quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Somague reclama 34,5 milhões pelo Bessa

Quem o viu e quem o vê. O Boavista, campeão nacional em 2000/01, que milita presentemente na 2ª divisão, passa por dificuldades sobejamente conhecidas. Agora, é a Somague que avança com um pedido de insolvência do clube portuense devido a uma dívida de 34,5 milhões de euros relativa à construção do estádio do Bessa XXI. Resta agora saber se isto não significará o fim do histórico clube rival do FC Porto. "Depende do andar do processo, da vontade dos credores, da visão do administrador da insolvência e, claro, da decisão do juiz", afirmou o especialista José Manuel Meirim.
Na cidade invicta somente um clube, o dos corruptos cujo nome é igual à da cidade onde muita da sua gente nem sequer é afecta a ele, é que goza de inúmeras benesses em todos os níveis que ultrapassam de longe o campo desportivo. O Boavista já chegou a ser em tempos um clube com equipas temíveis, só para não falar também do simpático Salgueiros de Paranhos. A agremiação corrupta do Porto é uma espécie de eucalipto: seca tudo o que está à sua volta.

A maldição germânica perdura


O borrego alemão está gordo que se farta. O Benfica nunca logrou ganhar um jogo em solo germânico e já lá vão 19 jogos. Ontem, para as contas do grupo B da Liga dos Campeões, o Benfica foi derrotado pelo Shalke 04 por 2-0, num jogo em que dois erros ditaram o resultado.
César Peixoto e David Luiz foram os responsáveis pelos golos alemães marcados por Farfán e Huntelaar. Cardozo, até sair substituído por motivo de lesão aos 71', nem esteve praticamente no relvado. E a falta de inspiração voltou a ser nota dominante por parte dos jogadores do Benfica.
Com esse resultado o Benfica fica em terceiro lugar do grupo B. O melhor é fazer, o Benfica, aquilo que eu sempre disse: mais vale ser relegado para a Liga Europa e tentar vencê-la depois de amealhar uns bons milhões com a fase de grupo da Liga dos Campeões, pois sempre é uma competição mais acessível. Este Benfica está, infelizmente, longe de se equiparar a um colosso.

Amizade entre homem e crocodilo

video

Na Costa Rica, um pescador chamado Chito é dono dum crocodilo de cinco metros de nome Pocho. Há cerca de 20 anos, Chito encontrou Pocho moribundo com uma bala na cabeça à beira dum rio e decidiu adoptá-lo apesar das advertências (normais) do seu irmão. Chito já tentou devolver Pocho à natureza, mas este encontrou sempre o caminho de volta para casa. Conformado com a amizade que Pocho nutre por ele, como atestam as imagens, os dois agora fazem shows para turistas de todas as partes do mundo, que ficam de boca aberta com a amizade entre os dois.
Existem mesmo coisas engraçadas neste mundo.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

100 000 000 € no sorteio do Euromilhões do dia 1 de Outubro de 2010!

Para fazer face à crise, nada como ganhar o Euromilhões...

Sobretudo porque vai haver esta sexta-feira, dia 1 de Outubro, um jackpot extra de 100 000 000 de euros (só ainda não consegui perceber por alma de quem, mas que importa isso?).
Toca a fazer sociedades e a apostar forte, pessoal!

Novas medidas de austeridade


Ataca, governo!! É preciso dinheiro para as grandes obras indispensáveis como o TGV...

História no 1º jogo da Champions em Braga

Houve história ontem no estádio AXA, em Braga. Pela primeira vez a pedreira recebeu um jogo da Champions League e os guerreiros do Minho foram trucidados pelos ucranianos do Shaktar Donetsck, perdendo por 3-0 e sofrendo a segunda derrota no grupo H, o que equivale a dizer que o apuramento para os oitavos-de-final é cada vez mais uma miragem.

Super Dragões: tudo bons rapazes

Esta notícia já tem uns dias, mas só hoje é que eu tomei conhecimento dela uma vez que não me pareceu ter sido difundida pelos jornais televisivos. Membros da claque portista Super Dragões vandalizaram e assaltaram lojas no aeroporto do Funchal, denunciou a PSP da Madeira, o que levou a PSP a estar no aeroporto Francisco Sá Carneiro à espera deles, depois do jogo que o FC Porto fez contra o Nacional. Mais do mesmo, infelizmente.
Os dirigentes praticam a corrupção e os membros da claque vandalizam. Mas como os objectos roubados não são intervenientes do jogo, de certeza que nada de mal lhes vai acontecer, até porque têm a cobertura das próprias bestas que mandam no clube que foi condenado pela prática de corrupção activa. Com essa máfia nortenha vale tudo, desde o arremesso de bolas de golfe e de pedras contra veículos até ao hábil branqueamento de resultados desportivos. Já são mais de 30 anos de escória que só envergonha o norte do país e o desporto português.

Embaixadora para os... extraterrestres?

A ONU vai nomear brevemente uma embaixadora para o espaço de modo a coordenar a resposta da humanidade num eventual contacto com os extraterrestres! A criação desse cargo, que será confiada à astrofísica malaia Mazlan Othman, foi explicada com a descoberta dum grande número de planetas que orbitam as estrelas, fazendo com quem se acredite que existam realmente seres inteligentes neste universo para além de nós.
Como será que se vão entender depois quando esse contacto se der? Linguagem gestual? Cá para mim a ONU é só tachos...

Abutre-preto na A29

Foi encontrado na autoestrada A29, em Gaia, um abutre-preto em estado débil, tendo sido apanhado facilmente à mão e levado para uma enfermaria do Parque Biológico de Gaia onde foi tratado. A ave deverá ser libertada no Alentejo dentro de duas semanas, no máximo. O abutre-preto é uma espécie que já não nidifica em Portugal desde os anos 70, sendo que já só cria em Espanha junto à fronteira com o Alentejo, onde são vistos alguns exemplares com frequência. Como um deles foi parar a Gaia é que ninguém sabe.

Torre Eiffel novamente ameaçada

Pela segunda vez a polícia francesa teve de evacuar a Torre Eiffel na sequência duma nova ameaçada de bomba. A ameaça foi feita através duma chamada realizada às 18:40 a partir duma cabine telefónica, informaram as autoridades. Há cerca de duas semanas a Torre Eiffel e também a estação de metro de Saint-Michel, no centro de Paris, já tinham sido evacuadas depois de ameaças de bomba que se revelaram falsas. Na segunda-feira foi a vez da estação de comboio de Saint-Lazare, também no centro de Paris, a ser evacuada pelo mesmo motivo. Na semana passada o ministro do Interior francês, Brice Hortefeux, já tinha alertado que a ameaça terrorista sobre o país era "real" e as autoridades trataram de reforçar o nível segurança.

Fábio Coentrão até 2016

O Benfica assegurou o concurso de Fábio Coentrão até 2016, prolongando o contrato com o atleta por mais um ano com um aumento de ordenado. "O Benfica reconheceu o meu trabalho, mas a minha motivação foi sempre a mesma", garantiu o jovem jogador internacional português.
Fábio Coentrão é, na minha modesta opinião, um dos melhores jogadores do Benfica actual. Quem o viu e quem o vê.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Nereida leiloa brincos oferecidos por Ronado

Nereida Gallardo vai leiloar os brincos que Cristiano Ronaldo lhe ofereceu quando estavam juntos. "Os brincos de ouro branco e diamantes, com a inscrição R7, que ele me ofereceu vão ser leiloados e o dinheiro que conseguir será entregue, em directo, no canal espanhol Antena 3, a uma associação espanhola de jovens com cancro", disse a maiorquina, que é casada com o empresário Pedro Sabater com quem pensa em aumentar a família muito em breve. Ronaldo terá pago em 2008 qualquer coisa como 35 mil euros pelos brincos. Ao menos agora servem para ajudar quem precisa.

