domingo, 30 de maio de 2010

Notas soltas

Gosto mais do frio do que do calor, ao contrário da maioria da população portuguesa. E isso de ser do contra na minha maneira de ser não é por acaso. Sou um gajo muito calorento, além de ter a perfeita noção de que morrem mais pessoas com o calor do que com o frio. Com a chegada do calor já morreram seis pessoas nas praias portuguesas. Não tenho, felizmente, a necessidade de ir à praia, pois não morro se lá não puser os meus pés. Até porque uma vez mais vou passar o Verão inteiro a trabalhar.

O gigante mundial Facebook está a ser alvo de polémica por causa da questão da privacidade dos seus quase 500 milhões de utilizadores em todo o mundo. O seu fundador, o jovem bilionário Mark Zuckenberg, já admitiu introduzir novas regras e maior protecção e segurança dos dados dos utilizadores. Acontece que à medida que as pessoas partilham mais as suas informações com as outras, o Facebook aumenta o tráfego com base no qual vende a publicidade; e, quanto mais aprende sobre o que os utilizadores gostam ou não gostam, melhor pode direccionar a publicidade, que gera centenas de milhões de dólares. Eu por acaso tenho conta no Facebook, mas não partilho lá nada de especialmente relevante. Tenho também o hi5, que eu continuo a preferir ao Facebook, onde me revelo um pouco mais, mas aí o meu álbum de fotografias está privatizado. Não vá o diabo tecê-las...

A Alemanha venceu a 55ª edição do festival da Eurovisão realizada em Oslo, capital da Noruega. Lena Meyer-Landrut, a vencedora, com a sua canção "Satellite", conseguiu 246 pontos contra os 170 da canção turca e 162 da canção romena. A portuguesa Filipa Azevedo, com o seu tema "Há dias assim", ficou em 18º lugar. A canção do Reino Unido foi a pior classificada. De realçar que somente Portugal, Espanha, Sérvia, Grécia, França e Israel optaram por apresentar as canções na sua língua materna enquanto que os restantes intérpretes cantaram em inglês.

A cantora e actriz norte-americana Miley Cyrus, de 17 anos, que faz de Hannah Montana numa série juvenil, actuou na quarta noite do Rock in Rio 2010 na Bela Vista. A rapariga chegou cheia de sensualidade e interpretou as suas canções, entre os estilos rock e pop, perante mais de 88 mil espectadores. Ou melhor, duma multidão de crianças e adolescentes que idolatram uma miúda de 17 aninhos. Um autêntico caso de histeria colectiva.

Casamento Gay, de Quim Barreiros


O novo disco do Quim Barreiros, com o título "Deixai-me chutar", tem uma canção intitulada "Casamento Gay" que fala da recente aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo. O presidente da Opus Gay, António Serzedelo, já veio dizer que a canção é homofóbica e ofensiva, ao mesmo tempo que disse que a aprovação do "casamento gay" foi apenas o primeiro passo dado quando ainda falta muito por fazer.
Que seja uma canção homofóbica e ofensiva, pois. Liberdade de expressão acima de tudo, não é assim mesmo que está certo?

7 em cada 10 jovens portugueses fumam

A mulher ideal é cada vez mais um género em vias de extinção. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o consumo de tabaco está a aumentar entre os jovens. Um estudo realizado em 151 países indica que sete em cada 10 jovens mulheres fumam (70%) , contra 12% dos rapazes. Coitadas...

Sporting vence Taça Challenge em andebol

O Sporting fez história no andebol português ao vencer a Taça Challenge, que é o equivalente à Liga Europa no futebol. Os leões bateram no jogo da segunda-mão da final, realizada no Pavilhão Cidade de Almada, os polacos do MMTS Kwindzyn por 27-26. Tratou-se da primeira conquista internacional do andebol português. Ainda que eu não seja apreciador desta modalidade, é justo deixar aqui um post a enaltecer tamanha proeza inédita.
Parabéns ao Sporting e ao andebol português!

Milhares na rua contra medidas do governo

Milhares de pessoas de todo o país, respondendo ao apelo da central sindical, desfilaram este sábado em Lisboa em protesto contra as medidas de austeridade anunciadas pelo Governo. "Este PEC cheira mal", "Quem luta sempre alcança", "Desemprego não, trabalho sim" e "É preciso, é urgente uma política diferente" foram algumas das palavras de protesto que se ouviram entre o Marquês de Pombal e a Praça dos Restauradores. A CGTP fala em 300 mil pessoas naquela que terá sido a maior manifestação de sempre em Portugal.

Homem morre com um cancro de mulher

Nos Estados Unidos, um homem, Vincent Liew, morreu devido a um rim proveniente duma mulher com cancro do útero. Segundo os especialistas, tratou-se do primeiro caso de transmissão de cancro através de um transplante. A dadora do órgão, Sandy Cabrera, falecida na véspera da morte de Vincent, morreu com um AVC e só após a realização da autópsia é que se descobriu que ela sofria de cancro do útero, que começara a espalhar-se, também, pelos pulmões. Vincent decidiu manter o rim depois duma conversa com o cirurgião responsável pelo transplante, que lhe assegurou que a possibilidade de vir a sofrer dum cancro de estirpe feminina era ínfima. O caso está agora em tribunal. Kimberly Liew, a mulher do falecido, quer agora mais de 3 milhões de dólares como compensação pelo que aconteceu ao marido.

Beijo fatal

Há pessoas com alergia a certas coisas. Algumas com alergia a várias coisas. É o caso da norte-americana Sloane que é alérgica a nozes, castanhas, salmão, melão, beringela e tomate.
Logo no seu primeiro jantar romântico com o namorado, um beijo - por sinal o primeiro - fez com que a jovem tivesse ficado com manchas na cara e falta de ar. Valeu-lhe o namorado que a socorreu de imediato. No jantar não havia nada que a rapariga não pudesse comer... mas antes disso o rapaz tinha comido castanhas ao lanche...

sábado, 29 de maio de 2010

13 No Name Boys condenados

13 elementos da claque não legalizada benfiquista No Name Boys foram condenados a pena de prisão efectiva enquanto que oito foram absolvidos e 16 ficaram com a pena suspensa. Os 37 arguidos estavam indiciados da prática dos crimes de associação criminosa, tráfico de droga, posse de armas brancas e de guerra e outros ilícitos.
Eu sou contra as claques, sejam elas legalizadas ou não, pois elas são compostas por gente que não interessa a ninguém nem tão pouco dignifica o desporto. Acho bem que se apurem sempre os culpados pelos actos criminosos e que estes sejam severamente punidos e erradicados definitivamente dos recintos desportivos e também da sociedade (excepto após reabilitação). Em tempos perdidos ia-se ao futebol com a família como se fosse uma festa. Hoje em dia impera muitas das vezes o medo, existem confrontos estúpidos entre massas adeptas rivais, arremessos de objectos (como bolas de golfe, pedras ou isqueiros) para os intervenientes directos e indirectos dos jogos, porrada, enfim, um sem fim de coisas que fazem com que as pessoas só não se afastem completamente do futebol porque o Benfica é o clube mais popular e que, enquanto estiver a jogar bom futebol, sempre conseguirá arrastar atrás de si autênticas multidões.
Que diferença há entre esses condenados dos NN e os membros das claques legalizadas dos outros clubes? Os dos NN tiveram o azar de serem apanhados...

Pedófilo atacava nas redes sociais

Um pedófilo inglês de nome Michael Williams, de 28 anos, usava as redes sociais Facebook e Bebo para atrair crianças entre os 11 e os 16 anos fazendo-se tanto passar por um jovem chamado James como por uma adolescente chamado Gorgeous Charlie. O abusador já admitiu perante as autoridades a autoria de 27 crimes que estava indiciado, nomeadamente a actividade pedófila, aliciamento sexual com uma criança e incitamento à prática sexual, enquanto aguarda a sentença final do tribunal.

