quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Mais escumalha para a Suécia!

Também na Suécia, o número de imigrantes que solicitam residência permanente no país como familiares de outros imigrantes já instalados no país irá aumentar cerca de 45% nos próximos dez meses, segundo o Ministério da Imigração sueco. Espera-se, portanto, para 2012, a entrada de mais 60 mil imigrantes em solo sueco, quando no ano passado essa cifra já chegava aos 41 mil.
A principal razão deste incremento de escumalha será um veredicto recente do Tribunal de Apelação dos Assuntos Migratórios, que amplia as facilidades concedidas a indivíduos do terceiro mundo com dificuldades para produzir documentos de identificação válidos para solicitar residência na Suécia. Calcula-se que a maioria dos pedidos será oriunda da retrógrada Somália.
Tenho sérias dúvidas de que isto seja a vontade genuína do povo sueco. Porque é que não realizam um referendo para ver se é isso que o povo realmente quer, ver o seu país inundado de ainda mais imigrantes terceiro-mundias sedentos de benefícios sociais? A malta da elite reinante (governo) não pára de trair o seu próprio povo...

Hospital sueco quer enfermeiras boazonas

"Se é enfermeira e é sexy, então venha trabalhar connosco", eis a nova campanha lançada por um hospital sueco de Estocolmo, a Stockholm South General Hospital. O estabelecimento anda à procura de enfermeiras bonitas e boas para o Verão...
Quando ficar doente de tal modo que precisar de ser internado, terei que emigrar. No Verão, claro.

Adolescente abateu a sua própria mãe

Um rapaz de 14 anos, Joshua Smith, matou a sua mãe a tiro enquanto esta dormia num sofá do quarto da sua casa em Detroit, nos Estados Unidos da América. Tamiko Robinson, de 36 anos, pressionava Joshua a não se juntar a um gang para deixar a vida do crime, razão pela qual levou o adolescente a matá-la. O seu padrasto e a sua irmã não foram assassinados porque conseguiram fugir pela janela. Segundo o tio do homicida, LeShaun Roberts, "Ele (Joshua) juntou-se a um gang e andava à volta de tipos de 20 anos. Queria ser um rapaz crescido e a mãe disse que não podia, pelo que ele fugiu".
Será feita justiça?

Boavista quer voltar para a 1ª liga

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa considerou nula a reunião que confirmou a despromoção do Boavista à Liga de Honra de futebol. O presidente axadrezado, Álvaro Braga Júnior, espera agora que o Boavista esteja na 1ª liga já na próxima época: "Espero ver o Boavista na 1ª divisão na próxima época. Acho que, aliás, não pode ser de outra forma" (o Boavista está presentemente na segunda divisão nacional). Álvaro Braga Júnior avançou também com a possibilidade do Boavista pedir uma indemnização devido ao impacto que a descida à Liga de Honra causou nas contas do clube, indicando que "as contas estão feitas", mas recusando adiantar os números.

Jaime Graça (1942-2012)

Infelizmente ontem foi também dia de luto para a nação benfiquista. Jaime Graça, antiga glória do Benfica das décadas de 60 e 70, faleceu aos 70 anos vítima de doença prolongada.
Requiescat in pace.

video

Tu és benfiquista de que colheita?

Porque há sempre tempo para o humor, aqui deixo aos benfiquistas uma pergunta que encontrei no blogue Ontem vi-te no Estádio da Luz:

Tu és benfiquista de que colheita?

Década de 40: Vi o Julinho levantar a Taça Latina e acho que sou peça fundamental no museu do Benfica.
Década de 50: Puto, ouvi pela rádio sermos campeões europeus em dois anos seguidos. Tenho no currículo 50.000 campeonatos e 30.000 Taças de Portugal. Agora suspirem.
Década de 60: Cresci com a barriguinha cheia e assim continuei - mas vi o Benfica perder demasiadas finais europeias para o meu gosto.
Década de 70: já só apanhei o Eusébio no Beira-Mar mas cresci com equipas fabulosas herdeiras da de 60. Não me posso queixar, mas quero que os meus filhos vivam o mesmo que eu.
Década de 80: Foi bom até aos 6-3. Depois aconteceu qualquer coisa de que não me lembro muito bem. Estou dispoto a esquecer tudo se me derem 2 campeonatos seguidos.
Década de 90: Sou do Benfica porque não há outra forma digna de existir. Títulos vi poucos mas sei que vou ser o gajo que mais canecos vai ver o Benfica ganhar. Até a Libertadores ganharemos, numa nova diáspora benfiquista!
Década de 00: É çó velhoz e romantikos lololololololol.... :) nasxi à 12 hanos e ganhei 2 kampeonatos. Kuando gánhármoz exte vou pó markes rirme de voxez todox ihihiihihihih lolada :)

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

108º aniversário do Benfica

Há precisamente 108 anos atrás, um grupo de 24 rapazes decidiu criar em Belém um clube para contrariar o poderio dos ingleses, então claros dominadores do futebol em Lisboa. Com uma política de "só com portugueses", o então Sport Lisboa conseguiu destronar os ingleses logo em 1907. A política nacionalista do clube durou 74 anos...
Parabéns, Sport Lisboa e Benfica, o maior clube do mundo e um dos setes clubes míticos nomeados pela FIFA!

Sporting de Braga na luta?

video

No derby minhoto da 20ª jornada da Liga ZON Sagres, o Vitória de Guimarães, que na jornada passada tão "brilhantemente" derrotou o Benfica, acabou vergado ao peso duma goleada: 4-0. Com esta grande vitória no Estádio AXA, o Sporting de Braga parece ter entrado na discussão do título, estando apenas a 3 pontos dos líderes.
A vitória braguista começou logo aos 4 minutos, com um cabeceamento bem sucedido de Elderson. Aos 19 minutos, Custódio fez o 2-0. A tarefa dos braguistas ficou mais fácil quando aos 31 minutos o árbitro João Capela entendeu que o vimaranense Leandro Freire agrediu Hélder Barbosa, deixando os de Guimarães a jogar com dez. Na segunda parte intensificou-se o ataque à baliza do guarda-redes vimaranense Nilson, com Lima a amplicar a vantagem através duma grande penalidade (e tornou-se no melhor marcador da liga, com 15 golos, uma vez que o benfiquista Cardozo parece já não saber o que é que é marcar golos...) e Ukra a confirmar a goleada já ao cair do pano. O ex-avançado do Benfica Nuno Gomes, que entrou nos últimos minutos do derby, ainda teve tempo de atirar ao poste.
O treinador braguista Leonardo Jardim não assume a candidatura ao título: "O que existe são os objectivos propostos pela direcção no início do ano e que me foram apresentados. Se o Sporting de Braga fosse candidato ao título não tínhamos dez pessoas na conferência de imprensa de antevisão ao jogo". Por sua vez, o treinador do Vitória de Guimarães, Rui Vitória, disse: "Não éramos os melhores na semana passada e também não somos os piores agora".
O comediante Nilton disse que Jesus (do Benfica, claro...) sempre faz milagres, pois ressuscitou o FC Porto. Será que afinal também ressuscitou o Sporting de Braga, o Bom Jesus de Braga?

França: «jovens» armam emboscada contra as autoridades

Segundo o Alerta Digital, na cidade francesa de Lognes, cerca de 30 «jovens» (que, como todos já estamos fartos de saber, é um eufemismo para dizer alógenos júniores...) atacaram os bófias que se encontravam a proteger os bombeiros que caíram numa emboscada. Tudo terá começado quando dezenas desses «jovens» resolveram provocar o caos nas ruas e virar os caixotes de lixo, tendo um deles telefonado aos bombeiros para dar falso alerta de incêndio. Assim que os soldados da paz chegaram ao local, foram atacados pela escumalha de origem imigrante magrebina e subssariana. A bófia surgiu de seguida, pronta para ajudar os bombeiros, e à medida que a situação piorava, iam chegando mais e mais viaturas policiais de reforços, chegando às duas dezenas deles. Os confrontos entre os que não deviam estar em França e as autoridades duraram cerca de uma hora, tendo os alógenos feito uso de petardos e bombas de fumaça. Estranhamente, ou não, ninguém foi detido. A única coisa que resultou daquilo foi a montagem de um dispositivo de vigilância para evitar novas situações de conflito durante a noite.
A esquadra de Champigny-Sur-Marne foi posteriormente atacada à pedrada por um grupo de «jovens» de 11 e 12 anos. A mesma esquadra já tinha sido atacada em Julho do ano passado durante duas noites seguidas com cocktails Molotov, petardos e fogos de artifício.
Será que ainda continua a ser difícil perceber o porquê de os movimentos de extrema-direita estarem a crescer "perigosamente"??

