terça-feira, 31 de maio de 2011

Benfica campeão europeu há 50 anos atrás

Faz hoje precisamente meio século que o Sport Lisboa e Benfica se tornou no primeiro clube português a sagrar-se campeão dos campeões europeus depois de vencer na capital suíça, Berna, o poderoso FC Barcelona por 3-2.
Acho que dificilmente um clube português conseguirá vencer um colosso espanhol como conseguiu o Benfica há 50 anos atrás e também há 49 anos atrás (ano em que venceu o não menos poderoso Real Madrid, então vencedor de cinco Taças dos Campeões Europeus, por 5-3 e revalidou o título de campeão europeu). O Benfica de então orgulhou Portugal, que vivia nos tempos do Salazar, e ganhou a admiração de todo o mundo amante do futebol.

Ainda que de forma um pouco inesperada, o Benfica ganhou à favorita turma catalã em Berna e o falecido José Águas, pai do ex-jogador Rui Águas, tornou-se no melhor marcador da competição dessa época com 11 golos marcados.
A vitória sobre o Real Madrid na época seguinte projectou definitivamente o Benfica a nível internacional, fazendo com que, apesar dos muitos anos de insucessos internacionais que perduram até aos dias de hoje, o clube da águia continue a ocupar um honroso nono lugar no ranking dos melhores clubes europeus de sempre (o Benfica é considerado pela FIFA um dos dez clubes míticos).

video

Hong Kong Flower

Existem super-heróis da vida real que surgiram para combater o crime, mas em Hong Kong surgiu uma sexy heroína, a Hong Kong Flower, que se dedica à solidariedade para com os mais necessitados.
Hong Kong Flower veste-se de forma sexy, usa uma máscara e tem sido vista à noite nas zonas mais pobres da antiga colónica britânica a distribuir comida e dinheiro aos mais pobres, entre eles velhotes e solitários. A heroína diz que faz o que faz como forma de protesto pelo falhanço do governo da região administrativa especial no combate à pobreza extrema.
A heroína, como é óbvio, não revela a sua identidade (diz apenas que é "de uma família abastada conhecida de Hong Kong"), mas as especulações apontam para que seja a neta do antigo vice-primeiro-ministro da República Popular da China Wan Li, Wan Baobao.

Sexo no museu deu cana

Segundo o jornal chinês Nanfang Daily, o artista chinês Cheng Li, de 57 anos, foi condenado a um ano de trabalhos forçados depois de ter protagonizado um acto sexual durante uma exposição no museu de arte contemporânea de Songzhuang. Cheng Li foi detido durante a performance, que atraiu um grande público, por perturbar a ordem pública, gerando a discussão se o acto sexual, ou a "obra" segundo o artista, é de facto uma arte ou uma pura obscenidade.

Bangladesh has faquir

Uma quarentona do Bangladesh, Monju Begum, mãe de três filhos, cortou o pénis de um vizinho que a tentou violar em sua casa que fica em Mirzapir, Jhalakathi, a 20 quilómetros da capital Daca, e levou o coiso à polícia como prova.
O vizinho em questão, Mozammel Haq Mazi, um homem casado e pai de cinco filhos, vinha assediando Monju há cerca de meio ano, mas recusa as acusações alegando que ele e a Monju tinham um caso e que ela até sugeriu fugirem para Daca, mas ele preferiu não abandonar a mulher e os seus cinco filhos. Infelizmente para Mazi, segundo o cirurgião do hospital universitário Sher-e-Bangla e do hospital da cidade de Barisal, o pénis não poderá ser reimplantado porque foi levado já demasiado tarde para o hospital. E, para piorar ainda mais as coisas, vai mesmo ser preso.
"Nós vamos prendê-lo assim que a condição dele melhorar", afirmou o porta-voz da polícia, Abul Khaer. "Ela disse que ela reagiu, cortou o seu pénis e trouxe-o para a esquadra da polícia para provar que o senhor Mazi a tentou violar", acrescentou.
Acredito que o senhor Mazi não vai ter uma vida fácil na prisão devido ao seu estatuto de homem sem picha...

Islâmicos atacam IKEA

"Sharia" na Crimeia

Uma jovem de 19 anos foi apedrejada até à morte ao pé da sua casa depois de ter participado num concurso de beleza na República Autónoma da Crimeia (a vermelho no mapa da foto), na Ucrânia. Os amigos de Karya Koren, assim se chamava a rapariga, dizem que ela gostava de roupas e de moda, e que inclusive chegou a ficar em sétimo lugar num concurso de beleza anterior.
Três jovens reivindicaram o homicídio "em defesa das leis islâmicas". Um deles, Bihal Gaziev, de 16 anos, foi detido pela polícia e afirmou às autoridades que Karya "violou as leis da sharia", acrescentando que não se arrepende do que fez.
A península da Crimeia, situada na costa setentrional do Mar Negro, tem uma forte implantação muçulmana devido ao facto de ter sido invadida por turcos otomanos em 1475 (e antes deles estiveram os mongóis com Haci I Giray, um descendente de Gengis Khan). Em 1777 os príncipes tributários otomanos, que até então reinavam em Crimeia, foram derrotados pelo general russo Suvorov, tendo toda a região sido posteriormente anexada à Rússia em 1783.

A tolerância muçulmana em França

Na República (Islâmica) da França, respeitinho pelo islão.

video

Vandalizaram o placar

Que boa notícia! Vandalizaram o placar do slogan que diz que Jesus é um profeta do islão, em Victoria Road, Rozelle, na Austrália (notícia original: Jesus, profeta do islão?).
O organizador do grupo MyPeace, Diaa Mohamed, condenou o acto e disse que o vandalismo só valida a razão pela qual os placares foram colocados (só se for o facto dos placares fazerem com que os não-muçulmanos fiquem ainda com mais ódio para com a seita islâmica!). Diaa Mohamed acrescentou que, desde que os placares foram colocados na semana passada, recebeu várias chamadas e e-mails de cristãos, ateus e muçulmanos a concordarem e a apoiarem a iniciativa (mentira! Os cristãos jamais aceitariam a afronta de que Jesus foi um profeta do islão!): "somente 10% das chamadas telefónicas foram realmente ofensivas, com gente a dizer-me para voltar para a minha terra porque ninguém quer muçulmanos aqui" (Diaa Mohamed é mesmo um típico muçulmano mentiroso).
Porque é que não colocam placares com mensagens como a que vemos em baixo? Se os muçulmanos podem fazer campanhas anticristãs num país moldado pelos valores cristãos, porque é que os cristãos não defendem a sua civilização e contra-atacam?


O islão ensina o assassínio. Jesus ensina a paz.

Vietnam Cops

O Vietname pretende implementar novas e rígidas regras aos seus bófias, que são considerados "muito corruptos" e "preguiçosos" pela maioria dos vietnamitas. Em breve os agentes da autoridade deixarão de poder fumar, conversar, comer, meter as mãos nos bolsos ou usar óculos de sol durante o horário de expediente. Escusado será dizer que deverão também deixar de "esconder atrás das árvores para caçar infractores" (esta é boa!), ler livros ou revistas, fazer chamadas telefónicas não relacionadas com o trabalho, beber bebidas alcoólicas ou comer nos restaurantes de rua, como é hábito entre os bófias vietnamitas. Segundo os novos regulamentos do Ministério da Segurança Pública, os polícias deverão passar a "comportar-se adequadamente e manter-se na posição correcta". Resta agora saber se essas medidas surtirão efeito.

Cinco mortos nas praias

A época balnear ainda não começou e já morreram cinco pessoas afogadas nas praias portuguesas. Em relação ao ano anterior, este ano haverá um reforço de mil novos nadadores-salvadores e também de patrulhamento em terra durante toda a época balnear. O comandante Nuno Galhardo Leitão, porta-voz do Instituto de Socorros a Náufragos, disse que "não é por haver mais meios que a costa fica mais vigiada. É impossível ter atrás de cada banhista um nadador-salvador".
Eu era para escrever o meu ponto de vista acerca disso, que não é nada agradável para os amantes da praia, mas abstenho-me de o fazer por respeito a todos os que já morreram nas praias.

E porque não?

O presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, sugeriu na entrevista concedida à TVI que a Polícia Judiciária devia investigar também o FC Porto: "Devia ser criada uma brigada especial da Polícia Judiciária, não uma brigada do sul e outra do norte, porque a norte esquecem-se muito, mas uma brigada especial que investigasse os contratos de alguns clubes, nos últimos dez anos". E acrescentou: "Podiam investigar o primeiro e o segundo classificados desta época" (FC Porto e Benfica).
Luís Filipe Vieira aproveitou também para atacar indirectamente o líder da agremiação portuense a propósito das recentes investigações levadas a cabo pela Polícia Judiciária no estádio da Luz: "Saiu uma notícia de um determinado senhor, e logo fui confrontado com este caso. Sempre que sai uma notícia do Apito Dourado, surge logo alguma coisa com o Benfica". O presidente do Benfica fez questão de frisar que a sua vida "se pauta pela transparência" e que instituiu esse mesmo princípio no clube. "Não pode haver suspeita", disse. "Não fujo. Estou cá e sempre disponível, a qualquer hora, a prestar declarações e esclarecimentos que julguem necessários".
À entrevistadora Judite de Sousa, mulher do conhecido benfiquista Fernando Seara, Luís Filipe Vieira mostrou os documentos relativos à contratação do guarda-redes frangueiro Roberto, mostrando-lhe que tudo foi pago de forma legal e transparente. "Na nossa casa, todos os contratos são auditados. Não pagamos a off-shores", garantiu. "Todas as transferências pagas pelo Benfica foram parar aos cofres do clube. (...) Costumo dizer que o dinheiro deixa rasto. A Polícia Judiciária só não encontra o dinheiro se não quiser".
Senhor presidente, veja lá se a Polícia Judiciária não vai à sua casa com um mandato. Se isso acontecer, é bom que também tenha conhecimentos entre os bófias, pois se calhar pode vir a ser preciso fugir para a Galiza no dia em que se der a rusga...

«Não compramos árbitros»

O jogador do Barcelona Gerard Piqué, na foto ao lado da sua namorada Shakira durante o concerto da colombiana no estádio olímpico da cidade para comemorar a recente conquista da Liga dos Campeões em Londres, enviou um recado ao treinador português José Mourinho que estava a treinar o FC Porto na época de 2003/04, altura em que deu início ao processo Apito Dourado. No final do campeonato dessa época, o FC Porto perdeu seis pontos por ter tentado corromper árbitros (por ter tentado?) e Pinto da Costa foi suspenso por dois anos. No meio dos festejos, Piqué disse: "Não nos drogamos, não nos atiramos ao chão e não compramos árbitros, apenas jogamos futebol".
Comprar árbitros com envelopes, frutas, cafés, viagens para o Brasil ou dopar jogadores, como admitiu o ex-jogador do FC Porto Fernando Mendes, são práticas normais de um determinado clube português e infelizmente Portugal é um excelente país para os bandidos. Caso contrário o Apito Dourado teria sido como o Calciocaos.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Rússia Islâmica

Um líder islâmico russo, Talgat Tadzhuddin, quer que o quarto crescente (o símbolo do islão devido ao facto de Alá ser o deus da lua segundo o paganismo árabe) seja acrescentado na bandeira nacional russa. Durante uma entrevista concedida a um jornal russo com grande circulação, o imã Tadzhuddin, que lidera a Associação Central Espiritual dos Muçulmanos da Rússia, apelou à adição do crescente islâmico no emblema russo.
A reacção não se fez esperar: Georgiy Vilinbahkov, líder da Heraldry Service da Rússia, afirmou que "de acordo com esta lógica (do imã Tadzhuddin), nós vamos ter que mudar o nome da Rússia, colocar uma tira verde na nossa bandeira e mover a capital de Moscovo para algures entre a Europa e a Ásia".
As tensões entre os russos e os muçulmanos já são antigas. O país esteve envolvido num certo número de disputas através da fronteira a sul, zona essa de populações maioritariamente muçulmanas que desejam a autonomia e domínio islâmico contra o exército russo, vindo logo à baila o caso actual da Tchechénia que obriga até aos dias de hoje Moscovo a lidar com os separatistas muçulmanos da região.
Os muçulmanos são um problema em qualquer parte do mundo. Se forem uma minoria nos países onde vivem, eles podem até ser capazes de não causar problemas, mas procuram gradualmente aumentar a sua população que é para terem força suficiente para fazer exigências à sociedade de modo a sentirem-se adaptados de acordo com as suas leis bárbaras. É isso que está, de resto, a acontecer aqui no Ocidente. À medida que a população islâmica vai aumentando de forma preocupante, surge o receio de que um dia os muçulmanos irão um dia, e finalmente, invadir a Europa para nos impor a leis da sharia. O problema é que isso está a acontecer com a total complacência da ala esquerdista ocidental, quais traidores que trabalham para os invasores.

Divórcio aprovado em Malta

Foi aprovado por referendo o divórcio em Malta, com mais de 52% dos 304 mil eleitores da ilha a optarem pelo "sim".
Malta, com 98% de católicos entre os seus cerca de meio milhão de habitantes, vai assim deixar de ser o único país da União Europeia onde a legislação não permite a separação legal das pessoas depois do matrimónio contraído e os malteses agora já poderão voltar a casar desde que anulem o casamento anterior.
O líder do movimento pelo "sim", o deputado do Partido Nacionalista no poder (Partido Nacionalista?), Jeffrey Pullicino Orlando, considerou o resultado significativo "porque leva Malta a uma nova era onde o estado e a Igreja estão separados".
As Filipinas passam agora a ser o único país do mundo a proibir o divórcio.
A nível pessoal não sou especialmente contra o divórcio, pois até Moisés o permitiu devido à "dureza" dos corações das pessoas. E como diz o ditado, cada qual sabe de si. Por outras palavras, se querem divorciar-se, divorciem-se à vontade - o problema não é senão dos que se divorciam. Não posso é deixar de ver o divórcio como um rotundo fracasso por parte de todas as pessoas que em determinado momento das suas vidas decidiram, creio eu que em sã consciência e de livre e espontânea vontade, dar um passo tão importante, um novo rumo às suas vidas, como é o casamento (que é uma instituição). E todos os que se divorciam arcam com as consequências a isso inerentes.

Violência juvenil em Mem Martins

Depois do que aconteceu em Benfica, chegou a vez da violência juvenil em Mem Martins. Uma pita de 14 anos foi esfaqueada 17 vezes num jardim por uma "amiga" de 17 anos com um x-acto depois duma discussão por causa dum telemóvel! A agressora, que já foi detida pela bófia, vai agora responder em tribunal.
Para além da vítima, que ficou com vários ferimentos, também um rapaz de 21 anos ficou com um braço ferido depois de a ter tentado ajudar (esse pelo menos não ficou a gravar a cena, ao contrário do outro imbecil, e fez o que devia...).
Com amigas dessas tenho a certeza absoluta que a chavala não precisa de inimigas para nada. A culpa é do telemóvel.

video

A maior aula de judo do mundo

O judoca português Nuno Delgado quer dar a maior aula de judo do mundo e para isso quer juntar milhares de crianças e jovens portugueses até aos 25 anos de idade (pronto, já não estou convidado...) no Terreiro do Paço, em Lisboa. O evento, conhecido como Mandela Day / Maior Aula de Judo do Mundo, terá lugar no dia 1 de Junho, Dia Mundial da Criança, entre as 10 e as 14 horas (os putos faltarão às aulas?) e conta com o apoio de diversas entidades como a Câmara Municipal de Lisboa, a Fundação Nelson Mandela (existe uma fundação dessas aqui em Portugal?) e as secretarias de Estado dos Transportes, da Juventude e do Desporto, da Educação e da Defesa.
O próprio Nelson Mandela e a sua mulher, Graça Machel, ficaram surpreendidos com a dimensão que a iniciativa está a ganhar. A mulher do antigo presidente sul-africano de 92 anos de idade dirigiu-se assim ao antigo atleta olímpico medalhado através de um comunicado: "Nuno, estamos muito felizes. Obrigado por tudo! Nunca imaginámos que isto ganhasse esta dimensão. A iniciativa atingiu proporções extraordinárias. Estamos todos muito orgulhosos".
Para além das citadas entidades, também a Carris, a CP, a Fertagus, o Metro e o grupo Transtejo contribuirão para a iniciativa através do fornecimento de transporte gratuito a todos os participantes devidamente identificados (claro...).

Andebol: Benfica vence Taça de Portugal

O Benfica fechou a época de andebol com a conquista da sua quarta Taça de Portugal em Tavira depois de um enorme jejum de 24 anos! Na final os encarnados derrotaram o Madeira SAD por 29-25 depois de na meia-final terem despachado o tricampeão ACP (Andebol Clube do Porto) no Norte.
No início da época, também no Algarve mas em Portimão, o Benfica conquistou a Supertaça e, apesar de ter perdido o campeonato para o ACP, ainda chegou a uma final inédita da Challenge Cup (perdida para os eslovenos do RC Cimos Koper há oito dias). Seja como for, foi uma época bem conseguida para os andebolistas profissionais do Benfica e, como tal, estão todos de parabéns!