Portugal tem menos fumadores mas maior consumo

Comparando com os restantes países que compõem a União Europeia, Portugal é o país com menos fumadores mas maior consumo. O inquérito eurobarómetro divulgado em Bruxelas diz que quase um em cada quatro portugueses (23%) fuma, percentagem que está abaixo da média da União Europeia (29%). São também mais os homens que fumam (30%) do que as mulheres (17%-25%). O maior número de fumadores encontra-se na faixa etária dos 40 aos 54 anos, seguindo-se a dos 25-39 anos e dos 15-24 anos. A média de cigarros consumidos é de 15,5 em Portugal e 14,4 na média da Europa dos 27.
Ainda bem que eu não fumo, logo não entro para as estatísticas.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Jogadores da selecção recebem 800 € por dia

Os jogadores da selecção nacional recebem todos os dias 800 euros, o que faz com que a Federação Portuguesa de Futebol tenha de gastar 19 000 euros por dia, isso enquanto durar a campanha do Mundial 2010.
Como se já não bastasse aquilo que eles ganham nos seus clubes, agora também ganham dinheiro por representarem o país, coisa que qualquer jogador devia fazer com orgulho, honra... e de graça. Enfim, é este o país (de chulos e ladrões) que nós temos.

Fim da missão do vaivém Atlantis

25 anos e 32 missões bem-sucedidas depois, terminou finalmente a missão do vaivém Atlantis. A nave vai agora a caminho de um museu a não ser que surja alguma necessidade, tipo uma missão urgente de socorro, ou se a Casa Branca der o aval para que a nave faça um voo suplementar à Estação Espacial Internacional (ISS). Na sua última missão, Atlantis levou 12 toneladas de equipamentos à ISS, entre eles o minimódulo orbital Rassvet (que significa Aurora em russo) que servirá para as acostagens das naves russas Soyuz e Progress.

Palavrão no Bom dia Portugal

A jornalista Carla Trafaria, da RTP, pensando que o microfone estava desligado, disse um palavrão durante a transmissão do programa Bom dia Portugal. Acontece...

quinta-feira, 27 de maio de 2010

A grande fraude

Estes dias revelaram velhas fraudes da política portuguesa: a fraude da facilidade a crédito; a fraude do sucesso no combate ao défice e do impacto económico do plano tecnológico, obras públicas e afins; a fraude da imunidade portuguesa na instabilidade internacional. Mas a maior de todas as fraudes, ultrapassando tudo o que o espírito político pode conceber, está nas despesas sociais e na ajuda aos pobres.
Durante décadas, os Governos, em especial de esquerda, fizeram juras solenes de compromisso com a justiça social e o apoio aos desfavorecidos. As despesas dos serviços de solidariedade aumentaram e os ministros repetidamente se autocongratulavam com iniciativas de promoção da igualdade. Agora, quando o descontrolo orçamental exige disciplina e austeridade, os primeiros cortes foram precisamente aí.
O Conselho de Ministros de 6 de Maio, "em cumprimento do PEC", aprovou reduções no acesso a prestações não contributivas, incluindo o rendimento social de inserção, e nas condições do subsídio de desemprego. Juntando insulto à injúria, o Governo mascarou as descidas de mera "harmonização de condições de acesso" e "promoção da empregabilidade". De facto, a motivação, como se vê na invocação do PEC, é a redução da despesa pública.
Num orçamento que ocupa metade do produto nacional, o Executivo não encontrou nada para cortar senão os apoios aos mais pobres. Aliás, na mesma data reafirmava a decisão de avançar com as grandes obras públicas, dois dias antes de recuar também aí. Já vieram muito mais cortes e impostos, mas o primeiro passo foi o mais simbólico. Com ele iam às malvas princípios ideológicos, promessas solenes e a mais elementar decência.
Esta fraude entronca numa outra, muito maior e influente, que vivemos há décadas. Desde a revolução, o aparelho de Estado decidiu nacionalizar a solidariedade. Alardeando as melhores intenções e menosprezando capacidades e propósitos da assistência comunitária e religiosa, os ministérios quiseram ocupar os sectores sociais. Fazem-no apenas com os nossos impostos que, dada a confrangedora incapacidade fiscal para conseguir justiça tributária, em Portugal são pagos pelos pobres, trabalhadores e classe média. Assim, expropriando a sociedade dos seus recursos, os políticos vêm pressurosos assegurar a promoção da justiça e igualdade. Mas fazem-no invadindo, espoliando e sufocando as múltiplas organizações que a sociedade e a Igreja operam há séculos.
O primeiro alvo foi o maior: as Misericórdias. O liberalismo só se atrevera a roubar a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa em 1851 e a República mal as agredira. Mas o 25 de Abril realizou a maior violência em 500 anos de história, nacionalizando todos os hospitais regionais logo em Dezembro de 1974 e sub-regionais em Novembro de 1975. Este foi o mote para o esforço de ocupação pública, executado de forma subtil, mas não menos sistemática.
Sucessivamente, o Estado cria instituições próprias perto de colégios, clínicas, centros paroquiais e obras sociais, tentando torná-los obsoletos. Nos que não consegue eliminar usa um método mais perverso: oferece apoio. Assim o Estado transforma em impostos e subsídios o que sempre foi solidariedade. Intromete-se entre os beneméritos e as organizações sociais, cobrando a generosidade de uns para a dar a outras. Com esta suposta benevolência estatal vem o controlo burocrático e a arbitrariedade ideológica.
Tudo isto é feito em nome da eficácia e segurança. Os trabalhadores e utentes das instituições acreditam mesmo que o serviço sendo do Estado é mais barato, sofisticado, estável e benéfico que se fosse privado. O mito permanece mesmo perante a evidência esmagadora do bloqueio e insensibilidade dos serviços públicos.
Esta magna tentativa para controlar o sector falhou. As IPSS permanecem a base da nossa acção social e a crise vem agora revelar a vacuidade das próprias garantias públicas. O Estado tem inegável papel neste campo, mas o equilíbrio social exige que ele abandone a arrogância hegemónica que o domina há décadas.

João César das Neves

Jovem de castigo suicida-se

Eu sei que a adolescência é uma fase complicada. Mas, por muitas voltas que a minha cabeça dê, eu não consigo sinceramente compreender como é que por causa de coisas tão estúpidas e insignificantes o destino pode ser tão trágico. O que é que pode ser mais trágico que a morte?
Em Torres Vedras um puto de origem brasileira, Abner Keller, de 14 anos, enforcou-se com um chacecol no guarda-fatos do seu quarto, numa moradia em Escaravilheira, onde ele vivia com o pai, a madrasta e três irmãs. Abner estava de castigo no quarto até ao final do ano lectivo sem telemóvel nem computador, tudo porque tirou negativa a inglês. Se isso foi o seu castigo, imagino o que terá sido a sua morte. Ele era apenas um puto.

Seguir em frente com a vida

O senhor Peng é um homem que sofreu um brutal acidente em 1995 quando um camião partiu o seu corpo em dois. Foram necessários mais de 20 médicos para lhe salvarem a vida. O facto de ter sobrevivido foi um autêntico milagre.

Volvidos vários anos, os médicos do centro de pesquisa e reabilitação de Pequim criaram uma prótese com aspecto dum ovo que inclui duas pernas biónicas para o senhor Peng que assim voltou, aos poucos, a andar.
Reparem no entusiasmo, na confiança e na tenacidade do senhor Peng. Uma autêntica lição de vida. Há gente que não estima a sua própria vida e há gente que nunca desiste dela.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Adopção por casais gays volta à Assembleia

Depois de ter sido promulgado o diploma que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o Bloco de Esquerda promete voltar ao tema da adopção de crianças ainda durante esta legislatura.
Eu não disse que era isso que ia acontecer agora? Para quando a legalização dos "direitos" dos poligâmicos ou dos incestuosos? Pessoal da ILGA e da LGBT, então e os "direitos" desses?