Opiniões DN

A sombra da injustiça

Portugal costuma ser um país pacato sem grandes conflitos e iniquidades. Mas na novela da vida nacional existe um tema em crescente recorrência: a justiça. Esta magna virtude, normalmente pacífica, interpela-nos cada vez mais a vários níveis e formas diversas.
A primeira interpelação é institucional. A decadência do sector da Justiça é hoje incontornável e central na crise social. Começou com a lenta perda de confiança popular no sistema. Preferindo a forma ao conteúdo, respeitando mais os procedimentos que a justiça, os tribunais ficaram tão morosos que a população desistiu deles. Não vale a pena recorrer à Justiça. Mas como viver em sociedade sem esse serviço básico? Se tal não bastasse, sucessivos processos mediáticos vêm cobrindo de ridículo o sector, com suspeitas, prescrições, intrigas, polémicas. É espantoso como uma instituição composta por pessoas inteligentes, mesmo superiormente inteligentes, comete autodestruição pública de forma tão sistemática.
Pior é a manifestação social da injustiça. Portugal sempre teve tendência para o corporativismo, instalação de interesses, captura dos poderes públicos. Basta um período mais longo de estabilidade e segurança para se sentirem forças poderosas distorcendo as regras. Este surto mais recente tem sido particularmente virulento. Há décadas que os ministérios estão dominados pelos grupos que deviam regular. Isto criou a situação perversa do aparelho de Estado, criado para o bem comum, constituir hoje um dos grandes geradores de desigualdade em Portugal.
Começa logo pelo sistema fiscal, enorme máquina iníqua que carrega mais sobre trabalhadores e pobres. À medida que o peso tributário incha, a disparidade agrava-se, atingindo já níveis preocupantes. Mas a própria política de justiça social é geradora de injustiça. Este resultado paradoxal vem de o Estado moderno assegurar um conjunto vasto, profundo e diversificado de direitos, garantias, regalias e serviços. Se isto é feito, com eficácia e dedicação, mas apenas numa parte, mesmo maioritária, da população, são os próprios mecanismos sociais que criam exclusão, desigualdade, injustiça.
Esta é a razão porque, por exemplo, os partidos de esquerda, que continuam a insistir nesses direitos de papel, acabam servindo o contrário do que afirmam. Enchem a boca com ideais de justiça social e apoio aos desfavorecidos, mas de facto defendem a classe média. As suas propostas dirigem-se não aos verdadeiros pobres, imigrantes, precários, excluídos, mas a sindicatos, funcionários, professores, médicos, etc., que são os seus reais eleitores.
Pior de tudo é a acção governamental, que depende directamente dos votos das corporações instaladas. Dominando a cobertura mediática e influência política, essas forças garantem direitos intocáveis. Para sobreviver nas sondagens e nas eleições, os ministros sabem que não podem confrontar os sectores e grupos profissionais que, mesmo favorecidos, são os primeiros a protestar à menor inconveniência. Não admira que os cortes caiam sempre sobre os silenciosos. O povo paga e cala.
Tudo isto sobreviveria disfarçado com crescimento económico. Mas no meio da recessão e emergência financeira, a injustiça explode em pleno dia. Os últimos meses manifestaram uma desigualdade social que Portugal há muito não sofria. Basta notar que no ano passado, em que o produto nacional caiu 2,7% e o desemprego subiu acima dos 10%, os salários reais aumentaram uns incríveis 5,2%, segundo o relatório do Banco de Portugal (quadro A.6.2., p. 214). Esta subida, a maior desde 1980, explica-se pelo ano eleitoral combinado com deflação. Além de brutal perda de competitividade, isto mostra como a crise foi excelente para os que mantiveram empregos seguros, enquanto desabava sobre desempregados, falidos, precários, mas também empresários e investidores.
Portugal costuma ser um país pacato, mas agora as injustiças estão a crescer. Como em épocas antigas, isso ameaça conflitos sérios que deixarão cicatrizes profundas. A justiça é cega mas tem a espada na mão.

João César das Neves


Com esta crise ganha a direita!

Não tardou que o manifesto do Partido Republicano fosse catalogado pelos democratas como "uma jura de fidelidade aos mais ricos". A expressão é da líder da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e revela o nervosismo do partido de Obama perante umas eleições para o Congresso que podem devolver a maioria à direita. Mas não deixa de ser verdade: pressionada pelo sentimento anti-Estado das suas bases, o histérico Tea Party, a direita americana aposta na redução de impostos e no corte na despesa social, prometendo destruir o legado de Barack Obama, a começar pelo sistema de saúde. Claro que o manifesto tem omissões, como a fórmula para reduzir o défice de 1,5 biliões de dólares mantendo os cortes de impostos da era Bush, avaliados em 700 mil milhões.
O mais espantoso é que a 2 de Novembro os americanos podem mesmo virar-se de novo para os republicanos, esquecendo que Obama herdou de George W. Bush um país mergulhado na pior crise em 80 anos. E que a recuperação deve muito ao pacote de estímulo, que teve de recorrer ao dinheiro dos contribuintes para resgatar dezenas de empresas, única forma de travar o desemprego ou salvar depósitos bancários e seguros de vida. Outra medida evitou que milhões de famílias perdessem a casa. Claro que o défice vai nos 9%, mas em 2011 termina a validade dos cortes de Bush. Cabe ao Congresso decidir não os prorrogar, recuperando o sentido de justiça fiscal. A ofensiva ideológica contrária é, porém, avassaladora. Parte é feita pelo Tea Party, outra via imprensa, com o Wall Street Journal a publicar um artigo sobre o aprofundamento das medidas do ex-presidente. Em vez dos actuais 15% de imposto sobre as mais-valias, propõe a taxa zero, garantindo que isso traria 0,2% adicionais ao PIB e 1,3 milhões de empregos. Em termos de redistribuição ter-se-ia de confiar na tal "mão invisível" que Adam Smith evocou há três séculos… e que a Grande Depressão de 1929 desacreditou!
Que uma crise criada pelo excesso neoliberal esteja a favorecer a direita e a servir para atacar o Estado social é um fenómeno mal explicado. Mas na Europa é já indesmentível. As derrotas da esquerda acumulam-se: regresso de Berlusconi em Itália, pior resultado de sempre do SPD na Alemanha, fim de 13 anos de trabalhismo no Reino Unido. Nos 27 países da União Europeia, só meia dúzia apresenta tons de rosa, casos de Portugal, Espanha e Grécia. Dando-se prioridade ao controlo orçamental sobre o relançamento económico, ninguém explica, contudo, por que razão os cortes da despesa afectam sempre os mais pobres e porque é tabu falar de aumento de impostos. E resta saber porque é mais lógico cortar no apoio aos desempregados que taxar transacções financeiras que dão milhões a alguns sem trazer benefícios para mais ninguém.

