terça-feira, 1 de setembro de 2015

Os nazis eram esquerdistas

Bill Whittle e Andrew Kavlan desmontam a falácia de que o nazismo, i.e., nacional-socialismo, é de Direita.

video

«O cancro está à vossa porta»

Mais um membro do clero católico que diz o óbvio: o padre Douglas Al Bazi Joseph Shimshon, que exerce o seu ministério em Erbil (capital do Curdistão iraquiano), afirmou, no passado dia 23 de Agosto durante um encontro promovido pelo movimento Comunhão e Libertação em Itália, que o Estado Islâmico é a verdadeira face do islão, pois os muçulmanos desse grupo terrorista mais não fazem que aquilo que o Maomé fez há 1400 anos atrás! O padre natural de Bagdad alertou os europeus: "Aqui em Itália, os muçulmanos vivem entre vós e coabitam convosco. Mas quando é ao contrário, quando são os cristãos entre os muçulmanos, a coabitação é impossível". Actualmente, o Pe. Shimshon, que já chegou a ser sequestrado e torturado pelos muçulmanos, está a trabalhar com os refugiados cristãos que fugiram do avanço do Estado Islâmico. "Os muçulmanos moderados provavelmente já não existem no Iraque", advertindo que as futuras gerações islâmicas serão provavelmente ainda piores. Confrontado com o afluxo de muçulmanos, que vimos a rejeitarem os pacotes da Cruz Vermelha na fronteira da Macedónia com o pretexto de que eles não eram halal, Pe. Shimshon afirmou: "O cancro está à vossa porta. Eles vão destruir-vos. (...) Nós, cristãos, somos o único grupo a ter visto a face do mal, o islão. Orem pelos meus irmãos, ajudem-nos, salvem-nos" porque "o que acontece com o meu povo é um genocídio, e o único que o reconhece é o Papa Francisco".
Para não variar, ou pelo menos não muito, Pe. Shimshon é padre católico caldeu, ou seja, é membro do clero da Igreja Católica Caldeia (ܥܕܬܐ ܟܠܕܝܬܐ ܩܬܘܠܝܩܝܬܐ - ʿītha kaldetha qāthuliqetha), uma igreja síria sui juris da Igreja Católica em comunhão com o Vaticano e que por acaso convive de perto com o terror que é o islão sob a forma do Estado Islâmico, logo ele sabe perfeitamente do que fala. Estas igrejas católicas orientais sabem o que é permanecer firmes na Fé e manterem-se verdadeiramente cristãos. Já muitos membros do clero da Igreja Católica Romana, empestada de lobos disfarçados de cordeiros, enfim, que tristeza, insistem em permanecer possuídos pelos espíritos confusos que os levam tantas vezes a estar contra o próprio Cristianismo...

A prefeita do momento


A jovem brasileira Lidiane Leite, de 25 anos, é a autarca de Bom Jardim, no Maranhão, uma cidade com cerca de 50 mil habitantes e das mais pobres do Brasil. Ainda assim, Lidiane adora o luxo, nem que para isso deixe de pagar aos professores ou fornecer merendas escolares aos alunos. "Eu compro sim é o que eu quiser, gasto sim com o que eu quero, 'tô' nem aí para o que achem, beijinho no ombro para os recalcados", escreveu assim Lidiane, que é mãe desde os 14 anos, nas redes sociais em resposta às queixas dos munícipes. Lidiane é de origem humilde, precisou de andar a vender leite à porta de casa e ajudar também a mãe a vender roupas numa pequena boutique, mas desde que se envolveu com o empresário Beto Rocha, um criador de gado da região que tem uma fortuna avaliada em quatro milhões de euros, conseguiu ocupar o lugar dele na candidatura à autarquia de Bom Jardim. Depois de eleita, passou a ostentar uma vida de luxo ilustrada diariamente nas redes sociais, tendo divulgado a realização de uma lipoaspiração e da colocação de uma prótese de silicone. Na sequência de reportagens sobre o seu comportamento, a Polícia Federal emitiu um mandato de prisão no passado dia 20 de Agosto e desde então Lidiane passou a ser consiserada uma foragida.
Porque é que o povo de Bom Jardim se queixa? Elegeram alguém que pelo menos prima pela honestidade! A Lidiane é apenas o exemplo perfeito da esquerda caviar.

Leitão de duas cabeças


Ainda na China, nasceu perto de um "templo" budista em Tianjin, localidade que saltou para a ribalta internacional por causa duma recente grande explosão, um leitão com duas cabeças, três orelhas e que consegue comer com as duas bocas. A estranha criatura, que não consegue aguentar-se com as patas por causa do peso das suas duas cabeças, foi encontrada na rua pelo senhor Jin Guanglang que a levou para casa e a alimentou com um biberão. O porquinho de duas cabeças já se tornou numa celebridade na localidade, o seu agora dono espera criá-lo e já há quem até esteja na disposição de o comprar.

Idosa com corno


Em Sichuan, na China, a senhora Liang Xiuzhen, de 87 anos, é conhecida como a "mulher unicórnio" depois de há sete ou oito anos atrás lhe ter começado a crescer um corno negro na cabeça. Trata-se de um tumor cutâneo raro que não é maligno, mas que mesmo assim pode ficar muito grande e tornar-se muito incomodativo. Liang Xiuzhen já tentou a medicina chinesa e inclusivamente já chegou a partir o corno, há cerca de dois anos atrás, mas a protuberância voltou a crescer, medindo agora pouco mais de seis centímentros. A cirurgia de remoção parece ser a única alternativa mas tal coisa parece assustar imenso o filho da idosa,  Wang Chaojun. "A minha mãe é velha, e o corno está na cabeça dela, o que é uma zona muito sensível. Não estou confiante na (ideia da) cirurgia", desabafou. "Se alguma coisa correr mal, seria terrível".

As estatísticas dos jogos dos grandes

O benfiquista Hugo Gil fez um grande trabalho ao analisar as três primeiras jornadas já realizadas envolvendo os três clubes ditos grandes numa de contrariar aquilo que nos é dito pelos jornaleiros avençados de Portugal e cujo trabalho não rima com princípios como a ética, a verticalidade ou a honestidade. É verdade sim que este Benfica de Rui Vitória ainda não convence, mas afirmar que o Benfica está fraco e fazer propositadamente de conta que tanto o Futebol Corrupto do Porto como a lagartada é que estão muito bem é contrariar as estatísticas.




Para as estatísticas não contam coisas como a falta de sorte, a falta de inspiração, o penálti não assinalado sobre Mitroglou ou o golo mal anulado ao Jonas em Aveiro na 2.ª jornada e que valeram a derrota do Benfica.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

A verdade sobre a Planned Parenthood

No vídeo que se segue podemos ouvir Ben Shapiro a expor a barbaridade do genocídio que a organização pró-abortista comete.

video

Mais e mais "migrantes" para a Europa!!