Lobos perdem na final da Taça Bowl

Num país onde em termos desportivos praticamente só se fala é de futebol, gostaria de deixar aqui uma nota sobre a selecção nacional de râguebi, conhecida como «os lobos», que foi derrotada na final da Taça Bowl, em Londres, pelo Canadá pela margem mínima (19-17).
Os jogadores - todos - da selecção portuguesa de râguebi são a imagem da verdadeira raça lusitana: lutadores.

Portugal 0 X 0 Cabo Verde

Portugal empatou com Cabo Verde e o povo não gostou. Não gostou porquê? É mau ter empatado? Foi por ter sido contra Cabo Verde, o 117º classificado do ranking da FIFA? Depois da euforia, a desilusão. Não é nada que o povo português já não esteja habituado, diga-se de passagem. E agora parece que já ninguém acredita na selecção. Foi, aliás, exactamente assim durante a campanha para o apuramento para o Mundial 2010. Quantos é que não diziam que Portugal não iria estar no Mundial e depois no fim foi o que se viu? Portugal até pode ter jogado mal e inclusive ter ficado sem o Tiago para o Mundial (esperemos que não), mas o jogo foi apenas de preparação. Guardem as frustrações para quando for a sério. Eu estarei sempre do lado da selecção.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Hubble detecta estrela «devoradora» de planetas

De acordo com o The Astrophysical Journal Letters, o telescópio espacial Hubble identificou uma estrela semelhante ao sol a «devorar» um planeta. É a primeira vez que tal fenómeno foi visto de forma tão clara, como referiu a BBC, ainda que isso não constitui uma novidade para os astrónomos que dizem que algumas estrelas «engolem» planetas nas suas órbitas num processo que pode durar mais de 10 milhões de anos.

Cabelos, islão e travestis

Cento e vinte e cinco escolas islâmicas de Java e Madura, na Indonésia, emitiram uma fatwa que proíbe travestis de cortar ou arranjar o cabelo de mulheres muçulmanas, a não ser que sejam muhrim - relacionadas através de laços de sangue ou de casamento. A fatwa foi anunciada na semana passada durante um encontro na escola islâmica Al Falah de Kediri, em Java Oriental. De acordo com eles, os travestis ainda são homens, daí que seja haram (pecado) para eles ver ou tocar no cabelo de uma mulher se não for da sua família. Abdul Manan, um dos autores da fatwa, diz que "O cabelo é parte do aurat da mulher (partes do corpo que não devem ser exibidas ou expostas), deve ser tapado e não pode ser visto, tocado ou cortado por outro homem". Segundo Manan, "Os travestis ainda podem cortar ocabelo de homens, mas não devem tocar nas clientes do sexo feminino". A fatwa vai banir os travestis de trabalhar em salões de beleza. Calcula-se que existam perto de dez mil travestis e transexuais na Indonésia, mais de um milhar na província de Java Oriental, que agora enfrentam a possibilidade de ir para o desemprego.

Fonte: Bairro do Oriente

Benfica empata com o Panathinaikos: fim da digressão e da época

No último jogo da época, realizado no Canadá, o Benfica empatou a zero com o campeão grego Panathinaikos. Para a história ficam as cenas de pancadaria entre os jogadores dos dois clubes. Airton foi agredido, Sidnei agrediu, David Luiz foi expulso ainda na primeira parte por pisar o joelho a um adversário, Rui Costa interveio entrando em campo para serenar os ânimos e o jogo terminou com um empate perante 8000 espectadores.
Os jogadores regressaram a Portugal e já partiram para umas merecidas férias. Na próxima época há mais. É óbvio que eu não acredito que o Benfica vai ser campeão europeu, apesar de Jesus dizer que quer vencer a "Champions Liga" (e espero bem que eu me engane!), mas revalidar o título de campeão nacional, ganhar a Supertaça Cândido de Oliveira (frente aos porcos do CRAC), conquistar (finalmente) a Taça de Portugal e tornar a ganhar a Taça da Liga são os objectivos mínimos para um clube com a dimensão gloriosa do Benfica.

Telma Monteiro conquista prata no Grand Slam do Rio de Janeiro

Telma Monteiro conquistou no dia 22 a medalha de prata, na categoria -57 Kg, no Grand Slam do Rio de Janeiro. Na final a judoca portuguesa foi derrotada pela japonesa Kaori Matsumodo.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Notas soltas

José Mourinho é o treinador do momento e tudo indica que o seu futuro passa pelo Real Madrid. Vai ser bonito ver como é que o presidente merengue, Florentino Perez, vai permitir que Mourinho imponha as suas ideias num plantel recheado de estrelas, entre elas Cristiano Ronaldo. Penso que o Real Madrid é de facto um bom desafio para o Mourinho. Vai ser bom ver como é que Mourinho vai conseguir destruir a hegemonia alcançada pelo Barcelona em Espanha e saber se conseguirá fazer do Real o papão na Europa como já chegou a ser em tempos. Seja como for, e goste-se ou não dele, parabéns ao Mourinho. O melhor treinador do mundo é português.

O presidente da república promulgou a lei do "casamento homossexual". Sinceramente acho muito mal, e de muito mau gosto, chamar casamento a uma união entre duas pessoas do mesmo sexo. Chamem-lhe outra coisa qualquer, mas casamento não. O casamento, ou o matrimónio, é uma instituição fundada sobre uma relação entre um homem e uma mulher. Era assim quando ele surgiu e deveria continuar a sê-lo para duas pessoas de diferente género em exclusivo. Sendo católico praticante, Cavaco Silva fez muito mal em ter promulgado essa lei. Não tinha de o fazer na qualidade de presidente. Devia ter feito aquilo que a sua consciência lhe manda, ao invés de fazer o que fez para agradar aos socialistas, aos esquerdistas e, naturalmente, aos gays de Portugal. Portugal assim entrou num lote restrito de países do mundo que permitem o emparelhamento (essa é que deve ser a palavra certa) gay. Que virá depois? A questão da adopção. Preparem-se uma vez mais, pessoas conservadoras, pois os gays vão voltar a atacar. Imaginem o que seria se os incestuosos (o incesto também é uma "coisa natural") reclamassem os mesmos direitos?

Gostava de saber como é que este governo consegue ainda estar onde está. O culpado para esta situação que vivemos em Portugal não é, na verdade, do governo socialista. A culpa é do povo que colocou essa escumalha no poder. E os que não votaram no Sócrates como eu também pagam pelo erro da maioria. Isso é que é a verdadeira democracia: por causa da maioria pagam todos.

Os cientistas norte-americanos já conseguiram criar a primeira célula artificial. Imagino o que é que o futuro nos poderá trazer. Qualquer dia ainda fazem um ser humano totalmente artificial dentro dum laboratório...

Faleceu Beto

O cantor português Beto de 43 anos faleceu este domingo em Torres Vedras vítima dum AVC.
Ainda hoje numa conversa com uma amiga minha no Parque das Nações estive a falar dele quando passávamos ao pé do "Cuba libre" e ouvíamos uma banda a tocar cujo vocalista tem a voz parecida com a dele. Só soube do sucedido quando depois de regressar a casa recebi uma mensagem dela a dizer-me precisamente isso...

Bebé de 2 anos viciado em tabaco

Ardi Rizal, um bebé indonésio de dois anos da província de Samatra, tem ataques de fúria e desata a chorar se os seus pais não lhe derem um cigarro para fumar. Seu pai, Mohammad Rizal, mostra-se indiferente e diz que não está preocupado com a saúde dele.
O vício começou cedo...

Portugal está a perder imigrantes com a crise

São cada vez mais os imigrantes que regressam aos seus países de origem devido à crise. O aumento do desemprego, a precariedade do trabalho e a deterioração das condições de vida estão a fazer com que muitas pessoas voltem para os seus países, alguns deles a sofrerem um crescimento económico. As remessas dos imigrantes já desceram perto de 3% no primeiro trimestre do ano. Quem mais está a partir são os brasileiros e depois vêm os imigrantes de leste. Não consta, no entanto, que os africanos estejam igualmente a voltar para as suas terras, se calhar porque é sempre preferível manterem-se por cá mesmo com a crise do que estarem em África.
Esta notícia é bombástica, presumo eu, para os nacionalistas e os apoiantes da extrema-direita, que assim vêem Portugal com menos estrangeiros. Acontece, porém, que Portugal sempre foi e continua a ser um país de emigrantes e que os portugueses estão por toda a parte do mundo. Com esta crise, então, também não devem ser poucos os portugueses que abalam deste país à beira-mar plantado. Coisas da vida...