Rapariga morreu numa luta com colega

Uma adolescente de 11 anos, Joana Ramos, da Califórnia, morreu depois de ter lutado com uma colega da escola. De acordo com as autoridades de Long Beach, a rivalidade entre as menores devia-se ao facto de estarem ambas interessadas no mesmo rapaz.
Joana, que era aluna do quinto ano, morreu na noite da passada sexta-feira depois de ser levada de emergência para um hospital. Algumas horas antes, as duas rivais deslocaram-se a um beco junto à escola e, perante sete colegas que nada fizeram excepto assistir, levaram a cabo o "duelo" previamente combinado.
A polícia de Long Beach afirma que não há indícios de que tenha havido recurso a armas, restando agora esperar pela autópsia para se apurar a causa da morte.
Após a luta, Joana contou a uma amiga que não se sentia bem. "Estava a chorar e a dizer que tinha dores de cabeça. Disse-o ao reitor e depois telefonou aos pais, que a levaram ao hospital", disse a amiga. Três horas depois foi declarado o óbito.
E assim se perdeu mais uma vida tão nova...

O candidato felino

Na Virgínia, nos Estados Unidos da América, surgiu um novo candidato a lugar no Senado e que competirá com os antigos governadores George Allen e Tim Kaine. Trata-se do gato Hank de nove anos e natural de Springfield.
O felino "anunciou" a sua candidatura no início deste mês e declara-se como um "independente orgulhoso" com "uma experiência real do mundo, um ponto de vista único e uma energia ilimitada". A equipa por detrás de Hank pede ajuda a quem queira voluntariar-se na ajuda à campanha.
Enfim, só mesmo nos Estados Unidos, a "melhor terra de todas"...

video

Morcego de «nariz de repolho»

Foi descoberta uma nova espécie de morcego que tem o nariz cheio de saliências, no Vietname. O novo morcego, baptizado Hipposideros Griffini, é muito dócil. As estranhas protuberâncias sobre o nariz podem ajudar à ecolocalização, graças à qual o morcego captura as suas presas.
Mais uma espécie do único mamífero que voa.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Sangeeta e Vaishnavi

Vaishnavi é um menino indiano de doius anos de idade. A sua mãe, Sangeeta, perdeu os braços num acidente de trabalho e desde então é a criança que lhe dá de comer. A foto foi tirada em Bhopal, na Índia, no passado dia 20 de Janeiro.
Mãe é mãe e merece tudo o que há de bom de nós e quando vi esta foto não pude deixar de ficar comovido com tamanha solidariedade da criança para com a sua progenitora.

Debaixo dos meus pés está o chão. Debaixo dos pés da minha mãe está o Paraíso.

Dangi, o homem mais pequeno do mundo

Eis o novo homem mais pequeno do mundo reconhecido pelo Guinness: o nepalês Chandra Bahadur Dangi, que mede 54,6 centímetros e pesa 12 quilos.
O homenzinho, de 72 anos, sucedeu assim ao filipino Junrey Balawing, com 5,3 centímetros mais que Dangi, que tinha sido considerado o homem mais pequeno do mundo em Junho passado. "Se Chandra tiver realmente 72 anos, é de longe a pessoa mais velha a ser designada como o homem mais pequeno do mundo" desde a criação do Livro Guinness, há 57 anos, realçou Craig Glenday, editor da publicação.
Segundo Dangi, esta designação ajuda, de certa forma, a compensar anos de sofrimento. O nepalês ficou órfão aos 12 anos e foi criado por familiares. Para ganharem dinheiro, levavam Dangi para as feiras para o mostrar às pessoas. Mais tarde, Dangi trabalhou a tecer tiras de panos para sacos e raramente saiu da sua aldeia em Dang, a cerca de 350 quilómetros da capital Katmandu. Um dos sonhos de Dangi é conhecer "países estrangeiros e conhecer pessoas de todo o mundo".
Nada mau para um pequeno "jovem" de 72 anos.

E tudo começa no berço!

O investigador e psicólogo Luís Maia, autor do livro "E tudo começa no berço", defende que o mau comportamento das crianças é fruto da educação dada pelos pais que, por sua vez, é responsável em 90% dos casos por comportamentos inadequados como o bullying. O autor defende que é desde o nascimento da criança que se desenvolvem grande parte das suas características, positivas ou negativas.
"Perdoem-me pais, mas a culpa de muitos de nós não termos controlo sobre o comportamento dos nossos filhos, estou convencido, não é dos filhos, nem da sociedade: é nossa", escreveu, alertando para a necessidade de os pais estarem mais presentes na vida dos filhos. Através de exemplos práticos, Luís Maia pretende demonstrar como a desresponsabilização dos membros familiares e dos educadores próximos das crianças e adolescentes apenas contribui para a acomodação a uma "sociedade desumanizada". Baseado em 20 anos de prática clínica, o autor disse: "Na minha opinião cerca de 90% da responsabilidade do comportamento inadequado das crianças e adolescentes está sedeado nas práticas educativas nos primeiros dias e anos da criança", adiantando que na maioria dos casos são os pais que precisam de ajuda para se reorientarem na educação dos seus filhos.
Nos milhares de casos que já atendeu, quando começa a investigar as causas dos comportamentos inadequados das crianças quer sejam de indisciplina escolar, de violência contra os pares ou de outras atitudes antissociais, na maioria das vezes os pais foram orientados percebendo que eram as suas práticas educativas que deveriam ser alteradas. A má prática educativa ocorre em todas as classes socioeconómicas e mesmo em ambientes familiares normais quando por exemplo os pais se desautorizam em frente à criança, quando quebram rotinas ou quando delegam competências. Luís Maia concluiu dizendo que a sociedade desaprendeu a arte de educar os filhos a comportarem-se como deve ser, delegando nas estruturas essa responsabilidade.
Toda a gente sabe (ou devia saber) que a educação começa (ou devia começar) em casa...

Liverpool vence Taça da Liga Inglesa

Depois de seis longos anos de jejum, o Liverpool venceu finalmente um título ao derrotar o Cardiff na final da Taça da Liga. O último título que os reds tinham conquistado foi a Taça de Inglaterra em 2006.
O Cardiff, de uma divisão secundária, deu luta ao Liverpool e conseguiu até levar a discussão à lotaria dos penalties. O tempo regulamentar terminou com 1-1 e aumentou para 2-2 no prolongamento. Joe Mason, do Cardiff, inaugurou o marcador aos 19 minutos e aos 60 Skrtel empatou. Nos prolongamentos o Liverpool deu a volta ao marcador logo aos 3 minutos da etapa suplementar, por Kuyt. Quando os adeptos do Liverpool já cantavam vitória, Ben Turner voltou a igualar o marcador. No final, 3-2 nos penalties a favor dos reds: o capitão Gerrard e Charlie Adam falharam do lado do Liverpool e do lado do Cardiff falharam Kenny Miller, Gestede e Anthony Gerrard, primo do capitão dos reds e adepto do Liverpool...