Villarreal vence Canon Cup

video

O Villarreal, aquela equipa espanhola conhecida por submarino amarelo que foi eliminada da Liga Europa pelo FC Porto depois duma polémica arbitragem holandesa que acabou com uma mariscada num conhecido restaurante em Gaia após o jogo da primeira mão, esteve em Hong Kong onde disputou a Canon Cup patrocinada precisamente pela multinacional japonesa de produtos visuais como câmeras, faxes ou fotocopiadoras. O campeão de Hong Kong, Kitchee Sport Club, para assinalar o seu 80º aniversário, convidou a equipa espanhola e acabou derrotado por três bolas a zero.
O Kitchee conta no seu plantel com seis jogadores espanhóis, todos eles com experiência na liga espanhola, e assegurou recentemente a contratação do craque japonês Hidetoshi Nakata de 33 anos de idade que tinha deixado o futebol profissional em 2006.
Fiquei a saber que Villarreal em cantonense é Wuai Lai Lei.

domingo, 29 de maio de 2011

Barcelona tetracampeão europeu

O FC Barcelona sagrou-se campeão da Europa pela quarta vez depois de vencer na final de Wembley o Manchester United por 3-1.
Os ingleses, a jogarem em casa, ainda que em Londres (no mesmo estádio onde em 1968 venceram a sua primeira Taça dos Campeões Europeus... frente ao Benfica), entraram bem na partida e pressionaram os catalães, mas estes conseguiram, aos poucos, não só sacudir a pressão como dominar até ao final do encontro. Pedro fez o primeiro golo aos 27 minutos. O avançado inglês Wayne Rooney, aproveitando-se duma jogada em fora-de-jogo não sancionada pelo árbitro húngaro Viktor Kassai, fez o empate aos 34 minutos. O melhor jogador em campo (e do mundo), o astro argentino Lionel Messi, deu novamente a vantagem aos espanhóis no minuto 54 e, 15 minutos depois, David Villa selou o resultado.
"Estamos muito contentes porque custa muito vencer a Liga dos Campeões. Fizemos um jogo excepcional", afirmou Guardiola, que conquistou o seu décimo título em três anos que já leva como treinador de futebol. "Tivemos mais tempo para preparar a final e isso deu-nos tranquilidade. O mundo viu que vencemos muito bem", acrescentou ao mesmo tempo que elogiou o adversário: "O United consegue marcar um golo do nada. Só com as suas camisolas eles conseguem criar perigo".
O treinador do Manchester United, Alex Ferguson, que já conquistou duas Ligas dos Campeões, aceitou desportivamente a derrota e sublinhou que o Barcelona é a melhor equipa que já viu. "Nós estávamos bem preparados e jogámos como podíamos, mas os passes deles deixam-nos sem reacção. Algo que não é novidade. Só que quando alguém tem um jogador como o Rooney, esperava que fosse possível melhorar na segunda parte", lamentou o técnico escocês.
Lionel Messi, com 12 golos marcados na Liga dos Campeões, igualou a melhor marca que pertence ao holandês Van Nistelrooy. Já o Barcelona entrou para o grupo das equipas tetracampeãs europeias juntamente com o Bayern de Munique e o Ajax de Amesterdão (eu ainda sou do tempo em que o Barcelona ainda não sabia o que é que era ser campeão da Europa...).
Eis aqui a lista dos vencedores da Taça dos Campeões Europeus / Liga dos Campeões:

Real Madrid - 9 títulos
AC Milan - 7 títulos
Liverpool - 5 títulos
Ajax, Bayern e Barcelona - 4 títulos
Inter de Milão e Manchester United - 3 títulos
Benfica, Juventus, Nottingham Forest e FC Porto - 2 títulos
Celtic, Hamburgo, Steaua Bucuresti, Marselha, Feyenoord, Aston Villa, PSV Eindhoven, Estrela Vermelha de Belgrado e Borussia Dortmund - 1 título

Alce ataca mulher

Uma mulher norte-americana de 65 anos, Caren della Cioppa, foi atacada por um alce ao pé da sua casa em Palmer, no estado do Alasca, ficando com a cabeça ferida. De acordo com as autoridades, aumentou o número de ataques de alces no Alasca este ano.
Agora compreendo o significado daquele sinal de perigo com um veado: é para nós termos cuidado com eles e não o contrário!

Atirou-se do 5º andar

Um homem de 34 anos atirou-se de um quinto andar, em Fermentões, Guimarães, para escapar à bófia, que tinha sido chamada pela sua mulher que estaria a ser agredida. A filha, de apenas quatro anos, assistiu a tudo.
"Aquilo parecia um filme. Ele atirou-se até à varanda do segundo andar e depois saltou para o chão", disse uma vizinha que não se quis identificar.
Combalido pela queda, mas prosseguindo na sua intenção de não ser detido pela polícia, o homem, desempregado, deu a volta ao edifício e subiu pelas escadas, voltando a refugiar-se em casa. Entretanto, já a mulher e a filha estavam no exterior do prédio, onde chegaram também dois irmãos do suposto agressor. Durante mais de uma hora o homem esteve fechado em casa sem ouvir a polícia e os familiares. Com medo de que o homem pudesse ter-se matado, as autoridades arrombaram a porta e encontraram o homem escondido no guarda-roupa, acabando finalmente por detê-lo.
"A menina estava muito assustada, com tanta gente aqui e os carros dos bombeiros e, ainda para mais, viu o pai a ser levado pela polícia", lamentou a vizinha.

Perestroika LGBT

A bófia de Moscovo prendeu mais de 40 pessoas durante as manifestações que decorreram na capital russa. De um lado estavam representantes das organizações de paneleiros, lésbicas e transgéneros, e do outro estavam, para além dos agentes de autoridade, skinheads e grupos nacionalistas russos (deve ter sido um confronto interessante).
Tudo começou quando algumas dezenas de virados e fufas foram manifestar-se perto da Praça Vermelha com palavras de ordem como "Liberdade" ou "Rússia sem homofobia", o que atraiu imediatamente manifestantes nacionalistas e ortodoxos. Os das minorias sexuais tiveram igualmente a triste ideia de manifestar-se em frente da Câmara Municipal moscovita e também aí foram interceptados pelos nacionalistas. A bófia interveio e foram detidos representantes que têm insistido em realizar paradas homossexuais, consideradas pelas autoridades russas como algo que vai contra a "moral social", sendo portanto proibidas, também devido ao "pedido dos habitantes da cidade" de Moscovo.
"O governo de Moscovo recebeu uma grande quantidade de apelos da sociedade para que essas manifestações sejam proibidas", justificam as autoridades. "As suas acções ilegais têm um carácter provocatório, serão imediatamente travadas em conformidade rígida com a lei vigente", acrescentou um porta-voz do Ministério do Interior da Rússia.

«Antes sair da União Europeia do que descristianizar»

O eurodeputado Magdi Cristiano Allam, um ex-muçulmano convertido à Igreja Católica (foi baptizado pelo Papa Bento XVI no Vaticano), congratulou-se com a ideia da Itália preferir sair da União Europeia do que ter de continuar a acolher invasores vindos do norte de África.
Ao diário Il Giornale Magdi disse que a União Europeia "é um colosso de materialismo sem alma". "Chega de hipocrisias!", advertiu. A União Europeia "envergonha-se das suas raízes judaico-cristãs, leiloa valores não negociáveis e trai a sua identidade cristã". Magdi acusou também a moeda única de ser um falso deus responsável pelo empobrecimento dos europeus. Os europeus, segundo ele, "estão a ficar mais pobres, desempregados, endividados e incapazes de competir no mercado mundial". No fim, Magdi dá o golpe de misericórdia em jeito de interrogação: "Se a Europa (União Europeia) significa perder a soberania nacional, aceitar sem sentido crítico que as leis italianas sejam ditadas em 80% por um lobby descristianizado, relativista, laicista e islamicamente correcto, que atenta contra as nossas certezas sobre a dignidade da pessoa, da sacralidade da vida e da centralidade da família natural, não terá chegado o momento de dizer 'acabou'?"
Magdi Cristiano Allam, um ex-adorador do falso deus árabe da lua convertido à Verdade que defende o Cristianismo e se preocupa com o futuro do mundo ocidental. Que ironia.

Jesus, profeta do islão?

Para o islão, Jesus Cristo não é filho de Deus, mas sim um profeta do islão. Na Austrália, mais precisamente em Sydney, uma campanha publicitária provocadora está a chocar os cristãos.
De cariz muçulmana, a campanha está sob forma de placares e também de publicidade nos autocarros, e será lançada a partir do próximo mês. O grupo por detrás da campanha chama-se MyPeace e conta com slogans que têm barbaridades escritas do género: "Jesus: um profeta do islão", "Corão sagrado: o último testamento" ou "Maomé: misericórdia para a humanidade". Nos placares estarão também o contacto telefónico para que todos os que para lá ligarem (para o MyPeace, calculo) possam receber um exemplar do livro nojento dos muçulmanos.