Mourinho bicampeão europeu

O Inter de Milão sagrou-se campeão da Europa pela terceira vez ao vencer o Bayern de Munique por 2-0 na final no Santiago Bernabéu, em Madrid. O clube de Milão já não conseguia tal proeza depois da final em que ganhou ao Benfica por 1-0 em S. Ciro (com um frango do então guarda-redes do Benfica, Costa Pereira) em 1965, ou seja, há 45 anos atrás. Numa final emocionante jogada com muita intensidade, acabou por ganhar a equipa que melhor soube defender e aproveitar as oportunidades de golo criadas. Diego Milito, o letal avançado argentino de 30 anos, fez os dois golos do Inter e tornou-se no herói da partida. O Bayern de Munique perdeu assim pela quarta vez numa final da Taça/Liga dos Campeões, o Bayern que, apesar de tudo, é tetracampeão europeu. O meu Benfica, bicampeão europeu (e o segundo clube a ser campeão europeu), mantém-se na história da competição como o «cabeçudo» porque continua a ser infelizmente o clube com mais finais perdidas: cinco (1963, 1965, 1968, 1988 e 1990).

José Mourinho é o treinador do momento. Seis anos depois tornou a vencer (finalmente) a Liga dos Campeões. Conseguiu assim também a tripletta ao juntar a Liga dos Campeões à taça de Itália e ao campeonato italiano. Em 10 de carreira de treinador de futebol, que começou no Benfica (a falta de visão do então presidente do Benfica, Manuel Vilarinho, culminou com a sua saída prematura do clube...), Mourinho já conseguiu 17 títulos, o que dá uma média de quase dois títulos por ano.
Espera-o agora o Real Madrid. Um novo desafio que será certamente bastante exigente. Mourinho já traço o seu novo objectivo: ser o primeiro treinador a conseguir ser campeão europeu por três clubes diferentes. Goste-se ou não dele, a verdade é que ele é um senhor treinador.

sábado, 22 de maio de 2010

Menino de 13 anos escalou o Evereste

O norte-americano Jordan Romero, de 13 anos, tornou-se na pessoa mais nova a escalar o monte Evereste. O californiano escalou a montanha na companhia do pai, um experiente alpinista, e três guias. Quando tinha 10 anos, o miúdo já tinha escalado o monte Kilimanjaro, em África. Falta-lhe agora escalar também Vinson Massif, que fica na Antártida, para poder dizer que escalou as montanhas mais altas de todos os continentes.

Queda de Boeing na Índia

Um avião da Air India, que transportava 166 pessoas e que procedia do Dubai, despenhou-se quando se preparava para aterrar em Mangalore, no sul da Índia. Apenas oito tripulantes sobreviveram à queda. Desconhece-se ainda os motivos que terão levado o avião a falhar a pista de aterragem. As fortes chuvas que afectaram a região poderão ter sido uma das causas da tragédia que já é considerada o maior acidente de aviação da Índia da última década.

Norte-coreanas vendidas como escravas por 700 euros na China

Cerca de 70% das mulheres norte-coreanas que vivem na China são vítimas de tráfico humano. Cada norte-coreana custa entre 210 e 842 euros, segundo o relatório da Comissão Americana para os Direitos Humanos na Coreia do Norte. Devido ao flagelo da fome, centenas de milhares de coreanos fogem para a China desde os meados dos anos 90 do século passado. Oito em cada dez são mulheres que se arriscam a ser vendidas aos chineses como esposas na fronteira entre os dois países. Devido à política de controlo de natalidade (um filho por casal) da China, o combate ao tráfico de mulheres norte-coreanas não se avizinha minimamente fácil, porquanto a China é ela própria um país que atropela constantemente os ditos Direitos Humanos.

Memorabilia

Big Big World, da cantora sueca de ascendência etíope, Emilia.

Azul da TMN vai desaparecer das camisolas do Benfica

Um movimento nascido na internet que tem como objectivo fazer desaparecer a cor azul do patrocínio da TMN na camisola do Benfica para a nova época fez com que a direcção do clube da Luz e a Portugal Telecom se entendessem em relação a isso mesmo. Existem vários grupos e páginas no facebook com um total de mais de 10300 adesões, para além duma petição pública com 2227 assinaturas recolhidas até ontem.
Apesar de compreender e respeitar o benfiquismo das pessoas, eu sinceramente não vejo onde é que está a crise em termos a cor azul na camisola do Glorioso. Até parece que o azul é uma cor exclusiva de algum clube (estou-me a lembrar, assim de repente, do Belenenses) e que nós não podemos nunca usá-la. No emblema do Benfica temos a cor azul na faixa onde estão as siglas. Tivemos, inclusive, uma camisola alternativa azul nos tempos do Vale e Azevedo (patrocinada pela Netc, alguém se lembra?). O vigarista desse ex-presidente até chegou a dizer que era "azul à Benfica". Não tenho complexos nenhuns com as cores, pelo contrário, até gostava que o Benfica um dia pudesse voltar a equipar-se de azul ou, porquê não?, de verde. O importante é que o equipamento principal seja sempre vermelho e branco.
O problema, se calhar, não é da cor em si. É do logo da TMN...

Carro-bomba mata 22 pessoas no Iraque

Na cidade de Khalis, a 80 km de Bagdad, um carro-bomba explodiu num mercado ao ar livre causando a morte a 22 pessoas e ferimentos a mais de 50, segundo dirigentes iraquianos.

Marcelo acusa Sócrates de mentir «sistematicamente»

O professor e comentador político Marcelo Rebelo de Sousa mantém a teoria de que o primeiro-ministro tem «mentido sistematicamente» ao longo dos mandatos, umas vezes com mentiras «piedosas» e outras com «falsas convicções».
«Eu tenho a teoria de que o primeiro-ministro tem mentido sistematicamente, umas vezes com mentiras piedosas, outras menos e outras vezes com falsas convicções», disse o antigo líder do PSD.
Rebelo de Sousa falava na quinta-feira aos jornalistas, em Portimão, na apresentação do livro Direito e Turismo como Instrumentos de Poder - Os Territórios Turísticos, da autoria do também professor universitário Virgílio Machado.
Para Rebelo de Sousa, o primeiro-ministro socialista, José Sócrates, diz «coisas e fica na dúvida, se é efectivamente uma mentira».
«Isto é, se na altura em que diz aquilo, se já tinha os dados que lhe permitem oito dias ou três semanas depois dizer o contrário», sublinhou o professor, lamentando que «alguns políticos tenham por hábito» dizer «mentiras de várias dimensões».
«Para alguns políticos, mentir é um hábito muito comum. Na situação de crise em que está o país, se fossemos levar isso muito à letra estávamos a criar uma crise. Pelo facto de José Sócrates ter mentido, se tivesse que cair o Governo estávamos a criar uma crise que é indesejável», destacou Marcelo Rebelo de Sousa.
Questionado sobre as declarações do líder do PSD, Pedro Passos Coelho, em entrevista à TVI, sobre a apresentação de uma eventual moção de censura ao Governo caso a comissão de inquérito venha a apurar que o primeiro-ministro mentiu sobre o caso PT/TVI, Marcelo Rebelo de Sousa referiu «que talvez Passos Coelho não quisesse dizer isso».
«Eu não sei se de facto ele quis dizer isso. Às vezes os políticos querem dizer que há um juízo político negativo, mas não querem dizer necessariamente que há uma moção de censura», observou.
«Ainda não há uma semana o líder do PSD tinha dito aparentemente o contrário quando lhe perguntaram sobre as consequências do que comissão de inquérito tinha dito - se estou a citar bem - que não podia ser utilizada a conclusão da comissão de inquérito como arma de arremesso», destacou.
«Ora a moção de censura é a arma de arremesso definitiva. Portanto, admito que o líder do PSD entre uma declaração e outra acabe por escolher uma fórmula que não é tão radical quanto aquela que parece agora», concluiu.