video

Golo de calcanhar do Ronaldo

Em Espanha, tudo igual: o Real Madrid continua a liderar o campeonato com 10 pontos de vantagem sobre o Barcelona. Ambas as equipas ganharam os seus respectivos jogos, o primeiro ao Rayo Vallecano com o único golo a ser marcado por Cristiano Ronaldo, de calcanhar (como se pode ver no vídeo seguinte), e o segundo na visita ao Atlético de Madrid por 2-1.

video

Roubo com «nota artística elevadíssima»

Enquanto certos e determinados ranhosos regozijam e gozam com o Benfica dizendo que o senhor árbitro não deu um empurrãozinho para que o clube da Luz tivesse ganho o jogo de Coimbra, o Pablo Aimar e muitos outros jogadores de futebol vão continuando a sofrer impunemente situações à margem da lei. É pena a generalidade dos anti-benfiquistas não gostar do desporto chamado futebol por causa de um ódio que cega e tira a lucidez.

video

domingo, 26 de fevereiro de 2012

As cidades europeias mais «xenófobas»

Na Europa, a questão da imigração, ou melhor, da invasão alógena, tem contribuído nos últimos anos para o crescimento meteórico (e lógico) de partidos nacionalistas em países como a França, a Ucrânia ou a Holanda. De acordo com a Perception survey on quality of life in European cities, de 2010, podemos ficar a saber quais são as cidades europeias mais nacionalistas, ou xenófobas, se quiserdes ir na cantiga do politicamente correcto. À pergunta da sondagem "A presença de estrangeiros é boa para a cidade?", a resposta "discordo" ficou expressa nas seguintes percentagens:

Nicósia (Chipre): 65%

Atenas (Grécia): 56%

Liège (Bélgica): 48%

Turim (Itália): 44%

Nápoles (Itália): 44%

Antuérpia (Bélgica): 43%

Madrid (Espanha): 42%

Bolonha (Itália): 41%

Na lista estão também cidades como Roma (Itália), Essen, Dortmund, Leipzig (Alemanha), Oviedo, Barcelona (Espanha), Viena, Graz (Áustria), Bruxelas (Bélgica), Valletta (Malta) ou Ostrava (República Checa), todas elas com um índice de descontentamento popular na casa dos 30%.

Turquia VS União Europeia

A Turquia já anunciou solenemente que vai suspender as suas relações diplomáticas e oficiais com a União Europeia a partir de 1 de Julho de 2012. Porquê? Porque o Chipre vai assumir a presidência rotativa da União Europeia no segundo semestre deste ano, algo visto como gravoso para os turcos.
Vale a pena recordar que a Turquia já pediu a adesão à União Europeia muito antes de Portugal ter entrado, na então Comunidade Económica Europeia (CEE), e continua com tal pretensão. Ora, como pode um país maioritariamente asiático e que não comunga da mesma base civilizacional cristã que os restantes países da União Europeia pretender entrar na comunidade se depois não reconhece o Chipre, que é membro dessa mesma comunidade, como um país independente? O mais lógico é acreditarmos que a Turquia, se algum dia for aceite na União Europeia (esperemos que não, como é óbvio), reconhecerá a independência do Estado cipriota, ou então sugerirá a sua expulsão da união.
Enfim, a União Europeia é mesmo um manicómio em construção...

É impossível atenuar o fenómeno do ‘bullying’ sem o reforço da autoridade do professor

A minha bisavó era professora; a minha avó também era, e a minha mãe é professora reformada. Eu fui criado em um ambiente de autoridade de direito do professor. Naquela altura, os problemas de bullying eram tratados pelo professor por delegação dos pais das crianças — o que não significa que todos os casos de bullying tenham sido, então, detectados.

Eu fui educado em um ambiente em que os pais diziam ao professor: “Se o meu filho se comportar mal, o senhor professor, por favor, trate do caso como melhor entender”. E eu eduquei os meus filhos da mesma maneira: quando um filho meu se queixava de que o professor lhe tinha pregado um estalo, eu dizia-lhe: “E tu não te portaste mal? Eu vou perguntar ao professor o que se passou, e se de facto te portaste mal, levas outra vez!”; acto contínuo, ele reconhecia que se tinha comportado mal.

Salvo raras excepções, os professores “à antiga portuguesa” não se “vingavam” nas crianças; e mesmo essas excepções eram convenientemente “tratadas” pela Direcção Escolar do Estado.

A partir do momento em que o Estado se meteu entre os pais das crianças e os professores, criando legislação avulsa, por um lado, e minando a autoridade dos professores, por outro lado, o bullying tornou-se em um problema insolúvel: não tenham a mínima dúvida!

Há que voltar a dar ao professor a autonomia e a autoridade de direito que só beneficiam as crianças. E, infelizmente, a outorga dessa autoridade de direito poderá implicar que se diga a alguns pais: “se você acha que o seu filho é inimputável e não admite que ele seja castigado na escola por mau comportamento, resta-lhe uma solução: eduque-o em casa!”



Fonte: perspectivas

Corrida ilegal fez 2 mortos na A1

Uma corrida ilegal à uma da manhã de anteontem, em plena A1, junto à Póvoa de Santa Iria (Loures, perto de Alverca), provocou duas mortes. Segundo testemunhas, cinco carros de motor alterado atingiram "mais de 200 km/h a meio da recta".
João Florêncio, de 34 anos, e João Varandas, de 32, seguiam num Honda Civic e queriam ganhar a aposta na corrida ilegal, mas chocaram noutros concorrentes ao quilómetro 3,3, no sentido Norte-Sul, e os carros incendiaram-se. Florêncio e Varandas morreram queimados, encurralados pelas chamas, e outras seis pessoas ficaram feridas, sendo que quatro delas eram um grupo de amigos que nada tinha a ver com a corrida e que seguia para uma festa.
"Aquilo foi um inferno. Comecei a ver os carros a ultrapassar e quando dei conta já tinha um a entrar na traseira do carro do meu padrasto", disse Duarte, uma das seis vítimas que ficaram feridas. "Os outros dois carros incendiaram-se e já não havia nada a fazer para evitar aquilo tudo. Fui levado para o hospital e já não vi mais nada".
Os três carros foram levados para as oficinas da GNR para serem realizadas perícias e apurar as causas do acidente e a A1 esteve cortada ao trânsito durante cinco horas.

Mortalidade em Portugal subiu nas últimas 3 semanas

A mortalidade em Portugal esteve acima do esperado para esta época do ano nas últimas três semanas. Segundo a TSF, esta elevada mortalidade poderá ter como razões o frio e uma epidemia de gripe, mas ainda há certezas. Dados do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA) mostram que desde 2008-2009, altura em que se verificou a última grande epidemia de gripe acompanhada de frio intenso, que não se registavam tantas mortes. Segundo esses dados, na última semana morreram 3000 pessoas no país.
São poucos os que nascem e são cada vez mais os que morrem...

