sexta-feira, 30 de setembro de 2011

O avanço da política multiculturalista no Ocidente

As dimensões das barras que acima se podem ver foram calculadas a partir da média de políticas de multiculturalismo de cada país ocidental e que incluem ou podem incluir a afirmação oficial do multiculturalismo, o apoio ao multiculturalismo no currículo escolar, a inclusão da representação/sensibilidade étnica nos média, a proibição de vestimentas em público, a aceitação da dupla nacionalidade, o financiamento de organizações étnicas de apoio a actividades culturais, o financiamento da instrução bilingue, a acção afirmativa em prol dos imigrantes, etc.
Podemos constatar que em Portugal e na Espanha as políticas multiculturalistas têm vindo desgraçadamente a aumentar. Na Holanda, um país conhecido por ser multiculturalista e tolerante pela diversidade por excelência, pelo contrário: a política multiculturalista está a diminuir, possivelmente fruto do aumento da Direita anti-imigrante que conseguiu criar um projecto político que se aproveita e canaliza o descontentamento popular. Na Itália, o multiculturalismo político nem chegou a avançar tanto, dado que a Liga Norte há muito que gira em torno do poder político.
Em termos gerais, a política multiculturalista parece não ter maneira de abrandar (lembrem-nos das recentes declarações de vários líderes estatais europeus que declararam o fracasso do multiculturalismo), pois as elites reinantes precisam de votos para se manterem no poder e nada como obrigar o Zé Povinho ocidental a levar e a conviver com os imigrantes alógenos. É assim a vida no Ocidente dos dias de hoje.

O viúvo e o cadáver da mulher

Le Van é o nome de um senhor vietnamita de 57 anos que dorme há quase dez anos com os restos mortais da sua mulher, que guardou numa boneca de tamanho real feita de argila. Le Van começou por dormir no túmulo da mulher, mas, a pedido dos filhos, acabou por ceder e trocou o túmulo pela cama. Para isso, moldou uma boneca de argila onde guardou o que restava da mulher e com a qual dorme todas as noites. Tal coisa não é ilegal, apesar de extremamente insólito.
Será que o amor pode ser mesmo eterno, indo mesmo para além da morte? Le Van parece provar que sim.

Depois de Nicolas Cage, John Travolta

Depois do Nicolas Cage, o John Travolta. Uma fotografia de 1860 em que aparece um homem extremamente parecido com o Travolta, esse actor americano lunático da seita da Cientologia, está a ser leiloada no eBay por 50 mil dólares até o dia 17 de Outubro. O proprietário da foto é canadiano e diz que a pessoa da foto é a "reencarnação de John Travolta" (ou antes uma vida anterior do Travolta?) ou o registo de um "viajante no tempo cientologista".

Liechtenstein chumba legalização do aborto

O aborto foi chumbado no Liechtenstein. 52,3% das pessoas que compareceram nas urnas disseram não à legalização do aborto, contra 47,7% que eram favoráveis à despenalização do mesmo. O referendo era sobre a possibilidade de abortar durante as primeiras 12 semanas de gravidez.
Segundo a lei actual, o aborto é punível com um ano de prisão por parte da mulher e os médicos podem levar até 3 anos. O aborto só é permitido se a gravidez colocar em perigo a vida da mulher ou se ela tiver menos de 14 anos. O próprio príncipe Alois tinha prometido vetar o referendo caso o 'sim' ganhasse - pelos vistos não foi necessário.
Uma boa vitória para os defensores da vida.

Castelo Branco nega orgias

Foi veiculado na imprensa que José Castelo Branco, essa coisa aí da foto, terá participado em orgias violentas, coisa que o próprio garantiu nunca ter feito. "Nunca participei em orgia nenhuma", disse Castelo Branco.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Papa lamenta o lento suicídio da Europa

Em 1990 o actual Papa lamentou o "lento suicídio da Europa" provocado pela imensa imigração de muçulmanos que não se integram no continente e que já dura há meio século. O então cardeal Joseph Ratzinger terá dito na altura, em casa do então cardeal-arcebispo de Toronto (Canadá) Gerald Emmett Carter, que a população europeia está envelhecida e a diminuir, e que os recém-nascidos nativos estavam a ser substituídos pelos imigrantes que não assimilam os princípios ocidentais. Ratzinger pensou que a Europa reagiria, mas pelos vistos não é, infelizmente, o que parece estar a acontecer.

Como todos nos lembramos, o discurso proferido pelo Papa na universidade de Ratisbona em 2006, na Alemanha, em que ele citou o imperador bizantino Manuel II Palailogos, um dos últimos governantes cristãos antes da queda de Constantinopla às mãos dos otomanos, provocou a ira dos muçulmanos e conduziu a uma feroz perseguição aos cristãos e à igrejas no mundo islâmico, o que levou o Vaticano a emitir um pedido de desculpa onde o Papa lamenta sinceramente que certas passagens do seu discurso tenham ofendido os muçulmanos que as interpretaram de uma maneira que não corresponde às suas intenções. Desde então todo o mundo reparou que o Vaticano nunca mais se pronunciou verdadeiramente contra as afirmações islâmicas porque o Papa tem a perfeita noção do estado em que se encontra a Fé das pessoas deste continente cuja civilização foi moldada pelo Cristianismo e sabe que com elas não pode contar para a sua própria salvação. Como escreveu Arnold Toynbee na sua obra The Study of History (O Estudo da História), "As civilizações morrem por suicídio, não por assassinato". Bento XVI concorda com Toynbee, mas só o pode fazer em privado e não em público, sob pena da reacção em todo o mundo poder ser bastante desagradável.

Dá-me imensa raiva ter de lidar com tamanha impotência por parte da Europa perante a invasão islâmica. Infelizmente a Igreja Católica já não é pujante como outrora devido aos imensos traidores ocidentais que apostataram, traíram a sua Fé no Baptismo e dos seus antepassados que lutaram e morreram pela nossa existência, para que hoje nós possamos ficar a assistir impotentes à invasão dos descendentes dos invasores islâmicos que nunca conseguiram destruir a superior civilização ocidental no passado. Hoje já não existem cavaleiros cruzados para defenderem a Igreja e o Ocidente. A partir do momento em que os ocidentais abandonaram Deus, viraram as costas à Igreja Católica e viraram-se contra ela, qual cão que morde a mão de quem lhe dá de comer, renegando as suas próprias origens e atentando contra a sua própria identidade, a decadência da nossa civilização começou. E o que está a acontecer é apenas o começo.

Os traidores anti-católicos dão-me muita raiva, ainda mais que os próprios muçulmanos, porque é graças a eles que isto está como está!