A questão dos "migrantes" está a trazer chatices à Europa, isso já qualquer pessoa sabe, mas também às relações entre os Estados-membros da União (Maçónica) Europeia: políticos europeus andam a trocar acusações entre si e agendaram para dia 14 de Setembro uma reunião em Bruxelas para discutir a "crise migratória".

Na Alemanha, Angela Merkel defendeu, por sua vez, a necessidade de mais "solidariedade", insistiu que "o que se passa não é justo", defendeu a rápida integração dos "migrantes"... e também a rápida expulsão dos "migrantes" cujo asilo for recusado (por esta não estava à espera)!

«Bem-vindos, refugiados! Trazei todos, filhos, netos, pais, avós, cães, gatos, canários, etc.!»
Ainda na Alemanha, grupos de adeptos do Bayern de Munique e outros clubes exibiram nos estádios faixas em que se lia "Bem-vindos, refugiados!" na sequência de ataques verificados contra os refugiados. Só falta saber porque é que não são exibidas também faixas em solidariedade para com os cristãos assassinados nos países de maioria muçulmana. Ou então denunciar os "abusos" ou a "destruição" provocada pelos "migrantes" nos centros de refugiados ou nas ruas, como aconteceu por exemplo em Itália, conforme podemos ver no vídeo de baixo. Mas ah, é claro, não seria a mesma coisa...

video
Carro anti-"migrantes" a ser devidamente espancado pelos "migrantes"

Estais a sofrer muito em Itália? Quereis casa, comida e, já agora, gajas de borla também?
O enriquecimento inegável das ruas da cidade de Milão
"Moharam Walid, de 27 anos, nasceu no Egipto e sempre sonhou ir para a Europa. Ele queria que a sua quinta tentativa fosse bem-sucedida. Estava apenas a 15 metros da praia, alguns passos somente em águas pouco profundas, pensou ele. Mas as águas da Catânia (Itália) podem ser profundas mesmo junto à costa. E Walid não sabia nadar. Afogou-se a poucos metros do seu destino".

O mais engraçado é que a Comissão Europeia vai dar massa aos países africanos para que estes acolham os "migrantes" repatriados pela União Europeia! Portanto, gasta-se milhões para resgatar os "migrantes" do Mediterrâneo, gasta-se milhões para os manter vivos na Europa e agora querem gastar também milhões para devolver os que não são aceites na Europa à procedência? Então Portugal devia exigir o mesmo aos países que repatriam cidadãos portugueses!

Quando eu era pequeno os suecos não eram assim...
E depois, os "migrantes" que têm o "direito" de permanecer na Europa podem tornar-se famosos pelos piores motivos. Na imagem de cima, podemos ver algumas das fuças das pessoas mais procuradas na Suécia, esse paraíso multiculturalista e o campeão na arte de receber "migrantes".

Refugiado terrorista do Estado Islâmico fotografado quando entrou na Macedónia
video
"Migrantes" gritam Allahu akbar num campo de refugiados na Hungria

Como a Europa é formada por países democráticos, é bom saber que esta actual invasão "migrante" está a mexer com as populações, tanto assim é que a questão da imigração já é a principal preocupação dos europeus. Disto se pode aproveitar, e muito bem, os partidos nacionalistas da Europa, como a Frente Nacional francesa (que já estaria no poder em França se as eleições se realizassem hoje), os Democratas Suecos, o Partido da Liberdade holandês ou o UKIP.

"Chegaremos a Roma e faremos execuções massivas na Praça de São Pedro"


A organização pela liberdade religiosa MasLibres.org publicou uma entrevista feita a um jovem membro do Estado Islâmico que é de nacionalidade polaca, nasceu na Alemanha, é filho de pai palestiniano de origem jordana e de mãe polaca e é conhecido por "Adam A1 N". Na entrevista, feita ainda durante o período do Ramadão, o terrorista avisou os "infiéis", ou seja, todos nós, para se converterem ao islão enquanto é tempo, pois "essa é a lei de Alá". "Nós sairemos vitoriosos. Chegaremos a Roma, à Praça de São Pedro, e faremos execuções massivas de infiéis", afirmou. Descrevendo-se como um "servidor de Alá, um crente fiel do único Deus", chamou a sua própria mãe de "infiel" por ser católica, pois o islão é "a religião da verdade" e "hoje em dia Jesus seria muçulmano", garantindo ainda que fará "qualquer coisa por Alá e, se tiver que me converter num mártir, será o melhor destino que ele escolherá para mim". "Ser crente é uma aventura maravilhosa na minha vida. Tinha 15 anos quando os meus olhos se abriram para ver o único Deus. Então entendi a palavra de Alá dizendo que os infiéis são piores que os animais", acrescentou o jihadista que participou em ataques às cidades sírias de Aleppo, Azas e Raqqa. "Quando estive a lutar na Síria pude presenciar muitos milagres feitos por Alá. O sangue do meu companheiro de combate que morreu nos meus braços exalava um aroma do paraíso. Senti uma enorme alegria por estar com ele enquanto morria", recordou, assegurando que quer continuar no Estado Islâmico porque quer "ser livre".
Pois muito bem, que morra então em combate agarrado a essa seita demoníaca do ídolo do quarto crescente árabe de Meca, de preferência abatido por uma mulher que é para não ter direito ao paraíso islâmico com as 72 virgens, mel, leite e vinho à mistura, porque ele não faz falta nenhuma neste mundo!
Quanto a isso do "Deus verdadeiro" ser o Alá, é mentira, pois Alá, que, como já foi referido aqui no blogue vezes sem conta, é na verdade um ídolo pagão da lua (e o quarto crescente é o símbolo do islão) e o mais importante do panteão do antigo paganismo árabe de Meca, não é um deus pessoal, mas sim um deus distante e intocável que seduz ou desvia quem ele quer, como se pode confirmar nas suras al-Na'am 6:39, al-Ra'd 13:27, Ibrahim 14:4, al-Nahl 16:93, Fatir 35:8 e al-Muddaththir 74:31, ao contrário do único Deus verdadeiro que nos foi revelado por Jesus. De início, quando a seita islâmica ainda era pequena e convivia pacificamente com os cristãos e os judeus, o pseudo-profeta do Maomé dizia que Alá era o mesmo único Deus dos cristãos e dos judeus (Sura al-Ankabut 29:46), mas, 10 anos depois de ter dito isso, quando o islão já dominava Meca, mudou de discurso e deixou a tolerância, revelando-se: "Combatei aqueles que não crêem em Deus e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Deus e o Seu Mensageiro (que seria Maomé) proibiram, e nem professam a verdadeira religião daqueles que receberam o Livro (significado da palavra Bíblia), até que, submissos, paguem a jizya" (sura al-Tauba 9:29).
Em relação à treta de Jesus ser islâmico, coisa que os muçulmanos acreditam (pudera, para eles até Abraão já era muçulmano apesar de, contraditoriamente, defenderem também que o Maomé foi o primeiro muçulmano do mundo), mas acreditam tanto nisso que até acreditam também que Jesus não morreu crucificado na cruz contrariando as provas históricas, a treta cai por terra quando aprendemos simplesmente que islão significa "submissão a Alá", ou seja, submissão a um ídolo lunar, e não a Deus, que é Jesus, logo Jesus não poderia jamais ser muçulmano!
Já agora, que saudades das Cruzadas!