Lusa / SOL

Fonte: Sol

sexta-feira, 21 de maio de 2010

De patinadora olímpica a freira


Kirstin Holum, filha da patinadora campeã olímpica de 1972 Dianne Holum, era uma das grandes esperanças da patinagem de velocidade americana após os Jogos Olímpicos de Nagano, no Japão, em 1998. Tinha ela então 17 anos. Após uma visita ao santuário de Fátima, Kirstin sentiu "um chamamento incrivelmente forte" e tornou-se na irmã Catherine Mary depois de se juntar em 2002 às Irmãs Franciscanas da Revolução que se dedicam à caridade, à evangelização e à acção social junto dos mais desfavorecidos. Tem agora 29 anos e vive no convento de S. José em Nova Iorque.
Um testemunho vivo de Fé viva.

Cientistas criaram vida artificial pela primeira vez

Craig Venter volta a "tocar" nas origens da vida. O cientista norte-americano criou em laboratório uma célula artificial. "Estamos a entrar numa nova era da ciência limitada apenas pela nossa imaginação", disse à revista "Science".
É a primeira vez que um cientista cria uma forma de vida sintética, cujo material genético provém de quatro produtos químicos.
Após 15 anos de investigação, Craig Venter e a sua equipa conseguiram fabricar em laboratório as unidades básicas do ADN de uma bactéria (Mycoplasma mycoides) e introduzir esse material sintético numa outra célula receptora de espécie diferente (Mycoplasma capricolum).
Sem qualquer vestígio genético anterior, formou-se na célula receptora a nova espécie em poucos segundos.
Depois da descodificação do genoma humano, há dez anos, a descoberta de Craig Venter volta a levantar questões éticas e filosóficas em torno do conhecimento científico. Se for possível, devemos melhorar o nosso código genético?
Mas, por outro lado, há implicações no campo da Biologia com vantagens indiscutíveis. A mesma técnica de laboratório pode ser usada para fazer combustíveis limpos, para tornar a água potável ou acelerar a produção de medicamentos.
"Esta é uma ferramenta potentíssima”, disse Craig Venter à revista Science. “Estamos actualmente a desenvolver algas capazes de capturar CO2 e convertê-lo em hidrocarbonetos que podem ser processados nas refinarias. Isto evitaria ter de extrair mais petróleo do solo”, acrescentou.
"Acho que o mais importante é que estamos a entrar numa nova era da ciência limitada apenas pela nossa imaginação", concluiu.
Entre a comunidade científica as reacções dividem-se. Há cientistas que reconhecem a proeza técnica de sintetizar a maior parte do ADN e chegar à precisão suficiente que permite substituir o próprio ADN da célula.
Mas, segundo o jornal norte-americano “New York Times”, consideram esta abordagem apenas como promissora, uma vez que, vai levar anos para criar novos organismos, e, entretanto, os progressos nos biocombustíveis já estão a ser conseguidos com abordagens tradicionais de engenharia genética.

Fonte: JN

14 anos de prisão para gays no Malawi

Um tribunal no Malawi condenou um casal gay a 14 anos de cadeia pelos crimes de indecência e actos anti-naturais. Em causa está a "cerimónia de noivado" em que participaram. Várias instituições já surgiram em defesa de Steven Mojenza e de Tiwoge Chimbalanga, os dois gays de 26 e 20 anos, mas a maioria da população concorda com o veredicto do tribunal.

New England Revolution 0 X 4 Benfica

O Benfica realizou o seu primeiro jogo na digressão que está a fazer pela América do Norte, goleando, no Gillette Stadium em Foxborough, o New England Revolution por 4-0. Felipe Menezes, Sidnei, César Peixoto e Alan Kardec fizeram os tentos benfiquistas.

Sevilha vence a Taça do Rei

Quique Flores, Simão e Tiago não conseguiram juntar a Taça do Rei à Liga Europa conquistada esta época. Na final da taça do Rei realizada no Camp Nou, em Barcelona, o Atlético Madrid dominou o jogo durante grande parte do tempo mas a eficácia sevilhana, materializada nos golos marcados por Diego Capel e Navas, levou a melhor e a equipa andaluz arrecadou o troféu.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Homossexualidade: casamento, adopção

As propostas de legalização do casamento homossexual já avançaram em algumas partes do mundo e prometem estar no centro das atenções num futuro próximo em Portugal. O Juiz Pedro Vaz Patto explica porque este conceito é um contra-senso social e jurídico que ameaça a família, célula base da sociedade.

O termo “casamento homossexual” faz sentido, ou é uma contradição?

É uma contradição. O casamento não pode ser um conceito vazio onde cabe qualquer conteúdo. O conceito de “casamento” entre pessoas do mesmo sexo descaracteriza e esvazia o conceito de casamento. Este assumiu ao longo da História, e nas mais variadas culturas, formas muito diferentes, mas para que se possa falar em casamento, há que partir de um denominador comum, de características comuns que distinguem esta instituição de outras formas de convivência.

O que é então o casamento?

O denominador comum às variadas formas de casamento que atravessam e atravessaram as diferentes culturas e épocas históricas é o de uma união estável, socialmente reconhecida, entre homem e mulher, em princípio aberta à procriação.
Não é assim por acaso ou por razões superáveis pela evolução social. É assim porque só assim concebida pode a instituição do casamento desempenhar a sua insubstituível função social, que faz dela a mais antiga, perene e estruturante das instituições socais.
Essa função liga-se à estrutura fundamental que é a família. É a família que assegura a renovação da sociedade, a educação e socialização das gerações mais jovens e o futuro harmonioso da sociedade, e pode considerar-se que esta é a primeira das funções sociais. Por este motivo a família merece um reconhecimento social e jurídico que começa pelo reconhecimento do casamento como seu fundamento. Só uma união estável entre um homem e uma mulher pode desempenhar esta função.
Por outro lado, o casamento representa também a valorização da unidade entre as dimensões masculina e feminina, que só em conjunto compõem a riqueza integral do “humano”. Também esta é uma função social, pois a vida social também se estrutura, desde a sua célula básica, a partir da unidade entre estas duas dimensões masculina e feminina, e também só pode ser desempenhada por uma união entre um homem e uma mulher, mesmo que essa união seja infecunda.

Mas a ideia do casamento só entre um homem e uma mulher não é uma ideia essencialmente religiosa?

Não se estará a impor uma visão religiosa ao resto da sociedade? Não. O reconhecimento social e jurídico do casamento tem a ver com a sua função social independentemente da perspectiva religiosa. As suas finalidades e propriedades essenciais decorrem da lei natural, isto é são apreensíveis pela razão humana sem ser necessária a luz da fé para essa apreensão. Tais finalidades e propriedades essenciais supõem a união entre um homem e uma mulher.

Há quanto tempo é que se fala neste assunto do “casamento” homossexual? É uma luta antiga ou recente?

A homossexualidade é um fenómeno muito antigo, nalgumas culturas reprimido, noutras tolerado. Mas nenhuma das culturas onde era tolerada equiparou a união entre pessoas do mesmo sexo ao casamento, pois sempre foi clara a consciência a respeito da fundamental e insubstituível função social desta instituição. A questão é, pois, recente.

Como é que surgiu a questão, então?

Começou por ser levantada há pouco mais de dez anos, com a proposta da criação de um contrato de união civil, distinto do casamento. Como alertaram na altura os opositores a esta medida, tratava-se de um primeiro passo no sentido da descaracterização do conceito de família a que se seguiriam outros mais graves. E assim foi. A maior parte das pessoas e grupos que então propunham essa figura, já não se contentam com ela e passaram a defender, não muito tempo depois, o “casamento” entre pessoas do mesmo sexo.