Criminoso afro-americano detido em Portugal

A Polícia Judiciária (PJ) capturou, nos arredores de Lisboa, um cidadão norte-americano que estava fugido às autoridades do seu país há 41 anos, tendo ficado em prisão preventiva aqui em Portugal.
George Wright, assim se chama o criminoso, encontrava-se em Portugal com uma identidade falsa há cerca de 20 anos e a sua detenção resultou duma investigação conjunta entre a PJ, as autoridades norte-americanas e a Interpol. Wright tinha sido condenado a uma pena de entre 15 a 30 anos de prisão pelo homicídio de Walter Patterson, o proprietário de um bomba de gasolina na Nova Jérsia e veterano da Segunda Guerra Mundial, em 1962.
De acordo com o FBI, Wright pertencia ao grupo clandestino Exército da Libertação Negra que chegou a sequestrar um avião da Delta Airlines que voava de Detroit para Miami e a exigir um milhão de dólares pela libertação dos passageiros, em 1972. Os cúmplices de Wright foram presos na altura, mas ele conseguiu fugir até ser capturado pela PJ.

Os vegetarianos mais sexy da Europa

Foram escolhidos os vegetarianos mais sexy da Europa. O concurso, realizado pela PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais), ditou que o vegetariano mais sexy da Europa é o búlgaro Hristo Hristov, de 27 anos e vegetariano desde 2002.

A vegetariana mais sexy da Europa é a britânica Sophie Barrett de 21 anos e vegetariana desde os sete.

Otelul Galati 0 X 1 Benfica


O Benfica ganhou fora para a Liga dos Campeões pela primeira vez desde 2007. A vítima foi o campeão romeno, Otelul Galati, que perdeu por 0-1 (golo do "chuta-chuta" brasileiro Bruno César aos 40 minutos) na Arena Nacional de Bucareste (Bucuresti, em romeno). Com este resultado o Benfica fica em segundo lugar, dado que o Manchester United foi surpreendido em casa, Old Trafford, pelo sensacional Basileia que foi lá empatar a três bolas. Assim o Basileia lidera o grupo C, o Benfica está em segundo, o Manchester United em terceiro e o Otelul Galati em último.

Portugal goleia EUA


Portugal goleou a selecção norte-americana por 18-1, na última jornada do grupo C, e vai agora defrontar a França nos quartos-de-final do Mundial de hóquei em patins, esta quinta-feira. Os americanos mostraram não ter argumentos para contrariar o poderio lusitano que acabou por fazer um autêntico jogo-treino, averbando a terceira goleada depois de ter levado de Moçambique (1-10) e de Angola (4-7). "Sofremos um golo num lance fortuito, na única situação dos Estados Unidos. A equipa teve boa atitude. A França é outro adversário e estamos a prepará-lo com a máxima seriedade. Não vai ser fácil, mas queremos vencer", disse o seleccionador nacional Rui Neto.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Portugal nos quartos-de-final

Portugal apurou-se para os quartos-de-final do Mundial de hóquei em patins depois de bater Moçambique por 7-3, no pavilhão Aldo Cantoni, em San Juan, onde está a decorrer a competição, garantindo assim o primeiro lugar do grupo C com duas vitórias. Tal como aconteceu na véspera, no jogo com a selecção de Angola, a selecção voltou a estar em desvantagem no marcador, mas Ricardo Barreiros, Luís Viana, Reinaldo Ventura, Valter Neves e André Azevedo fizeram os golos lusos.
Uma vez mais não consegui encontrar fotografias na Internet para aqui colocar, o que demonstra a extrema importância que a comunicação social dá à modalidade que mais orgulho dá a Portugal (ironia!). Felizmente se Portugal sagrar-se campeão mundial todo o país falará disso e lembrar-se-ão todos que houve um campeonato do mundo da modalidade na Argentina. E os portugueses terão todos muito orgulho nos seus hoquistas.

Detectados 20 crimes itinerantes

Nos últimos dois anos, a PSP deteve várias pessoas e identificou 20 fenómenos criminais itinerantes, que se caracterizam por roubos de carros e lojas cometidos por grupos criminosos com ramificações no estrangeiro.

Segundo o comissário Tito Fernandes, do Departamento de Investigação Criminal da PSP, que falava esta terça-feira no seminário ‘Crime sem Fronteira’, no Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna, "este tipo de criminalidade é transaccional e inclui na rede portuguesa e estrangeiros. Dos 20 fenómenos criminais monitorizados, todos têm ramificações no estrangeiro".

Destaca-se os roubos por carteiristas, roubo de cobre, roubo com arrombamento a estabelecimentos comerciais, entre os quais perfumarias e ourivesarias, e o "cash trapping" - furto de dinheiro através da utilização de uma placa metálica no dispositivo de saída de notas numa máquina de ATM.

O comissário garantiu que a PSP tem o "fenómeno controlado, tendo já desde o início sido detidas 12 pessoas, das quais duas já foram condenadas".

A questão dos crimes cometidos contra estabelecimentos comerciais por grupos criminosos itinerantes tem sido uma das grandes preocupações na agenda política europeia, nomeadamente devido aos elevados prejuízos que provoca nos lojistas dos países membros da União.

Globalmente, em todos os Estados-membros, estima-se que os grupos criminosos itinerantes tenham causado prejuízos acima dos 7,6 mil milhões de euros.


Fonte: Correio da Manhã

terça-feira, 27 de setembro de 2011

As mamas da Rihanna

A cantora Rihanna foi gravar o vídeo para a sua nova música, We Found Love, para a Irlanda do Norte, mas o dono do terreno, o agricultor Alan Graham, não gostou quando a viu sem roupa.
Segundo a BBC News, Alan disse que não achou apropriado que a Rihanna andasse de mamas ao léu na sua propriedade e admitiu não saber quem a mulher era quando lhe pediram autorização para gravar por lá. "Do meu ponto de vista, a terra é minha, eu tenho as minhas crenças e senti que aquilo não era apropriado. Não desejo mal nenhum a Rihanna, nem aos seus amigos, mas talvez eles pudessem descobrir um Deus maior" ("um Deus maior"? Mas que conversa pagã vem a ser essa?), disse Alan.
A equipa de produção tem agora de procurar um outro local para gravar o vídeo que vai suportar o lançamento do primeiro single no novo álbum da cantora, cujo lançamento está previsto para dia 21 de Novembro.
Se no vídeo aparecer mesmo a Rihanna com as mamas à mostra, então vou mesmo querer vê-lo.

Red Hot Chilli Peppers abençoam casamento

Um casal subiu ao altar no passado sábado em pleno Rock in Rio fazendo questão de celebrar o seu amor ao som do rock e receber a bênção da banda norte-americana Red Hot Chilli Peppers, que encerrou a segunda noite do festival, no Rio de Janeiro. Os noivos que casaram pelo civil na designada Rock Street, uma avenida cosmopolita da 'cidade' construída para receber o festival, ao som dos acordes de Under the Bridge, um dos sucessos da banda californiana lançado em 1991, e com a presença de centenas de pessoas que assistiram ao festival.
Raquel Lettres, a noiva, subiu ao altar com um ramo de rosas vermelhas e vestida de branco, onde a esperava o noivo, Gabriel Gemelli. "O primeiro espectáculo que vimos foi dos Pearl Jam em 2005, e agora completamos seis anos juntos com outro (espectáculo) dos Red Hot Chili Peppers. É como se se fechasse um ciclo", declarou Raquel, de 31 anos.
O casal, natural de Porto Alegre, tinha planeado casar-se numa igreja da sua cidade natal, mas alterou todos os planos quando soube que a organização do Rock in Rio antecipou o espectáculo dos Red Hot Chili Peppers, que inicialmente estava previsto para o próximo sábado. "Tinha a igreja reservada e o convite pago, mas cancelei tudo porque o Rock in Rio mudou a data do espectáculo", disse Raquel antes de anunciar que na próxima semana repetirá o casamento na sua cidade natal.