De acordo com o organizador da campanha, Diaa Mohamed, o objectivo é "educar" os não-muçulmanos acerca do islão (proselitismo?). Ele diz que Jesus foi um profeta do islão, que veio antes de Maomé. "A única diferença é que nós dizemos que ele é um profeta de Deus e eles (os cristãos) dizem que ele é Deus". Sublinhando querer encorajar os cristãos e os muçulmanos a encontrarem "pontos em comum", e ao mesmo tempo não querer retirar importância à pessoa de Jesus ("Nós o acolhemos e dizemos que ele foi um dos maiores profetas de Deus"), Diaa Mohamed tenciona alargar a campanha, financiada com dinheiros privados, à televisão.
O porta-voz da Missão Islâmica Australiana, Siddiq Buckley, acredita que a campanha será benéfica para a compreensão do islão. "Tenho expectativas de que isto será uma oportunidade para explicarmos o que significamos".

O bispo anglicano de Sydney, Rob Forsyth, disse que a campanha é um perfeito disparate. "Jesus não é o profeta de uma religião que só surgiu 600 anos depois".
Porque é que não trazem de volta os cartoons do pedófilo do Maomé ou fazerem também uma campanha para ensinar os não-muçulmanos (e também os muçulmanos, já agora) que o Maomé era um pedófilo e assassino lunático? E se alguém se lembrasse de fazer uma campanha com mensagens cristãs num país muçulmano como a Arábia Saudita, o que é que lhe aconteceria?

sábado, 28 de maio de 2011

Oslo: todas as violações no ano passado foram cometidas por muçulmanos!

Todas as agressões sexuais contra as norueguesas nativas no ano passado foram cometidas por muçulmanos não-ocidentais.
Um dos violadores, natural do Paquistão, disse: "Nós tínhamos o direito de fazer exactamente o que queremos a uma mulher porque é assim na nossa religião". "As mulheres não têm direitos nem opiniões".
Continuem, pois, a deixar entrar dessa gente de merda aqui no Ocidente e não façam nada para impedir a islamização. Tenho pena das mulheres ocidentais vítimas da crueldade do multiculturalismo. E os esquerdistas, têm?

video

Raparigas não e ponto final

Mataram um professor responsável pela escola feminina da província de Logar, perto da capital do Afeganistão. Segundo as autoridades afegãs, Khan Mohammad, responsável pela escola para raparigas de Porak, foi assassinado por um grupo de talibãs ao pé de casa na passada terça-feira.
"Ele foi assassinado porque quis continuar com a escola em funcionamento", afirmou Deen Mohammad Darwish, porta-voz do governo de Logar. Mateen Jafar, o director de educação de Logar, disse que Khan já tinha recebido várias ameaças de morte por parte dos talibãs por ele dar aulas às raparigas.
O ensino foi vedado às raparigas durante o governo talibã desde 1996 até 2001 por ser algo anti-islâmico. No país continua a haver ataques frequentes aos professores, às estudantes e às escolas. Desde a queda dos talibãs, as afegãs conseguiram recuperar alguns dos seus direitos, como votar e ter acesso à educação. Apesar das autoridades terem-se comprometido com o Ocidente garantir o pleno funcionamento do gozo dos direitos readquiridos, líderes afegãos estão a encetar conversações com os talibãs como forma de reconciliação. As afegãs ainda são constantemente vítimas de ataques com ácido e escolas são incendiadas por parte de extremistas islâmicos. No ano passado houve ataques com gás venenoso em algumas escolas que resultou em dezenas de doentes. Em muitas áreas do país as mulheres ainda se tapam da cabeça aos pés e só os rapazes é que podem ir à escola.
Segundo os grupos de ajuda humanitária no Afeganistão, em Fevereiro o ensino para as raparigas esteve em sério risco devido à fraca segurança, à falta de fundos para os equipamentos e também à falta de experiência dos stôres. 2,4 milhões de raparigas estavam inscritas no sistema de ensino, mas 20% delas não iam regularmente às aulas.


Em Londres, os quatro muçulmanos que agrediram um professor de educação religiosa, por não aceitarem o ensino de religião às muçulmanas, foram presos por um período de quatro a cinco anos, contribuindo assim para um cada vez maior número de muçulmanos dentro das prisões ocidentais. O stôr Gary Smith, de 38 anos, foi espancado em Julho passado por Akmol Hussein, Sheikh Rashid, Hussain Azad e Simon Alam. O juíz condenou também um outro muçulmano, Badruzzuha Uddin, de 24 anos, de Shadwell, a dois anos de prisão por ter presenciado o ataque e nada ter feito.
Prisão? Deviam era mandá-los a todos para o raio que os parta! Essa gente não faz falta nenhuma no mundo, quanto mais no Ocidente!

Bebé sem género

Um casal canadiano de Toronto decidiu ocultar o sexo do seu bebé. David Stocker, de 39 anos, e Kathy Witterick, de 38 anos, querem que o(a) seu(sua) filho(a), de nome Storm, tenha o direito de escolher o seu próprio sexo um dia mais tarde, fazendo-se assim cumprir o direito dele(a) livre das pressões e das normas da sociedade!
Quando Storm nasceu, o casal enviou um e-mail para os seus familiares e amigos que dizia: "Nós decidimos não compartilhar o sexo de Storm por agora - um tributo à liberdade de escolha, no lugar da limitação, uma postura para que o mundo possa tornar-se no tempo de vida de Storm". Quando lhes perguntam se Storm é um menino ou uma menina, respondem que o bebé não é nem uma coisa nem outra. "Se você realmente quer conhecer alguém, você não pergunta o que está entre as suas pernas", disse David numa entrevista à Toronto Star. O casal acredita que está a libertar Storm dos constrangimentos que a sociedade impõe aos homens e às mulheres (hã?). Ambos afirmam que as crianças podem fazer escolhas significativas para elas próprias quando ainda têm uma tenra idade, acusando os pais que fazem escolhas para as suas crianças de serem "obnóxios" (hã??).
O casal canadiano, que diga-se de passagem deveria era estar internado, tem outros filhos que também gozam de bastante liberdade: Jazz, de cinco anos, e Kio, o filho de dois anos. Ambos são meninos, mas quem os vê julga que se tratam de meninas devido à sua aparência e aos seus gostos efeminados. Kathy e David não vêem problemas no comportamento desses seus dois filhos. Jazz, é confundido com um "menino-menina" (José Castelo Branco versão infantil, talvez). Numa ocasião, Kathy foi forçada a sair com Jazz de uma loja quando uma vendedora se recusou a vender-lhe um agasalho cor-de-rosa, porque "ele é um menino". Jazz já tinha idade suficiente para começar a escola em Setembro passado, mas optou por ficar em casa porque acreditam que tanto as crianças como os adultos iriam "reagir imediatamente mal em relação ao Jazz por causa do seu género", sobretudo devido ao facto dele amar a cor rosa e usar cabelo longo com tranças. Quando perguntado se isso o incomoda, o jornal informou que Jazz acenou afirmativamente, mas não disse mais nada.
Que bonita família...

Carneiro assassino

Uma mulher, Glória Ferreira, de 76 anos, morreu na passa segunda-feira à tarde na sequência de uma investida de um carneiro, em Afife, Viana do Castelo. O animal pertencia a um homem que vive a centenas de metros do local onde se verificou o incidente. As suspeitas da Polícia Judiciária foram confirmadas pela autópsia realizada quinta-feira à tarde: um traumatismo causado pela investida do ovino provocou a morte da idosa. "A causa da morte foi um traumatismo violento, verificado na região torácica, traumatismo esse causado pelo carneiro", revelou uma fonte do Instituto Nacional de Medicina Legal. As autoridades já identificaram o carneiro criminoso, que está "preso" na casa do proprietário.

