quinta-feira, 19 de abril de 2012

A saudação do punho fechado é de extrema-direita, é!

Segundo a BBC, a saudação com o punho fechado tem sido mais usado ao longo da História por grupos de esquerda e de defesa de grupos oprimidos do que pelos de direita. Há punhos fechados em cartazes de sindicatos em 1917, em fotografias de anti-fascistas espanhóis nos anos 1930, e ainda no logótipo feminista do punho fechado dentro do símbolo do género feminino. A emissora britânica fez questão de lembrar que Lee Harvey Oswald fez a mesma saudação depois de ter sido detido pela morte de John F. Kennedy, e Carlos "o Chacal", também. 
O psicólogo Oliver James afirma que o sinal é popular "porque junta conotações de resistência, solidariedade, orgulho e militância num gesto simples": "É um modo de indicar que pretendes combater uma força poderosa, malévola e institucional, com a tua própria força - és um indivíduo que se sente ligado a outros indivíduos para lutar um statu quo opressivo."


Breivik disse que "A nossa saudação não tem nada a ver com a saudação romana onde a palma está virada para baixo com os dedos juntos", também usada pelos extremo-esquerdistas dos nacional-socialistas.


Nas Jogos Olímpicos de 1968, Tommie Smith e John Carlos protestaram, com o punho fechado, contra o tratamento dado pelos EUA aos negros do país.


Em 1975, ou seja, depois da revolução dos cravos, Portugal tinha unidades militares inteiras que saudavam com o punho fechado. A foto de cima retrata o juramento de bandeira no Ralis.


Porque é que o Lula da Silva cerrou o punho direito? Por causa da sua faceta sindicalista e de companheiro ou camarada?


Os jogadores do Légia de Varsóvia saudaram os seus adeptos no Estádio José Alvalade. O comportamento dos jogadores e dos adeptos polacos foi denunciado nos jornais, como aconteceu com o Record.


Manifestante da classe operária numa iniciativa contra as políticas anti-operárias. O punho fechado é usado no caminho da luta de classes contra o imperialismo e o capital a favor do povo trabalhador.


O quê, também tu, Super-Homem??

11 comentários:

Martini Bianco disse...

Lol... e lá os jornaleiros ficam sem argumentos, só que estas reacções são boicotadas pela imprensa e todo o resto da comunicação social o que é pena.

FireHead disse...

Por acaso a notícia veio no jornal Público. :)

Pedro Coimbra disse...

Essa de ligar o punho fechado à extrema-direita também é novidade para mim.
Será que vamos descobris que a suástica é, afinal, um símbolo comunista??
Por este andar...

Observador disse...

Não vejo que a questão esteja a ser considerada como 'nazi'. Essa tinha uma 'dinâmica' especial.

Se é símbolo de revolta, de poder, de outra coisa qualquer, talvez.
Mas nada de misturas.

O gesto de Breivik demonstra, a meu ver, a força da sua organização.

Se é uma força do mal ... é outra estória.

FireHead disse...

Pedro,

Vale tudo para atacar a Direita neste mundo. Em relação à suástica, ela não é seguramente comunista mas sim pagã. No hinduísmo a suástica está muito presente. Também no budismo.

FireHead disse...

Observador,

Pois é, mas como os nossos média são ignorantes, confundindo nazismo com extrema-direita (para gáudio dos esquerdistas), não se esperava outra coisa.

AC disse...

Para mim a simbologia associada ao punho fechado é de extrema esquerda..de direita desconhecia.

E o Super homem também???? Significa power, força.

FireHead disse...

AC,

A questão não é essa. A questão é os média serem ignorantes. Se dizem que Breivik fez a saudação nazi, está certo. Mas se depois também dizem que a saudação é de extrema-direita, enganam-se.

Vicente Moragas disse...

Muito bom o seu site. Abração de Brasília. To caminhando no meu ainda. Vamos ver no que dá. Abraços.

FireHead disse...

Vicente,

Obrigado! Aparece sempre por aqui para comentar e boa sorte também para o teu blogue! :)

Anónimo disse...

http://edsonjnovaes.wordpress.com/2014/02/04/o-pai-da-propaganda/