Cães surfistas

Na Califórnia, cerca de 40 cães participaram no desfile de cães surfistas numa praia em Huntington, a Huntington Beach. Seis cães surfaram na mesma prancha mas não foram capazes de bater o recorde mundial porque não conseguiram aguentar-se mais de 10 segundos em cima da prancha...

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Casa dos Segredos 2

Não, antes que venham gozar comigo deixem-me alertar-vos que eu não vejo isso! Apenas calhou ontem à noite eu estar aqui no meu PC a procurar umas informações na Internet enquanto tinha a TV sintonizada na TVI, e foi mesmo por acaso que eu tomei conhecimento da primeira pessoa que foi expulsa desse patético programa da televisão portuguesa.
Delphine, assim se chama a rapariga que saiu da casa da Venda do Pinheiro, é de Caminha, tem 19 anos, dança hip-hop e ballet clássico, toca instrumentos musicais como a flauta, o clarinete, o piano, o órgão e a guitarra, e com a sua saída foi revelado o primeiro segredo: Delphine está a estudar para ser freira. Segundo a concorrente, a tarefa não foi fácil. Andar de biquini pela casa, entre outras coisas, foi para ela um verdadeiro teste à sua resistência. Delphine diz que descobriu cedo a sua vocação, quando tinha apenas 12 anos, altura em que se apaixonou verdadeiramente pela primeira e única vez. O seu amor? A cruz. Delphine, que estuda no Porto, já é apostelante e daqui a dois anos será freira depois de passar pelo período de noviça. Depois daquela que foi uma "verdadeira aventura" (a experiência na Casa dos Segredos 2), a jovem espera agora concretizar o seu desejo: dedicar a vida a Deus.
Mais um exemplo de fé... mas que ela até é gira, lá isso ela é!

Reino Unido incentiva a poligamia

Uma reportagem do jornal britânico Daily Mail mostra que o governo do Reino Unido está a colaborar com a poligamia islâmica que existe no país, onde os muçulmanos se casam dentro de mesquistas com várias mulheres, tendo filhos com elas, mas colocando-as em casas diferentes e visitando-as em dias alternados. Dessa forma, as mulheres usufruem de apoio governamental fazendo-se passar por mães solteiras, o que faz com que o governo britânico sustente a poligamia dos muçulmanos, que chegam inclusivamente a trazer mulheres do exterior. As estimativas chegam a 20 mil casos de poligamia no país. As mulheres podem receber ajuda no que diz respeito à habitação, que pode alcançar as 106 mil libras, e benefícios para cada filho que venham a ter: mil libras para o primeiro filho e 700 libras para os subsequentes. Quanto mais filhos tiverem, mais ajudas estatais recebem. Tudo comportado pelos contribuintes britânicos que assim vêem-se na "obrigação" de sustentar uma cultura diferente da deles na sua própria terra, apesar da poligamia ser punível com 7 anos de prisão - foi declarada ilegal em 1604.
Não sei porque é que o Reino Unido não reage e, ao invés, prefere continuar a perseguir os verdadeiros britânicos que se insurgem contra a islamização como a English Defence League (EDL). Já toda a gente devia saber perfeitamente que os muçulmanos querem morar no Reino Unido (e em todo o Ocidente) sem seguir as leis do país que os acolhe. Porque é que o governo britânico não usa o próprio Corão para fazer face a esse flagelo, uma vez que os muçulmanos não estão a sustentar as suas muitas esposas e filhos com seus próprios recursos? Eles, as mulheres e os filhos, estão a ser sustentados pela sociedade, além disso muitos muçulmanos têm mais de quatro esposas (o número máximo permitido no islão, ainda que Maomé tenha tido por volta de 11 esposas, fora as as escravas sexuais). Ao Estado britânico exige-se fazer com que se cumpra a lei nacional e ela tem de ser igual para todos, sejam eles muçulmanos ou não. Mas pelos vistos a realidade não é assim.
Triste Reino Unido...

Não era prostituta, não

O norte-americano Bryan Oster, de 36 anos, foi preso em Salinas, no Estado norte-americano da Califórnia, depois de ter andado à porrada com um travesti que ele pensava ser uma prostituta. O homem tinha chegado a um entendimento com Misael Ruiz, de 31 anos, a "prostituta" que ele escolheu para uma noite de sexo.
Segundo uma fonte policial, Oster ofereceu 60 dólares a Ruiz, que teve relações (homos)sexuais no seu carro. A dada altura Ruiz ter-lhe-á pedido mais dinheiro e os dois acabaram por andar à porrada... e foi aí que Oster descobriu que afinal ele é na verdade um travesti! Ambos acabaram presos e levados para a cadeia do condado de Monterey.
Oster foi acusado de agressão, e Ruiz, de prostituição.

PS. Sem comentários.

Portugal vence Angola

Portugal estreou-se a vencer no Mundial de hóquei em patins que está a decorrer em San Juan, na Argentina (sabiam disso?), com uma vitória por 6-2 sobre a selecção angolana (que conta com muitos brancos na equipa).
O jogo foi marcado negativamente pelas agressões entre portugueses e angolanos (imaginem se não fossem dois países irmãos...) durante o intervalo e também por uma má entrada de Portugal na competição, ao ter sofrido os dois golos de Angola nos primeiros dois minutos da partida. Felizmente a selecção nacional soube reagir, com três golos de Diogo Rafael, um de Valter Neves e dois de Ricardo Barreiros. O árbitro italiano Eurico Barbarisi e o árbitro chileno Alvaro Meza expulsaram o português Vítor Hugo e o angolano Humberto Mendes que se envolveram em cenas de pancadaria e que deverão ficar afastados dos próximos jogos. Portugal defronta hoje Moçambique às 20:30 (RTP 2), horas de Portugal.
Recordemos que Portugal quer acabar com a hegemonia espanhola e conquistar o seu 16º título de campeão mundial. A última vitória portuguesa num mundial foi em 2003, realizado em Oliveira de Azeméis, e de lá para cá a Espanha conquistou o tricampeonato, estando os espanhóis apenas a um título de igualar os títulos de Portugal. Os restantes campeões do mundo são a Argentina, a Itália, ambas com quatro títulos, e a Inglaterra, com dois.

Golo de cabeça do meio campo!


É ver para crer: na Noruega, um jogador do Odd Grenland, Jone Samuelsen, marcou um golo de cabeça antes do meio campo aproveitando o facto do guarda-redes da equipa contrária ter subido à área da sua equipa...

Alguém para odiar

Palestina, um estado independente?! Nunca!
Força, Israel!!