Mas é uma questão que surge naturalmente, ou há grupos de pressão que a levantaram?

É notório que a questão não surgiu da evolução espontânea da mentalidade comum, mas a partir de uma campanha bem orquestrada de grupos culturalmente influentes que conseguem, de uma forma impressionante, sobrepor ao senso comum a ditadura do “politicamente correcto”. Um político que se desvie destes dogmas supostamente indiscutríveis tem a vida muito dificultada.
Ao mesmo tempo, na opinião popular continua a prevalecer o bom senso de quem reconhece a evidência da função social inconfundível do casamento. Sempre que a questão foi submetida a referendo (em vários Estados norte-americanos), foi rejeitada. Entre nós, os proponentes da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo têm rejeitado a via do referendo, Cientes de que a medida seria provavelmente rejeitada por essa via.

E sobre a adopção por parte de homossexuais, o que pensa?

Há dois princípios básicos que norteiam o regime jurídico da adopção: que esta deve ser concebida em função do bem da criança a adoptar, e não dos interesses ou aspirações dos adoptantes (por muito respeitáveis que estes sejam) e que o vínculo que se cria através da adopção deve aproximar-se o mais possível do vínculo que se cria através da filiação natural (não se trata, pois, de uma qualquer relação de afecto).
Ora, a adopção por casais homossexuais surge como uma reivindicação que pretende satisfazer as pretensões destas pessoas. A estas pretensões deve sobrepor-se o bem da criança a adoptar, o qual reclama a presença de um pai e de uma mãe, pois a sua educação supõe o contributo insubstituível e complementar de uma figura masculina e de uma figura feminina.
Por outro lado, se o vínculo da adopção deve aproximar-se o mais possível do vínculo resultante da filiação natural, tal exige que os adoptantes sejam um homem e uma mulher, pois só duas pessoas de sexo diferente poderiam ser progenitores naturais, como é óbvio.

Não é então um atentado ao direito da igualdade, negar aos casais homossexuais o direito de se casarem?

A questão não deve ser colocada no plano da igualdade de direitos, mas no da definição de casamento. Não se trata de reconhecer ou negar o direito a casar a quem quer que seja, mas de saber se uma união entre pessoas do mesmo sexo é um casamento, se deve ter o reconhecimento social e jurídico próprio do casamento.
O princípio da igualdade exige que se trate de forma igual o que é igual e de forma diferente o que é diferente. Do ponto de vista da sua função social, não é igual uma união entre pessoas do mesmo sexo e uma união entre homem e mulher vinculados pelo casamento.
Não estão em causa opções de vida privada (se estivessem, o Estado não tinha que intervir), mas a função social do casamento e da família, que nele se funda.


Fonte: RR

Novas espécies no coração da Nova Guiné

Um canguru-anão, um rato-das-árvores, um morcego que bebe néctar e uma rã de nariz grande são novidade.
Vários mamíferos, um réptil, um anfíbio, uma dúzia de insectos, e uma ave rara estão entre uma mão-cheia de novas espécies descobertas nas montanhas Foja, um Éden perdido no coração da província indonésia da Nova Guiné, durante uma expedição científica promovida pela Conservation International e pela National Geographic Society.
O anúncio da descoberta foi feito na segunda-feira, a poucos dias do Dia Internacional da Biodiversidade, que se assinala sábado, e num momento em que crescem as preocupações dos cientistas em relação ao ritmo crescente da perda de biodiversidade no planeta devido à acção humana.
"Enquanto animais e plantas estão a ser varridos da face do globo a um ritmo nunca antes visto em milhões de anos, a descoberta destas formas de vida absolutamente incríveis são boas notícias muito necessárias", afirmou o biólogo Bruce Beehler da Conservation International, que foi um dos participantes da viagem científica às montanhas Foja.
A expedição, organizada em Novembro de 2008 segundo um conceito de programa de avaliação rápida (Rapid Assessment Program, juntou um grupo internacional de biólogos que durante quatro semanas fez um rastreio-relâmpago numa área predefinida das montanhas Foja, localizadas na parte indonésia da Nova Guiné. Es- tas montanhas, cobertas de flo-resta tropical, estendem-se por uma área total de 300 mil hectares, onde não há estradas nem actividades económicas humanas.
Analisados os registos recolhidos pela equipa durante a expedição, os cientistas anunciaram agora as suas descobertas.
Entre as novas espécies encontradas está uma "rã-pinóquio", como foi alcunhada pela equipa (Litoria sp.nov.), com uma protuberância distintiva no nariz que não está sempre na mesma posição. De acordo com os biólogos, o nariz aponta para cima quando o macho está sexualmente mais activo e aponta para baixo quando ele está menos activo. Uma particularidade que os cientistas querem agora estudar. Outras espécies que eram desconhecidas incluem um morcego que se alimenta de néctar (Syconycteris sp. nov.), uma borleta a preto e branco (Ideopsis foiana), um canguru-anão (Dorcopsulus sp. nov.), um ratinho-das-árvores também nunca antes visto (Pogonomys sp. nov.) ou ainda um arbusto que dá flor (Ardisia hymenandroides).
A Conservation International apelou à protecção a longo prazo da região, que tem actualmente estatuto de protecção total.
Esta é uma nova espécie de réptil encontrada pela expedição na Nova Guiné.

Fonte: DN

Tesa tapa buracos em Lisboa

A marca de fitas adesivas Tesa, em parceria com a câmara municipal de Lisboa, vai tapar cerca de 100 buracos nas estradas de Lisboa. Os buracos tapados são marcados com a pintura da marca como forma de fazer publicidade.
Sem dúvida nenhuma uma ideia inovadora.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Pérola

Diana Piedade & Rui Unas - Margem Sul State of Mind

A lei do casamento gay é degradante!

Quem o diz é Alberto João Jardim, presidente do governo regional da Madeira. Se fosse ele o presidente da república, a lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo "era imediatamente revogada". Sempre sem papas na língua, acrescentou: "não promulgaria, obrigava os partidos da pseudo-esquerda a ter que votar e aprovar de novo, se eles assim o entendessem, uma lei que é degenerativa, que é degradante e que é humilhante". Segundo a agência Lusa, Alberto João Jardim sustenta que "os princípios estão acima das conjunturas sejam económicas, de opinião pública ou de costumes". E concluiu dizendo: "estou-me nas tintas que me chamem homófobo, acho que é um termo que está muito em voga".

Mais 20 mortos num atentado em Cabul

Um atentado suicida resultou em mais 20 mortes na região ocidental de Cabul. Segundo o general Ahmad Zia Yaftali, médico-chefe das forças armadas afegãs, o atentado visava as forças da NATO.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Miss EUA de origem árabe

Chama-se Rima Fakih, nasceu no Líbano, tem 24 anos, e, na qualidade de Miss do Estado de Michigan, foi coroada Miss EUA 2010 no domingo, fazendo história no concurso por ser a primeira vencedora de ascendência árabe.

Descoberto gene que prolonga vida até aos 100 anos

Cientistas descobriram o gene 'Metusalém'. Os portadores afortunados deste gene têm uma maior probabilidade de viver até aos 100 anos, mesmo que mantenham um estilo de vida pouco saudável.
Estes genes parecem proteger as pessoas contra os efeitos do fumo e uma má dieta e podem mesmo atrasar o aparecimento de doenças relacionadas com o envelhecimento como o cancro e doenças do coração, até três décadas.
Nenhum gene é uma fonte garantida de juventude. De acordo com novos estudos de famílias centenárias, o segredo para a longevidade reside provavelmente num 'conjunto' certo de genes. Esse tipo de combinação é no entanto extremamente rara — apenas uma pessoa em cada 10 mil atinge os 100 anos.
Os genes descobertos até ao momento parecem providenciar uma protecção extra contra doenças próprias do envelhecimento. Os centenários parecem ter maiores probabilidades de ter este tipo de genes embebidos no seu ADN.
«As pessoas que vivem mais tempo não têm menos genes que provoquem doenças ou envelhecimento» declarou Eline Slagboom da Universidade de Leiden, que lidera um estudo que envolve 3500 holandeses nonagenários. «Estas pessoas têm outros genes que impedem os genes que provocam doenças de serem activados. A longevidade está intrinsecamente ligada à genética e à hereditariedade».
Pensa-se que os genes Metusalém — nome bíblico do patriarca homónimo, que viveu até aos 969 anos — incluem a proteína Adiponectina, encontrada em cerca de 10 por cento dos jovens e em cerca de 30% das pessoas que vivem após a centena de anos.