Cão baleado e enterrado vivo sobrevive

Mais um daquelas notícias que chocam qualquer pessoa que tenha um coração entre os órgãos vitais do organismo humano: na ilha da Malta, um cão foi baleado 40 vezes na cabeça e foi enterrado vivo até ao pescoço perto da cidade de Birzebbuga (vejam o vídeo no site do Correio da Manhã se tiverem estômago).
O cão, que recebeu o nome de Star, foi descoberto acidentalmente pelas autoridades quando estas investigavam um outro caso não relacionado. Star estava amarrado e enterrado na lama com marcas de balas na cabeça. Operado de emergência no hospital da Ta Qali, onde foram retiradas as 40 balas do crâneo, Star sobreviveu e já não falta quem o queira adoptar.
É impressionante o quão bárbaros os seres humanos conseguem ser. Quem fez isso ao Star não é certamente humano, nem animal: é merda e simplesmente não merece viver.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

«Europa nunca será uma superpotência»

Chris Pattern, o último governador britânico de Hong Kong, antigo comissário europeu das Relações Exteriores e actual presidente da BBC e chanceler da Universidade de Oxford (só tachos...), afirmou que a União Europeia jamais será uma superpotência (duh...) e que a ajuda aos países em crise é mais do interesse germânico do que propriamente generosidade. "É justo dizer que a retórica europeia sempre foi mais forte do que aquilo que somos capazes de fazer (...) A Europa já fez muito, mas nós não vamos ser um super-estado, não vamos ser uma superpotência. O que vamos continuar a ser é um grupo de estados-nação que conseguem, a um grau notável, partilhar a sua soberania", afirmou.
A actual crise da dívida soberana de países periféricos como é o caso de Portugal vem levantar novas questões sobre a sobrevivênica da união económica e monetária. "A questão que toda a gente na zona euro tem de perguntar é se as disciplinas impostas por estar na zona euro são democrática, socialmente e economicamente aceitáveis. Não sou eu que devo dizer aos portugueses, ou aos gregos o que fazer, o que espero é que o (plano de resgate) actual funcione, e que funcione incrivelmente bem", referiu Pattern lembrando que o êxito das exportações alemãs tem origem "na forma incrivelmente bem sucedida com que a Alemanha tem conseguido controlar os custos de produção enquanto os países do Sul da Europa têm deixado os custos de produção disparar".
Os exportadores alemães têm também beneficiado de uma taxa de câmbio competitiva do euro comparativamente ao que aconteceria se a economia alemã mantivesse a sua antiga moeda, o marco, que basicamente sustenta o euro. A Alemanha é o maios contribuinte individual (já o Karl Marx dizia, e com razão, que a Alemanha é o motor da Europa) para o fundo de resgate a Portugal, tal como foi nos casos da Irlanda e da Grécia. E Pattern conclui: "Outra das razões pela qual é do interesse alemão que Grécia, Portugal, a Irlanda e Espanha recuperem é que os bancos alemães têm uma grande exposição à dívida destes países. Não é só por ser boa samaritana, a Alemanha tem também um interesse económico muito forte em que isto funcione bem".
Pessoalmente já fui mais europeísta, hoje sou declaradamente eurocéptico. O sonho dos europeus de tentarem fazer com a união dos seus países uma espécie de cópia dos Estados Unidos da América já nos provou ser impossível de se realizar. O principal objectivo da antiga comunidade europeia já foi cumprido: a paz definitiva entre a Alemanha e a França. Agora creio eu que já está mais do que na hora de cada qual seguir o seu caminho. Os norte-americanos estarão sempre à frente em relação aos europeus porque os Estados Unidos são um país com uma história curta quando comparada com a dos outros países, pois é um país "recente".
A cultura norte-americana, apesar de resultar duma espécie de mistura entre várias culturas independentes (melting pot), é reduzida e homogénea porque é essencialmente uma cultura ocidental (do povo branco e cristão) e os modos de vida americanos são semelhantes desde um extremo ao outro do país. Os países mais antigos da União Europeia, por sua vez, têm história de mil anos ou mais, com bastante cultura, que não se resume às suas economias ou a uns números de rating. A Europa é rica em diversidade, ao contrário dos Estados Unidos, com paisagens variadas, gastronomia riquíssima e cultura vastíssima.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

NASA anuncia futuro da exploração espacial americana

A NASA anunciou hoje, quarta-feira, qual o veículo que vai passar a usar para enviar astronautas para o espaço: um veículo baseado no projecto "Orion", a cápsula que estava a ser construída para voltar a levar a América à Lua antes do projecto ser cancelado por Barack Obama.

Segundo a BBC, a agência espacial norte-americana diz que o investimento financeiro e as aulas de engenharia aprendidas no desenvolvimento do "Orion" não devem ser desperdiçados, portanto não faria sentido avançar com um novo projecto ou uma nova tripulação.
Obama assumiu que gostava de ver uma missão tripulada a um asteróide por volta de 2020 e para tal a NASA precisa de criar um novo veículo, designado MPCV.
Este aparelho terá também o papel de levar uma missão humana a Marte, que a NASA aponta para 2030.
"Estamos empenhados numa exploração humana para além da órbita baixa da Terra e ansiamos o desenvolvimento da nova geração de sistemas que nos levarão lá", disse o administrador da NASA Charles Bolden.
O MPVC será capaz de transportar quatro astronautas em missões de 21 dias, mas em missões mais longas será acoplada a outro módulo.
A Orion era um dos pontos-chave do "Constellation Programme", preconizado pelo ex-Presidente George W. Bush, que queria voltar a levar os americanos à Lua através de dois novos foguetões e uma cápsula de alta tecnologia. A iniciativa foi cancelada pelo seu sucessor, Barack Obama, por causa dos custos excessivos.
Até à finalização de construção destas naves, os americanos ficarão dependentes dos veículos russos para levar os seus astronautas à Estação Espacial Internacional.



Fonte: DN

Já se pode fazer doações pela internet

O Banco Alimentar contra a Fome (BA) rendeu-se às novas tecnologias e na tentativa de solidarizar quem navega no mundo virtual para aqueles que têm fome no mundo real traz a possibilidade de doar alimentos através da internet.

A novidade surge com a nova campanha de angariação de alimentos do Banco Alimentar, que decorre este fim-de-semana, e, tal como explicou a responsável pela instituição, Isabel Jonet, depois de 20 anos com campanhas presenciais e depois de em 2005 ter surgido a "Ajuda Vale", chegou o tempo de usar as ferramentas informáticas.
"Agora achámos que era chegado o momento de ter uma campanha em que a doação é feita online através de um vale de alimentos que representa sempre um produto, porque a lógica é sempre de que as pessoas doem produtos e não dinheiro", explicou Jonet.
A doação de bens poderá ser feita através do site
http://www.alimentestaideia.net, onde, adiantou Isabel Jonet, estarão disponíveis seis produtos de entre os quais as pessoas poderão fazer a sua escolha.
Os produtos em causa (leite, açúcar, atum, salsichas, azeite e óleo) estarão disponíveis a um preço mais baixo do que o praticado nas superfícies comerciais, fruto de negociação do BA.
Quem quiser, acede ao site, escolhe o quer doar, mete no saco virtual e recebe posteriormente uma referência Multibanco para poder fazer o pagamento. De seguida, o doador recebe um alerta no seu endereço electrónico com as referências para poder efectuar o pagamento num Multibanco ou através do "homebanking". No final, depois do pagamento feito, recebe um recibo igual ao valor do donativo e que tem relevância fiscal.
"Isto permite chegar a um público que normalmente compra online ou que compra ao fim do dia a correr e não usa o fim-de-semana para as suas compras. Também permite chegar a um público mais jovem, que anda nas redes sociais, mas que são os seus familiares que vão às compras e há aqui a hipótese de envolver ou de suscitar a solidariedade de públicos mais jovens", justificou Isabel Jonet.



Fonte: DN

Ratko Mladić detido

Foi apanhado na Sérvia o criminoso mais procurado da justiça internacional (agora depois da morte de Bin Laden, deduzo), o general Ratko Mladić (Ратко Младић), responsável pela morte de mais de oito mil bósnios (ou, por outras palavras, muçulmanos) no massacre de Srebrenica de 1995, um dos piores massacres europeus após a segunda grande guerra.
Mladić, com a cabeça a prémio devido aos crimes contra a humanidade e genocídio, era o líder militar dos sérvios da Bósnia (República Srpska) durante a guerra da desintregação da antiga Jugoslávia. Depois do massacre, Mladić continuou a passear por Belgrado, a capital sérvia e da antiga federação jugoslava, e continuou a jantar em restaurantes caros e a ir aos jogos de futebol, protegido pelo então presidente Slobodan Milošević. Só depois deste último ser preso, em 2001, é que Mladić, conhecido por "Carniceiro da Bósnia", evadiu. Militar ainda durante a Jugoslávia de Tito, Mladić combateu os "inimigos" da Bósnia e da Sérvia, nomeadamente os muçulmanos da Bósnia (deve ter-se apercebido do perigo que o islão representa para a Europa e para a humanidade antes de muita gente).
Vários foram as personalidades que saudaram a detenção do criminoso de guerra mais procurado na Europa. No Reino Unido, o ministro da Defesa, Liam Fox, saudou a detenção, sublinhando que assim "encerra-se um capítulo muito infeliz da história" da Sérvia. O ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, William Hague, mostrou-se satisfeito com o "momento histórico para a região desmembrada pela horrível guerra dos anos 1990". Hague adiantou desejar "a transferência rápida de Ratko Mladic para Haia", a sede do Tribunal Penal Internacional (TPI). Em Itália, o ministro italiano dos Negócios Estrangeiros, Franco Frattini, considerou que a detenção de Mladić "aproxima ainda mais a Sérvia da Europa e da União Europeia". Para ele, "Mladić é um símbolo da limpeza étnica e da violência que custou a vida a muitos civis no que representa uma das páginas negras da história europeia". A chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, saudou a detenção e pediu que o ex-chefe militar dos sérvios da Bósnia seja transferido "sem demora" para o TPI, considerando que a detenção é "um passo importante para a Sérvia e para a justiça internacional". O comissário europeu para o Alargamento, Stefan Fule, exultou o "gesto histórico da parte da Sérvia, que demonstra que compreendeu a importância decisiva da reconciliação regional", um dos "critérios políticos para o processo de adesão à UE". Para Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, foi um "passo importante para a Sérvia e para a justiça internacional". O secretário-geral da ONU, Ban Kim-Moon, falou do "dia histórico para a justiça internacional". A NATO saudou igualmente a detenção, bem como o procurador do TPI, Serge Brammetz, que declarou que a Sérvia "cumpriu uma das suas obrigações internacionais". A Amnistia Internacional pede agora às autoridades de Belgrado a prisão de Goran Hadžić, outro ex-general acusado de crimes de guerra durante o conflito dos Balcãs. "Demorou mais de 15 anos, mas finalmente as pessoas que sofreram têm a esperança de que responderá diante dos tribunais", declarou Widney Brown, directora de Lei Internacional de Amnistia Internacional sobre a detenção de Mladić.