Que agressão, meu?


"Todos viram na televisão que fui agredido. O árbitro estava mesmo à nossa frente" (Jorge Fucile).

domingo, 25 de setembro de 2011

Notas soltas

Arrancou oficialmente a campanha eleitoral para as eleições regionais da Madeira. Segundo Alberto João Jardim, o acento grave na palavra "Prà" do cartaz do PSD "está certo", tendo por base o acordo ortográfico...

O Correio da Manhã (CM) informa que em Portugal existem 327 mil pessoas a viver no Rendimento Mínimo de Inserção (RMI). O CM informa também haver por dia 60 beneficiários deste subsídio. Gostava de saber quantos desses beneficiários são realmente de nacionalidade portuguesa...

Um casal italiano contratou uma advogada para expulsar de casa o filho de 41 anos que se recusa a viver sozinho, em Veneza. O casal alega estar cansado de tratar do filho e a advogada já fez chegar até ao homem uma carta advertindo-o do tempo que tem para deixar a casinha dos papás. Em Itália é muito comum os filhos viverem com os pais por muito tempo. Quem vive com os papás tendo idade para ser independente é conhecido por "mammone". Uma pesquisa diz que 48% dos italianos com idades entre os 18 e os 49 anos vivem com os pais, o que levou um ministro a propor que o governo financiasse a saída dos filhos adultos de casa. Enfim, há pais que se queixam de abandono por parte dos filhos e há pais que os querem despachar...

Já voltou ao serviço uma médica que foi suspensa por 27 dias sem direito a vencimento por ter autorizado uma injecção mortal numa criança que tinha leucemia. Uma troca de seringas causou a morte da criança, de 8 anos, no Instituto Português de Oncologia (IPO), de Lisboa, em 2008. O Ministério Público acusou a médica e duas enfermeiras de homicídio negligente, as enfermeiras puseram as culpas na médica; e a médica nas enfermeiras. O julgamento começou em Novembro de 2010, mas parou por existirem dúvidas quanto à personalidade jurídica do IPO.

A seita Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) gere milhões, controla estações de rádio e TV e está por detrás de dois partidos que apoiaram a eleição de Lula da Silva e da Dilma Rousseff. O fundador da seita, o bispo Edir Macedo Bezerra, e outras três pessoas são acusadas pelo Ministério Público de lavagem de dinheiro, fuga de capitais, associação criminosa e burla de "fiéis" para a obtenção de recursos para a seita que já conta com 13 milhões de membros (coitados...), 15 mil pastores que cumprem o mandamento do líder (arrecadar doações), mais de 5 mil "templos" em 27 estados brasileiros e representação em 200 países. Depois de ter apoiado a reeleição de Lula e a eleição de Dilma, a IURD esteve envolvida em suspeitas de corrupção na área da saúde pública: em 2010, o Mistério Público de São Paulo acusou 10 pessoas de envolvimento numa fraude de compra de ambulâncias para a Associação Beneficiente Cristã (ABC) ligada à IURD. É a liberdade religiosa a dar os seus frutos.

Geoff Wallwork, de 46 anos, decidiu tirar o seu filho da escola porque a direcção da mesma pediu ao rapaz para cortar o pequeno rabo de cavalo que usa. Este, Connor Wallwork de 11 anos, usa um rabicho de cerca de três polegadas e foi-lhe dito que teria que estudar sozinho se não o cortasse. A escola afirma que tem regras restritas quanto ao uniforme que os alunos devem usar, incluindo os estilos de cabelo permitidos. "Nós pedimos o apoio total dos pais e responsáveis para manter altos os nossos padrões e garantir que as regras do uniforme sejam seguidas por cada estudante", afirmou Phil Hart, representante dos professores. Segundo Geoff, a escola está a atentar contra os "direitos humanos" do seu filho: "Cortar o rabo de cavalo dele seria como cortar o dedo de alguém. Ninguém mais reclamou sobre o assunto e ele não está a ofender ninguém".

Khemmikka Na Songkhla é uma tailandesa de 43 anos que há 23 ganha a vida a dar palmadas nas pessoas – mais especificamente, nas mamas das clientes. Segundo ela (e uma série de tailandesas satisfeitas), a técnica faz aumentar o tamanho delas (das mamas, claro). E, de acordo com os resultados dum estudo conduzido pelo Ministério da Saúde da Tailândia, a técnica tem ainda um efeito colateral positivo: previne o cancro da mama. Cada seis sessões ficam por cerca de 280 euros. A faixa etária que recorre ao "tratamento" vai desde jovens com 20 anos até às senhoras de 70 anos.

O chileno Jaime Rascone tem uma profissão caricata: ele é o responsável pelo "controlo de qualidade" num bordel, tendo de testar as profissionais do sexo antes delas começarem a actividade. Rascone era um ocasional modelo masculino e DJ até tomar conhecimento da casa Fiorella (casa de acompanhantes de luxo) em Santiago do Chile. Nessa altura, e porque estava a decorrer um processo de contratação de acompanhantes femininas, Rascone foi convidado a dar o seu "parecer" sobre quem deveria ser contratado. As candidatas que estão interessadas em trabalhar como acompanhantes VIP no negócio Fiorella tem que passar por entrevistas, testes psicológicos, uma sessão de fotos... e de sexo num único dia com Rascone assim que as candidatas ficarem reduzidas a seis. É assim que Rascone pode fazer uma avaliação geral das mesmas para saber se as pode recomendar, ou não, à gerente da casa. Rascone testa cerca de 70 gajas por ano, sendo que apenas faz uma sessão de sexo por mês. Rascone é portanto um profissional do sexo também.

Medições científicas mostram que os neutrinos, partículas elementares da matéria, são mais rápidos que a luz, o que põe em causa a teoria de Albert Einstein. Segundo físicos do Centro Nacional de Investigação Científica (CNRS), em França, os neutrinos foram medidos a uma velocidade que ultrapassa ligeiramente a velocidade da luz, considerada até agora como um "limite intransponível". Caso seja confirmado por outras experiências, este "resultado surpreendente" e "totalmente inesperado" face às teorias formuladas por Einstein poderá abrir "perspectivas teóricas completamente novas".

O atleta Sérgio Silva, de Alhandra (perto aqui de Alverca) sagrou-se campeão mundial de Duatlo na categoria de elites, em Gijon, Espanha. Um grande feito para Portugal e para o alhandrense, visto ter sido o primeiro campeão mundial de Duatlo português da principal categoria da modalidade.