Fonte: Sol

Mourinho é bicampeão italiano

José Mourinho conquistou o seu bicampeonato ao serviço do Inter, depois de também já ter conquistado a taça de Itália, e está a um passo de conseguir vencer tudo o que há para vencer esta época. O Inter somou o seu 18º título de campeão nacional e já é o segundo clube italiano com mais campeonatos ganhos, atrás da Juventus que tem 27 títulos de campeão.
No próximo sábado já veremos se o Mourinho vai ou não ser capaz de vencer a Liga dos Campeões.

FC Porto conquista 15ª Taça de Portugal

Os corruptos da agremiação nortenha Andrade revalidaram o título de vencedor da Taça de Portugal ao derrotar, no Jamor, a equipa da Liga Vitalis que foi despromovida à 2ª divisão, o Desportivo de Chaves, por 2-1. Apesar de hipotética diferença de qualidade entre as duas equipas, a diferença no resultado foi mínima e não ficou de parte a ideia de que os transmontanos pudessem ter dado um arzinho da sua graça. Tal não aconteceu, infelizmente. Não houve taça na final da taça de Portugal. O F. Corrupção do Porto, no jogo após a renovação (mais uma) do mandato do Pinto da Costa (conseguiu 98% dos votos contra quem? Ele próprio?) como presidente desse clube das viagens pagas aos árbitros para o Brasil, do leite, da fruta, do café, do guarda Abel e dos conselhos matrimoniais, conseguiu assim igualar o número de Taças de Portugal que o Sporting tem.

domingo, 16 de maio de 2010

Notas soltas

O Papa Bento XVI esteve em Portugal nos dias compreendidos entre 11 e 14 de Maio. Grande parte do povo português - de maioria católica - manifestou o seu contentamento e aderiu em massa à celebração da Missa tanto em Lisboa, no Terreiro do Paço, como no santuário de Fátima e também na Avenida dos Aliados, no Porto. Uma prova cabal de que afinal sempre existem muitos portugueses que são católicos, contra todas as expectativas ateístas e agnósticas, e que até são capazes de gostar deste Papa. Muitas pessoas questionaram todo o aparato que envolveu a visita do Santo Padre. Vozes discordantes não faltaram. Esquecem-se que o Estado é laico, mas o povo não. E a Igreja Católica de facto sempre gozou de enorme influência em Portugal ou não estivesse ela entrelaçada com a própria história de Portugal. Não fosse um movimento denominado Reconquista Cristã e se calhar os portugueses, se é que teríamos esse nome, seriam de maioria muçulmana, fruto de uma estadia de mais de 800 anos por parte dos mouros na Península Ibérica. Mas isso não importa. O Estado é laico. O Cristianismo simplesmente está na origem da civilização ocidental, mas isso é irrelevante. Interessa é o secularismo da sociedade. Importa é que cada vez mais a Igreja seja afastada da vida da sociedade. A Igreja hoje em dia é cada vez mais um alvo a abater por parte de muita gente e o escândalo da pedofilia que eclodiu no seio da Igreja - como se fosse só nessa instituição que a pedofilia existe - foi somente um pretexto que originou toda uma campanha anti-católica orquestrada essencialmente pela comunicação social para atacar a credibilidade de Igreja e também a figura do Papa. O alvo a combater não era a pedofilia, mas sim a Igreja. Porque é que a Igreja gera tanto ódio em muitas almas?
A campanha "Preservativos ao Papa" é capaz de ter sido a única campanha de protesto perante a visita do Papa que se fez notar. No dia 11 lá estavam umas pessoas dessa organização a distribuir preservativos à saída do metro do Rossio. Um grupo de jovens estrangeiros, católicos, pegou nos preservativos e, bem à frente do pessoal da organização, atirou-os para o chão, pisou-os e clamou "viva o Papa". Um representante dessa organização falou à comunicação social que não concorda com a posição do Papa de estar contra o preservativo, acusando-o de ser responsável pelo aumento da Sida em África. O que as pessoas não conseguem compreender, talvez movidas por alguma espécie de cegueira anti-católica, é que o Papa realmente tem razão em dizer que o preservativo não resolve o problema da Sida. O preservativo é altamente eficaz na prevenção duma gravidez indesejada (98%), mas o vírus do HIV é muito inferior em termos de tamanho em relação a um espermatozóide, ou seja, a probabilidade de contágio da doença sempre é substancialmente superior do que a probabilidade duma gravidez. Logo, o preservativo não é realmente eficaz no combate à Sida. E dados comprovam que nos países africanos onde existe a distribuição gratuita de preservativos a taxa de infectados até aumentou, o que não deixa de ser irónico. E outra coisa: lá por o Papa ser contra o preservativo, não significa que os as pessoas deixem de o usar, pois não acredito que sejam todos católicos (e mesmo se fossem...) e façam o que o Papa diz. E só um desonesto é que não admite aquilo que a própria ciência confirma.
Em tempos de crise profunda, não só económica como também, e sobretudo, de valores, penso que a visita do Papa foi deveras benéfica, pois foi um portador duma importante mensagem de esperança. Obviamente que todos aqueles que vomitam ódio pela Igreja Católica jamais conseguirão perceber isso, mas quanto a isso têm bom remédio: reduzam-se a uma insignificância que é certamente a sua.

O Benfica fez-se representar em Timor. Depois da conquista do título de campeão nacional cinco anos depois, e de todo o país ter voltado a assistir à força do Benfica enquanto clube mais popular, foi a vez de vermos essa mesma força no espaço lusófono. Por muito que isso possa custar aos adeptos dos clubes rivais, o Benfica é de facto o clube mais popular. E a prova disso é que é o clube mais amado e simultaneamente o mais odiado.

A selecção nacional está na minha querida cidade da Covilhã onde se encontra a fazer o estágio de preparação para o Mundial de 2010 que arranca já no próximo mês. Quer gostem ou não das escolhas do seleccionador Carlos Queiroz, qualquer português que se preze, ainda que possa não se rever nesta que é "a equipa de todos nós", deve sempre apoiar incondicionalmente a equipa. A partir do momento em que todos envergam no peito as quinas da bandeira, pouco importa se é naturalizado, branco, preto ou amarelo: são todos portugueses.

Benfica em Timor

O Benfica encontra-se em Timor representado pelo seu presidente, Luís Filipe Vieira, e pelo capitão Nuno Gomes. A grandeza do Benfica vê-se precisamente assim, enquanto factor agregador da identidade nacional, parafraseando Fernando Seara, por muito que custe aos adeptos doutros emblemas.
Muitos possivelmente não sabem ou não se lembram que as imagens de Xanana Gusmão, o carismático líder timorense, com o boné do Benfica quando esteve preso na Indonésia correram mundo.