Até o momento a superstição dos ismaelitas, arautos do Anticristo, continua a enganar os povos. São descendentes de Ismael, filho de Abraão e de Agar; os ismaelitas são também chamados comumente de agarianos. Eram idólatras, adoravam a estrela Lúcifer e Vénus, que chamavam, Chabar ou grande, até o tempo de Heráclio. Então levantou-se entre eles um falso profeta, chamado Maomé, que havendo encontrado os livros dos Antigo e Novo Testamentos, e tido contacto com um monge ariano, formulou uma heresia nova. Aí está, o deus dos árabes, a estrela Lúcifer, ou Chabar, influenciando Maomé através de um herege ariano a dizer que Jesus não é o Filho de Deus. E aquele que diz que Jesus não é o Cristo, Filho de Deus, como nos fala São João Evangelista, é o Anticristo (São João Damasceno).

Aldeia indiana condena duas jovens à violação!


Segundo a Amnistia Internacional (AI), duas raparigas intocáveis (fora de casta, casta dalit ou pária, segundo a seita hindu), de 23 e 15 anos, foram condenadas pelo conselho da aldeia indiana, composto apenas por anciões de castas superiores, onde vivem a serem violadas como forma de castigar a família por causa de um acto cometido pelo irmão! O conselho decretou também que as jovens depois de violadas seriam exibidas nuas e com as caras pintadas de negro na aldeia, que fica na região de Baghpat. "Nada pode justificar este castigo abominável. Não é justo. Não está certo. E é contra a lei. Peçam às autoridades locais para intervirem já", pediu a AI, que lançou uma petição a pedir justiça e que já tem mais de 130 mil assinaturas. O que fez o irmão delas? Casou com uma mulher que não é intocável. A família já fugiu da aldeia.
Ai estas crenças "ancestrais" e "étnicas" que nunca mais desaparecem duma vez por todas...

Mamas em público ofendem os chineses!


Em Hong Kong, por estes dias em que os chineses pagãos têm andado a queimar cenas para ofertar aos seus entes já falecidos e também aos "diabos famintos", uma jovem britânica andou a "ofender" os chineses andando de mamas ao léu pelas ruas da antiga colónia britânica. Visivelmente embriagada, Alice Stirrat, de 22 anos, e a sua amiga Emma Stubbs, de 23, puseram no WhatsApp um vídeo em que Alice aparece pintada com uma tinta branca a dizer sozzle, sozzle me com um sotaque chinês (sozzle pode significar embebedar-se). Segundo os entendidos, a nudez em público é uma ofensa para os chineses e pode ser punida com meio ano de prisão. A atitude da Alice, a viver em Hong Kong há quatro meses depois de ter ido para a região administrativa especial chinesa vizinha de Macau para trabalhar numa agência da moda, chocou a sua mãe, Julie, de 58 anos e residente em Newcastle: "Eu não tinha ideia. Foi obviamente um choque".
E então, a Alice vai ou não vai de cana que é para aprender a ter uns modos, hem?

Benfica conquista Supertaça de futsal


Um jogo épico em Oliveira de Azeméis entre o Benfica e o AD Fundão com o Benfica a arrancar a vitória a ferros! A perder por 0-2 e chegar a estar depois a perder por 0-3, quando já só faltavam sete minutos para o apito final o Glorioso deu a volta ao marcador, primeiro empatando até ao fim do tempo complementar, e depois marcando mais três no prolongamento! A pouco mais de três minutos a supertaça estava perdida, mas tanto domínio só tinha mesmo era de se traduzir em vitória (22 remates, 71 à baliza, contra seis remates à baliza em nove dos beirões!). Foi a 7.ª Supertaça em nove edições. 
Parabéns, futsalistas do Benfica! Viva o Benfica!

domingo, 30 de agosto de 2015

Pérola


Acreditai, esta é uma das novas sensações lá do Japão: a banda LADYBABY, composta por três elementos: o australiano travesti, artista marcial, lutador de Wrestling e cantor de música metal Richard Magarey, mais conhecido por Ladybeard, e as adolescentes Rie Kaneko e Rei Kuromiya. Ladybeard tem 32 anos, é natural de Adelaide, foi para Hong Kong em 2006 para apostar na sua carreira de artista marcial e acabou por ir parar ao Japão em 2013. Rie Kaneko tem 17 anos, é uma actriz em início de carreira e ganhou, juntamente com Rei Kuromiya, de apenas 15 anos, o concurso de música local MissID 2015, uma espécie de Ídolos japonês. O vídeo da canção de estreia do grupo, ニッポン饅頭 - Nippon Manju (Japanese Bun - "Pão Doce Japonês), tornou-se viral, conseguindo mais de 10 milhões de visualizações só numa semana.

video

Tradução:

Bem-vindos ao Japão
Hyakka Ryoran, muitas coisas engraçadas
Ok para comprar toneladas de cosméticos e produtos de cosplay
DonQui, VillaVan, Bikkuro, lojas de conveniência
É seguro em qualquer lugar
Kyoto, Tóquio, cinco torres de pagode contados
Kobe, Osaka, torre do sol
Fuji, Asahiyama, parque safari
Todas as raparigas giras no Japão
O gelado grita
Novos produtos já todos vendidos
Se eu não posso comprar pão, dá-me bolo
Se não há buns, vamos com manju
Dougo, Ginza, termas de Atami
Touya, Akanko, termas de Arima
Eu sei, tu sabes, um efeito potente
Perdida a vontade de lutar, 
Paz
Diverte-te, diverte-te, 
Por favor diverte-te e experimenta muitos produtos japoneses
Ama-nos de cima abaixo
Enquanto damos o nosso melhor,
Ultrapassaremos os nossos superiores, idosos, e todos os outros
Anime, noodles, ídolos, ícones, hambúrgueres de bife, chocolate
Se é demasiado doce, nós fartaremos disso em breve
Por dentro, é preciso haver uma pasta doce de feijão também
Um festival de baunilha, uma festa cor-de-rosa
Um pacote com uma personagem que tem o cabelo ligeriamente encaracolado
Nagoya, Fukuoka, Sky Tree, Tower
Sapporo, Kinji Tower, torre de diversão
Omotesando, longas linhas
Vitória japonesa, raparigas super giras
Diverte-te, diverte-te,
Por favor diverte-te e experimenta muitos produtos japoneses
Ama-nos de cima abaixo
Enquanto damos o nosso melhor,
Ultrapassaremos os nossos superiores, idosos, e todos os outros
Câmeras, metro, casa de banho, herói, carros, celulares
LED
Nippon goo vem visitar-nos
Bem-vindo, Nippon goo
Nippon goo doce pirulito
Nippon goo pedra, tesoura, papel, pedra
Paz
Diverte-te, diverte-te
Por favor diverte-te e experimenta muitos produtos japoneses
Ama-nos de cima abaixo
Mesmo que não te estejas a sentir bem, sorri
E podes ganhar popularidade, dinheiro, e poder
Manju, que está cheio de bondade do Japão
Por favor traz alguma como lembrança
No ar, sobre os mares, em todo o mundo
Enquanto damos o nosso melhor,
Ultrapassaremos os nossos superiores, idosos, e todos os outros
Animenoodles, ídolos, ícones, hambúrgueres de bife, chocolate (é yummy)
Câmeras, metro, casa de banho, herói, carros, celulares, LED (original!)
Animenoodles, ídolos, ícones, hambúrgueres de bife, chocolate (é do melhor)
Câmeras, metro, casa de banho, herói, carros, celulares
LED