União "em tempos de perigo"

Na Alemanha, o Papa Bento XVI, temendo a "protestantização da Igreja", em que cada um escolhe aquilo em que quer acreditar e aquilo em que não quer acreditar (gnose cristã), apelou aos católicos para que se mantenham unidos na Igreja "em tempos de perigo" e de "crise de fé" permanecendo fiéis aos sucessores de São Pedro e dos Apóstolos.
A Alemanha, para além de ser a terra natal de Bento XVI, é também o berço do heresiarca Martinho Lutero que deu início ao movimento protestante que dilacerou a doutrina cristã, sendo que o país continua hoje muito dividido praticamente de igual para igual entre católicos e protestantes luteranos. "A Igreja na Alemanha ultrapassará os grandes desafios do presente e do futuro e continuará um fermento na sociedade se os padres, as pessoas consagradas e os fiéis colaborarem na unidade", disse o Sumo Pontífice.
Do patético encontro ecuménico realizado com os líderes de outras "religiões", sobretudo com os que professam a seita tirana islâmica, o Papa Bento XVI exortou ao respeito pela Constituição, ou seja, disse indirectamente que as bárbaras leis da sharia islâmica não têm lugar no mundo civilizado. O Papa é um homem bastante ciente dos problemas actuais que assolam o mundo e, como perfeito conhecedor do estado em que se encontra a Fé das pessoas, não podia correr o risco de falar a Verdade, que magoa imenso, e dizer às pessoas para se insurgirem contra a crescente ameaça islâmica e demais seitas. Infelizmente este Papa não pode contar com pessoas que noutros tempos não teriam problemas em se fazer cavaleiros cruzados e arriscar a sua própria vida para defender a Santa Igreja e a superior civilização ocidental por ela moldada e que manteve a união e a identidade europeia contra os invasores que hoje em dia fazem o que fazem de forma impune. Não fossem os inúmeros traidores anticristãos ocidentais paridos pelos tempos modernos e a esta hora a islamização já teria sido travada como era sempre antigamente.
A solução é a perseverança na Fé durante os tempos actuais que são de provação. Conforme profetizado, aliás.

Inglaterra: muçulmanos atacam católicos

Eis mais uma das maravilhas de coexistência forçada entre gente civilizada e gente islamizada no mundo ocidental: alunos muçulmanos de uma escola católica de Bradford, Reino Unido, atacaram autocarros que transportavam alunos católicos na passada segunda-feira. Três autocarros que transportavam alunos para a escola de St. Bede foram apedrejados, o que levou ao National Secularity Society (NSS) a publicar um relatório sobre a violência entre "gangues religiosos".
Segundo o NSS, os dois grupos religiosos não se misturam (para começar, porque é que os muçulmanos estão numa escola católica?). Uma das pessoas foi citada na Telegraph and Argus a dizer que o ataque aos autocarros resultou duma discussão do 11º ano sobre religião entre católicos e muçulmanos, tendo estes últimos acabado por partir para a violência.
A islamização do Reino Unido continua a um ritmo alucinante. Nos últimos anos, também na localidade de Bradford, uma idosa inglesa de 89 anos foi brutalmente espancada em Lister Park por muçulmanos e em 2009 um casal foi assaltado também por um grupo de muçulmanos. A nível escolar, um estudante de nome Henry Webster quase perdeu a sua vida depois de ter sido vítima de um ataque de um grupo de muçulmanos que o espancou com martelos em Swindon.
Em Dewsbury, perto de Bradford, tem-se registado também muitos casos de assaltos, agressões e ameaças de morte por parte dos muçulmanos, casos esses que acabam por não ser participados porque as vítimas receiam ser rotuladas de racistas ou porque o Estado não teria problemas nenhuns em branquear as situações devido à necessidade da "coesão comunitária" (ou, por outras palavras, necessidade de votos muçulmanos).
Não está já mais do que na hora dos ingleses dizerem 'basta'? E depois os bacanos da English Defence League (EDL) é que são maus? Muçulmanos de volta para o Merdistão, imediatamente!

sábado, 24 de setembro de 2011

«Estamos seriamente preocupados com o racismo e a islamofobia na Europa»

O presidente turco, Abdullah Gul, disse, no terceiro Fórum Político Global, que o racismo e a islamofobia invadiram a Europa: "Estamos seriamente preocupados com o racismo e a islamofobia na Europa". Ora, racismo e islamofobia? Acho que é mais o contrário: multiculturalismo e invasão islâmica.
A Turquia (ainda) não faz parte da União Europeia (UE), mas esse imbecil muçulmano já se sente no direito de poder lançar palpites sobre a forma como a UE deve proceder: "A Europa terá de aguentar a chegada de mais imigrantes e aceitar a diversidade". A Europa terá de quê? Mas esse cabrão já manda nos assuntos que não lhe dizem respeito? Não há dúvida que ele espelha bem a vontade muçulmana do imperialismo islâmico.
Gul mostrou-se também preocupado com o crescimento dos movimentos de Direita: "Lamento dizer que sempre que nós expressámos aos nossos homólogos as nossas preocupações a respeito dos movimentos de Direita, observámos que eles fizeram vista grossa a esta matéria devido a razões de política doméstica". Será que para Gul casos como o seguinte que se verifica na Alemanha, onde a grande maioria dos alunos duma escola é maioritariamente de origem imigrante e onde esses fazem literalmente a vida negra aos alemães nativos, é aquilo que se quer verdadeiramente?



Se a Europa está cada vez mais racista e islamofóbica, o que é que podemos concluir depois de termos visionado o vídeo? Que as autoridades nada fazem perante os objectivos assumidos desses jovens infra-humanos que um dia continuarão com o legado invasor islâmico no continente?
Gul acrescentou ainda, de forma arrogante: "Os limites da tolerância devem ser continuamente diminuídos". Desculpa? Quer dizer, o anormal muçulmano diz indirectamente em público, ainda por cima num contexto diplomático, que a Europa deve deixar de assegurar o direito à liberdade de expressão, para além de exigir que os países devem abrir as fronteiras para (ainda) mais invasão imigrante? É isso que querem os muçulmanos dos bairros muçulmanos das principais cidades europeias, de certeza!
Nós temos de continuar a suportar esta merda até quando? Que cresçam, pois, os movimentos de Direita, que cresçam cada vez mais a islamofobia e o racismo! Por uma Europa sem merda!

«O califado é a solução»

Em Viena da Áustria, alguns elementos da juventude muçulmana Hizb ut-Tahrir (organização banida da Alemanha mas não na Áustria) juntaram-se à frente da embaixada da Síria para demonstrar apoio às revoltas árabes.

O activista sírio Hisham El-Bala e o porta-voz de língua alemã do grupo, Shaker Assem, fizeram um discurso em que ambos elogiavam as revoltas árabes e à incitação da implementação do califado.

Resta saber se é um califado no mundo árabe, coisa que faz sentido, ou um califado com alcance global, como dita a Ummah (أمة‎). Porque é que os austríacos permitiram tal afronta no seu próprio país? Já se esqueceram da batalha de Viena? Não acordes que não é preciso, Europa!

Cão salva macaquinho

Na região de Tanabe, no Japão, um cão salvou a vida a um macaquinho no meio de um tufão. O macaquinho, de 23 centímentros, agarrou-se ao cão "Goma" como mostra a imagem e tornou-se o centro de atenções naquela província central nipónica.