Benfica: alerta amarelo

A uma jornada de receber a equipa da ETAR do Freixo, o Benfica foi a Coimbra ceder um comprometedor empate ante à Académica. Foi o terceiro jogo seguido em que o Benfica não logrou vencer, depois do desaire na Rússia, naquele batatal de São Petersburgo, e em Guimarães. O pior que pode agora acontecer é os da ETAR do Freixo vencerem hoje o Feirense em casa, coisa que eu não tenho dúvidas que vai acontecer, e ficarem os dois primeiros classificados do campeonato com os mesmos pontos. Na noite de Coimbra, a falta de sorte, um guarda-redes adversário super inspirado e uma desastrada/desastrosa arbitragem do árbitro Hugo Miguel ditaram novo desaire benfiquista na presente época. A única coisa positiva foi o facto do Benfica não ter, finalmente, sofrido um único golo.
Comecemos pela falta de sorte. O Benfica, apesar de não ter feito uma boa exibição, criou oportunidades suficientes para ganhar o jogo. A Académica, principalmente na segunda parte, estacionou o autocarro à frente da sua área e limitou-se praticamente a jogar em contra-ataque para surpreender o Benfica. Num lance fortuito na segunda parte, um defesa da Académica conseguiu tirar o pão da boca a um jogador do Benfica, acabando por enviar a bola ao travessão da sua baliza. Depois, a exibição do guarda-redes francês Peiser, que esteve em noite sim, conseguindo anular sempre os remates do Benfica, chegando até a fazer defesas impossíveis a remates de Nélson Oliveira, Cardozo, Aimar, Nolito ou Witsel.
Em relação à arbitragem, influência directa no resultado em claro prejuízo do Benfica. Ainda na primeira parte, Cédric intercepta com o braço na grande área da Académica a bola cruzada por Bruno César e o árbitro nada assinalou. Aos 61 minutos, nova grande penalidade a favor do Benfica, por falta de Fábio Ferreira sobre Pablo Aimar, e o árbitro outra vez a deixar seguir o lance. Hugo Miguel deixou também muitas faltas à entrada da área da Académica por assinalar, amarelos por mostrar e pelo menos duas situações perigosas de ataque do Benfica foram mal anulados por fora de jogo inexistente. É certo que o Benfica voltou a não jogar bem, mas com arbitragens tendenciosas as coisas tornam-se sempre mais complicadas.
E assim, em dois jogos, o Benfica - que quase todos diziam sem pestanejar que vai seguramente ser campeão - cedeu 5 pontos e colocou os da ETAR do Freixo prontos para discutir o título. Com este resultado que eu diria encomendado, o estado psicológico e a força anímica do Benfica ficaram claramente afectados. Ainda por cima agora que os da ETAR do Freixo já não têm tantos jogos para fazer devido à eliminação da Liga Europa e poderão gerir melhor os jogos e o plantel...

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Plano maçónico para destruir a Igreja Católica?

O facto da Maçonaria estar infiltrada no Vaticano só podia conduzir a isso mesmo. São os sinais dos tempos e o cumprimento das profecias...

Cuidai de vós mesmos e de todo o rebanho, sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastorear a Igreja de Deus, que ele adquiriu com o seu próprio sangue. Sei que depois de minha partida se introduzirão entre vós lobos cruéis, que não pouparão o rebanho. Mesmo dentre vós surgirão homens que hão-de proferir doutrinas perversas, com o intento de arrebatarem após si os discípulos. Por isso, vigiai! (Actos 20,28-31)

Mais cristãos, menos ateus

Segundo o site protestantóide CBN, o estudo anual Status of Global Missions mostra que o número de ateus e não religiosos diminui a cada dia que passa enquanto que os religiosos vão sendo cada vez mais.
Nos últimos 11 anos, a categoria de "não religiosos" perdeu 700 adeptos por dia e a categoria "ateus" está a perder diariamente 300 adeptos (os iluminados ateus, como os do Diário Ateísta, não vão acreditar nisso!). Nesse período de tempo, 2,7 milhões de pessoas aderiram a uma religião, tendo 1,37 milhões deixado de ser ateus (em 41 anos o ateísmo perdeu 28 milhões de adeptos). No que diz respeito à verdadeira religião e às seitas, todas cresceram e continuarão a crescer.
O verdadeiro Cristianismo (e verdadeira religião), a Igreja Católica, possui 1160 milhões de crentes, aumentando este número em 34 mil por dia. O judaísmo atravessou uma crise, mas tem voltado a crescer e possui 14,9 milhões de crentes. Os gnósticos dos ortodoxos e dos protestantes são 1125 milhões, com um crescimento diário de 67 mil crentes no somatório de todas as seitas pseudo-cristãs. Os muçulmanos são cerca de 1580 milhões, com 79 mil novos fiéis diariamente (é a seita que mais cresce). A seita idólatra dos hindus conta com 952 milhões de seguidores, com um aumento diário de 37 mil. O budismo, com 468 milhões crentes, conta com 13,8 mil crentes novos por dia. O taoísmo e o confucionismo juntos têm 457 milhões de seguidores, com um aumento de 9,3 mil por dia. As religiões étnicas (pagãs) possuem 269 milhões de crentes e tem um aumento diário de 9 mil pessoas.

Refugiado paquistanês pede para que o Corão seja banido


Também em Espanha, o refugiado paquistanês Imran Farasat lançou uma petição para banir o Corão e enviou-a para vários membros do governo.
Farasat, autor do blogue World Without Islam, diz que o Corão não é um livro sagrado nem religioso, mas sim um livro violento cheio de ódio e discriminação responsável pela matança de inocentes e da destruição da paz no mundo. O Corão é o responsável pelo terrorismo, pelo ensino de coisas demoníacas, pela condenação da liberdade, do estatuto da mulher e dos não muçulmanos. Em suma, o Corão é uma merda que não cabe no mundo civilizado ocidental.
Entretanto, por causa da merda do Corão, já morreram 12 pessoas no Afeganistão no seguimento do quarto dia de manifestação contra a queima do Corão pelos soldados americanos numa base militar. Mais de 20 pessoas morreram desde o início dos protestos, incluindo dois soldados americanos. No ano passado, 24 pessoas morreram nesse mesmo país de merda em manifestações contra o pastor americano Terry Jones, que queimou uma cópia do livro que os muçulmanos consideram sagrado.

Que nacionalismo é esse??


Uma autêntica facada no nacionalismo catalão: o secretário da Imigração da Convergência Democrática da Catalunha (CDC), Àngel Colom, afirmou que a sociedade catalã está "cada vez mais madura para a independência" e garantiu que "estamos na penúltima etapa da autonomia da Catalunha", se bem que sublinhou que ainda não seja o momento de fazer um referendo a propósito da independência da região. "Todavia, ainda falta muito trabalho por fazer. E um dos trabalhos é precisamente integrar os 17% da população que vem de fora (até os não assimiláveis??). Agora temos de fazer um esforço para que (os alógenos) se sintam catalães e catalãs, e para quando puderem votar, votarem sim à independência".
Ou seja, segundo esse cromo, há que reverter o feitiço trazido pelos imigrantes invasores e fazê-los antes tornar-se catalães, quem sabe convertendo-os: "Em pouco tempo teremos de incorporar estes novos cidadãos para que se convertam em catalães (bruxo...). Os catalães têm o dever de abrir as portas do país (Catalunha) para que esta integração possa ser feita (têm o dever de receber a chusma alógena invasora??). Mas os que vierem para aqui têm de querer integrar-se (aí está o problema...)".
A loucura de Colom chegou a ir ainda mais longe: "É o objectivo que temos para a próxima década, que a gente que veio de fora e a gente autóctona catalã se mesclem (integração através da mestiçagem). Só assim fortaleceremos a pátria".
Eu já não me simpatizava com a causa catalã, então agora com gente assim à frente do nacionalismo catalão...

Adopção por casais gays chumbada

A adopção de crianças por parte de casais gays foi chumbada no Parlamento.
Como era de esperar, a maioria dos deputados dos partidos de Direita votou contra os dois projectos, de eliminação das cláusulas existentes na legislação que proíbem a adopção de menores por casais homossexuais, apresentados pelos desmiolados do Bloco de Esquerda e do partido "Os Verdes". O mais irónico foi o PCP ter também votado contra, ainda por cima por todos os seus deputados. O PS viu a sua bancada praticamente dividida. Entre os votos socialistas favoráveis estiveram os de figuras de primeiro plano como o ex-secretário-geral Ferro Rodrigues, pai da apresentadora da TV Rita Ferro Rodrigues, o ex-líder parlamentar Francisco Assis e o ex-ministro Vieira da Silva. No PSD, houve nove votos a favor e duas abstenções e no CDS/PP houve um voto (quem terá sido o cromo?) a favor e uma abstenção em relação aos dois projectos.
Os bloquistas e os "verdes" defendiam que se trata de acabar com uma discriminação (aham...) porque não é a orientação sexual que determina se uma família tem condições para adoptar uma criança, e de reconhecer direitos constitucionais, destacando ainda o Bloco que Portugal é o único país que permite o casamento homossexual mas proíbe a adopção a estes casais. As duas bancadas falaram na defesa do "superior interesse das crianças" (o quê??), referindo que milhares de menores vivem em instituições à espera de serem adoptados por uma família (sim, por uma família).
Mas como é que dá para contornar o problema de uma criança ser educada por duas personalidades masculinas, ou duas femininas? Sim, porque homem e mulher são diferentes, transmitem valores e sensibilidades diferentes. Um homem é sempre um homem e uma mulher é sempre uma mulher, e as crianças precisam é de um pai e de uma mãe!