Leonídio Paulo Ferreira


Bento XVI no Reino Unido

Contra todas as previsões, a visita de Bento XVI ao Reino Unido foi um êxito. Os próprios media britânicos foram unânimes nesse reconhecimento. Até a sua imagem pessoal saiu suavizada: já não "Rottweiler de Deus" nem um intelectual frio, mas um ancião sábio e simpático.
Porquê? Explica o teólogo José M. Castillo: "Porque, nesta viagem, o Papa não condenou nada nem ninguém. Não proibiu nem censurou. Pelo contrário, reconheceu as suas falhas, pediu perdão, mostrou-se próximo das pessoas. Fê-lo por política, diplomacia ou talvez outros interesses? Fê-lo. E basta. É isso que as pessoas esperam, é disso que as pessoas precisam. O que todos queremos que os outros tenham connosco: respeito, tolerância, humanidade, compreensão e bondade."
De qualquer modo, a figura do intelectual eminente não deixou, mais uma vez, de impressionar. "Obrigado por ter-nos feito sentar e reflectir", disse-lhe o primeiro-ministro, David Cameron, ao despedir-se no aeroporto. "Foram quatro dias incrivelmente emocionantes para o nosso país", garantindo-lhe que "foi escutado por um país de 60 milhões de cidadãos". E foi mais longe: "A fé é parte integrante do tecido do nosso país."
2. Quanto à chaga da pederastia, o Papa foi contundente, não podendo ser mais claro. Logo no avião, criticou publicamente a hierarquia católica por não ter sido "suficientemente vigilante". Reconheceu que a Igreja em geral e, nomeadamente, os bispos e a Santa Sé não foram suficientemente "vigilantes, céleres e decididos" no combate a estes "abusos vergonhosos, que minam gravemente a credibilidade dos responsáveis da Igreja".
Na catedral de Westminster, falou em "vergonha e humilhação", manifestando "profunda dor" pelo sofrimento causado às vítimas destes "crimes inqualificáveis".
Em Londres, encontrou-se com cinco dessas vítimas, dizendo-se "comovido pelo que tinham a dizer e manifestou profunda dor e vergonha pelo que elas e as suas famílias tiveram de sofrer". Assegurou que a Igreja continua a tomar medidas que sejam eficazes e a "colaborar com as autoridades civis e levar à justiça os clérigos e religiosos acusados desse crimes hediondos".
3. Ponto alto da visita foi o discurso perante políticos - para lá do actual primeiro-ministro, encontravam-se os seus antecessores Margaret Thatcher, John Major, Tony Blair e Gordon Brown -, académicos e corpo diplomático, no Westminster Hall, no lugar onde Tomás Moro foi condenado à morte por não querer renegar a sua fé católica.
Sublinhou a importância do diálogo profundo e permanente entre a razão e a fé e de relações boas entre a religião e a política.
Manifestou-se preocupado com a "marginalização crescente" da religião, nomeadamente da cristã: "Há alguns que desejam que a voz da religião seja silenciada ou pelo menos seja remetida para a esfera meramente privada." Contra o secularismo agressivo, defendeu que "a religião não é um problema que os legisladores devam solucionar, mas um contributo vital para o debate nacional".
A ética tem de ser trazida para a actividade económica. Lembrando Moro, foi ao tema essencial da fundamentação ética da vida civil, sublinhando que "se os princípios éticos que sustentam o processo democrático não se regem por nada mais sólido do que o mero consenso social, este processo apresenta-se evidentemente frágil".
4. Beatificou o Cardeal Newman, figura cimeira da cultura, convertido ao catolicismo e um dos "pais espirituais" do Concílio Vaticano II.
Carregados de simbolismo foram o abraço ao arcebispo de Cantuária e primaz da Igreja Anglicana, Rowan Williams, e a presença dos dois, lado a lado, no altar da Abadia de Westminster.
Paradoxalmente, a ordenação católica de clérigos anglicanos já casados pode alisar o caminho para o fim do celibato obrigatório. Ainda há dias, o novo bispo de Bruges (Bélgica), Jozef De Kesel, dizia: "Penso que a Igreja deve perguntar-se se convém conservar o carácter obrigatório do celibato."

Anselmo Borges

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

De Ovar até Macau de bicicleta

Um casal de jovens de Ovar e de Oliveira de Azeméis decidiram viajar até Macau... de bicicleta. Rafael Polónia, director de cena de Ovar de 34 anos, e Tanya Ruivo, actriz de 28 anos, partem para a sua segunda grande viagem de bicicleta após terem feito o trajecto Ovar-Instambul entre Abril de 2009 e Janeiro de 2010. A viagem até Macau, que por acaso é a minha terra natal, pode demorar cerca de ano e meio e o trajecto previsto inclui Portugal, Espanha, França, Suíça, Alemanha, Áustria, Eslovénia, Croácia, Sérvia, Roménia, Bulgária, Turquia, Síria, Líbano, Jordânia, Curdistão iraquiano, Irão, Turquemenistão, Uzbequistão, Tajiquistão, Quirguistão, Índia, China e Macau. Os ciclistas divulgarão na Internet e noutros suportes as aventuras ao longo do percurso de mais de 20 000 Km. Só ainda não há data de regresso, pois os dois jovens têm intenção de fazer voluntariado na Índia.
Quem corre por gosto não cansa, lá diz o ditado. Deve ser o mesmo para quem gosta de pedalar.

A mão (de Rolando) que segura o andor

A dureza com que a equipa do Sporting foi criticada após a derrota na Luz deixa-me na posição ingrata de ter de a defender. Concedo que a exibição não foi boa, o que acaba por ser normal. Como já aqui escrevi, parece-me que o Sporting não está tão forte como no ano passado. No entanto, os riscos de desflorestação não se confirmam. É verdade que saiu uma maçã e o pinheiro acabou por não vir, mas o modo como Aimar e Saviola se mexeram entre o meio campo e a defesa do Sporting deu a entender que os jogadores leoninos estavam bem plantados na relva. No fim do jogo, pareceu-me ver o preparador físico do Sporting a desenraízar o Maniche da entrada da área. E um dos adjuntos teve de enxotar a águia Vitória, que se preparava para começar a fazer ninho no ombro do Nuno André Coelho.
Desejo aderir ao novo modelo de crónica futebolística em que o autor revela, para mais que previsível gáudio dos leitores, onde, como e quando viu determinado jogo, e ainda tem a gentileza de fazer a resenha das opiniões emitidas por comentadores estrangeiros - que são sempre os mais perspicazes e informados sobre o futebol português. Antigamente, o público não sabia se um cronista tinha assistido a determinado desafio em directo ou se tinha sido obrigado a ver uma gravação, se tinha visto a partida em território nacional ou estrangeiro. Esses tempos, felizmente, acabaram. Informo então que assisti ao Nacional-Porto no Brasil, através de um canal televisivo local. Estava uma temperatura agradável. Ingeri 72 tremoços durante a transmissão. Os comentadores consideraram claríssimo o penalty não assinalado após evidente mão de Rolando na área (que bobagem!, exclamaram os comentadores) e perceberam, sem recurso à repetição, que tinha sido mal tirado o fora-de-jogo ao ataque do Nacional. Um dos comentadores, especialmente bem preparado, lembrou a propósito a célebre conferência de imprensa em que Alex Ferguson afirmou que o Porto comprava os seus títulos no supermercado. De facto, o futebol português, visto no estrangeiro, tem outro interesse.
Mais um escândalo que resulta de inomináveis injustiças: o seleccionador do Brasil, evidentemente seguindo instruções do dr. Ricardo Costa, chamou David Luiz e deixou de fora da convocatória o inigualável Givanildo. Creio que se impõe uma vigília.
Acompanhei com alguma surpresa, as reacções da imprensa nacional à derrota do Braga frente ao Arsenal. Pareceram-me exageradas. É verdade que o Braga levou 6, mas a equipa portuguesa que lá foi no ano passado levou 5. É possível que, em Londres, ninguém tenha dado pela diferença. O único pormenor que verdadeiramente distinguiu as duas derrotas talvez tenha sido este: desta vez, o presidente da equipa goleada apareceu no aeroporto juntamente com a equipa, à chegada a Portugal.
O comunicado da direcção do Benfica continua a suscitar os mais variados comentários. Uns apoiam-no, outros reprovam-no, e até o treinador André Villas Boas fez uma observação da qual não retive mais do que o facto de incluir a palavra quaisqueres. Uma das críticas mais frequentes, e à qual sou particularmente sensível, tem a ver com a circunstância de o comunicado disparar em direcções tão díspares como a arbitragem e a comunicação social. Também me parece descabido. Ainda se tivessem sido publicadas escutas em que se ouvisse o presidente de um clube a dar indicações a um árbitro sobre o melhor caminho a tomar em direcção a sua casa, talvez se percebessem melhor as referências à arbitragem. Bem assim, se fosse pública outra escuta em que se ouvisse o presidente do mesmo clube a dar indicações a um jornalista sobre o que devia escrever, talvez se compreendesse a desconfiança relativamente à comunicação social - e talvez se percebesse que o tema é, afinal, mais ou menos o mesmo. Uma vez que nada disso sucedeu, o comunicado parece bater-se contra moinhos de vento que mais ninguém vê (nem ouve).

Ricardo Araújo Pereira, 25 de Setembro in Jornal A Bola


Fonte: Apanhados Quânticos

Benfica vence supertaça de hóquei em patins

O Benfica venceu justamente a supertaça de hóquei em patins após derrotar o crónico campeão FC Porto por 8-4. Uma vitória iguamente simbólica na medida em que se trata duma modalidade que em Portugal é controlada por um sistema cefalópode responsável pelas maiores vergonhas a nível da arbitragem a favor do clube que foi precisamente derrotado pelo Benfica, tal como aliás acontece em relação ao desporto rei indígena.

Canoagem: Nuno Barros campeão do mundo

O canoísta português Nuno Barros sagrou-se campeão mundial de maratona C1 na cidade espanhola de Banyoles, na Catalunha. O canoísta do Náutico de Ponte de Lima conseguiu assim almejar finalmente a medalha de ouro depois das anteriores participações.
Muitos parabéns, Nuno Barros!