Luta de jaula infantil

Num clube social de Preston, no Reino Unido, cerca de 250 pessoas pagaram para assistir a um combate entre duas crianças dentro de um ringue fechado por uma rede - cagefighting (vídeo aqui). O caso, que aconteceu no passado dia 10, está a chocar o país e as autoridades já o estão a investigar. Os políticos, as organizações infantis e os médicos já vieram condenar as lutas de crianças. Será que eles conhecem a realidade das escolas?

Benfica empata no Cabr... Dragão

O Benfica empatou ontem a dua bolas no antro do Contumil, na belíssima cidade do Porto. Os súbditos do corrupto-mor Pinto da Costa conseguiram estar duas vezes em vantagem no jogo, mercê do imenso demérito do Benfica que permitiu que os Andrades marcassem dois golos, primeiro numa falta completamente escusada do uruguaio Maxi Pereira e depois num canto curto em que toda a defesa esteve aos papéis, mas os jogadores do Benfica nunca desistiram nem perderam o controlo do jogo e no fim acabaram por deixar no ar a ideia (ou melhor, a certeza) de que o empate soube a pouco. O CRAC foi indiscutivelmente superior ao Benfica na primeira parte, mas na segunda a história foi diferente, tendo o Benfica acabado o encontro por cima. Cardozo e Gaitán - este com um belíssimo golo - fizeram os golos do Benfica na segunda parte. Jorge Jesus desta vez não inventou e ganhou o duelo no banco ao inexperiente Vítor Pereira. O estrondoso Hulk, depois de uns fogachos iniciais, foi completamente encostado pelo lateral-esquerdo brasileiro Emerson.

O árbitro, que é um antigo membro da claque portista Super Cabrões Dragões, Jorge "Jar Jar" Sousa (é apenas o 5º árbitro da AF Porto em 6 jogos do Benfica...), conseguiu a proeza de não expulsar nenhum dos intervenientes da partida mas pactuou bastante com o teatro dos profissionais do CRAC. Os portistas acusaram o árbitro portista de não ter expulsado Cardozo por suposta agressão ao uruguaio Fucile ("todos viram que fui agredido", Fucile dixit...), mas as imagens mostram claramente que o palerma fez teatro, ao minuto 43. De resto, parece que o palco do Cabrão Dragão arrisca-se a ser o novo Theatre of Dreams (teatro dos sonhos), como é conhecido o mítico Old Trafford do Manchester United, devido à quantidade de números circenses dos actores que estiveram ontem em campo disfarçados de jogadores do "fóculporto".

No final do encontro, o treinador portista afirmou que o clubezeco napolitano que serve com submissão perdeu o controlo contra "uma equipa que procurou o ponto". O brasileiro Kléber falou de um balde de água fria e que os azuis-e-brancos deviam ter ganho o jogo por causa do que fizeram na primeira parte (como se o jogo só tivesse uma parte, claro). Hulk não terá visto a agressão fantasma do Cardozo ao Fucile mas afirmou que o uruguaio tem toda a razão. O argentino Otamendi, que marcou o segundo golo Andrade, afirmou que o "Benfica veio (ao Cabrão Dragão) para não perder". Do lado do Benfica, que com este resultado continua a partilhar a liderança no campeonato com o clube da ETAR do Freixo, Jorge Jesus sublinhou que o empate é um bom resultado, mas que não é o que queria. Emerson, que ao longo do jogo se superiorizou ao Hulk, aplaudiu a equipa que nunca baixou os braços. O belga Axel Witsel elogiou a segunda parte do Benfica e disse que os encarnados controlaram melhor a bola e estiveram mais perto da baliza contrária. Nicolás Gaitán dedicou o golo ao seu sobrinho e disse que "podíamos tranquilamente ter ganho".

O clássico, disputado na cidade do Porto onde geralmente tem um ambiente que se assemelha ao da Faixa de Gaza (ou da Líbia, se quisermos ser mais actualizados) sempre que o Benfica se desloca até lá tal é o clima de ódio e de terror latentes, felizmente decorreu sem incidentes devido ao grande contigente policial. O autocarro do Benfica, o Vermelhão, desta vez não sofreu nenhum ataque (será por causa do facto da UEFA ter enviado emissários para o jogo?). No entanto, e isso é coisa que muitos preferem ocultar, os comboios onde seguiam os adeptos benfiquistas foram apedrejados na zona de Coimbrões.

Pessoalmente ficou-me um amargo de boca. O empate deve-se ao demérito do Benfica, que não jogou aquilo que sabe e que pode. E deixem-me dizer que o guarda-redes Artur é grande; enorme!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Colisão mata ex-manequim

O mundo da moda nacional chora a morte de Ana Rita Janeiro, ex-manequim e maquilhadora de 32 anos e irmã do actor e modelo Nuno Janeiro. Ana Rita morreu ontem, quinta-feira, vítima de uma aparatosa colisão entre a scooter que conduzia e um automóvel na Praça Marechal Humberto Delgado, em Lisboa, perto do Jardim Zoológico. O corpo de Ana Rita ficou preso debaixo do veículo, tendo sido apenas retirado após a intervenção das equipas de socorro com o auxílio de um macaco hidráulico da ambulância e de um outro que era do condutor do carro envolvido no acidente. O INEM ainda tentou a reanimação mas os esforços revelaram-se infrutíferos, uma vez que o impacto do acidente provocou várias lesões irreversíveis, e o corpo da mulher foi transportado para a morgue do Hospital de Santa Maria.
Mais uma vítima das estradas portuguesas...

Sónia Brazão quis mesmo matar-se

É o que diz um relatório da Polícia Judiciária que já chegou ao Ministério Público de Oeiras. Tudo aponta no sentido de a actriz ter "intencionalmente aberto os bicos do fogão" para provocar uma libertação excessiva de gás, mas sem no entanto ter a intenção de provocar uma explosão no apartamento.
Recordemos que Sónia Brazão, que terá ingerido álcool e comprimidos antes da explosão, foi constituída arguida e arrisca uma pena de até 10 anos de prisão. "Não, não me tentei suicidar", tinha dito a actriz numa entrevista exclusiva à Notícias TV.

Schengen? Não, obrigado!

A Holanda e a Finlândia opuseram-se à entrada da Bulgária e da Roménia no espaço Schengen numa reunião de ministros do Interior da União Europeia. A decisão da adesão requer a unanimidade dos 25 membros do espaço, pelo que só bastava haver um país que se opusesse para bloquear a entrada aos dois países.
"A nossa posição é clara. Não somos favoráveis à adesão neste momento", declarou o ministro da Imigração holandês, Gerd Leers, adiantado que deve haver garantias no espaço de cumprimento das regras de luta contra a corrupção e o crime organizado. "O que quisemos evitar foi decidir hoje e lamentar mais tarde", acrescentou, concluindo que depois "é impossível voltar atrás". O ministro do Interior da Finlândia, Paivi Rasanen, disse, por sua vez: "A nossa posição sobre essa adesão é negativa".
O espaço Schengen, criado em 1985, permite a 400 milhões de europeus circular livremente sem passaporte no território formado por 25 membros, incluindo 22 países da União Europeia (Reino Unido, Irlanda e Chipre não aderiram) e a Suíça, Noruega e Islândia.
É de mais situações dessas que a gente precisa que é para ver se a União Europeia acaba duma vez, bem como essa coisa nefasta que é o espaço Schengen.