Gato faz linguagem gestual



Foi colocado um vídeo na net que mostra como um gato aprendeu rudimentos de linguagem gestual para obter comida do seu dono ao aproximar a pata da boca para fazer um gesto que indica que quer ser alimentado. Vale a pena ver.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O Sporting é a única equipa portuguesa na Liga Europa

Depois da eliminação do fcp da Liga Europa, faltava saber se os Sportings continuariam ou não em prova. Vale a pena recordar que na época passada Portugal conseguiu colocar três equipas nas meias-finais da segunda competição da UEFA.

Na Turquia, o Sporting de Braga conseguiu a proeza de vencer, mas infelizmente para os braguistas a vitória não chegou para o apuramento (2-1 favorável aos turcos no conjunto das duas mãos). O brasileiro Lima fez o único golo que valeu o triunfo em Istambul. Antes do golo minhoto, aos 20 minutos, o ribatejano Rúben Amorim, emprestado pelo Benfica, desperdiçou a primeira grande oportunidade. O Besiktas também podia ter marcado, sobretudo depois da entrada de Hugo Almeida em campo à passagem da meia hora, derivando Quaresma para as alas. Leonardo Jardim apostou tudo no último quarto de hora com toda a carne no assador: Alan, Lima, Nuno Gomes e Carlão. Em vão. O Besiktas vai agora defrontar o Atlético de Madrid de Tiago, Sílvio, Falcao e Salvio.

O Sporting foi o único dos três representantes portugueses que teve mais sorte. Um golo do médio chileno Matías Fernández, a 10 minutos do final, chegou para colocar os leões nos oitavos-de-final da prova. O jogo com o Légia em Alvalade ficou também marcado por três lesões para o Sporting: Izmailov, Carrillo e Rodríguez. Os leões defrontarão agora o carrasco do fcp, o Manchester City.
A partida entre o Sporting e o Légia de Varsóvia começou a ser disputada fora do campo, com os adeptos das duas equipas a protagonizarem desacatos em Alvalade. Na véspera do jogo, 11 adeptos da equipa polaca foram impedidos de assistir ao jogo no estádio depois de terem sido detidos por um assalto a um estabelecimento comercial. Já depois do jogo, às 00:15, um autocarro com adeptos polacos embateu num automóvel ligeiro na Avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, acabando por vitimar o condutor da viatura, um homem de cerca de 40 anos. Quatro adeptos do Légia ficaram feridos e tiveram que ser assistidos no local. Segundo o DN, o acidente aconteceu depois de o autocarro, o último dos quatro autocarros que transportavam adeptos do Légia para o aeroporto da Portela, ter passado um sinal vermelho.

Lagosta gigante

O crustáceo gigante que recebeu o nome Rocky tem 12,2 quilos, 1 metro de comprimento e foi apanhado na costa do Estado de Maine, nos Estados Unidos da América.
Por acaso já marchava uma lagosta assada...

Itália: imigrantes ilegais ressarcidos por «danos causados»


O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou a Itália a pagar 15 mil euros a 24 imigrantes ilegais de África como recompensa pelos "danos causados" ao impedi-los de entrar no país!
A Itália, assim que interceptou os alógenos, enviou-os de volta para o buraco de onde vieram, a Líbia, contra a vontade deles (e será a vontade dos italianos receberem-nos na sua terra??). Tudo começou quando 11 somalis e 13 eritreus chegaram à ilha italiana de Lampedusa no dia 6 ou 7 de Maio de 2009, tendo sido interceptados pelas autoridades costeiras italianas. Os ilegais foram colocados em embarcações italianas e foram enviados de volta para a Líbia, onde foram entregues às autoridades locais.
De acordo como maçónico tribunal europeu que "trata" dos Direitos Humanos, com sede em Estrasburgo, tal acto viola o artigo 3 da Convenção Europeia sobre os Direitos do Homem, uma vez que os refugiados "foram expostos ao risco de ser maltratados na Líbia"! A Itália violou também o artigo 4 do protocolo da Convenção, que por sua vez proíbe a expulsão colectiva, como foi o caso.
Os 24 refugiados alógenos faziam parte de um grupo de 200 pessoas que embarcaram na Líbia em três embarcações ilegais que foram interceptadas pelas patrulhas italianas a 35 milhas de Lampedusa. Entre esses 200 ilegais havia 41 mulheres, algumas delas grávidas, e muitas crianças (é a táctica habitual...). 14 dos 24 imigrantes lograram obter o estatuto de refugiados no Verão de 2009.

Papéis para lésbicas ilegais!

Segundo o Alerta Digital, o governo do país vizinho concedeu o estatuto de refugiadas a duas africanas ilegais... por serem fufas!
O juiz do Registo Civil de Ceuta autorizou o enlace civil de Ingrid e Danielle, uma é cidadã dos Camarões e outra é da Guiné, e o governo reconheceu-lhes o estatuto de refugiadas por motivos da orientação sexual quando residiam no Centro de Estância Temporal de Imigrantes (CETI) na cidade autónoma, uma vez que nos seus países de origem os homossexuais sofrem perseguições. Actualmente na centro de refugiados da comunidade de Madrid, as fufas pretendem casar-se em Ceuta no próximo mês depois de há dois anos atrás terem chegado a essa cidade autónoma a bordo de uma embarcação ilegal.
No passado dia 9 de Agosto de 2010 ambas formalizaram o seu pedido de asilo em Espanha (bonita estratégia: primeiro chegam e depois pedem). O director do CETI, Carlos Bengoechea, garante que as fufas estão "muito integradas" e que até colaboram com várias ONG's.
Ora viva a liberal e multicultural Espanha!

Abortos em função do sexo

Mais uma notícia chocante: o jornal britânico The Daily Telegraph revelou que algumas clínicas privadas britânicas aceitam praticar abortos em mulheres que já conhecem e não estão satisfeitas com o sexo do bebé, em particular, como é óbvio, do sexo feminino. Uma reportagem com câmara oculta revelou que alguns médicos fazem abortos por um preço que varia entre os 240 e os 760 euros.
O ministro da Saúde britânico, o conservador Andrew Lansley, expressou preocupação com esta denúncia e indicou que iniciou uma investigação urgente sobre o assunto. A lei britânica de 1967 estabelece que os médicos só podem interromper uma gravidez até às 24 semanas se a saúde física ou mental da mãe estiver em perigo, mas nunca praticar um aborto em função do sexo do bebé.
As feministas que defendem o aborto com unhas e dentes devem estar divididas. Se por um lado rejubilam com as mulheres que fazem aborto a pedido das próprias, por outro lado devem ficar lixadas por saber que a maior parte dos bebés que não chegam a ver a luz do dia é do sexo feminino. Presumíveis futuras feministas pró-aborto, quiçá?

O racismo anti-branco: mitos e preconceitos

1. O mito do "berço de ouro"

O primeiro mito específico do racismo anti-branco é o mito do "berço de ouro". É a crença que ter nascido branco constitui uma vantagem inata em todos os domínios da vida, quer sejam privados ou profissionais. Devido à sua cor da pele, os brancos teriam o direito a todas as espécies de vantagens que lhes garantiriam uma existência fácil. Decorre, no espírito do racista que adere a esta crença, que uma pessoa de tipo europeu não poderá jamais comungar dos mesmos sentimentos nutridos por um ser humano que pertence a um outro grupo étnico. Este mito contém a sua própria negação: prova pela sua própria existência que os brancos podem ser vítimas de preconceitos racistas. O desemprego, a doença, a morte, a depressão, o luto, o racismo são dramas e dificuldades que os brancos sentem de maneira igualmente aguda e de modo igualmente frequente que os outros seres humanos. Ter nascido branco não é um seguro ou uma protecção contra as dificuldades da vida: a ampla maioria dos brancos não nascem ricos, bonitos e famosos. Declarar que ser branco é gozar de um privilégio inato é negar a plena humanidade aos que assim nasceram.