Macau: advogado português atacado

Da minha terra chega a notícia de que um advogado português, Luís Oliveira, foi vítima de um ataque bárbaro. O advogado foi atacado com líquido corrosivo (ácido) em pleno centro da cidade, à saída de um supermercado na avenida da Praia Grande, por parte de um jovem que não foi identificado nem detido pelas autoridades. No mesmo local passava uma senhora que também acabou por ser atingida com ácido.
Luís Oliveira já saiu dos cuidados intensivos do Hospital Conde de São Januário tendo ficado com queimaduras de segundo e terceiro grau em 10% do corpo. Os Serviços de Saúde do antigo território português comunicaram também que a segunda vítima internada no hospital apresenta um quadro clínico "normal".
Os ataques com ácido resultantes de ajustes de contas são um fenómeno que já não se via há muito tempo em Macau. Houve recentemente em Hong Kong um louco que atacava as pessoas com ácido nos locais mais movimentados do território por pura diversão.

O Pipol e a Escola

Uma amiga minha enviou-me há uns dias atrás um e-mail com a composição de um aluno do 9º ano entitulada "O Pipol e a Escola". Segundo consta, é um texto verídico retirado de uma prova livre de Língua Portuguesa (certamente já com o Acordo Ortográfico em pleno) realizada numa escola secundária das Caldas da Rainha (e vinha também no e-mail a dizer que é "para ler, estarrecer e reflectir").

"Era hilariante, não fosse tratar-se de um aluno português a escrever na sua língua materna..."


REDAXÃO

"O PIPOL E A ESCOLA"

Eu axo q os alunos n devem d xumbar qd n vam á escola. Pq o aluno tb tem Direitos e se n vai á escola latrá os seus motivos pq isto tb é perciso verq á razões qd um aluno não vai á escola. Primeiros a peçoa n se sente motivada pq axa q a escola e a iducação estam uma beca sobre alurizadas.

Valáver, o q é q intereça a um bacano se o quelima de trásosmontes é munto Montanhoso? Ou se a ecuação é exdruxula ou alcalina? Ou cuantas estrofes tem um cuadrado? Ou se um angulo é paleolitico ou espongiforme? Hã?

E ópois os setores ainda xutam preguntas parvas tipo cuantos cantos tem 'os Lesiades''s, q é u m livro xato e q n foi escrevido c/ palavras normais masq no aspequeto é como outro qq e só pode ter 4 cantos comós outros, daaaah.

Ás veses o pipol ainda tenta tar cos abanos em on, mas os bitaites dos profes até dam gomitos e a Malta re-sentesse, outro dia um arrotou q os jovens n tem abitos de leitura e q a Malta n sabemos ler nem escrever e asorte do gimbras foi q ele h-xoce bué da rapido e só o 'garra de lin-chao' é q conceguiu assertar lhe com um sapato. Atão agora aviamos de ler tudo qt é livro desde o Camóes até á idade média e por aí fora, qués ver???

O pipol tem é q aprender cenas q intressam como na minha escola q á um curço de otelaria e a Malta aprendemos a faser lã pereias e ovos mois e piças de xicolate q são assim tipo as pecialidades da rejião e ópois pudemos ganharum gravetame do camandro. Ah poizé. Tarei a inzajerar?

Opiniões Benfiquistas

Traje de passeio

Sou um admirador de longa data – e com prova escrita – do trabalho televisivo da jornalista Fátima Campos Ferreira, em particular da moderação que, na esmagadora maioria das ocasiões, consegue imprimir ao “Prós & Contras” (RTP) que é, em múltiplas circunstâncias, uma “arena” difícil de tornar útil e apresentável. Fátima, insisto, consegue um rácio muito apreciável na condução do programa. Esta ideia, repetida, deixa-me à vontade para concluir que prestou um mau serviço à informação e ao canal para o qual trabalha com a entrevista que anteontem realizou a Jorge Nuno Pinto da Costa.
Primeiro: não estava suficientemente preparada. Só isso explica que tenha designado um dos troféus em exposição como correspondente à Taça da Liga, precisamente a única competição que o FC Porto não ganhou esta época. Só assim se entende o erro de pensar que o alegado jantar de Pinto da Costa, agora investigado pela Procuradoria-Geral da República, com um árbitro holandês tivesse ocorrido em Espanha e não em Matosinhos.
Segundo: nunca foi capaz de marcar uma linha condutora para a conversa, saltando do ponto de vista desportivo para o pessoal, quase ignorando as questões orçamentais e do passivo do clube/SAD (aqui deu “carta branca” para que o presidente portista disparasse duas ou três verbas, sem exercer qualquer contraditório).
Terceiro: permitiu – e, por vezes, com um sorriso de anuência – que Pinto da Costa mantivesse a sua estratégia de ódio irónico contra alguns jornais, desportivos ou não, contra algumas personalidades, sejam elas os “fedorentos” (Domingos Amaral passou, por força de uma crónica, a integrar a trupe dos humoristas...) ou o “meia-tigela” (o vice-presidente do Benfica, Rui Gomes da Silva, outra vez alvo indefeso da verborreia do timoneiro) e um político (o presidente da Câmara Municipal do Porto). Volto a estar descansado neste particular: da mesma forma que defendi que a abertura dos Paços do Concelho ao FC Porto na sequência de uma grande vitória internacional não beliscaria a fronteira entre política e futebol traçada por Rui Rio, consigo perceber que, apesar da apregoada indiferença, Pinto da Costa não perdoa ao autarca. Da mesma forma que não suporta o Benfica. Já agora: convém que alguém explique a Pinto da Costa que as edições online permitem que um jornal português possa referir uma notícia do mesmo dia de um jornal espanhol sem que haja aqui batota ou tráfico de influências.
Fátima Campos Ferreira terá presumido que não seria preciso engalanar-se nem vestir o fato de operário para entrevistar Pinto da Costa. Errou. Apresentou-se de traje de passeio e só deu direito a que o seu interlocutor aproveitasse aquilo que garantiu não ver: um tempo de antena.

João Gobern in Record


Quem trama o Rui?

A época termina com o Benfica a ver os calcanhares mordidos pelo FCP: venceu as duas taças cujas meias-finais perdemos, e igualam-nos em troféus. Reacção? Acção. Preparar a época 2011/12 sem mácula. E sem loucuras.
Sem que a direcção tolere loucuras. Como a reportada amplamente esta semana, relativa a Jesus e Roberto: mas o que é que o treinador que ficou quer? Que Artur e Moreira olhem para o lado nos treinos e percebam que pior que o companheiro não fazem, porque no seu ADN não está inscrita a “frangalhice” que calhou em azar ao galego? Passámos uma temporada com um banco de miséria, está na hora de ter equipa em jogo e equipa sentada. E, para usar palavras do presidente Vieira, equipa “suficiente”.
Confesso que finalmente gostei de ter a razão comigo. Há cerca de duas semanas deixei aqui o meu plantel “suficiente” para a próxima temporada. E até agora vou acertando na mosca: Artur chegou ao Glorioso uma semana depois; Nolito está na Luz; as despedidas tornam-se evidentes; até a saída de Cardozo deixa de parecer (um desejo) impossível. Mas não chega. Faltam muitos reforços e nessa matéria as primeiras semanas de Junho serão decisivas. Prognostiquei também, e antes do fim do jogo como manda “a regra”, o reforço da estrutura de futebol do Benfica. No entanto, se LFV e Jesus já não fazem noitadas a decidir o futuro da equipa sem conhecimento de Rui Costa, porque é que este continua a ser tramado? Quero acreditar que notícias como as que dão Octávio Machado no futebol benfiquista são, como as relativas a Couceiro, rumores e “diz-que-disse”. Mas não há fumo sem fogo… Esta é a altura certa para afastar o nevoeiro e não ficarmos na espera “sebastiânica” de maus momentos portistas. A técnica de união em torno de um só inimigo, que Pinto da Costa instituiu, Villas-Boas seguiu e Jesus tentou imitar, é coisa lá de cima. Aqui fazem-se equipas e procuram-se vitórias, rivais à parte. Venha a mudança.