Resposta a Ricardo Araújo Pereira


Exmo. Senhor Ricardo Pereira, 

Li ontem, com toda a atenção, o artigo que escreveu na última edição da "Visão". Versa o excelso artigo produzido sobre o tema que agora está na moda: Quais os Portugueses que mais se evidenciaram ao longo da nossa história. 
Ensaia V. Exª. ao longo do mesmo artigo um conjunto de afirmações sobre Oliveira Salazar: Começa por afirmar a sua admiração pela sua inclusão na famosa "Lista", compara-o a Adolfo Hitler e termina, afirmando, que se Salazar ganhasse o concurso seria a primeira vez que teria ganho umas eleições democraticamente. 
Perante o estilo leviano do artigo e a piadinha fácil, não me surpreende a comparação com A. Hitler. Surpreende-me, isso sim, que se tenha esquecido do óbvio. O tal Adolfo foi eleito democraticamente na Alemanha. 
E democraticamente eleito conquistou quase toda a Europa e democraticamente eleito ordenou o holocausto. Numa guerra onde morreram milhões e milhões de Europeus. 
Conclusão óbvia: As eleições, mesmo as "democráticas" valem o que valem. Nesta guerra não morreram Portugueses em combate. Sabe o Exmo. Senhor a quem deve tal feito: Pois é! Ao tal que não foi democraticamente eleito.
Sabe o Exmo. Senhor os esforços diplomáticos que foram feitos para evitar a entrada de Portugal na Guerra?
Sabe quem gizou diariamente a estratégia? Sabe os riscos que corremos? As pressões que sofremos?
Estimará quantos morreriam se tivéssemos entrado briosamente no conflito? Muitos de nós hoje não estaríamos cá, pois os nossos pais ou avós teriam certamente tombado em combate!
Sabe o estado em que Salazar herdou o país após a espantosa 1ª. República, que é tanto admirada pela família Soares? Eleita democraticamente claro está!
Sabe a que estado de miséria chegou o povo que em 1928 abominava os partidos políticos, os quais os considerava os criminosos responsáveis pelo estado de ruína a que o país se encontrava?
Sabe quem delineou, pela primeira vez, a viragem para a actual U.E.? Pois é: O tal que não foi democraticamente eleito. Vá verificar, caro amigo. Leia. Sabe quem nunca fez obra? 
O que mandou construir a Ponte sobre o Tejo, a barragem de Castelo de Bode, o Aeroporto da Portela. Sabe quem nunca abandonou 1 milhão de Portugueses nas ex-colónias à sua sorte/morte? Pois é, pois é. 
Fácil foi fazer como se fez a seguir ao 25 de Abril. Fugir é sempre fácil. Além de ser próprio dos fracos. 
Sabe quem morreu na miséria, tendo servido a causa pública sem receber uma atenção, uma recompensa, um prémio, uma benesse, uma jóia, um diamante? 
Sabe quem foi íntegro no exercício do poder? Pois é, pois é. 
Se V. Exa. tem dúvida que Salazar ganharia todas as eleições durante o período que esteve no poder, está muitíssimo mal informado. Leia. Estude sobre a época. Que era alérgico a elas. Sem dúvida. E com razão, a meu ver. Estude a 1ª República. Os governos que se sucederam. O desgoverno que se atingiu. Vem daí a alergia. 
E quanto à censura: Pois. E a informação que temos hoje? 
Eu prefiro a censura. 
Evitaria ter de ler, por exemplo, o que tão infantilmente escreveu. Numa palavra: Não escreva sobre o que não sabe. 
E ainda tem uma surpresa. Num país infestado pela corrupção, pela mediocridade e pela ambição desmedida pelo poder na busca da corrupção, eu voto no Salazar. E não serei o único. Garanto-lhe. 

Cumprimentos do, 
Pedro Mota 

PS: Não tenho 100 anos. Tenho 43. Não vivi no tempo da "maldita" Ditadura. Ao invés, li e estudei muito sobre ela.


Fonte: Facebook

«Vede tugas, vede, pois por tudo ides pagar, e não apenas materialmente»

Na fotografia é uma portuguesa que, para sobreviver miseravelmente, tem que vasculhar os caixotes do lixo. Como ela há muitos, cada vez mais. Já nem se escondem.


Aqui podeis ver as condições que terão os «refugiados»: http://www.refugiados.net/gref/index_apoio_social.html 

Vede tugas, vede, pois por tudo ides pagar, e não apenas materialmente.


Coem Enes

Fonte: Facebook

Discussão por causa de um cão acabou com três mortes


Um militar da GNR, um agente da PSP e o seu filho morreram depois de terem sido alvejados por um senhor de 77 anos, o senhor Rogério, que tentou matar-se depois, mas acabou detido. Tudo aconteceu na Quinta do Conde, em Sesimbra, e por causa do cão do agente da PSP, um rottweiler já com alguma idade, que, segundo relatos, fazia muito barulho e incomodava o senhor Rogério, um antigo construtor civil dono de um pequeno negócio e avô da Liliana Antunes, conhecida por participar na 'Casa dos Segredos' da TVI. "Esta era já uma guerra antiga", contou a vizinhança. "O senhor Rogério já tinha ameaçado muitas vezes o vizinho que o matava se apanhasse o cão na rua. Hoje nem ouvimos nenhuma discussão antes dos tiros. Isto era uma coisa que ele tinha na cabeça", acrescentou. O agente da PSP, de 50 anos e motorista do gabinete do primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, foi abatido juntamente com o seu filho, de 23 anos. "Quando vimos os corpos no chão", os vizinhos chamaram a GNR e dois militares apareceram no local pouco depois. À chegada destes, foram disparados mais tiros e um deles, o jovem Nuno Anes, de 25 anos, acabou por morrer também. A ministra da Administração Interna, Anabela Miranda Rodrigues, já lamentou as mortes, enviando "sentidas condolências" às famílias das vítimas, "bem como a todo o efectivo da GNR e da PSP".
Ainda bem que, 41 anos depois de terem mandado abaixo a horrível ditadura castradora das liberdades fundamentais, Portugal continua a ser um país de brandos costumes e dos melhores a nível da boa receptividade. Afinal de contas, nos tempos doutra senhora muita gente morria devido a futilidades, coisa que hoje em dia felizmente já não acontece...

