superior aos outros.

S.o.l. disse...

:)

E porque haveria de me arrepender?

FireHead disse...

S.o.l.,

Porque eu sou mau. Muito mau. :)

S.o.l. disse...

medooooo.... muito medooo :D

FireHead disse...

É bom que tenhas, LOL. XD

Ana disse...

Meu deus... estou absolutamente chocada!!
Sou negra com muito orgulhoo.. Nao trocaria o meu tom de pele por nada deste mundoo!
Para se ser digamos "aceite" em kualker meio social basta ter boas maneiras e saber estar!
A meu ver isto e um negro a promover racismo!