Selecção sub-20 de hóquei em patins bicampeã da Europa

A selecção sub-20 de hóquei em patins venceu o bicampeonato da Europa depois de bater na final a anfitriã Itália por 2-1, em Viareggio, depois de ter estado a perder no primeiro tempo.
O hóquei em patins é a modalidade desportiva da qual Portugal sempre teve grandes tradições e é sempre muito bom saber que os jovens jogadores de hóquei em patins sabem mantê-las vivas. Quem sabe se daqui a uns aninhos esses jovens integrarão a futura selecção principal e, assim, Portugal poderá destruir finalmente a hegemonia espanhola que já dura há vários anos.

domingo, 26 de setembro de 2010

O Benfica é um clube para toda a vida (Roberto)

video

É impressão minha ou tem-se falado pouco, ou mesmo nada, do Roberto nos últimos tempos? Cadê o guarda-redes que só dava frangos e que fazia as delícias da escumalha anti-benfiquista? Muito honestamente, penso - sempre o disse, até - que o problema de Roberto era do foro psicológico, pois ele qualidades de certeza que tem, facto que o levou até ao Glorioso. São três vitórias consecutivas do Benfica em três jogos sem que Roberto fosse buscar a bola do fundo da sua baliza uma única vez, correspondendo com boas defesas em situações de perigo para a baliza encarnada. Este, sim, é o verdadeiro guarda-redes que o Benfica foi buscar por 8,5 milhões de euros e que, sim, foi responsável pela perda de pontos nos primeiros jogos, mas que agora parece estar a ser aquele que era quando o foram buscar, o verdadeiro Roberto.

Primeira vitória benfiquista fora de portas esta época


O Benfica venceu finalmente fora esta época ao bater o Marítimo, no sempre complicado estádio dos Barreiros, por 1-0, naquele que foi um autêntico festival de oportunidades desperdiçadas. O Benfica fez nesse jogo o suficiente para levar de vencida o adversário por pelo menos quatro golos, mas a sorte e a inspiração não quiseram nada com jogadores como o Cardozo, que tão bem esteve frente ao Sporting, ou o Saviola. Mesmo assim, esta equipa do Benfica está claramente em crescimento e já vai na terceira vitória consecutiva. Fábio Coentrão, que está claramente em boa forma, fez o golo solitário da partida, colocando justiça no resultado.
Em relação à arbitragem, eu até posso admitir que ficou um penalty contra o Benfica por marcar, que não é muito evidente, cometido por Maxi Pereira sobre Djalma (que já estava em desiquilíbrio antes de ter sido ligeiramente puxado pelo uruguaio). Mas o que eu não posso realmente admitir é o facto de uma vez mais não se ter marcado penalties a favor do Benfica, que neste aspecto continua em branco desde que começou a época (enquanto que outros nunca têm penalties contra...), pela falta mais que clara cometida sobre Saviola e, mais tarde, sobre César Peixoto. A palhaçada pelos vistos vai continuar e, como muito bem disse Jorge Jesus, infelizmente ninguém vai devolver os pontos que já roubaram ao Benfica (e muito menos vão roubar os pontos que os outros não deveriam ter a mais).
Mesmo assim ainda acredito que o bicampeonato é possível e se o Benfica realmente for novamente campeão será, certamente, contra tudo e contra todos uma vez mais.

Todos os dias 12 adolescentes dão à luz

Hoje é o Dia Mundial da Contracepção e a Sociedade Portuguesa de Contracepção alertou que em Portugal 12 adolescentes são mães a cada dia que passa, sem contar com as que impedem alguém do direito à vida ao interromper a gravidez de forma voluntária (mais de 10% dos abortos são cometidos por chavalas até aos 19 anos e quase 5% dos nascimentos são de jovens mães). A informação para a prevenção de gravidezes indesejadas existe aos pontapés e é amplamente do conhecimento das pessoas, sobretudo dos jovens, que têm mais acesso à informação. Acontece muitas vezes, porém, que as pessoas pensam que o mal só acontece aos outros e depois factores como o álcool, as drogas ou incapacidade de controlar os ímpetos animalescos fazem o resto.
É curioso como eu não consigo deixar de estabelecer um paralelo entre o aumento do número de gravidezes indesejadas com o aumento de infectados pelo HIV. Isso só vem comprovar que os métodos anticoncepcionais não são tão eficazes assim como muita gente nos quer fazer crer. Se eles não são 100% eficazes na prevenção de gravidezes, quanto mais na do contágio do HIV? Só não vê os factos quem não quer - o pior cego é aquele que não quer ver - e o Papa Bento XVI bem que alertou o mundo para o facto de a "camisinha" (e coisas afins) não resolver o problema do flagedo da Sida. Mas, longe de ser reconhecido por ter somente defendido a verdade, ele ainda foi e é constantemente acusado pelo aumento do número de mortos por causa da Sida. Esta é a diferença entre querer tratar as pessoas como seres humanos e tratar as pessoas como meros animais.
O único verdadeiro método de contracepção 100% eficaz é a abtinência, mas em relação a isso as pessoas torcem o nariz. Será que os senhores da Sociedade Portuguesa de Contracepção falam disso também ou preferem antes enaltecer o facto de a pílula já ter 50 anos?

Calendário 2010 da Ryanair

video

As hospedeiras da Ryanair estão uma vez mais dispostas a despir-se de livre vontade para o calendário deste ano da companhia aérea que visa ajudar quem mais precisa. A empresa informou que as candidaturas são mais de 800 entre as cerca de 4000 hospedeiras e que o estimado lucro de 110 mil euros (cada um dos 11 000 calendários custa 10 euros) reverter-se-á a favor da instituição de caridade Kids Charity.
Porque é que eu nunca tive a sorte de viajar num avião com aeromoças como essas?

2 novos milionários portugueses

Depois de ter criado um milionário no passado dia 13 de Agosto (5 milhões de euros com uma única aposta online...), o Euromilhões voltou a sair em Portugal e logo para dois apostadores. O jackpot de 28 milhões de euros ficou assim repartido, cabendo a cada um dos felizardos 14 milhões de euros.
Numa altura em que as pessoas só sabem falar da crise, do aumento do desemprego, isso e aquilo, Portugal ganhou mais duas pessoas (pelo menos) que poderão viver tranquilamente até aos seus últimos dias. Isso, claro, se tiverem juízo.

Gravidezes indesejadas

Surgiu no CM a notícia de que em Portugal uma em cada três mulheres já teve uma gravidez indesejada, isso apesar de existirem hoje em dia formas de evitar que as mulheres engravidem. A percentagem de adolescentes portuguesas que engravidam é muito superior à média da União Europeia: por cada 1000 adolescentes portuguesas dos 15 aos 19 anos, 17 são mães, ao passo que na Europa Ocidental a média é de 10. Mais de 85% das mulheres não grávidas e sexualmente activas usam mais a pílula (quase 70%) como método contraceptivo. O preservativo (com "apenas" 13,4%) surge em segundo lugar.
Eu fico seriamente a pensar como é que, perante esses dados, Portugal consegue ter uma das populações mais envelhecidas do mundo e uma das mais baixas taxas de natalidade de que há memória?
É só fornicadores e vacalhonas...

O sucessor de Kim Jong-il

A Coreia do Norte é a única dinastia comunista da História, fundada com o apoio da União Soviética. O filho do líder norte-coreano Kim Jong-il, Kim Jong-un, deverá herdar o poder do pai, que por sua vez herdou do avô. A conferência do Partido dos Trabalhadores da Coreia ditará a eleição do seu órgão de direcção suprema no dia 28 deste mês.
O país é um dos mais fechados do mundo e 1/3 da sua população está subalimentada. Interrogo se é esse o ideal comunista que os parolos da esquerdalha sonham e defendem. Não restam dúvidas de que é num regime comunista que o povo mais ordena. E que dizer dos direitos que os comunistas se gabam de defender para o povo quando na verdade esses mesmos direitos são negados na Coreia do Norte ou em Cuba? Eh pá, seja como for... avante, camaradas! O sol brilhará só para nós!
Ainda bem que o PCP e o BE não conseguem ganhar eleições...