Marta Rebelo in Record


Cântico dos cânticos

Por princípio, não assisto a transmissões televisivas que cobrem festejos de títulos conquistados pelo FC Porto. Como se depreende, não tenho visto ultimamente muita televisão. Mas, quando vejo, certifico-me de que, por exemplo no dia a seguir à conquista da Liga Europa, começo a ver o telejornal a partir das oito e um quarto, oito e vinte da noite. Às vezes, não me apetece estar assim tão bem informado. Acontece que, quando a azia acalma, não resisto a espreitar a festa portista, só com o fito de testemunhar o esforço que alguns jornalistas fazem para tentar dar credibilidade e prestígio a uns festejos que se fazem ao som de “SLB, SLB, filhos da p…”. Os meus preferidos são aqueles repórteres que alteram cirurgicamente o ritmo sincopado das suas frases até à altura mais politicamente incorrecta do cântico, a partir da qual desatam a falar freneticamente, sem pausas para a respiração. É, assim, com alguma dificuldade que se percebe de que profissão se está ali a falar. E é uma pena, porque, quer-se queira quer não, esse é hoje o cântico mais representativo do FC Porto.E não escrevo isto só pelo facto de o seu hino oficial falar em nobreza e lealdade, algo que me parece manifestamente anacrónico.
Seja como for, escutar milhares de adeptos portistas a entoarem esse cântico durante os festejos é, por mais estranho que pareça, emocionante. É que eles cantam sem se aperceberem de que na esmagadora maior parte do tempo estão só a cantar “SLB! SLB!”. Em rigor, aproximadamente 75% desse cântico é profundamente benfiquista. Convenhamos que se trata de uma percentagem anormalmente alta. Sendo assim, lanço uma questão incómoda mas cada vez mais premente: numa altura em que milhares de adeptos portistas frequentam os mais altos palcos do futebol internacional, não será já da mais elementar justiça nomeá-los a todos embaixadores do Benfica?

Miguel Góis in Record


O latim dos outros

Um alegado funcionário da FIFA terá dito (?) a um alegado funcionário da Lusa que a Taça Latina não era uma competição oficial. Logo houve quem entrasse em histeria, vitoriando o facto de o FC Porto ser já, afinal, o clube português com mais troféus conquistados.
O tema não é do meu particular interesse – o Benfica nunca viveu, nem viverá em função dos títulos de outrem -, e constituindo ele um declarado instrumento para a motivação dos rivais, prefiro vê-lo utilizado já, do que novamente no início da próxima temporada.
Mas como também não gosto de mistificações, tenho a dizer o seguinte:
- Em primeiro lugar, tal como já havia escrito, acho de discutível sensatez considerar, nesta contabilidade, a Supertaça, que não é mais do que um simples jogo de pré-época, que durante anos não tinha a chancela oficial, e servia para rodar jogadores suplentes. Muitas vezes foi difícil encontrar datas para a disputar (tendo inclusivamente de passar para épocas seguintes) justamente devido ao desinteresse que os clubes (pelo menos o Benfica) manifestavam por ela.
- A Taça Latina pode até nem ter sido uma competição oficial (não havia, na altura, quaisquer competições oficiais de clubes a nível internacional, e creio que nem sequer existia UEFA), mas foi claramente a antecessora da Taça dos Campeões Europeus e da Liga dos Campeões. Recordo que todas as primeiras onze edições da Taça dos Campeões foram ganhas por equipas latinas, e em todas elas, só por duas vezes o finalista vencido não foi também latino. Ou seja, nas décadas de cinquenta e sessenta, ser campeão latino era, objectivamente, ser campeão europeu.
- A vitória do Benfica nessa prova foi o primeiro triunfo internacional da história do futebol português, quer a nível de clubes, quer de selecções. Como tal, foi amplamente festejado por quem o viveu, quer os benfiquistas, quer os restantes portugueses orgulhosos da equipa que ali os representava. Conta quem se lembra, que foi uma vitória épica, e de grande alcance desportivo e social, comparável aos títulos europeus conseguidos na década seguinte.
- O quadro de vencedores da Taça Latina fala por si. Se descontarmos o Stade Reims (na altura uma potência do futebol europeu, e duas vezes vice-campeão europeu), restam Real Madrid, Milan, Barcelona e… Benfica.
- Olhemos para a Taça Intercontinental (mais tarde Toyota Cup). Também ela não tinha carácter oficial, nunca foi reconhecida pela FIFA (que só organizou o Mundial de clubes a partir de 2006), envolveu equipas que nem sequer tinham sido campeãs da Europa (A.Madrid, Panathinaikos e Malmoe, por exemplo), precisamente por os campeões não mostrarem interesse em participar (nomeadamente Ajax, Bayern e Liverpool), e teve inclusivamente dois hiatos (1975 e 1978) por ninguém a querer disputar (nem campeões, nem finalistas, nem semi-finalistas). Foi, alias, na sequência desse desinteresse generalizado que surgiu o patrocínio da Toyota, levando o jogo para Tóquio, e conferindo-lhe regularidade de datas. O FC Porto venceu duas, uma diante do Peñarol por 2-1 (num campo cheio de neve), e outra perante os desconhecidos do Once Caldas, no desempate por penáltis. Serão então esses troféus de considerar? Se retirarmos o significado de lá estar (conseguido noutros palcos, com outros adversários e outras dificuldades), não sobra quase nada. Ao contrário da Taça Latina, que era a grande competição internacional da sua altura, a Toyota Cup nunca teve qualquer relevância desportiva ou mediática, pelo menos na Europa.
- O Benfica tem mais Campeonatos Nacionais que o FC Porto, tem mais Taças de Portugal que o FC Porto, tem mais Taças da Liga que o FC Porto, tem tantas Taças dos Campeões como o FC Porto (tendo, no entanto, disputado muito mais finais, meias-finais, quartos-de-final), e se existe alguma competição importante em que o FC Porto leva vantagem, essa é unicamente a Liga Europa (com duas vitórias, contra nenhuma do Benfica).


VEDETA DA BOLA


Que sejam competentes a investigar

Diz a imprensa que a PJ está a investigar alguns (um?) contratos realizados pelo nosso Benfica nas últimas épocas. Acho bem.
Particularmente nas últimas duas épocas surgiram boatos na Internet sobre a seriedade de alguns contratos. Essa boataria acabou por lançar anátemas mais ou menos velados sobre alguns nomes. Ficou-se pelas meias palavras, pela insinuação. As meias palavras, depois de ditas, não sujam o nome dos visados pela metade. Sujam… ponto final. A insinuação não lança o boato insinuado. Lança o boato cobarde… ponto final.
Assim, e para que tudo fique claro e claro para todos, acho bem esta intervenção da PJ. Que investiguem de forma competente, séria e impermeável a pressões.
Aliás, o próprio Benfica está a colaborar, sem constrangimentos, com essa mesma investigação [
link]

Tertúlia Benfiquista

quarta-feira, 25 de maio de 2011

«Israel chegará ao fim antes de 2027»

Rachid Ghannouchi, o líder da Irmandade Muçulmana da Tunísia e também do movimento islâmico conhecido por Nahada, deu uma recente entrevista à comunicação social árabe em que ele pede e prevê o fim de Israel.
Ghannouchi diz que as revoluções no mundo árabe são positivas para os palestinianos e que podem acabar por levar ao fim de Israel. Segundo ele, a causa palestiniana está no centro da Umma (nação) e todas as terras entre a mesquita de Meca e Jerusalém representam o coração da nação islâmica, o que significa que qualquer que seja o domínio não-muçulmano nessas terras seria como uma doença no coração da Umma. Ghannouchi confirma também que não há duvida que as revoluções levarão à queda dos regimes que são apoiados pelo Ocidente: "Sheikh Ahmad Yassin concluiu que Israel chegará ao fim antes de 2027", afirmou. "Está é uma data um tanto distante, acredito que o fim de Israel pode chegar bem mais cedo", acrescentou convicto.
Para além de liderar as duas organizações islâmicas, Ghannouchi espreita também a possibilidade de chegar ao poder na Tunísia.