Crystal Palace vence em Stamford Bridge

video

O Chelsea de José Mourinho está a conseguir fazer pior que o Benfica neste início de época: no 100.º jogo caseiro de Mourinho à frente do Chelsea para a Premier League, os londrinos perderam frente ao Crystal Palace por 1-2, o que levou o técnico português a atirar-se à arbitragem, por causa duma suposta grande penalidade não assinalada a favor dos blues (um "erro enorme"), e a dizer que alguns dos seus jogadores pura e simplesmente passaram ao lado do jogo. Foi a segunda derrota caseira de José Mourinho à frente do Chelsea, sucedendo à derrota em Abril de 2014 frente ao Sunderland.
Se calhar a culpa é da ausência da Eva Carneiro! Ah e, já agora, será que o filho do Mourinho comentou alguma coisa no Facebook sobre a derrota do Chelsea, a vitória do Benfica (a família da mulher do Mourinho é portista) e a goleada do Real Madrid sobre o Bétis de Sevilha (o gajo é adepto do Barça)?

Moreirense assusta Benfica

video

Mas ainda bem que só ficou pelo susto! Nós, os bicampeões nacionais, sofremos a bom sofrer para levarmos de vencida, de forma mais que justa, o Moreirense em casa. Os de Moreira de Cónegos foram os primeiros a marcar, por Rafael Martins à passagem da meia hora de jogo, mas na segunda parte, e apenas no último quarto de hora, demos a volta ao resultado: a nova contratação mexicana Raúl Jiménez entrou no jogo para, logo na sua primeira intervenção, igualar a partida com um bonito golo de cabeça. Um minuto depois, o grego Samaris deu a vantagem aos bicampeões com uma bomba, mas, quando o público já suspirava de alívio, o Moreirense empatou a partida por Cardozo aos 84' num lance em que estava em fora de jogo e que o árbitro bracarense Jorge Ferreira não assinalou. Felizmente, três minutos depois, Jonas, que esteve bastante perdulário na partida, fez um golaço e sentenciou a partida, indiferente aos protestos dos do Moreirense que viram mais tarde um desarme limpo de Cardozo sobre Luisão já na recta final do jogo ser transformado em falta, lance que poderia isolar o avançado perante o guarda-redes Júlio César, o que não quer dizer que seria golo na certa. Foi uma vitória com muito coração, é verdade, e um resultado que acabou por ser melhor que a exibição também, mas foi também uma vitória da raça e do querer contra uma equipa que, assim que se viu em vantagem, apostou no anti-jogo. No final da partida, que deixou o Benfica com seis pontos na classificação em nove pontos possíveis, Rui Vitória, ainda debaixo de muitas críticas, afirmou que o Benfica foi superior ao adversário a admitiu que era crucial vencer. Quanto às saídas e entradas agora que se aproxima o fecho do mercado, o treinador disse que "não é o momento de falar da potencial saída de Gaitán", um dos principais abonos da família benfiquista, e parece que o Benfica está muito próximo de assegurar o regresso do lateral-esquerdo brasileiro Guilherme Siqueira (só ele não chega, presidente!), que também é desejado pelo Futebol Corrupto do Porto (para não variar!), uma vez que o Fábio Coentrão, uma vez mais, não regressa à Luz.

sábado, 29 de agosto de 2015

Belenenses na Liga Europa


O Belenenses fez história ao apurar-se pela primeira vez para a fase de grupos da Liga Europa, juntando-se assim ao Sporting e ao Sporting de Braga na segunda competição de clubes da UEFA. Depois de terem vencido por 1-0 na Áustria a equipa do Altach, um nulo em casa foi quanto bastou para os azuis do Restelo ficarem no mesmo grupo que o Basileia (Suíça), a Fiorentina (Itália) e Lech Poznan (Polónia). O presidente da SAD do Belenenses, Rui Pedro Soares, afirmou que o treinador, Ricardo Sá Pinto, é um dos melhores treinadores portugueses. "Relembramos que nem sequer temos um campo para treinar. O sonho é o caminho que estamos a fazer e o Belenenses está a renascer. Este trabalho enche-nos de muito orgulho. O dinheiro obtido, neste apuramento, será para abater no passivo do clube", acrescentou o dirigente. "Vamos tentar fazer o nosso melhor na Liga Europa", afirmou o também dirigente José Carlos Neves.
O Sporting está no mesmo grupo que o Besiktas (Turquia), o Lokomotiv de Moscovo (Rússia) e o Skenderbeu (Albânia) ao passo que o Sporting de Braga vai ter de defrontar o Marselha (França), o Sloven Liberec (República Checa) e o Groningen (Holanda).
Os parabéns ao Belenenses! São três equipas de Lisboa nas competições europeias contra uma do Porto e outra de Braga!

Nélson Évora conquista ouro em Pequim


Nélson Évora, de origem caboverdiana e natural da Costa do Marfim, é o único português a conquistar uma medalha nos campeonatos do mundo de atletismo que estão a decorrer em Pequim: um medalha de bronze no triplo salto com a marca de 17,52 metros no último ensaio. O campeão olímpico em 2008, actual campeão europeu e atleta do Benfica de 31 anos só foi ultrapassado pelo norte-(afro-)americano Christian Taylor, com 18,21 metros, e pelo cubano Pedro Pablo Pichardo, com 17,73 metros. "Sinto-me muito bem, não podia estar mais feliz por ter ganho aqui uma medalha de bronze. Tive muitas lesões nestes últimos anos e o meu objectivo era chegar aqui e ganhar uma medalha. Tenho que agradecer a Deus por ter ganho", disse, no final da prova, o fiel da seita baha'i.
Parabéns, Nélson Évora! Mais um feito teu por Portugal!

Há 4 prisioneiros tugas em Luanda!


De acordo com o DN, existem quatro cidadãos portugueses detidos nos estabelecimentos prisionais de Luanda, num total de 971 reclusos estrangeiros liderados de longe pelos congoleses (729 indivíduos).
Como não nos são facultadas fotos das fronhas desses tugas, ficamos sem saber se se tratam de alógenos em terra angolana ou se são portugueses naturalizados... Já agora, e quantos prisioneiros de nacionalidade angolana existem em Portugal??

Negros e pobres? Não, que pode haver um «arrastão»!