2. O mito da superioridade branca

O discurso sobre o mito da superioridade branca consiste, para os outros grupos étnicos, em tomar os brancos como bodes expiatórios dos seus falhanços. O mito da superioridade branca consiste em atribuir aos brancos a responsabilidade dos problemas possíveis e imagináveis que afligem um indivíduo pertencente a uma minoria étnica no seio dum povo branco e da nação que é o reflexo das suas aspirações e das suas capacidades, ou inversamente pertencente a uma maioria étnica num país onde habita uma minoria branca. A crença na superioridade branca atribui aos brancos intenções sistematicamente maliciosas em relação aos outros grupos étnicos. Assim, qualquer problema não resolvido por estes povos ou por estas comunidades será considerado como o resultado da má vontade dos brancos. Na realidade, não existe uma fatalidade que leve a que qualquer grupo étnico que entre em contacto com os brancos esteja condenado sistematicamente ao falhanço e a ser dominado por estes: hoje, o Japão e a Coreia do Sul são respectivamente a segunda e décima potências económicas mundiais, o que os coloca na frente de numerosos povos brancos. Nestes dois casos ninguém sugere em atribuir o mérito do sucesso destes povos aos brancos…

3. O mito do racismo específico

Para as pessoas que crêem no racismo específico do homem branco, os brancos serão sempre racistas por natureza. O racismo dos brancos é mais importante quantitativa e qualitativamente que o dos outros povos. Aderir ao mito do racismo específico do homem branco é demonstrar preconceitos racistas em relação aos indivíduos de tipo europeu. O racismo manifestado por certos brancos não é nem pior nem mais frequente que o dos indivíduos pertencentes a outros povos. Contudo, ele é muito mais documentado e mais frequentemente denunciado pelos meios de comunicação.


4. O mito da irracionalidade dos brancos

O mito da irracionalidade dos brancos é a crença segundo a qual qualquer conflito, qualquer tensão ou qualquer desacordo que podem emergir entre os brancos e os outros grupos étnicos não se pode encontrar a sua origem senão num comportamento irracional das populações europeias (por exemplo, o "sentimento de insegurança" imputável à "xenofobia" das populações brancas). Na realidade, o ressentimento ou a hostilidade dos brancos no que diz respeito aos outros grupos étnicos ou em relação a alguns dos seus membros podem ser perfeitamente justificados. Com efeito, de maneira colectiva ou individual, os membros dos outros grupos étnicos podem adoptar um comportamento, fazer opções políticas ou ter um discurso que é – directa ou indirectamente – preconceituoso em relação aos brancos. Estes preconceitos podem ser de natureza política, social, identitária ou física. Em situações de conflitos ou de tensão inter-étnicas, a apresentação do comportamento de indivíduos ou de populações brancas como unilateralmente racistas, xenófobos, sem fundamento e meramente irracionais deverão ser sempre acolhidos com cepticismo.

5. O grande preconceito

Ouando um conflito opõe um(a) branco(a) a uma pessoa pertencente a um outro grupo étnico. É sempre o(a) branco(a) que é o(a) agressor(a) racista e é sempre a pessoa pertencente a um outro grupo étnico que é vítima de racismo.


Fonte: Arqueofuturismo Online

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

A invasão uterina islâmica

Sabia o leitor que na Europa, desde os Açores até aos Urais, vivem cerca de 50 milhões de muçulmanos?
Na União Europeia, a população muçulmana estima-se em 20 milhões e o seu número cresce aceleradamente. Na Suíça a população islâmica é 5% do total da população. Na Rússia, 10%. Na Geórgia os muçulmanos são 12%, na Bulgária são 12%, 30% na Macedónia, 60% na Bósnia-Herzegovina e 80% na Albânia. Só em países como a Ucrânia, a Eslováquia, a Roménia, a Islândia, a Finlândia, a Irlanda, a Bielorússia e os países bálticos é que, por enquanto, a população muçulmana ainda é insignificativa. A República Checa, a Hungria e a Croácia também parecem escapar à invasão islâmica, pelo menos neste momento. Na Sérvia e no Chipre os muçulmanos são 19% e 18% das respectivas populações. A Polónia parece ter mais sorte neste aspecto.
Em todas as partes o rebanho islâmico cresce a olhos vistos. A invasão islâmica avança de forma imparável e o pior é que o islão é uma cultura/crença perigosa e infra-humana que favorece a poligamia, a pedofilia e o pressuposto alcorânico de que toda a mulher é um ventre para parir. Os imãs, ou os clérigos muçulmanos, fazem também a sua parte na propagação do islão como forma de acelerar a conquista da Europa através da natalidade expansiva, considerada neste momento como a melhor arma para conseguir esse fim, o que não põe de parte a possibilidade de ser utilizado no futuro mais ou menos próximo um outro meio para abreviar o processo de islamização.
A fertilidade muçulmana é a principal causa dos maiores distúrbios e conflitos que agitam o mundo actual. Já Samuel Huntigton afirmava no seu "Choque de Civilizações" que o ressurgimento do islão se deve aos índices espectaculares de crescimento demográfico e que o crescimento da população islâmica é um factor que contribui para os conflitos entre os muçulmanos e os outros.
A extraordinária explosão demográfica muçulmana está na origem do conflito argelino que ensanguentou o país durante cerca de duas décadas, das guerras dos Balcães e do Cáucaso, do estado permanente de agitação na Caxemira, dos conflitos contínuos no Curdistão turco, dos combates intermitentes do Sudão e da Somália, da guerra civil na Nigéria...
Nos anos 60 do século passado, os muçulmanos do Kosovo constituíam cerca de 60% da população da província jugoslava e nos anos 90 já eram 90%. Hoje são, depois da limpeza étnica levada a cabo contra os sérvios, 95% da população desse território usurpado (com o beneplácito da União Europeia a ajuda militar da NATO!). No Líbano, o equilíbrio étnico-religioso, favorável ainda há 25 anos atrás aos católicos maronitas, reverteu-se a favor dos muçulmanos devido à descontrolada taxa de natalidade da seita islâmica xiita. Na União Europeia, os bebés muçulmanos já constituem todos os anos 10% dos recém-nascidos, sendo 30% em Bruxelas e 60% em Marselha! De forma geral, a percentagem dos recém-nascidos muçulmanos está a aumentar dramaticamente. Na vizinha Espanha já nascem mais muçulmanos que espanhóis étnicos.
Em 1974, o então presidente argelino Boumedienne disse o seguinte na Assembleia da maçónica ONU em jeito de profecia que se cumpre: "Um dia milhões de homens abandonarão o hemisfério sul para irromper no hemisfério norte. E não o farão precisamente como amigos porque irromperão para conquistá-lo. E conquistá-lo-ão povoando-o com os seus filhos. Será o ventre das nossas mulheres que nos dará a vitória". Vale a pena salientar que também Kadhafi já dizia o mesmo: que o islão conquistaria a Europa sem o auxílio das armas porque a sua elevada taxa de natalidade daria conta do recado.
A "Política do Ventre" (que deu aos bósnios muçulmanos e aos albano-kosovares a vitória sobre os sérvios na antiga Jugoslávia com a decisiva ajuda do... Ocidente encabeçado pelos EUA!) é a estratégia de exportação de seres humanos para fazê-los ter filhos em abundância, sendo esse um sistema simples e mais seguro para apoderar-se de um território, dominar um país e substituir um povo ou subjugá-lo. Desde há um século que o expansionismo islâmico se desenvolveu à luz dessa estratégia. Hoje a ameaça do antigo presidente argelino está a ser cumprida na íntegra. Em todas as mesquitas da Europa a oração de todas as sextas-feiras vem acompanhada pela exortação que incita as mulheres muçulmanas "a parir pelo menos cinco filhos".
Quem conhece e passeia nas principais e mais famosas cidades europeias (Londres, Paris...) poderá ver com os seus próprios olhos que o repto do ex-presidente argelino é seguido à letra pelas mulheres muçulmanas, que em regra começam a ter filhos logo aos 16 ou 17 anos. É quase impossível não se cruzar a cada 20 metros com uma ou várias mulheres muçulmanas que estejam grávidas ou empurrando um carrinho de bebé (ou as duas coisas ao mesmo tempo) com uma "tropa" de uns quantos descendentes de diferentes idades e tamanho pululando em todas as direcções. Cada um desses "frutos" saídos dos úteros islâmicos são potenciais soldados de Alá, ou futuros parasitas sociais que viverão às custas dos contribuintes, ou presumíveis criminosos, ou degoladores de ovelhas ou bombistas-suicidas dispostos a ir para os ares por ordem do seu imã e em nome do seu venerável "profeta".
A autora de "A raiva e o orgulho", Oriana Falacci, disse que os muçulmanos "multiplicam-se como ratos". D. Fonseca, um cronista espanhol do século XVII, já previa, em 1612, que os muçulmanos iriam crescer muito mais que o número de espanhóis dentro de poucos séculos, pois eles se multiplicam como coelhos, dobrando o número populacional a cada 10 anos, um problema que os nossos antepassados souberam resolver sem apelo nem agravo. Basta lembrarmo-nos dos valorosos cavaleiros cruzados que defenderam a nossa superior civilização ocidental e cristã das cimitarras dos antepassados dos actuais muçulmanos invasores.
400 depois, devido a um abandono suicida de todo o sentimento nacional, uma decadência moral sem precedentes, uma deserção intelectual universal, uma renúncia indigna de todo o ideal, uma profunda falta de instinto de conservação e o abandono em proporções danosas da fé cristã que alicerçou a civilização do continente, aliado ao marxismo cultural selvagem e apátrida, a Europa desta vez estará à mercê dos invasores muçulmanos. Hoje enfrentamos a fúria ofensiva do ventre islâmico, que ameaça inundar-nos com a sua infindável estirpe. Enterrámos toda a ideia de luta, toda a vontade de esforço, todo o espírito de sacrifício, toda a vocação do progresso e entregámo-nos ao hedonismo, ao pacifismo, ao multiculturalismo, à igualdade universal e ao relativismo moral absoluto. Convencemo-nos que a submissão e o abandono são preferíveis à dignidade e à luta pela nossa própria sobrevivência. Contra toda a lógica e razão, ignorámos as lições da História e fizemos ouvidos moucos às advertências dos profetas que nos alertaram para a possibilidade de acontecer o que já está efectivamente a acontecer.
O despertar será duro.