Anti-islamismo em Espanha

Em Espanha parece que já se anda a tomar medidas para travar, ou pelo menos para alertar, o crescimento do islão por toda a Europa.
Uma mensagem televisiva de campanha da Plataforma per Catalunya mostra às pessoas o que é que acontece quando é permitida a entrada de demasiados muçulmanos no país. "Tu podes evitar que o pesadelo se transforme em realidade. Em Igualada, vota Plataforma per Catalunya".
O vídeo da campanha mostra três raparigas bonitas em mini-saias a saltarem à corda na cidade espanhola de Igualada ao som duma canção popular catalã. De repente dá-se um avanço no tempo e chega o ano 2015 onde três muçulmanas em véu integral substituem as três raparigas anteriores e uma canção árabe se faz ouvir.
O partido tem crescido nos últimos tempos (conseguiu 3% dos votos nas últimas eleições regionais e espera agora um significativo aumento). Um dos seus cavalos de batalha é a questão da imigração, pois muita gente vê os imigrantes (que constituem 12% da população espanhola) como responsáveis pelo aumento da criminalidade e pela falta de trabalho (20% de desemprego).
"Nós não tínhamos muito dinheiro portanto eu fiz este vídeo para criar impacto, mas nunca imaginei que provocaria uma grande reacção", disse Roberto Hernando, o número dois do partido. "Nós recebemos e-mails e cartas de pessoas de toda a Espanha a pedirem-nos para crescermos a nível nacional. Com esta crise nós não devemos permitir a entrada de mais imigrantes no país, especialmente os muçulmanos que querem impingir a sua cultura sobre a dos outros".

video

Incesto deu prisão

Patrick Stuebing, de 34 anos, é um alemão que tinha sido adoptado quando era bebé. Quando tinha 23 anos, Patrick conheceu Susan Karolewski e a sua família, que depois veio a descobrir ser a sua família biológica e Susan a sua irmã. Como nunca se tinham visto, Patrick e Susan apaixonaram-se, foram viver juntos e tiveram quatro filhos. Em 2004 o homem fez voluntariamente uma vasectomia para deixar de ter mais filhos. Assim que se descobriu a verdade, Patrick foi preso durante dois anos porque na Alemanha o incesto é considerado crime. Agora ele exige uma indemnização.

RIP, pequena Iara

A leucemia venceu a guerra que travava com Iara Paquete, uma menina de Chaves de seis anos de idade. Com leucemia há cerca de um ano, Iara conseguiu vencer várias batalhas, mas acabou por não resistir e faleceu no dia 23 de Maio no Instituto Português de Oncologia do Porto onde estava internada. "Só quero recordar a alegria e o sorriso da Iara", disse Sandrina Paquete, a mãe da corajosa Iara.
"Estava muito serena nas últimas horas", disse, por sua vez, o pai da menina, Nélson Paquete, que sentiu na noite de domingo que Iara estava prestes a partir.
Muitas das vezes esquecemo-nos que a vida é deveras efémera. Faz-me uma enorme confusão tomar conhecimento da morte de crianças que tanto têm para viver e para dar ao mundo. A vida por vezes consegue ser mesmo injusta e cruel. Descansa em paz, Iara.

Pitas dos demónios

Uma adolescente de 13 anos foi brutalmente agredida por outras duas de 15 e 16 anos nas traseiras da Rua Mestre Lima de Freitas, em Benfica. Para além das raparigas, que acabaram por pontapear a cabeça da vítima já com esta no chão, e do autor do vídeo da agressão, estavam outros adolescentes que nada fizeram para impedir a cena de violência. 
A PSP adianta que já identificou todos os que estavam presentes. O autor do vídeo tem antecedentes criminais pela prática de crimes violentos e tinha até sido detido na passada segunda-feira por furto de um telemóvel perto do local onde ocorreram as agressões.
É esta a juventude que temos. É este o futuro do país. Que tal umas boas chibatadas no lombo desses imbecis? Como é possível haver tanta demência nas faixas etárias mais baixas? É preciso haver disciplina e mão pesada para toda a escumalha que não saiba viver como gente minimamente civilizada. Porque é que nos tempos do Salazar não era assim?

video

A Taça Latina não conta?

Ora aí está mais uma brilhante posição da FIFA: a Taça Latina, a competição realizada entre 1949 a 1957, a mais importante competição europeia que antecedeu a Taça dos Campeões Europeus, não merece o "reconhecimento oficial" do organismo máximo do futebol. Assim, o FC Porto passou de facto a ser o clube português com mais títulos conquistados: 69 contra 68 do Benfica.
Curiosamente, a FIFA contabiliza a Taça Intercontinental, que passou a ser denominada Taça Toyota a partir de 1980 (a Toyota não é uma marca nipónica de carros?) e que foi conquistada duas vezes pelo FC Porto, em 1987 e em 2004. Isto apesar de só a partir de 2005 é que a própria FIFA passou a organizar o Mundial de Clubes. Que coisa mais estúpida.
Podemos então concluir que, segundo a FIFA, o Benfica só tem dois títulos internacionais reconhecidos, já que a Taça Latina, a primeira conquista internacional por parte dum clube português, conquistada pelo Benfica em 1950 afinal não vale nada. O AC Milan fica assim sem dois títulos internacionais, o Barcelona e o Real Madrid idem. O Benfica e o Stade de Reims ficam ambos com menos um título internacional. Bonita injustiça.

Notas soltas

Domingos Paciência será treinador do Sporting nos próximos dois anos. "O Sporting deve lutar pelo primeiro lugar", disse o treinador na conferência de imprensa. "É um grande desafio. Um passo enorme onde não quero falhar". Como benfiquista, espero que ele não tenha sorte nenhuma nesta sua nova aventura. Ainda que nunca tenha ganho nada ao serviço do Sporting de Braga, é de enaltecer o brilhante percurso europeu do clube minhoto que só terminou na final de Dublin com uma derrota frente ao patrão FC Porto.

O conhecido e influente jogador galês Ryan Giggs, do clube inglês Manchester United que está em vésperas de defrontar o Barcelona para a final da Liga dos Campeões em Wembley, está a braços com um escândalo de infidelidade e adultério. O caso já era conhecido há pouco mais de um mês, mas só agora é que a história se tornou conhecida, ou melhor, revelada. Giggs, de 37 anos e pai de duas meninas, terá tido uma relação extraconjugal com a modelo Imogen Thomas, uma galesa que venceu o concurso de Miss País de Gales em 2003 e participou no Big Brother galês.

No Algarve, um homem e uma mulher foram mortos a tiro de caçadeira num bar de alterne em Cacela, Vila Real de Santo António. "Foi um duplo homicídio e a causa terá sido um desentendimento com um cliente que foi buscar uma caçadeira ao carro e disparou contra o segurança do estabelecimento e contra a proprietária", contou a fonte da GNR à Lusa. A Polícia Judiciária já está a investigar o caso.

O Ministério das Finanças revelou que foi efectuada uma operação na sequência de uma investigação feita pela Direcção dos Serviços de Investigação da Fraude e Acções Especiais (DSIFAE) a diversas empresas de trabalho temporário da região de Lisboa que falsificaram declarações periódicas de IVA e acabaram por lesar o Estado em 15 milhões de euros. "Em causa estão crimes de fraude fiscal, de frustração de créditos e de branqueamento de capitais, envolvendo várias empresas, havendo indícios de que este esquema tenha sido concebido pelo administrador de uma das maiores empresas de trabalho temporário do país", revelou o comunicado do Ministério.

Na Ucrânia, o vice-porta-voz do parlamento ucraniano, Adam Martynyuk, foi filmado na passada quarta-feira a agarrar um colega, o deputado Oleg Lyashko, pela garganta e a atirá-lo ao chão. Tudo começou quando Lyashko pediu para fazer um discurso e Martynyuk recusou. Indignado, Lyashko chamou Martynyuk de "fariseu" e sofreu um autêntico smackdown. Era capaz de ter piada se isso tivesse acontecido na nossa Assembleia da República...

Nos EUA, o tornado que assolou a cidade de Joplin, no estado de Missouri, matou mais de 116 pessoas. Jay Nixon, o governador do estado de Missouri, disse numa conferência de imprensa de segunda-feira que tem ainda esperanças de encontrar gente com vida. Para além de Missouri, também os estados do Kansas, do Oklahoma e do Wisconsin foram afectados por ventos fortes e tornados no último fim-de-semana.

O presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad estava de visita à refinaria de Abadan quando se deu uma explosão acidental devido a uma fuga de gás. O acidente provocou um morto e 25 feridos, mas o presidente iraniano, qual coisa ruim que nunca morre, não só conseguiu sair ileso como ainda vai inaugurar nessa refinaria uma nova unidade de produção.

O ADN do ex-líder do FMI, Dominique Strauss-Kahn, foi encontrado nas roupas da funcionária da Guiné-Conacri que trabalhava no hotel Sofitel, de Nova Iorque, onde estava hospedado o francês - que sonhava ser presidente da França em 2012 - e que o acusou de crimes sexuais. As análises irão agora confirmar se houve ou não acto sexual.

O departamento de Estado norte-americano alerta que a ligação entre a lavagem de dinheiro, o tráfico de droga e o terrorismo em Portugal é "preocupante". Segundo um relatório oficial de Março, Portugal é um dos 70 países com este grau de ameaça.