Preparação de manifestação no Vaticano

Uma associação de vítimas de abusos sexuais cometidos por padres anunciou que vai haver uma manifestação em frente do Vaticano no próximo dia 13. "Chegou a hora de se saber a verdade. Há pessoas cuja vida foi literalmente destruída, que vivem há 50 anos com um peso imenso devido ao que sofreram na infância", disse Marco Lodo Rizzini, porta-voz da associação de vítimas do instituto Antonio Provolo para crianças surdas-mudas.
Acho bem que se manifestem, pois! A justiça tem que ser feita, mas gostava de saber se por acaso as vítimas de abusos por parte de gente que não tem ligações nenhumas à Igreja, mas sim à medicina, ao ensino, ao desporto, ao mundo da moda, ao mundo artístico, etc., também se lembrarão de se manifestar contra cada uma das diferentes instituições.

sábado, 25 de setembro de 2010

Gang sequestra ex-estrela do Benfica

Famílias de ex-jogador sueco e de empresário português ameaçadas e agredidas. Stefan Schwarz, antiga estrela do Benfica, e empresário Manuel Marques foram roubados em 600 mil euros.

Encapuzados e armados com facas e um taco de basebol, quatro homens invadiram a vivenda de Stefan Schwarz na Quinta da Bicuda, em Cascais, surpreendendo a antiga estrela do Benfica e a família a seguir ao jantar. O ex-jogador sueco, a mulher e uma das duas filhas do casal viveram momentos de terror ao serem sequestrados durante mais de meia hora – o tempo de que o gang precisou para roubar 100 mil euros em dinheiro e jóias. Schwarz chegou a ser agredido e, ao reconhecerem-no, os ladrões ponderaram raptar a menina de seis anos para depois exigirem resgate.

(...)


Fonte: CM

PS. Segundo consta, eram emigrantes do leste. E a justiça portuguesa continua no seu melhor...

'Contracepção: Afinal, de Quem é a Responsabilidade?'

Um estudo internacional por ocasião do Dia Mundial da Contracepção revela que 1/3 dos jovens acredita que o coito interrompido evita gravidez! O estudo revela também que muitos são também os que têm comportamentos de risco, não sendo, portanto, de estranhar que cerca de 1/3 dos 205 milhões de gravidezes que se verificam anualmente não é planeada e as taxas mais elevadas são entre jovens de 15 a 24 anos.
Por um lado acho que isso até é bom, pois a taxa de natalidade agradece, mas por outro lado não posso deixar de ficar preocupado porque isso também pode significar um aumento das práticas que atentam contra a vida humana, pois o direito à vida é o primeiro dos Direitos Humanos consagrados (e eu curiosamente não vejo os defensores dos ditos Direitos Humanos a insurgirem-se contra esses atentados à vida...).
Há pessoas mesmo muito burras e cruéis, não há?

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

PSP de Braga vigia bairros depois de rixa

A PSP de Braga está esta quinta-feira a vigiar os bairros do Monte do Picoto e do Fujacal para dissuadir qualquer possibilidade de desacatos entre as comunidades ciganas ali residentes, de nacionalidades, portuguesa e romena, disse esta quinta-feira fonte policial.

A fonte adiantou à Lusa que a PSP vigiou os dois bairros durante a noite de quarta-feira e a madrugada desta quinta-feira, através de carrinhas que ali circularam com vários agentes.
As patrulhas policiais não detectaram nada de anormal na zona, mas a vigilância deverá continuar nos próximos dias.
A PSP foi obrigada a intervir, na quarta-feira, com oito agentes na Escola André Soares onde pais e alunos das duas comunidades se agrediram mutuamente.
A situação está esta quinta-feira calma, no interior e no exterior do estabelecimento de ensino, havendo apenas um agente policial à porta, pertencente ao programa Escola Segura.


Fonte: CM

Ciência explica milagre de Moisés

Um vento de cem quilómetros por hora permitiria separação das águas, mas não no mar Vermelho

Segundo a Bíblia, Moisés ergueu as mãos para o mar Vermelho e durante toda a noite e Deus separou as águas com um forte vento de leste para permitir a fuga do povo hebreu do Egipto para a Palestina. De manhã, quando o exército do faraó os tenta seguir, foi engolido pelas águas. Agora, uma nova simulação de computador concluiu que um fenómeno natural pode realmente ter permitido este milagre, mas não no mar Vermelho.
"As pessoas sempre ficaram fascinadas com esta história do Livro do Êxodo, perguntando-se se tem origem em factos históricos", disse o investigador do Centro Nacional para a Pesquisa Atmosférica norte-americano, Carl Drews. "O que este estudo mostra é que a descrição da separação das águas tem por base leis da física", acrescentou o principal autor do estudo publicado online no jornal científico PloS ONE.
Com o recurso a antigos mapas topográficos, registos arqueológicos e modernas medições de satélite, a equipa encontrou um possível local para a travessia: não no mar Vermelho, onde normalmente se localiza o acontecimento de há três mil anos, mas numa área no delta do Nilo, onde aparentemente um ramo do rio inundava o antigo lago de Tanis.
Aí, um vento de leste a soprar a uma velocidade de um pouco mais de cem quilómetros por hora, durante oito horas, teria permitido afastar as águas (com 1,8 metros de profundidade). Uma faixa de terra lamacenta com entre 3,2 e quatro quilómetros de comprimento e 4,8 quilómetros de largura teria ficado a descoberto durante quatro horas, com duas paredes de água de ambos os lados. Assim que o vento parasse, o caminho teria ficado alagado.
"A simulação corresponde de forma bastante rigorosa com o relato do Êxodo", indicou Drews, no texto que acompanha as conclusões do estudo. "A separação das águas pode ser percebida através da dinâmica de fluidos. O vento move a água de acordo com as leis da física, criando uma passagem segura com a água nos dois lados e depois permitindo uma rápida inundação", acrescentou.
Este tipo de vento, capaz de diminuir as águas num determinado local e empurrá-las para outro, já foi documentado várias vezes - aconteceu, por exemplo, no Lago Erie perto de Toledo, no Ohio. Em pelo menos uma ocasião foi também detectado no delta do Nilo no século XIX, quando as águas terão recuado cerca de 1500 metros.
Uma anterior simulação de computador, feita por cientistas russos, tinha estabelecido que seriam necessários ventos de nordeste de pelo menos 120 quilómetros por hora para criar uma passagem no mar Vermelho, perto do actual Canal do Suez. Mas Drews e a sua equipa duvidam que fosse possível os refugiados caminharem com ventos tão fortes, explicando que o solo tinha de ser totalmente liso para permitir que a água recuasse em apenas 12 horas.
O novo estudo, que contou com a colaboração da Universidade de Colorado, é parte de uma investigação maior sobre o impacto dos ventos na profundidade das águas. Drews espera que, ao dar esta nova localização para o milagre de Moisés, possa ajudar os arqueólogos a descobrir provas concretas deste evento.


Fonte: DN

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Menos 20 talibãs

A Força Internacional de Assistência Segurança (ISAF) informou que 20 presumíveis talibãs terão morrido em dois ataques da NATO no sul e no leste do Afeganistão.
Não fazem falta nenhuma, também.

Jumbo é o hipermercado mais barato

Um estudo da Deco (associação de consumidores) comparou cerca de 68 mil preços em 549 lojas, incluíndo três na Internet, e revelou que o hipermercado Jumbo é o mais barato.
Será mesmo? Não sei porquê, mas continuo a preferir o LIDL, o Pingo Doce ou o Dia. Gente pobre é assim...

Xi Xi, a menina Avatar

Uma menina chinesa de 3 anos da província de Henan, Xi Xi, sofre duma doença que lhe faz parecer um Avatar. Trata-se de Hipertolorismo Orbital Congénito, doença que faz aumentar de forma anormal a distância que separa os olhos. A mãe da menina diz que ela começa a aperceber-se da sua aparência, ficando inclusive triste por as outras crianças dizerem que ela "não tem nariz". Os médicos dizem que ela deve ser operada o mais depressa possível, pois a distância que separa os olhos pode aumentar e poderá levá-la à cegueira, e os pais dela já andam a angariar fundos para a necessária e dispendiosa operação no 9º Hospital Popular de Xangai.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

FC Porto campeão encomendado?