A polícia militar brasileira foi acusada de racismo por ter impedido que 160 jovens negros, pobres e menores de idade fossem às famosas praias de Ipanema e Copacabana, no Rio de Janeiro, porque as autoridades queriam simplesmente evitar que houvesse um «arrastão», algo que de vez em quando acontece no Brasil e que em Portugal chegou a acontecer em Carcavelos, em 2005. O Tribunal de Menores e a Defensoria Pública do Rio consideraram as detenções ilegais, pois não havia ordem judicial para elas. "É uma acção absurda, desastrada e escandalosa, uma expressão do racismo no Brasil, muito comum na sua polícia", acusou um perito em segurança pública. As autoridades, a começar pelo próprio governador do Rio de Janeiro, Fernando Pezão, justificaram a acção. "A inteligência da polícia mapeou esse movimento dos menores desde que entraram nos autocarros. Quantos assaltos praticaram esses menores? Não digo que sejam todos os que lá estavam, mas muitos deles já foram detidos mais de cinco, oito, dez ou quinze vezes", disse, citado pelo El País. Também o secretário de Estado da Segurança Pública, José Mariano Beltrame, defendeu a medida: "A polícia fez um trabalho de prevenção. Mas é preciso contar às pessoas a situação de vulnerabilidade em que estavam estes jovens. A liberdade de ir e vir exige deveres. Estavam no autocarro sem bilhete. Quando alguém sai de casa, a quilómetros de distância, sem comer e sem dinheiro, como tenciona voltar?"
Pois é, é racismo, claro que é racismo, então não se vê logo que é racismo, porque é que não haveria de ser racismo, se isto não é racismo eu vou só ali e já venho, pá, a sério, é racismo descarado e quem não concorda é porque é um grande racista! Quereis mesmo evitar os «arrastões» sem haver racismo? É fácil! Começai por impedir mas é os ricos ou, vá, a classe média, de irem à praia. Assim já não haverá racismo! E se mesmo assim quiserem arrastar, que arrastem a pobreza...

O Donald Trump faz ferver o sangue do Ricky Martin!


O cantor paneleiro do Ricky Martin acusou Donald Trump de ser racista depois das suas declarações sobre os 11 milhões de imigrantes ilegais hispânicos e na sequência da expulsão do jornalista hispânico Jorge Ramos na conferência de impresa em que este disse ao candidato republicano favorito dos americanos que ele não conseguiria deportar os ilegais ou construir um muro de 3000 quilómetros na fronteira com o México como pretende fazer caso seja eleito. O porto-riquenho escreveu uma carta à cadeia latina Univision, para a qual trabalha Jorge Ramos, e disse que lhe faz ferver o sangue este assédio de Trump à comunidade latino-americana. "Como é que esta personagem assume que pode fazer comentários racistas, absurdos e sobretudo incoerentes sobre nós, os latinos?", questionou o paneleiro (latino-americano, se faz favor, que os verdadeiros latinos são da Europa!). "Desde o início, a sua intenção era transparente: dizer basicamente barbaridades e mentiras para continuar relevante perante a opinião pública, por votos ou simplesmente para se manter no radar mediático. Não me surpreende esta acção de Trump (expulsão do jornalista), o que me surpreende é que os hispânicos continuem a aceitar as agressões e acusações de indivíduos que, como ele, atacam a nossa dignidade". E, claro, tinha que aproveitar para soltar a lebre da xenofobia porque os hispânicos, ou latino-americanos, que podem tanto ser brancos como índios, negros ou mestiços, afinal pertencem todos à mesma etnia (quando convém, claro): "A xenofobia como estratégia política é o mais baixo a que se pode chegar em busca do poder. Este é um assunto que nos une e cabe-nos combatê-lo juntos, não apenas por nós mas pela evolução da Humanidade e dos que virão no futuro".
¿Por qué no te callas tu también? Mas então para o Donald Trump mostrar que não é racista ou xenófobo ele tem que aceitar o crime que é a imigração ilegal?? Já estou mesmo a ver a cena: ser contra os imigrantes ilegais que são hispânicos é "xenofobia". Se fosse contra a imigração ilegal de negros seria "racismo". Se for contra a imigração ilegal de brancos nos EUA, como por exemplo portugueses, seria o quê, "genocida"? Enfim, ainda bem que o Trump é o candidato republicano favorito dos americanos! E viva a democracia! Força, Trump!

O amigo dos leões

Felizmente em África não temos só inimigos dos animais selvagens como os caçadores, sejam eles furtivos ou pertencentes a associação legalmente criminosas que ameaçam a biodiversidade.


O sul-africano Kevin Richardson, de 40 anos, formado em zoologia, tem uma equipa de profissionais que trabalha com animais selvagens que são usados para filmagens comerciais e documentários para angariar fundos para o parque de leões onde trabalha em Broederstroom, a 35 Km da sua Joanesburgo natal.


Acredita ele que a melhor maneira de dominar as feras não é domesticá-las, mas sim ser amigo delas, com amor e respeito.


Em cerca de 15 anos, a população de leões africanos passou de 350 mil para uns 25 mil por causa da caça e Kevin tem lutado para chamar a atenção dos média para o risco de extinção que correm os leões. 


Um grande bem-haja ao Kevin e à sua equipa!

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Sangue e cerveja para os ídolos do Cáucaso


Como podemos ver aqui, infelizmente na Europa ainda há gente irracional que pratica cultos idolátricos (pagãos) que já deviam estar extintos: na Geórgia, mais precisamente em duas povoações nas montanhas do Cáucaso, o jornalista William Dunbar, do jornal The Independent, assistiu àquilo que é um "ritual" em honra dos ídolos Kopala e Iakshar, "divindades" das montanhas que mataram demónios (como esses ídolos?) e ogres (sim, ogres...) no "passado mítico" e que os totós dos pagãos georgianos (desconheço se têm alguma coisa a ver com o ídolo supremo do panteão pagão georgiano, Armazi, que, tal como o Alá islâmico, é o ídolo da lua) adoram enfrascando-se, pois "é tecnicamente contra as regras estar sóbrio" (eles dizem que a cerveja é "sagrada", lol...), participando em corridas de cavalos e sacrificando carneiros e bois.
Em Pshavi, onde reina a palhaçada do Kopala, o "sacerdote", Ioseb Kochlishvili, já com 89 anos mas mesmo assim sem juízo nenhum, afirma que seguir as regras "é tudo" apesar de não se saber o porquê delas serem assim. Diz ele que passou a servir como "sacerdote" depois de ter sido "visitado em sonhos" para abdicar da sua "vida normal" (passou a ter uma vida anormal, lol...). "Não têm um conhecimento pessoal disto. Eles são os verdadeiros herdeiros e transmissores da tradição, mas não a sabem explicar metafisicamente. Não dizer-lhe porque é que estão a fazer isto ou o que significa. Não podem tocar em ursos e lobos, galinhas ou ovos, ou numa mulher menstruada, mas se lhes perguntar porquê, não sabem. É sobrenatural, é um mistério", disse um adepto da seita, Dato Akriani.
Já o "sacerdote" do ídolo das montanhas da localidade vizinha de Shuapkho, o ídolo amigo do Kopala, Lazare Elizbarashvili, mata as vítimas de quatro patas com um "punhal sagrado" e entoa uns cânticos de louvor a Iakshar...
É mesmo caso para dizer: em pleno século XXI ainda há gente que permanece primitiva...