Confrontos na Tailândia fizeram 25 mortos nas últimas 48 horas

Dois manifestantes tailandeses antigovernamentais foram hoje, domingo, gravemente feridos por tiros do exército durante confrontos entre muitas centenas de manifestantes e militares no centro de Banguecoque. Nas últimas 48 horas já morreram 25 pessoas.
As autoridades tailandesas vão enviar a Cruz Vermelha e outras organizações para a zona de protesto de Banguecoque, onde pelo menos 25 pessoas morreram nas últimas 48 horas, para retirar mulheres, crianças e idosos, informa a Agência France Press.
À semelhança dos últimos dias, vive-se um clima de tensão na Rama IV, uma larga avenida nas imediações do quarteirão controlado pelos "camisas vermelhas".
Os manifestantes lançaram pedras, petardos e cocktail Molotov sobre as forças da ordem, que retribuíram com tiros.
Os dois manifestantes feridos foram retirados pouco depois em ambulâncias.
Os protestos antigovernamentais nas ruas da capital tailandesa começaram em meados de Março contra o primeiro ministro Abhisit Vejjajiva, acusado de servir as elites de Banguecoque, provocando a crise mais violenta no país desde 1992, e já causaram oficialmente 54 mortos e mais de 1600 feridos.
As manifestações levaram, a 13 de Maio, Vejjajiva a anular as eleições antecipadas, previstas para 14 de Novembro.
Nesse dia, a violência regressou à capital tailandesa após um manifestante ter sido morto e um general – que passou para o lado dos manifestantes, conhecidos como "camisas vermelhas" – ter ficado gravemente ferido, ao ser atingido a tiro na cabeça.
Os "camisas vermelhas" exigem que o número dois do governo, Suthep Thaugsuban, seja acusado por ter sido responsável pela violência de 10 de Abril, quando o exército tentou desalojar os manifestantes, acção que provocou 25 mortos e mais de 800 feridos.
Os manifestantes são apoiantes do ex-primeiro ministro Thaksin Shinawatra, deposto em 2006, e exigem há várias semanas nas ruas de Banguecoque a demissão do governo e as eleições antecipadas.

Fonte: Jornal de Notícias

Robô casa noivos no Japão

O Japão é um país conhecido por ser tecnologicamente bastante desenvolvido. I-Fairy é o nome do robô que realizou a cerimónia de casamento de Satoko Inouye, de 36 anos, e de Tomohiro Shibata, de 42 anos, em Tóquio. O robô, do frabricante Kokoro Co, foi escolhido para celebrar a cerimónia devido ao facto do casal se ter conhecido precisamente por causa do interesse de ambos por robôs.

Allove Festival

Decorreu no Algarve, mais precisamente em Lagoa, o festival "Allove", dedicado à "diversidade sexual", ou seja, LGBT (lésbico, gay, bissexual e transgénero). Um evento que não sei se terá contado também com a presença de pedófilos, velhófilos, incestuosos e poligâmicos...

Rapariga de 16 anos dá a volta ao mundo à vela

A australiana Jessica Watson, de 16 aninhos, partiu de Sydney a 18 de Outubro do ano passado e sete meses depois eis que ela chegou ao ponto de partida, tornando-se assim na pessoa mais jovem a navegar à volta do mundo em solitário, sem escalas e sem assistências. Os críticos diziam que ela nunca regressaria viva a casa. Humilde, Jessica desconsiderou o primeiro-ministro australiano que se referiu a ela como sendo "a mais nova heroína da Austrália". "Sou apenas uma rapariga vulgar que acreditou no seu sonho", afirmou.

sábado, 15 de maio de 2010

A fé dos outros

Olho para os crentes em Deus com admiração. Acreditam numa força superior que os conduz e ilumina, procurando dessa forma ter mais energia para encarar a vida. Para um agnóstico como eu, são vidas distantes. Sendo certo que a maioria da sociedade portuguesa confessa ou pratica a religião católica, não entendo tanta aversão à visita do representante máximo da Igreja a Portugal. Não faço parte do ‘clube’, mas também não pretendo que alterem as regras de admissão para que possa entrar.
É sabido que a Igreja Católica atravessa um momento complicado com a denúncia de vários sacerdotes pedófilos. Também é sabido que o anterior Papa gozava de uma aceitação bem superior à do actual. Mexia-se melhor nos media e tinha a aura de ter contribuído para o fim do comunismo. Ao contrário, Bento XVI vê-se grego para explicar a sua passagem pelas forças nazis. Mas não me recordo de nenhum anterior Papa denunciar com tanta veemência o pecado de que enferma parte da Igreja.
Disse ele, e bem, que o principal inimigo está dentro da instituição. Condenou fortemente a pedofilia e pediu perdão pelos pecados cometidos. Para os mais desatentos, diga-se que a declaração teve grande destaque nos noticiários internacionais. Portugal fica, mais uma vez, na história religiosa, pois foi em Lisboa que Bento XVI falou ao mundo. Querer condenar a Igreja Católica por dezenas de padres e bispos serem pedófilos parece-me o mesmo que condenar qualquer outra profissão por ter meia dúzia de maçãs podres. Há semanas foi noticiado que um médico abusava das suas pacientes quando estas o procuravam para tratar da saúde. Por causa desse acto vamos olhar para os médicos com uma desconfiança total? Não me parece.
A Igreja Católica defende valores que muitos de nós achamos medievais. E então? Somos obrigados a concordar com tais regras? Não, ninguém é obrigado a ir a uma igreja ou a seguir os seus mandamentos. A Inquisição há muito que acabou. O mesmo não se aplica a outras religiões, como bem sabemos, onde quem se atrever a colocar em causa as leis divinas pode ser condenado à morte.
Reparo frequentemente que aqueles que mais se abespinham com as regras da Igreja Católica são os não crentes. Os padres não se podem casar? Onde é que já se viu tal coisa? Não defendem a promiscuidade? Como é possível não perceber que as pessoas podem amar várias ao mesmo tempo? É aceitável que condenem, oficialmente, o uso do preservativo? Muitas interrogações que os não crentes colocam. Eu por mim fico mais contente com a chamada que recebi no dia da chegada do Papa: «No domingo tiveste a tua festa, hoje foi a minha. Cantei, chorei, rezei, diverti-me. Achas mal?». Eu não.


Vítor Rainho

Afinal não morreu!

A Benfica TV tinha noticiado a morte dum jovem adepto do Benfica em Braga no dia de ontem, mas sabe-se agora que Heitor Amoedo, de 21 anos - assim se chama o rapaz benfiquista -, solteiro, estudante em Braga e residente em Monção, está afinal vivo "e cheio de saúde". O rapaz sofreu no domingo, durante os festejos da conquista do campeonato, um traumatismo ocular, sendo ele a vítima mais grave dos confrontos entre os adeptos do Benfica e os do Sporting de Braga nas principais ruas da cidade Braga, onde nem sequer as crianças e os idosos foram poupados.
Como eu escrevi no post anterior, o ódio não tem limites. Deixassem os adeptos do Benfica festejarem em Braga, porque também tinham esse direito, e nada disso teria acontecido...

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Morreu adepto benfiquista espancado em Braga

O ódio de muitas pessoas não tem limites. O adepto do Benfica que foi espancado em Braga no passado domingo após o clube da Luz se ter sagrado campeão nacional acabou por morrer ontem no hospital.

Escola não quer stôra que posou para a Playboy


Bruna Real, uma professora do ensino básico do concelho de Mirandela, fez sensação na revista Playboy deste mês onde contracena nua com outra mulher. Em Mirandela, Bruna está agora nas bocas da população, a revista esgotou há três semanas e os alunos trocaram as suas fotografias. A escola já sabe o que fazer com ela porque "aparecer numa revista sem roupa não é compatível com a função de professora e de educadora", segundo o director do Agrupamento de Escolas da Torre da Dona Chama, José Pires Garcia.
Gostava de conseguir compreender que raio de mentalidade é que essa gente tem. Com uma stôra assim até eu voltava para a escola e nunca faltaria às aulas...

Atlético de Madrid vence a Liga Europa 2009/10

O Atlético de Madrid de Simão Sabrosa e Tiago conquistou a primeira edição da Liga Europa. Os colchoneros derrotaram na final de Hamburgo o surpreendente Fulham por 2-1, resultado alcançado após prolongamento. Diego Forlán foi o herói do jogo ao marcar os dois golos da equipa espanhola.
Quique Flores, que não teve sorte nenhuma na sua passagem pelo Benfica, e apesar do mau campeonato que a equipa que orienta está a realizar, tem ainda a possibilidade de vencer a Taça do Rei, na próxima quinta-feira.