Mais um jogo, mais uma vitória e mais um penalty a favor do adversário não assinalado. Assim, claro, é muito fácil.
Não peço que os árbitros favoreçam o Benfica como favorecem o "FóculPorto"; peço apenas que não o prejudiquem, facto que já custou 9 pontos. Já os outros não se importam de ganhar com ajudas, mas isso é problema deles.
Para quando a introdução das novas tecnologias no auxílio da arbitragem?

Moscovo: paradas gays proibidas

O presidente da Câmara Municipal de Moscovo, Yuri Lujkov, impediu a realização de paradas gays na cidade e os gays ficaram tão indignados que decidiram manifestar-se exigindo a demissão do autarca, tendo alguns deles conseguido invadir o edifício da Câmara Municipal, prendendo-se com algemas aos gradeamentos instalados em redor da estátua do fundador de Moscovo, Yuri Dolgorrukov. A polícia de choque russa (OMON) dispersou a manifestação e deteve os organizadores da iniciativa.

Lisboa é o 42º sítio de comércio mais caro do mundo

O estudo Main Streets Across the World 2010, publicado anualmente pela consultora imobiliária Cushman & Wakefield, revela que Lisboa é o 42º sítio de comércio mais caro do mundo, sendo o Chiado a localização de comércio mais cara da capital, com rendas de 72 euros mensais por metro quadrado. Em primeiro lugar ficou a 5ª Avenida de Nova Iorque, pelo 9º ano consecutivo, em segundo lugar a Causeway Bay, em Hong Kong, e o lugar mais caro na Europa é a New Bond Street, em Londres.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Carrilho despedido

O cota Manuel Maria Carrilho, marido da Bárbara Guimarães, soube através da Lusa que vai ser despedido do cargo de embaixador de Portugal junto da Unesco, sendo substituído pelo embaixador Luís Castro Mendes. "Soube pela Lusa esta manhã", disse Carrilho. É mesmo caso para dizer "ai, o Carilho"...

Paulo Bento é o novo seleccionador nacional

Está encontrado o substituto de Carlos Queiroz para comandar a selecção nacional: Paulo Bento. O treinador de 41 anos, que treinou o Sporting, ficará à frente dos destinos da selecção até 2012. Com muita tranquilidade, esperemos nós.

Milagre ou pesadelo?

No próximo sábado atinge 30 anos o mais vasto e longo genocídio da história. A "carta aberta" do comité central do Partido Comunista Chinês publicada a 25 de Setembro de 1980 é considerada o lançamento oficial da "política do filho único", em preparação desde 1978, e que ainda vigora.
A orientação é anterior e segue a linha de toda a revolução chinesa, pois foi antes de 1980 que se deu a dramática queda da fertilidade. Depois da catástrofe do "grande salto em frente", programa económico de 1958 a 1961, que gerou a maior fome artificial da história e reduziu a taxa de fertilidade para 3,4 filhos por mulher, os valores recuperaram e em 1962 estavam em 7,6. Mas a política maoista era implacável. No início da "revolução cultural", em 1966, o valor já descera para 5,5 e quando Mao morreu, em 1976, chegara aos 3 filhos por mulher, sendo de 2,5 em 1980, início da política. Assim, a nova medida apenas pretendia consolidar os "ganhos" obtidos. E conseguiu-o. Os números mais recentes, 1,7 filhos por mulher, são dos menores do mundo (Portugal é dos poucos abaixo).
O que toda esta política, desde a revolução, significou em sofrimento, destruição familiar, aborto e infanticídio forçados, sobretudo de meninas, é impossível estimar, mas aterrador até nos cálculos inferiores. Só pode ser qualificado como uma das maiores e mais longas chacinas de todos os tempos.
Mas a violência contra a China não se ficou por aí. Se juntarmos as experiências económicas, sociais e culturais do maoismo, temos de dizer que nos últimos 60 anos a civilização mais antiga e rica da humanidade sofreu o ataque mais vasto e profundo que a história regista contra uma cultura.
O aspecto mais patético é que o mundo anda maravilhado com o despertar económico da China, que coincide com estes 30 anos. Vendo de longe e sem compreender a realidade, o Ocidente interpreta como sucesso e até ameaça a situação de uma China espancada, brutalizada, destruída, quase moribunda. E, temos de o dizer, o crescimento económico do país, também ele único na história do planeta, faz parte dessa monumental agressão que só o povo chinês, sujeito da cultura mais antiga e rica, poderia suportar e sobreviver.
A China sempre fascinou o Ocidente. Mas se eliminarmos o romantismo mítico e olharmos para a crueza da situação, vemos que o suposto milagre chinês é miséria e desgraça. É verdade que as décadas de crescimento incomparável reduziram imenso a pobreza e melhoraram o bem-estar das populações. Mas, em qualquer área que se considere, os problemas chineses parecem tão gigantescos quanto o seu progresso.
O sistema económico conseguiu juntar os pior de todos os outros. Não só se vive nas suas empresas a mais bárbara exploração capitalista, muito maior que a que Marx denunciou, mas orgulhando-se de ser um regime marxista, suportam-se ainda todos os abusos soviéticos de expropriações e arbitrariedades de burocratas e comissários do povo. No campo ambiental, a poluição, desertificação e envenenamento atingem proporções épicas. Financeiramente os bancos nacionalizados e as grandes empresas públicas têm enormes desequilíbrios escondidos. O desajustamento de gerações, criado pela política do filho único, faz a crise da segurança social ocidental parecer brincadeira. Os estrangulamentos de infra- -estruturas, falhas na educação, saúde, justiça, e outros serviços só não explodem por apatia dos utentes. Para não falar nas disparidades regionais, conflitos étnicos, corrupção, etc. Sobretudo, as sistemáticas e gravíssimas violações de direitos humanos.
Olhando com atenção, vislumbramos os escombros da tradição chinesa, os cadáveres dos valores confucionistas, taoistas e budistas, após 60 anos de brutal agressão maoista. Perante este panorama desolador, de uma cultura riquíssima reduzida a ruínas fumegantes, aquilo que o Ocidente tem a dizer é temer a concorrência industrial e o impacto nos preços de matérias-primas. Esta reacção mesquinha é sinal evidente da miséria a que também está reduzida a cultura europeia.

João César das Neves

Ele é perigoso, é o Oscar «Tacuara» Cardozo!!

video

Passei praticamente toda a semana anterior a ouvir os lagartos dizerem que o Benfica ia ser encavado contra o Sporting na Luz e que iria afundar-se ainda mais, ficando assim a 12 pontos do FC Porto que, uma vez mais, venceu com a preciosíssima ajuda do árbitro.
O Benfica não fez um grande jogo no derby, mas fez o suficiente para levar de vencida uma equipa banal. Dois golos de Oscar Tacuara Cardozo, que desta vez terá calado da melhor maneira os adeptos que não o gramam, deram a vitória à equipa campeã nacional. Deve ter sido um bom balão de oxigénio para o Benfica, como dizia o treinador do clube dos corruptos, perdão, do Porto, André Villas Boas, ex-moço dos relatórios do Mourinho e ex-treinador da Académica, e tomara que após duas vitórias consecutivas o Glorioso não volte a vacilar... de preferência sem voltar a ser (tão) prejudicado pelos árbitros, que pelos vistos têm ordem para levar os do norte ao colo.
Em relação aos lagartinhos, uma semana de quietude até ao início da 6ª jornada de certeza que far-lhes-á bem.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Golão do Di María

video

O Real Madrid de José Mourinho já se encontra em segundo lugar do campeonato espanhol fruto duma vitória no sempre difícil estádio da Real Sociedad (2-1). Di María marcou o primeiro golo (um golão!) e Cristiano Ronaldo marcou (finalmente) o segundo.
Afinal o Di María sempre é jogador para o Real Madrid? E eu a pensar, segundo o que muitos andaram por aí a dizer, que o argentino só era bom no Benfica...

Mais uma seita suicida

13 pessoas de origem salvadorenha pertencentes a um culto suicida, entre elas crianças e adolescentes dos 3 aos 17 anos, desapareceram com a intenção de cometerem suicídio colectivo, no estado da Califórnia. As autoridades informaram que foram deixadas cartas de despedida que dizem basicamente que eles vão todos para o céu em breve para se encontrarem com Jesus e também com os familiares mortos. A mulher da foto, Reyna Marisol Chicas, é considerada pelas autoridades a líder dessa seita.
Que gente estúpida, hem?