Todos os deuses dos pagãos são demónios (Salmo 95).

Os "migrantes" querem a Europa e os europeus têm que os receber



Vi também imagens de "migrantes" a marchar como se estivessem numa romaria e a gritar para as câmeras em inglês que queriam ir para Germany, isto é, para a Alemanha. A Merkel, a propósito da morte dos "migrantes" na Áustria, disse que "a Europa, como continente rico, é capaz de resolver o problema" dos migrantes. Mas então e a África não é um continente mais rico que a Europa?

Recentemente, dois alemães urinaram sobre uma criança "migrante" da Síria no metro de Berlim enquanto lhe chamavam "merda estrangeira", no mesmo dia em que foi incendiado o abrigo para refugiados em Nauen. As autoridades alemães estão preocupadas com a crescende onda de xenofobia. Não deixa, contudo, de ser curioso o facto de não existir xenofobia quando são os imigrantes terceiro-mundistas a cometer crimes contra os europeus na Europa, como por exemplo os violadores muçulmanos de origem somali ou paquistanesa na Escandinávia contra mulheres brancas, loiras e de olhos azuis.


A Hungria interceptou um número recorde de "migrantes" indocumentados num só dia: 3241 pessoas, incluindo 700 menores, que entraram ilegalmente no país a partir da Sérvia. Desde o início do ano já chegaram mais de 130 mil "migrantes", o que já levou o governo húngaro a reforçar a defesa das suas fronteiras com policiamento, não descartando a possibilidade de recorrer ao exército.



Em Portugal já se está a preparar o acolhimento dos 1500 "migrantes", número que foi fixado pela União Europeia para Portual e que o país vai acolher nos próximos dois anos. É nestas ocasiões que eu agradeço o facto de Portugal não ser um país tão desenvolvido como o Reino Unido, Alemanha ou a Suécia, caso contrário seria de certeza um dos países mais procurados pelos "migrantes". E como Portugal é um país solidário e de brandos costumes, não é de admirar que existam famílias portuguesas dispostas a acolher os "migrantes". É bom saber que os portugueses têm bom coração.

No Reino Unido, o líder do UKIP, Nigel Farage, falou da "chocante imigração" recordista, denunciando a política suicida de aceitar todos os "migrantes" por parte da União Europeia.

video

Quo vadis, Europa?

Nós, Cidadãos!

José Pereira Coutinho no Mercado do Bolhão, no Porto
Esta é uma das notícias do momento aqui em Macau: o deputado da Assembleia Legislativa de Macau e presidente da Associação dos Trabalhadores da Função Pública de Macau, José Pereira Coutinho, vai mesmo candidatar-se a um assento na Assembleia da República Portuguesa pelo círculo fora da Europa. O português de Macau e de ascendência goesa, que também é candidato nas eleições para o Conselho das Comunidades Portuguesas em Macau, associou-se ao movimento Nós, Cidadãos!, concorre como independente, aposentado e candidato pela ex-província ultramarina de Macau, tendo como o seu número 2 o também português de Macau e meu amigo Gilberto Camacho, elemento que surge como suplente na lista. 
A eventual eleição de Coutinho para o hemiciclo português já suscitou reacções junto da classe política de Macau: o presidente da Assembleia Legislativa, Ho Iat Seng, disse que a candidatura constitui uma questão diplomática. "Na qualidade de deputado de Macau, ele deve observar as leis de Macau, porque foi jurado para prestar fidelidade à República Popular da China", disse Ho Iat Seng. Quem não tem dúvidas que ele não será eleito é o jurista e analista político Arnaldo Gonçalves, antigo coordenador da campanha de Pedro Passos Coelho em Macau, que disse que em Portugal Coutinho iria "ser olhado como um corpo estranho, um paraquedista, um oportunista, alguém que utiliza os buracos das leis eleitorais para se apresentar". "As eleições do ciclo fora da Europa são decididas pelos círculos onde há mais peso de portugueses. Em Macau, o peso eleitoral dos portugueses é diminuto quando comparado com países como o Brasil ou a Venezuela", disse o jurista (é claro, pois a esmagadora maioria dos "portugueses" de Macau, ou seja, os chineses étnicos possuídores da nacionalidade portuguesa, não está nem aí para o que se passa em Portugal... mas se eles votassem, ui, seria lindo...), antes de perguntar: "Como é que um membro de um parlamento de um país se pode candidatar a deputado num parlamento de outro país? Nunca existiu nem nunca existirá. Há uma clara incompatibilidade. Esta candidatura está viciada do ponto de vista legal e constitucional". De maneira contrária parece pensar o presidente da Comissão Política da secção do PSD de Macau, Miguel Bailote, que vê Coutinho como um "adversário de respeito" e com uma candidatura com "peso eleitoral" por ter "uma máquina oleada e forte". "Se será suficiente para disputar um lugar de deputado, veremos", acrescentou.
O movimento Nós, Cidadãos! surgiu no seio do Instituto da Democracia Portuguesa criado em 2007 e que conta com figuras como D. Duarte Pio, Fernando Nobre, Rui Moreira, Virgílio Castelo, José Cid, Garcia Leandro ou José Alarcão Troni. Trata-se de um movimento que se situa entre o PSD e o PS (isso é possível??) e que defende a promoção do emprego e da coesão social, propondo que o problema da dívida externa seja recentrado nas famílias e empresas portuguesas, e promete combater a corrupção e dignificar a Administração Pública e as funções do Estado.

D. Duarte Pio e os candidatos ao Conselho das Comunidades
Portuguesas em Macau, José Pereira Coutinho e Rita Santos
Cá para mim o Coutinho já está é farto de Macau e quer mudar de ares, pois em Portugal o ar que se respira sempre é melhor que o daqui. O que eu acho é que se ele for mesmo eleito deixará de ser deputado aqui em Macau para se apresentar em São Bento, mas para isso é mesmo preciso que ele vença, coisa na qual eu não acredito...

Morreu o sósia de Justin Bieber


Morreu o norte-americano Toby Sheldon, o homem de 35 anos que gastou milhares de dólares com várias operações plásticas para ficar parecido com o Justin Bieber. Toby, que estava desaparecido desde o dia 18 do corrente, foi encontrado morto num quarto de hotel em San Fernando Valley, nos EUA, e com ele foram encontradas drogas. Toby ficou conhecido depois de ter participado nos reality shows Botched e My Strange Addiction, onde mostrou ao mundo a sua obsessão por imitar o famoso cantor canadiano.