Sobreviventes da islamização

Talina, 11 anos; Svenja, 11 anos; e Jason, 9 anos, são as três únicas crianças alemães nativas duma escola em Berlim, mais precisamente a Jens-Nydahl-Grundschulle que fica em Kohlfurter Straße. Elas as três não percebem uma única palavra de turco e árabe, as línguas faladas por 99% dos 313 alunos que têm ascendência imigrante. 285 crianças são filhas de pessoas que recebem subsídios estatais (pais parasitas, portanto).
Mara M., de 45 anos, a mãe da Talina, disse que os colegas da sua filha no início nem sequer sabiam dizer "obrigado (Danke)", "se faz favor (bitte)" ou "bom dia (Guten Tag)" e que as três crianças alemães eram gozadas por serem "comedoras de porco". Svenja diz que gostaria que a escola tivesse mais alunos que falem o alemão ao passo que a mãe de Jason afirma que não é nada bom a escola ter tão poucos alunos alemães.
Na cantina da escola não se serve carne de porco (claro, há que fazer de tudo para agradar aos filhos dos invasores islâmicos que um dia terão uma palavra importante a dizer no futuro da Eurábia) e uma das responsáveis, Monika Herrmann, de 47 anos, disse: "Não importa quantas crianças de origem estrangeira para lá vão".
Triste Europa, pá!

Mais uma da Scarlett

Já foi largada a terceira bomba, ou seja, a terceira suposta foto da Scarlett Johansson na Internet, mais precisamente no site Celebjihad (cliquem se quiserem ver outras celebridades em situações íntimas). O site TMZ garante a autenticidade das fotos e o FBI já terá identificado um grupo de "hackers" que colocou na Internet fotos de várias celebridades. O TMZ acrescenta que as autoridades já terão mesmo identificado o pirata informático que roubou as fotos da Scarlett.

Memorabilia

Nada como esta excelente canção para nos despedirmos dos R.E.M. Everybody Hurts, de 1992.

Vencer a genética

Uma amiga minha enviou-me um e-mail com o link para o seguinte vídeo, "Vencer a genética":

Madeira: o cómico da situação

Saquei as três seguintes imagens do blogue Devaneios do Oriente (a de cima foi no Facebook de uma amiga) e que ajudam-nos a fazer esquecer, nem que seja provisoriamente, das coisas que têm assolado o país e mais precisamente o arquipélago madeirense. Porque rir por vezes é mesmo o melhor remédio.

Agências de viagens lançam pacotes para observação do buraco da Madeira:

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelhos, o ministro das Finanças Vítor Gaspar o presidente do governo regional da Madeira, Alberto João Jardim (ou melhor, Alberte Jeã Jardeín), numa conversa no Facebook:

Doente terminal cumpre promessa

Um britânico de 36 anos, Andy, que estava em estado terminal devido a um tumor na cabeça, cumpriu a promessa que fez à sua filha Helena de cinco anos sobrevivendo até ao seu primeiro dia de escola, em Gosport, Hampshire, tendo morrido um dia depois.
Andy, pai de três filhos - Martin, de sete anos, Kristy, de 10, e Helena, de cinco -, tinha um tumor na cabeça que foi detectado há 10 anos atrás, mas mesmo assim quis fazer uma vida normal e casou-se. O homem, que perdeu o pai com 44 anos vítima de um tumor, começou a fazer quimioterapia em Março e estava convicto que a sua doença não o iria impedir de acompanhar a sua filha Helena num dia tão importante. Depois de cumprida a promessa, o tumor acabou por levar a melhor.
Requiescat in pace.

Papa Bento XVI na Alemanha e o anti-Catolicismo

O Papa Bento XVI está na sua terra natal, Alemanha, para uma visita (de Estado) de quatro dias. À sua chegada ao aeroporto de Berlim-Tegel, num avião da Alitalia escoltado por "caças" da força aérea logo que entrou no espaço aéreo germânico, o Papa foi recebido com honras militares pelo presidente da Alemanha, Christian Wulff, e pela chanceler Angela Merkel (que, recordemos, é filha de um pastor protestante). A ranhetice anti-católica como é óbvio não ficou parada e já foi convocado um desfile de protesto contra a doutrina sexual da Igreja Católica, sob o lema "O Papa Vem Aí", por parte de grupos panilas e lesbos. Em resposta, foi também convocada a marcha de apoio à visita ao Papa, a "Marcha pela Vida". Para além de encontros com os líderes estatais e também "religiosos" (ou seja, protestantes, judaicos e islâmicos), a imprensa germânica garante que o Papa encontrar-se-á também com vítimas de abusos sexuais em instituições da Igreja Católica na Alemanha.

O Papa Bento XVI, ao contrário daquilo que os seus detractores pensam dele, demonstrou sempre tolerância zero para com os pedófilos na Igreja. Graças a ele, deu-se uma significativa mudança no tratamento do problema e todos aqueles que o acusam de esconder a questão da pedofilia só revelam as suas reais intenções, ou seja, o anti-catolicismo. Esses não estão nem aí para o sofrimento das vítimas e, ao invés, usam-no para atacar a Igreja Católica tendo em vista a sua destruição.

Como estão lembrados, recentemente dois grupos (afinal não foi só um) denunciaram o Papa ao Tribunal Penal Internacional (TPI) de Haia, na Holanda. Um deles teve toda a cobertura mediática, a SNAP (Survivors Network of those Abused by Priests), que afinal não passa duma associação débil cujos métodos de condução das suas actividades não convenceram a BBB, uma agência de avaliação das entidades filantrópicas americanas (não-lucrativas), e que nem sequer foi considerada digna de ser definida como "filantrópica". As próprias vítimas de pedófilos parecem nem lhe dar grande crédito, alguns inclusive abandonaram a dita associação, como Michael Baumann ou Key Ebeling. A SNAP é financiada por advogados interesseiros que se promovem através das pretensas vítimas que usam como clientes. Um dos maiores colaboradores da SNAP, Dr. Steve Taylor, foi preso em 2008 pela posse de mais de 100 imagens de vídeo pedo-pornográficas. A fundadora e actual presidente da associação para as vítimas de pedófilos, Barbara Blaine, escreveu imediatamente diversas cartas em sua defesa pedindo aos magistrados para fecharem os olhos ao caso e voltarem a atenção para o trabalho desenvolvido por Taylor ao longo dos anos. Contudo, a SNAP recordou no seu sítio que, quando um padre é acusado, os paroquianos que o defendem deveriam fazê-lo "em privado", algo que não se aplica de forma igual para todos os casos. Mesmo depois da prisão de Taylor, a SNAP promoveu-o abertamente, definindo-o como um dos "chefes" da sua organização. Não obstante os pedidos, tanto a Barbara Blaine como qualquer outro responsável da SNAP nunca se desculpou ou expressou alguma dor por ter colocado as pessoas seguidas por eles em íntimo contacto com um adepto de imagens pedo-pornográficas e potencial pedófilo, e por tê-lo apoiado e celebrado como responsável da organização mesmo depois da prisão. Nesta página está um elenco de acontecimentos controversos posteriores ligados dessa associação anticlerical.