Quadruplicaram pedidos de imigrantes para sair de Portugal

O número de imigrantes a pedir ajuda para sair de Portugal quadruplicou desde 2006, sendo os brasileiros os que mais recorrem ao Programa de Apoio ao Retorno Voluntário. A crise é uma das justificações avançadas pela Organização Mundial para as Migrações (OIM).
Promovido pela OIM e co-financiado pelo Governo português, o Programa de Apoio ao Retorno Voluntário, que ajuda imigrantes a regressar ao país de origem, está a ser cada vez mais procurado pelos estrangeiros que estão numa situação de "desespero" em Portugal.
"Este programa é destinado a pessoas que não têm outros recursos. Em geral, quem recorre ao apoio está numa situação delicada e em desespero", disse à agência Lusa a representante da OIM em Portugal, Marta Bronzin.
Segundo dados da OIM, o número de pedidos passou dos 252, em 2006, para os 1011, no ano passado. Só nos seis primeiros meses deste ano foram 891 os imigrantes que pediram apoio para regressar ao país de origem, atingindo quase 90 por cento do total das inscrições de 2009.
Os brasileiros são os que mais recorrem ao programa (80 por cento), seguindo-se os angolanos, cabo-verdianos e ucranianos.
Para Marta Bronzin, os brasileiros são os que mais pedem ajuda porque são a maior comunidade estrangeira residente em Portugal, mas também porque o país de origem está actualmente em crescimento económico.
Traçando um perfil geral do candidato ao Programa de Apoio ao Retorno Voluntário, a responsável disse que são homens, jovens, vivem sozinhos e estão em Portugal há cerca de cinco anos.
No entanto, ressalvou que esta tendência está a mudar, tendo em conta que está a aumentar o número de pedidos de famílias, principalmente brasileiros já com crianças nascidas em Portugal.
Marta Bronzin disse também que são cada vez mais os imigrantes com autorização de residência a procurar ajuda, apesar da maioria continuar a ser os ilegais.
"Isto quer dizer que pessoas que já viveram numa fase estável em Portugal, com emprego e situação regularizada, encontram-se agora numa fase em que não é fácil encontrar trabalho para cobrir os custos e enviar dinheiro para o país de origem", disse.
A representante da OIM sublinha que a crise tem contribuído para o aumento das inscrições no programa, sobretudo nos últimos dois anos, quando sofreu uma procura acentuada.
"A razão pela qual as pessoas querem regressar é a falta de emprego, condições precárias e dificuldades em conseguir a legalização", sustentou.
Após o imigrante candidatar-se ao programa, o processo não é imediato, esperando cerca de dois meses por uma resposta. A OIM dá prioridade aos casos mais urgentes e de maior necessidade.
Segundo a OIM, 381 imigrantes regressaram ao país da origem ao abrigo do programa em 2009 e nos seis primeiros meses deste ano 306.
O Programa de Apoio ao Retorno Voluntário foi acordado, em 1997, entre o Governo português e a OIM, com o objectivo de auxiliar imigrantes sem recursos a voltar, de forma "digna e humana", aos seus países de origem.
Entre os benefícios concedidos contam-se, além do pagamento da passagem aérea, um subsídio de bolso de 50 euros, assistência no aeroporto e um subsídio de reintegração.

Fonte: DN

domingo, 19 de setembro de 2010

Crianças que não têm mais nada que fazer

video

No município de Fundación, na Colômbia, os putos inventaram um jogo para combaterem a falta de algo para fazer: o jogo dos comboios. O jogo consiste em deitar-se entre os carris e ficar a ver as carruagens a passar a poucos centímetros da cabeça. Até agora as autoridades ainda não têm conhecimento de vítimas mortais, mas o número de mutilados não pára de aumentar, ponderando agora lançar uma campanha de consciencialização de alerta para os riscos dessa brincadeira que de brincadeira nada tem. Será que é preciso morrer alguém para ganharem juízo?

Octomom, actriz porno?

Nadya Suleman ficou conhecida por ter tido oito gémeos em Janeiro de 2009, o que lhe valeu a alcunha "Octomom", depois de já ter tido seis gémeos nascidos de fertilização "in vitro". A coelha, perdão, mulher, corre o risco de ficar sem a sua casa se falhar o pagamento ao banco até dia 9 de Outubro. Divorciada desde 2008, Nadya tem dificuldades em sustentar os seus 14 filhos e é aí que a Vivid Entertainment, uma produtora de filmes pornográficos, entra em cena: o presidente da companhia pornográfica, Steven Hirsch, está na disposição de lhe pagar meio milhão de dólares (qualquer coisa como 383 mil euros) para ela se livrar dos problemas financeiros caso ela aceite trabalhar durante uma hora no cinema adulto. A "Octomom" ainda não deu qualquer resposta à Vivid, mas sabe-se que em 2009 ela tinha chegado a recusar uma proposta da mesma produtora e foi uma proposta de... 1 milhão de dólares.
Vamos lá ver agora o que é que essa mulher faz. Pelo menos muitos filhos ela soube fazer, possivelmente por falta de consciência. E por falar nisso, que mal fizeram eles para merecerem uma mãe assim?

sábado, 18 de setembro de 2010

Porque é que não nos dizem que são ciganos?

Em Alcains, Castelo Branco, duas pessoas morreram na manhã de sábado na sequência dum tiroteio ocorrido no mercado. Tratou-se duma rixa familiar que culminou com a morte de dois homens de 26 e 40 anos, tendo ficado feridas outras três pessoas. A grande maioria dos jornais e a própria TV não nos informam, curiosamente, que as pessoas em questão são da etnia cigana. Porque será? Estarão com medo que Portugal siga as pisadas da França?

6 mortos durante as eleições afegãs

Toda a gente sabe que os talibãs não são nada simpáticos. Depois de terem prometido boicotar as eleições legislativas, eles, os fundamentalistas islâmicos rebeldes, já mataram seis pessoas e feriram várias outras. 15% do total das assembleias de voto não abriram por não haver suficiente segurança e cinco foram fechadas devido aos confrontos entre a forças de segurança e os talibãs.

PS. Parece que as pessoas da foto estão numa festa de Carnaval ou algo assim do género...

Um protesto sem vigílias não é um protesto

O comunicado emitido pela direcção do Benfica teve, até ver, pelo menos um grande mérito: causou igual desagrado a portistas e sportinguistas (passe o pleonasmo). Os portistas até apreciam comunicados, mas só se forem lidos pelo terceiro guarda-redes. Gostam de queixas sobre a arbitragem, mas só se forem feitas ainda na pré-época, como fez Villas Boas no torneio de Paris. E levam a mal que uma iniciativa destas não inclua uma comovente vigília previamente anunciada na TV. Organizar romarias à sede da Liga para repudiar o castigo aplicado a um inocente que se limitou a participar num espancamento é pugnar pela justiça e pela verdade; lamentar a existência de vários erros graves de arbitragem é uma palermice folclórica.
Quanto aos sportinguistas, preferem tomadas de posição mais funéreas como um luto, por exemplo. Comunicados são, para eles, queixinhas.
Queixinhas essas que podem eventualmente vir a prejudicá-los, pelo que, após aturada reflexão, decidiram fazer queixinhas das queixinhas do Benfica, inaugurando assim as queixinhas por antecipação. Queixinhas preventivas e dignas, que antecipam factos hipotéticos, e que contrastam flagrantemente com as queixinhas condenáveis, que são as que se referem a factos consumados e comprovados. Donde se conclui que o Benfica foi prejudicado em Guimarães para seu próprio benefício, e para grave prejuízo do Sporting. Só não vê quem não quer.
A homenagem da Associação de Futebol do Porto a Olegário Benquerença gerou uma comoção que não pode deixar de se considerar admirável. Fico sempre impressionado com as pessoas que ainda conseguem surpreender-se com o futebol português. Se é absolutamente normal que um árbitro visite a casa do presidente do Porto («Sempre em frente!») nas vésperas de arbitrar um jogo do mesmo clube, porque haveria de ser menos normal que um árbitro de Leiria fosse homenageado pela Associação de Futebol do Porto nas vésperas de dirigir um jogo do Benfica e mais de dois meses depois das extraordinárias façanhas merecedoras da homenagem? Ambas as situações foram explicadas tão convincentemente que só poderiam deixar dúvidas em espíritos menos puros.
O árbitro Augusto Duarte buscava aconselhamento matrimonial para o papá, e foi por isso que quis escutar a opinião ponderada de um homem cujo talento para manter matrimónios estáveis e discretos é publicamente conhecido e aclamado.
A Associação de Futebol do Porto quis homenagear Olegário Benquerença, natural de Leiria, porque os seus auxiliares são portuenses. No fundo, o procedimento habitual nestes casos.
Quem não se lembra da linda homenagem que a Associação de Futebol de Beja prestou a Carlos Valente, que esteve no Mundial de 1990 com um assistente que tinha uma vizinha que era alentejana? Ou a festa de arromba que a Associação de Futebol da Guarda organizou em honra de Vítor Pereira, presente no mundial de 1998, e que na altura era dono de um cão de raça Serra da Estrela, o que muito orgulhou os organismos do futebol da região?
Jorge Costa prossegue a sua magnífica recuperação da Académica, que se encontra neste momento em terceiro lugar, bem longe do triste 11º posto em que terminou no ano passado. Com um plantel praticamente idêntico ao da época anterior, o novo treinador dos estudantes - que, recorde-se, nunca redigiu relatórios para Mourinho -, insiste em fazer melhor que o seu antecessor. Uma impertinência que lhe pode sair cara.