Medalhão português num tubarão?


Em Klebang, na Malásia, uma senhora decidiu comprar um tubarão bebé no mercado local para cozinhar um prato para o seu marido e qual não foi o seu espanto quando, ao abrir o animal, se deparou com um histórico medalhão de 7,4 centímetros de diâmetro e 10 gramas de peso que os especialistas dizem ser um artefacto português do século XIII.
"Comprei dois tubarões no mercado e descobri o objecto dentro do estômago de um dos peixes", disse a mulher de 47 anos, que se chama Suseela Menon, ao jornal Malaysia Star.
O medalhão contém o rosto de uma mulher com uma coroa, que se crê ser da Rainha Santa Isabel, esposa do rei D. Dinis, "O Lavrador". Na outra face está um crucifixo com a inscrição "ANTONII".
A explicação para a presença de relíquias nacionais nas águas asiáticas prende-se com o período dos Descobrimentos e a passagem, no século XVI, de caravelas e naus portuguesas. O medalhão pode ter sido transportado por um soldado ou missionário português durante a colonização da Malásia, que esteve sob domínio português entre 1511 e 1641.

Operação Carnaval: 8 mortos


Oito mortos, 27 feridos graves e 256 feridos ligeiros em 884 acidentes de viação é o balanço final da Operação Carnaval 2012 da GNR nas estradas portuguesas.
O major Pimentel explica à Antena1 que a GNR fiscalizou 34 872 condutores, sendo as principais infracções o (habitual) excesso de álcool e o (não menos habitual) excesso de velocidade.
Nada de novo, portanto...

Intergaláctico para presidente!

Passemos agora dos OVNI's e alienígenas para um homem alienado: Phil Hill, um extravagante que diz ser "intergalático", conhecido por UFO Phil, quer ser presidente dos Estados Unidos e diz que conseguirá ganhar as eleições de Novembro sem um único voto porque conta com poderes extraterrestres!

video

"Eu estou a caminho de me tornar o novo presidente... Não se preocupe, (Barack) Obama, Mitt Romney e todos os outros que estiverem na corrida. A vossa candidatura não me vai afectar", disse UFO Phil.
Segundo o alucinado, os "pergaminhos secretos que são escritos por seres de outro planeta", e que ele diz ter em sua posse, dar-lhe-ão autoridade para assumir a presidência dos EUA sem precisar da eleição democrática. Assim que se tornar presidente, UFO Phil diz que irá constituir um "Senado para Relações Extaterrestres" para saudar a chegada dos "irmãos do espaço", encerrará todos os navios militares no mar em prol de uma nova frota de discos voadores com espaçoportos nas principais cidades do planeta e mandará também a Estátua da Liberdade ao raio que a parta porque quer erguer um símbolo muito superior, o "Monumento do Zaxon", o líder dos "alienígenas bons".
É mesmo caso para perguntar: mas onde é que este cromo deixou a sua nave?!

OVNI no Novo México

video

Parecem que eles andem nos Estados Unidos. Um suposto OVNI (Objecto Voador Não Identificado) foi filmado a aterrar numa zona industrial no Novo México. O jornal britânico Daily Mail informa que o vídeo amador foi gravado a partir de um automóvel, que circulava numa auto-estrada próxima, e descarregado no YouTube por Stephen Hannard, do Alien Disclosure Group, uma entidade britânica que estuda fenómenos extraterrestres. Vá-se lá saber como é que alguém de uma entidade dessas teve, justo ele, a sorte de filmar um objecto voador não identificado, objecto esse que, curiosamente, apresenta o logotipo parecido com a estrela norte-americana...

Manchester City não deixou fazer história

video

O "fóculporto" foi eliminado na Liga Europa depois de ter sofrido uma copiosa derrota por 4-0 (6-1 no conjunto das duas mãos) em Manchester frente ao City local. A equipa portuguesa até teve mais iniciativa de jogo, mais ataques e mais remates (mais do dobro dos do City), mas os citizens foram mais felizes na finalização e alcançaram um triunfo que não sofre contestação, mas demasiado pesado para as cores azul e a branca, triunfo esse que foi assistido ao vivo pelo treinador portista André Villas-Boas, que viu o jogo do seu clube ao lado dos mafiosos Pinto da Costa e Reinaldo Teles.
Logo aos 19 segundos, um erro de Otamendi permitiu a Kun Aguëro inaugurar o marcador! Aos 38 minutos, Nasri tira Helton do caminho e, com a baliza escancarada, atirou à trave da baliza portista, sendo o último lance de perigo da primeira parte. No recomeço do jogo, o fcp correu atrás do prejuízo com convicção, sempre com mais posse de bola, mais ataques e remates (17 ao todo) que o City, tendo o fusso do Hulk desperdiçado boas ocasiões. O infeliz Otamendi foi pontapeado na cara pelo seu colega Maicon e teve de ser substituído antes de, aos 77 minutos, Aguëro fazer o passe de morte para o bósnio Džeko que, na cara do golo, não perdoou. Na sequência do segundo golo do City, o defesa Rolando protestou por causa de um fora de jogo inexistente e acabou por ver o segundo amarelo e a consequente expulsão, enterrando assim a sua equipa que estava a jogar melhor que o adversário (o cabo-verdeano naturalizado português deve ter-se esquecido que estava a lidar com um árbitro estrangeiro...). Em dois rápidos ataques, os citizens alargaram o resultado através de David Silva e Pizarro.
Para a história ficou o facto do fcp ter voltado a perder em Inglaterra, onde o melhor que conseguiu foi empatar.