O outro grupo que denunciou o Papa ao TPI é o CCR (Center for Constitutional Rights) que foi fundado por radicais de esquerda e comunistas nos anos 60 do século passado. O CRR defendeu no passado os membros da Black Panther (Pantera Negra), organização terrorista, marxista-leninista-maoísta dos Estados Unidos. Dois de seus fundadores, Kinoy e Kunstler, eram declaradamente pró-Fidel Castro, o impiedoso ditador cubano ateu. Muitos definem estes sujeitos como "anti-sionistas até à medula, se não anti-semitas".

A Unione Cristiani Cattolici Razionali (UCCR) elaborou um dossier com todas as notícias mais interessantes sobre o assunto e que já foi usado em Haia para refutar uma a uma todas as acusações feitas contra o Papa e os demais membros da Igreja que foram igualmente acusados. É muito significativo e gratificante notar que houve jornais (que não devem certamente ser dos mainstream media) que se pôs prontamente do lado do Sumo Pontífice, sublinhando as incontáveis iniciativas de Bento XVI para combater o terrível flagelo da pedofilia infelizmente tão presente na Igreja Católica.

Podemos, pois, concluir sempre e uma vez mais que o lobby anti-católico está mais forte do que nunca, mas todos esses energúmenos anti-católicos não passam de cães que ladram e a caravana, a Igreja Católica, passa e resiste sempre!

Viva o Papa Bento XVI! Viva a Igreja Católica!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Incêndio em Lampedusa... de novo


Os imigrantes muçulmanos ilegais que se encontram estacionados na pequena ilha italiana de Lampedusa depois de a terem invadido decidiram protestar contra as deportações queimando o edifício do centro de acolhimento da ilha. Desde o início do ano, mais de 48 mil refugiados do norte de África fugiram para Lampedusa.
Bernardino De Rubeis, o presidente da câmara de Lampedusa, disse que já avisou o governo italiano que as tensões entre os imigrantes e a população de Lampedusa estão a atingir o limite: "Nós estamos numa guerra e as pessoas vão reagir. (...) Nós precisamos de uma mão pesada na ilha. As pessoas estão fartas disto, elas querem voltar a viver em paz". Enquanto os selvagens muçulmanos andavam livremente pela ilha a celebrar não se sabe muito bem o quê e confrontando os ineficazes agentes da autoridade, um dos populares disse: "Nós não percebemos porque é que temos de nos submeter a isto... olhem para isso (apontando para o porto da ilha que está impestada de tunisinos). Lá no país deles eles não podem dizer nada. Chegam aqui a Itália e fazem tudo o que querem! Porquê? Nós não sabemos. O que é que há para dizer? Nós agora somos as vítimas desta situação".
O que está acontecer em Lampedusa é pura e simplesmente a demonstração de gratidão dos muçulmanos para quem lhes estende a mão. Quantos mais incêndios será necessário haver na ilha para os italianos começarem a mandar todos esses alógenos infra-humanos de volta para o raio que os parta? Nos tempos das Cruzadas esses invasores muçulmanos já estariam todos mortos!

Talibãs matam negociador de paz

O alto conselheiro afegão para a paz e ex-presidente do Afeganistão, Burhanuddin Rabbani, morreu ontem (dia 20) num ataque suicida na sua casa no centro da capital afegã, Cabul. A polícia afegã informou que Rabbani foi morto por um falso emissário talibã, um suicida que tinha escondido a bomba no seu turbante.
Hashmat Stanikzai, uma porta-voz da polícia afegã, confirmou a uma agência de notícias francesa que se tratou de um ataque suicida e que ocorreu na rua onde vivia Rabbani, um bairro de luxo onde estão também muitas embaixadas e onde, na quarta-feira passada, um grupo de homens-bomba levou a cabo uma série de ataques, tendo como principal alvo a sede da NATO e a embaixada norte-americana, resultando na morte de 15 pessoas.
Rabbani, enquanto viveu, empreendeu grandes esforços para negociar uma trégua com os talibãs. O actual presidente afegão, Hamid Karzai, cancelou a viagem aos Estados Unidos para participar na Assembleia Geral da ONU e está de regresso a Cabul.
O islão é a religião da paz, porra!!

Pretos expulsos de território índio

Nos Estados Unidos, a nação índia cherokee, a segunda maior comunidade índia do país, decidiu expulsar todos os pretos do seu território, facto que irritou o governo norte-americano.
Os cherokee são um povo indígena que alcançou no século XIX um estatuto autonómico e tinha escravos que tinham sido propriedade de chefes índios. A constituição cherokee, de 1866, dizia o seguinte: "Todos os nativos cherokee, todos os outros índios e todos os brancos que sejam legalmente membros da nação por adopção e todos os libertados que foram libertados pelos seus proprietários (...) serão considerados como cidadãos da nação cherokee". No entanto, mais de 100 anos depois, dois chefes decidiram criar mais um requisito: todo o membro da nação cherokee tem de ter um certificado a garantir o seu sangue índio, medida que tirou a cidadania aos libertados e foi declarada inconstitucional pelo supremo tribunal cherokee em 2006. Porém, um referendo realizado em 2007 no seio dos cherokee para a exigência de se ter sangue índio para se poder ser parte da nação índia acabou por ser aprovado, fazendo com que em Agosto passado 2800 descendentes dos libertados, de raça negra, perdessem o seu estatuto como cidadãos cherokees, ficando, entre outras coisas, sem o direito ao auxílio alimentar e aos serviços médicos.
O secretário-assistente para os assuntos índios do departamento do Interior dos EUA, Larry Echo Hawk, afirma que, se o governo federal não reconhecer esta decisão da nação cherokee, poderá dar-se uma nova crise constitucional. A última crise do género registou-se em 1997 e incluiu quase um golpe de Estado que obrigou à intervenção militar federal. O governo federal norte-americano já congelou cerca de 33 milhões de dólares de apoio ao desenvolvimento urbano destinado aos cherokee por recusarem aceitar de volta os seus agora ex-membros afro-americanos.
Aguarda-se reacções mais calorosas por parte das virgens ofendidas de serviço. Lembremo-nos que os cherokees são índios, e não brancos, portanto vamos lá ver se alguém se lembra de jogar a cartada do racismo. Se fossem brancos na sua própria terra, qualquer tentativa da parte destes de se defenderem dos invasores ou simplesmente de demonstrar o seu orgulho rácico seria uma afronta igual ao monte Evereste e os profissionais esquerdóides atacariam de todas as formas com raiva desmesurada. Como todos nós estamos bem fartos de saber, o branco é que é sempre o único racista e responsável directo por tudo o que há de mau neste mundo, daí não ter o direito de se defender a si próprio na sua própria terra contra os invasores multiculturalistas alógenos.