Ricardo Araújo Pereira, 11 de Setembro in Jornal A Bola

Fonte: Apanhados Quânticos

Eu não vou assistir aos jogos do Benfica fora de casa!


PS. Eu nunca ia aos outros estádios mesmo, pois não alimento dirigentes chulos dos outros clubes...

Golo do Gaitán?

video

O comentador da SIC, aquando o FC Porto X Rapid de Viena, disse "golo do Gaitán" quando Falcao marcou. Ok, o homem deve ser benfiquista e deve ter-lhe escapado aquilo sem querer, até porque gritou convicta e efusivamente "golo!" como fazem os avençados comentadores da RTP quando joga o FC Porto e só quando joga o FC Porto.

Atentado falhado

Um tchecheno sem uma perna ficou com ferimentos na cara depois de um engenho, que ele próprio preparou numa casa de banho dum hotel, ter explodido. O palerma foi posteriormente detido num jardim próximo do hotel. As autoridades acreditam que o provável alvo do perneta muçulmano, que pensam tratar-se dum pugilista amador tchecheno que reside na Bélgica, é a sede do jornal dinamarquês que em 2005 publicou caricaturas do guardador de camelos Maomé.
Quando é que a Europa vai finalmente abrir os olhos para a ameaça islâmica? Corram já com a escumalha de cá para fora e aproveitem também para despachar os amigos dos inimigos da Europa como muitos espécimes da esquerdalha que por aí andam à solta.

Quem mais faria isso?

No Fundão um senhor deficiente das Forças Armadas e pára-quedista reformado, António Prata Rodrigues (na foto), encontrou uma carteira que tinha mais de 3300 euros e foi entregá-la à GNR a fim de devolver aquilo que "era pertença de outros". A carteira já está na posse do verdadeiro dono, que endereçou os parabéns ao senhor António por ser um homem honesto e recto. "A honestidade não tem preço", disse ele.
Quantos de nós seriam capazes de fazer o mesmo? 3300 euros é muito dinheiro. O que vale é que neste mundo estúpido e perdido ainda existem pessoas decentes.

Comissão para a língua mirandesa

Foi formalizada esta sexta-feira a criação duma comissão para a língua mirandesa, que já é uma língua oficial de Portugal, no sentido de a estudar e divulgar. A comissão engloba nomes ligados ao estudo e promoção da língua como Amadeu Ferreira, escritor e investigador, Júlio Meirinhos, mentor da lei do mirandês, e o próprio autarca de Miranda do Douro, Artur Nunes.
Para quando o mesmo em relação ao barranquenho?

Plano terrorista contra o Papa?

Em terras de "sua majestade" parece que se está a falar dum suposto plano terrorista contra o Papa Bento XVI, que presentemente por lá anda. Seis indivíduos foram detidos esta sexta-feira pela unidade anti-terrorista por alegadamente terem planeado um acto terrorista contra o Papa, informou a Scotland Yard. Primeiro a bófia prendeu, pela manhãzinha, cinco supostos extremistas islâmicos argelinos. Todos eles trabalhavam como lixeiros e têm idades compreendidas entre 26 e 50 anos. A sexta detenção ocorreu ao início da tarde.
É mesmo caso para dizer que eles não eram lixeiros de verdade, mas sim o próprio lixo. E a ser verdade o que foi apurado até agora então não restam mesmo dúvidas de que o inimigo há muito que está identificado.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Bruna Real dá aulas

A famosa stôra da Playboy de Mirandela foi colocada numa escola duma autarquia depois de ter causado "boa impressão". Imagino que tipo de impressão terá sido.
Será que eu ainda posso voltar para a escola?

O Papa no Reino Unido

O Papa Bento XVI já se encontra no Reino Unido para a sua "viagem pastoral", país de maioria anglicana (uma patética igrejola cuja chefe é a rainha Isabel II e que surgiu sobre o sangue de mártires católicos) e já muito secularizado, sendo que se trata da primeira visita de um chefe da Igreja Católica nos últimos 500 anos, ou seja, é a primeira visita após a reforma protestante que se deu com o rei Henrique VIII.
Mais de metade dos britânicos não nutre simpatia pelo Papa. Muitos britânicos, tal como infelizmente muita gente deste pobre mundo, vêem a Igreja Católica como uma organização "responsável por actividades condenáveis" como por exemplo a pedofilia praticada pelos seus membros. A esquerdalha faz-se ouvir por intermédio dos abortistas, dos homossexuais, dos ateus e dos agnósticos. Até aqueles que se afirmam católicos, mas que de católicos pouco ou nada têm, se insurgem contra o Papa propondo novas medidas para a Igreja como a ordenação de mulheres ou o casamento para os padres.
Muitos pseudo-intelectuais e pseudo-tolerantes vociferam e criticam o Papa e a Igreja Católica, mas é precisamente nestas alturas que todos nós podemos constatar quem é que é na verdade totalitarista e intolerante.
Vivemos num mundo onde existe um tremendo e mortal ódio para com a Verdade. Não é por acaso que dizem que a Igreja está a perder fiéis. Permitam-me, no entanto, que corrija a afirmação anterior. A Igreja não está a perder fiéis, não. O que a Igreja está a perder são os infiéis, pois os fiéis jamais deixam a Igreja, permanecendo com e nela até morrerem. Não é a Igreja que tem de se adaptar às mudanças do mundo, como querem muitos dos que se afirmam católicos mas que na verdade não passam de católicos da treta; é o mundo que tem de se adaptar à Igreja. Como muito bem disse o Papa Bento XVI, a missão da Igreja não é ser "atractiva" para ganhar adeptos, mas sim "anunciar Jesus Cristo".

Arsenal londrino abateu guerreiros


O Sporting de Braga queria tanto fazer história na sua estreia na Liga dos Campeões que acabou mesmo por fazê-la. Em Londres, frente ao Arsenal, a equipa minhota foi humilhada com uma goleada às antigas: nada mais, nada menos que 6-0 (o FC Porto na época passada conseguiu melhor, pois "apenas" encaixou cinco golinhos). Depois de ter perdido com o FC Porto para o campeonato, o Sporting de Braga, que muitos juram a pés juntos ser mais candidato ao título que o Benfica esta época, não entrou bem e muito menos conseguiu jogar à bola, pelo que a derrota foi mais do que natural.
Como eu não sou hipócrita, ao contrário de muita gente, eu gostei da humilhação bracarense. Lá por ser um clube português não significa que eu tenha de puxar por ele, pois assim eu estaria a ser cínico. Quero sempre que um clube rival - até porque o Sporting de Braga já conseguiu conquistar esse estatuto - perca sempre seja em que competição for. E não venham depois dizer que eu e muitos não apoiam os restantes clubes portugueses nas competições internacionais por falta de patriotismo. Aos que verdadeiramente apoiam os clubes portugueses sempre, eu tiro-lhes o meu chapéu. Aos que falam uma coisa e depois fazem outra, recomendo-lhes que resolvam o seu problema com a hipocrisia.