Umas horas antes da partida, a RTP informou-nos no noticiário da tarde, em nota de rodapé, que o jogo do fcp com o Manchester City era a contar para a Liga dos Campeões. Terão os profissionais do canal estatal comido daquela fruta oferecida pelo verdadeiro clube do regime??

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Viaja pelo mundo por causa do Facebook

ArLynn Presser é uma escritora americana de 51 anos que vive em Winnetka, Illinois, e que raramente saía de casa por ter agorafobia, ou seja, medo de lugares com muita gente ou espaços públicos fechados. A sua carreira de escritora deu-lhe a possibilidade de trabalhar em casa e garantiu que precisasse de sair pouco. A Internet tem sido a sua melhor aliada porque é graças a ela que AirLynn consegue interagir com outras pessoas. No Facebook ela tem 325 amigos com quem conversa e no ano passado decidiu conhecer todos os seus amigos da rede social em pessoa!
Primeiro escreveu um post no seu blogue sobre a decisão e, em seguida, começou a planear a realização do seu objectivo. O seu projecto chama-se Face to Facebook e ela já visitou mais de 13 países em mais de 39 voos, tendo conhecido, até ao final de 2011, 292 amigos. Para quem tinha pavor de voar, ArLynn já conheceu países como Taiwan, Coreia, Filipinas, Dubai, Itália, Malásia, Irlanda, Inglaterra e Alemanha. Dos seus 325 contactos, dois eram perfis de animais de estimação e 5 deles já tinham morrido. O projecto, diz AyrLynn, foi importante para ela, pois tratava-se de algo que ela tinha de fazer, operar uma mudança drástica na sua vida. "Percebi que, com os meus filhos fora, eu estava a ficar muito mais tempo sozinha e muito mais tempo à frente do computador", disse.
Encontrar os seus amigos do Facebook não foi sempre fácil para ela. Ele chegou a ter ataques de ansiedade. Outras vezes, ela teve colapsos emocionais e momentos de pânico. Por razões de segurança, ela esteve sempre acompanhada na viagem, e garantiu que as reuniões fossem realizadas em público.

«És castanho porque vieste de África?»

O politicamente correcto no Ocidente já atingiu proporções claramente epidémicas: no Reino Unido, um rapazinho de sete anos foi acusado de racismo depois de ter feito uma pergunta ao seu colega sobre a cor da pele deste: "És castanho porque vieste de África?"
A mãe do menino, Hayley White, de 29 anos, diz que recebeu uma chamada telefónica no mês passado que lhe informou do "incidente racista" que envolveu o puto, Elliot, e foi chamada à escola, a Griffin Primary School em Hull. "Disseram-me que eu tinha que assinar um documento de reconhecimento sobre o facto de o meu fiho ter tido uma atitude racista, o que será submetido à autoridade educacional local para uma investigação", disse White. "Recusei-me a assiná-lo e disse à professora que não concordei de maneira nenhuma que se tratou de um acto racista. O meu filho gosta de fazer perguntas e isso não faz dele racista. Ele disse-me 'eu só estava a fazer uma pergunta. Não queria ser mau' e estava muito triste com isso". A mulher quer agora tirar o seu filho da Griffin Primary School.
Claro, a vítima em questão não era uma caucasiana porque se tivesse sido, sei lá, vamos supor, uma criança branca vítima de um muslo infra-humano, de um conguito ou de um lelo, a situação nunca atingiria proporções como a de Elliot. Pobre Elliot, o teu próprio país, do Ocidente, da raça humana branca, está um traidor e pêras...

A atitude «dhimmiesca» da NATO

Segundo a agência noticiosa Reuters, o comandante das tropas da NATO no Afeganistão, John Allen, fez um pedido de desculpas e deu ordem para a abertura de um inquérito depois de relatos de que soldados americanos terão queimado exemplares do Alcorão, o que provocou uma manifestação de mais de 2000 afegãos junto a uma das principais bases norte-americanas no país. "Assim que soubemos que isto aconteceu, interviemos imediatamente e pusemos-lhe fim. O que foi recuperado será tratado devidamente pelas autoridades religiosas competentes", explicou, numa tentativa de "apaziguar a ira que o incidente provocou", coisa que pode afectar as relações públicas para os esforços de pacificação no Afeganistão antes da retirada das tropas estrangeiras em 2014. "Estamos a tomar medidas para que isto nunca mais volte a repetir-se", acrescentou.
A notícia dos Alcorões queimados provocou logo um sentimento de revolta entre os imbecis afegãos idólatras, tendo muitos deles atirado pedras contra os muros da base americana e entoado palavras de ordem como "fora com os estrangeiros".
E é assim que esse lacaio da suposta nação mais poderosa do mundo demonstra o cagaçal que tem perante o mundo islâmico, comportando-se como um autêntico dhimmi. Todo o mundo já sabe que esses muçulmanos nunca estão satisfeitos com nada e qualquer coisinha serve para ofendê-los e levá-los a provocar um alvoroço histérico. Então e a quantidade de Bíblias que os muçulmanos queimam e destroem? E a quantidade de igrejas pelo mundo islâmico fora que são vandalizadas, incendiadas ou bombardeadas? Então e a quantidade de cristãos que são constantemente perseguidos, torturados e assassinados pela merda islâmica em forma de gente? Onde é que está a merda do pedido de desculpas dos muçulmanos, pá??
Olho por olho, dente por dente!!

Carregai nos manifestantes!

As forças policiais espanholas carregaram nos manifestantes no quarto dia de protestos estudandis no centro de Valência.
O ministro de Justiça espanhol, Alberto Ruiz-Gallardón, já defendeu os polícias contra os pais dos estudantes, dos líderes políticos regionais e também dos representantes da sociedade civil, afirmando que o Governo defenderá sempre o direito à liberdade de expressão e manifestação, mas, no caso dos incidentes de Valência, os polícias foram "violentamente agredidos": "Não temos muita simpatia pelos que atacam os que tornam possível que você e eu sejamos pessoas livras numa nação livre".
Pelo menos 16 pessoas, entre as quais 11 polícias, ficaram feridas e 22 pessoas, incluindo cinco menores, foram detidas, na sequência dos confrontos entre estudantes e a polícia. "Não seria adequado, de nenhuma das formas, que equiparássemos o que é uma reacção perante uma violação dos comportamentos que estão admitidos numa sociedade democrática e o que é uma reacção não apenas legítima mas exigida para restabelecer essa garantia dos direitos fundamentais", afirmou Ruiz-Gallardón.
É isso mesmo, mostrem de que lado é que está a autoridade! Se os manifestantes se comportassem como deve ser, de certeza que não levariam...

Sara Norte foi presa

A ex-actriz Sara Norte, filha do actor Vítor Norte, foi condenada a 16 meses de prisão efectiva por tráfico de droga e vai cumprir pena no centro penitenciário de Algeciras, Espanha, a seu pedido.
Sara, de 26 anos, foi detida pelas autoridades espanholas a 6 de Fevereiro em Algeciras quando regressava de Marrocos. No momento da detenção levava no estômago cerca de 800 gramas de haxixe e mesmo assim só apanhou 16 meses! O pior é que Sara poderá regressar a Portugal depois de cumprir 2/3 da pena.

Em declarações à TVI, a sua mãe Carla Lupi fez votos para que ela tenha um bom comportamento para poder assim ser compensada com uma saída mais cedo do centro penitenciário.
Não foi uma justiça perfeita mas pelo menos fez-se alguma justiça...