Atlético de Madrid, Galatasaray e Astana


O Benfica vai defrontar o Atlético de Madrid (Espaha), o Galatasaray (Turquia) e o Astana (Albânia) no grupo C da Liga dos Campeões.
O sorteio ditou também os restantes grupos:

Grupo A: Paris Saint-Germain (França), Real Madrid (Espanha), Shakhtar Donetsk (Ucrânia), Malmö (Suécia)
Grupo B: PSV Eindhoven (Holanda), Manchester United (Inglaterra), CSKA Moscovo (Rússia) e Wolfsburgo (Alemanha)
Grupo D: Juventus (Itália), Manchester City (Inglaterra), Sevilha (Espanha) e Borússia de Mönchengladbach (Alemanha)
Grupo E: Barcelona (Espanha), Bayer Leverkusen (Alemanha), Roma (Itália) e BATE Borisov (Bielorrússia)
Grupo F: Bayern de Munique (Alemanha), Arsenal (Inglaterra), Olympiakos (Grécia) e Dínamo de Zagreb (Croácia)
Grupo G: Chelsea (Inglaterra), Futebol Corrupto do Porto (PORTUGAL), Dínamo de Kiev (Ucrânia) e Maccabi Telavive (Israel)
Grupo H: Zenit (Rússia), Valência (Espanha), Lyon (França) e Gent (Bélgica)

Uma vez mais, uma edição da Liga dos Campeões cheio de tubarões dos mesmíssimos países principais da Europa de futebol. A Espanha esta época é a campeã neste aspecto, conseguindo colocar o inédito número de cinco equipas, após o apuramento do Valência no play-off frente ao Mónaco de Leonardo Jardim.
No que diz respeito ao Glorioso, infelizmente não estou assim muito confiante, primeiro porque a Liga dos Campeões não é, e não me canso de o dizer, para nenhum clube português da actualidade. Mesmo que o Benfica seja apurado, muito dificilmente passará, quanto muito, dos quartos-de-final da prova. O problema é que, face às exibições que tem feito, se o Benfica for relegado para a Liga Europa penso que até nem seria mau de todo. Porque - sim, e lá vou eu voltar a bater na mesma tecla - a Liga Europa sempre é uma competição mais acessível e o Benfica já há muito tempo que está a precisar urgentemente de conquistar um título internacional. E como a Liga dos Campeões já não é para o bico do Benfica, então que seja a Liga Europa.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Não há Sporting na "Champs Liga"

Sou capaz de jurar que, depois do Sporting ter vencido o CSKA de Moscovo em casa por 2-1 no jogo da primeira mão do play-off para a Liga dos Campeões desta época, li por aí que o Sporting vingou-se da humilhante derrota em casa na final da então Taça UEFA em 2005 frente a esse mesmo clube moscovita. Mas como é que alguém foi capaz de falar de vingança se a eliminatória ainda nem sequer estava resolvida, perguntei eu na altura? Sim porque afinal o que aconteceu foi que não houve vingança nenhuma, pois o CSKA de Moscovo voltou a lixar o Sporting, vencendo o jogo da segunda mão por 3-1 e ficando com os 14 milhões de euros como prémio de apuramento para a competição milionária de clubes europeus, o que poderá obrigar o Sporting a vender jogadores para reequilibrar o seu orçamento.

video

10 anos depois da merecida vitória do CSKA na final da Taça UEFA em Alvalade, os russos viram a desvantagem trazida de Lisboa alargar-se quando Téo Gutiérrez fez o 1-0 aos 36' apesar do pouco trabalho que teve o guarda-redes Akinfeev na primeira parte, mas na segunda parte o carrasco dos lagartos deu a volta graças ao Doumbia (49' e 72') e ao Musa (85'). O árbitro ainda teve tempo para invalidar um golo lagarto aos 82' apontado por Slimani por entender que a bola cruzada para a cabeçada dele já tinha ultrapassado a linha de fundo, o que levou Jorge Jesus a afirmar que "fomos nitidamente prejudicados nos dois jogos". Até a mulher do presidente lagarto, Cláudia Dias Gomes Carvalho, não resistiu em usar o Facebook para demonstrar a sua indignação pela eliminação do Sporting da "Champs Liga" (que esta época vai contar pela primeira vez com cinco equipas de um país, a Espanha): "Futebol mete nojo. É vergonhoso o que se passa". A verdade é que com o Marco Silva, que deixou o Sporting em posição de disputar este play-off, a lagartada esteve presente na "Champs Liga"...

video

Pois é, meus caros amigos lagartos, quando o Benfica perde porque é prejudicado, e já nem falo em Portugal mas sim quando estamos a representar o país nas competições europeias, também gozam e festejam, né? Dói, não dói? Foi limpinho, limpinho...

Dia da Memória


Foi celebrado no passado dia 25 o "Dia da Memória" na Índia, dia em que os cristãos indianos recordam todos os fiéis que foram chacinados pelos irracionais dos hindus em 2007 e 2008 no estado de Orissa. A chacina foi considerada uma "limpeza étnica" e "fruto de um terrorismo de sinal hindu" que culminou com a destruição de mais de 300 igrejas e de mais de 5000 habitações, assassinatos, estupros e mais de 54 mil refugiados. O arcebispo local, D. Raphael Cheenath, chegou a afirmar em 2013 que "somos perseguidos sobretudo devido ao nosso esforço social em favor dos pobres. Nunca fizemos proselitismo, mas sempre buscámos dar um bom exemplo nas obras assistenciais. Acho que para estes grupos (hindus) que começaram com o massacre, a nossa aproximação caridosa é uma culpa imperdoável". Em relação à destruição dos bens dos católicos numa localidade onde os católicos são uma pequena comunidade, "cerca de 1% da população" cujos "fiéis apoiam uma convivência pacífica com os que pertencem a outros credos", o arcebispo implorou na altura a Deus para que "tudo isto termine logo e se volte à razão". De acordo com a agência Fides, actualmente a situação inter-religiosa em Orissa está sob controlo, embora sempre com apertada vigilância, tendo os cristãos locais conseguido fazer com que as autoridades proíbam a entrada do líder extremista hindu Pravin Togadia, da organização Vishva Hindu Parishad (VHP - Conselho Mundial Hindu), de entrar no distrito de Kandhamal, pois é um reconhecido anticristão primário cujos discursos provocam a violência.
Os hindus são pagãos. Mais palavras para quê?

Putin defende o Cristianismo e os valores ocidentais

O seguinte vídeo já é de 2013, mas a mensagem é bastante actual. O presidente russo, Vladimir Putin, defendeu o Cristianismo e os valores do Ocidente contra o politiquismo correcto.

video

Apesar dos seus defeitos, era bom que houvesse mais líderes como ele em nome da defesa da superior civilização ocidental possibilitada pelo Cristianismo.